Feeds:
Artigos
Comentários

Bori

Da fusão da palavra Bó, que em Ioruba significa oferenda, com Ori, que quer dizer cabeça, surge o termo Bori, que literalmente traduzido significa “ Oferenda à Cabeça”. Do ponto de vista da interpretação do ritual, pode-se afirmar que o Bori é uma iniciação à religião, na realidade, a grande iniciação, sem a qual nenhum noviço pode passar pelos rituais de raspagem, ou seja, pela iniciação ao sacerdócio. Sendo assim, quem deu Bori é (Iésè órìsà).

Cada pessoa, antes de nascer escolhe o seu Ori, o seu princípio individual, a sua cabeça. Ele revela que cada ser humano é único, tendo escolhido as suas próprias potencialidades. Odú é o caminho pelo qual se chega à plena realização de Orí, portanto não se pode cobiçar as conquistas dos outros. Cada um, como ensina Orunmilá – Ifá, deve ser grande no seu próprio caminho, pois, embora se escolha o Orí antes de nascer na Terra, os caminhos vão sendo traçados ao longo da vida.

Exú, por exemplo, mostra-nos a encruzilhada, ou seja, revela que temos vários caminhos a escolher. Ponderar e escolher a trajectória mais adequada é a tarefa que cabe a cada Orí, por isso, o equilíbrio e a clareza são fundamentais na hora da decisão e é por intermédio do Bori que tudo é adquirido.

Os mais antigos souberam que Ajalá é o Orixá funfun responsável pela criação de Orí. Desta forma, ensinaram-nos que Oxalá deve ser sempre evocado na cerimónia de Bori. Iemanjá é a mãe da individualidade, e por essa razão está directamente relacionada com Orí, sendo imprescindível a sua participação no ritual.

A própria cabeça é a síntese dos caminhos entrecruzados. A individualidade e a iniciação (que são únicas e acabam, muitas vezes, configurando-se como sinónimos) começam no Orí, que ao mesmo tempo aponta para as quatro direcções.

OJUORI – A TESTA

ICOCO ORI – A NUCA

OPA OTUM – O LADO DIREITO

OPA OSSI – O LADO ESQUERDO

Desta mesma forma, a Terra também é dividida em quatro pontos: norte, sul, este e oeste; o centro é a referencia, logo, todas as pessoas se devem colocar como o centro do mundo, tendo à sua volta os quatro pontos cardeais: os caminhos a escolher e a seguir. A cabeça é uma síntese do mundo, com todas as possibilidades e contradições.
Em África, Orí é considerado um Deus, aliás, o primeiro que deve ser cultuado, mas é também, juntamente com o sopro da vida (emi) e o organismo (ese), um conceito fundamental para compreender os rituais relacionados com a vida, como o Axexê (asesé). Nota-se a importância destes elementos, sobretudo o Orí, pelos Orikis com que são invocados.

O Bori prepara a cabeça para que o Orixá se possa manifestar plenamente. Entre as oferendas que são feitas ao Orí algumas merecem menção especial.

É o caso da galinha de Angola, chamada Etun ou Konkém no Candomblé; ela é o maior símbolo de individualização e representa a própria iniciação. A Etun é adoxu (adosú), ou seja, é feita nos mistérios do Orixá. Ela já nasce com Exú, por isso se relaciona com o começo e com o fim, com a vida e a morte, por isso está no Bori e no Axexê.

O peixe representa as potencialidades, pois a imensidão do oceano é a sua casa e a liberdade o seu próprio caminho. As comidas brancas, principalmente os grãos, evocam fertilidade e fartura. Flores, que aguardam a germinação, e frutas, os produtos da flor germinada, simbolizam a fartura e a riqueza.

O pombo branco é o maior símbolo do poder criador, portanto não pode faltar. A noz cola, isto é, o obi é sempre o primeiro alimento oferecido a Ori; é a boa semente que se planta e se espera que dê bons frutos.

Todos os elementos que constituem a oferenda à cabeça exprimem desejos comuns a todas as pessoas: paz, tranquilidade, saúde, prosperidade, riqueza, boa sorte, amor, longevidade, mas cabe ao Orí de cada um eleger as prioridades e, uma vez cultuado como deve ser, proporciona-as aos seus filhos.

Nunca se esqueça: Orixá começa com Orí.

About these ads

1.819 Respostas

  1. Gostaria de esclarecer uma dúvida, qd o Orixá pede a nossa cabeça, ou seja, para que seja raspada, se eu não estiver preparada devo aceitar mesmo assim, ou devo seguir minha intuição, fazer o que minha alma tem vontade e o que ela me pede.
    Desde já agradeço sua resposta.


  2. Beatriz no Candomblé, a liberdade de escolha é sagrada, vc decide quando deve entrar e quando deve sair, se quer isso ou aquilo, vc decide. Mas cremos que quando um Orixá te chama Ele sabe se vc está preparada e se é o tempo certo, mas não confunda seus medos e dúvidas com sua voz interior, avalie com cuidado e isenção este passo, saiba que se vc decidir não fazer a iniciação sua vida não vai mudar para pior ou melhor, mas vc também não vai vivenciar o que, para mim, é uma das mais lindas experiencias religiosas. Procure outros jogos e confirme. Também será de grande ajuda ler e estudar sobre a religião. Tomege.


  3. Gostaria de esclarecer uma dúvida. Eu iniciei com o ori. Meu pai de santo disse que sou de oxalá, me informado que eu já estou mais que casado com ele vamos assim dizer. Minha dúvida é a seguinte, em conversa com a oxum, uma vez que ela vem na minha irmã, ela me informou que eu não precisaria fazer um outro trabalho para oxalá. Quando eu perguntei para ela porque, ela não entrou em muitos detalhes me informando que não podia falar se não poderia ser chamada atenção por ele. Logo após isso eu falei para ela que iria na festa de oxalá para conversar com ele. Porém ela me informou o seguinte. Quem sabe vc não fala por ele? ou seja eu entendi que eu chegaria um tempo que oxalá viria em mim. O que vcs acham disso. Estou com dúvidas, uma vez que sou novo no candomblé, e a minha irmã não quer que eu fale para o pai de santo que oxum vem nela.


  4. em Julho 29, 2008 at 2:14 pm nelson souza

    Leonardo bom dia, em geral os Orixás no Candomblé só falam depois de muitos anos de iniciação, e não dão “consulta” como parece que foi o caso. Quando há grande necessidade deste tipo de comunicação ela poderá ser feita atravez do Erê, que trará o recado do Orixá. Porém o mais comun é o jogo de búsios. Isto está confuso, por que sua irmã quer guardar este segredo? busque mais informação com seu zelador. Tomege.


  5. Olá bao noite, gostaria de tirar uma duvida sobre o meu ori, pois uma pessoa jogou os buzios para mim para identificar qual o meu orixá de cabeça, e o mesmo me disse que eu estava com guerra de santo; pois existe 5 orixás brigando por minha cabeça, gostaria de saber o que devo fazer para que isso acabe e defina logo qual o meu orixá? existe alguma erva para acalmar o ori? algum banho? pois não encontrei ainda ninguem para realizar o meu borí.


  6. motumbá

    Oi td bem ,eu sai de um borí agora no sabado e meu marido entrou logo após eu sair porque não é permitido fazer certos rituais com homens ou o proprio marido e eu bolei no santo e ele tbem teve a manifestação de seu orixá OXALÁ e minha dieta não foi passada por escrito, então estou só comendo o que comi no bóri.E ele chegou e falou que pode comer umas coisas que eu não comeria p/ não quebrar o bori e queria saber se cada um tem sua dieta. e como todos sabem Abian não pode ficar perguntando e muito menos questionando a sua Yalorixá, mas queria só saber como é a dieta do bori certinho p/ não quebrar se puder me ajudar te agradeço


  7. Boa noite Cristina,
    Todos temos uma dieta em comum no final da iniciação, durante o período de resguardo, que é preciso observar, e para além disso, dependendo do orixá ou orixás de cada pessoa, haverão ainda alguns itens que não serão permitidos durante esse período, e haverá ainda alguns alimentos, que você não mais deverá comer na sua vida, uma vez iniciada para evitar as quizilas.
    Se você não tem a sua dieta por escrito, e não tem a certeza do que pode e não pode comer, é melhor que você pergunte mesmo à sua Mãe no Santo, sem ter medo de perguntar, pois é bem mais importante que você não faça coisas erradas que coloquem em causa a sua iniciação e os preceitos a observar.
    Uma coisa é você colocar as suas dúvidas ou questões, outra coisa é você desrespeitar a sua Mãe no Santo ou os Orixás.
    Axé!


  8. Boa noite Douglas,
    Essa situação acontece com muitas pessoas, e a melhor forma de apaziguar essa situação é fazendo um Bori. Atenção que fazer Bori não é o mesmo que fazer a sua iniciação. O Bori é feito precisamente para apaziguar e refrescar a cabeça e normalmente é de grande ajuda para essas situaçãos. O Bori também não o vincula com nenhuma casa nem com nenhum Orixá, embora os orixás nele invocados sejam os orixás “Fun-Fun” (orixás de branco) como Oxalá, mas você não ficará vinculado de forma alguma, eles apenas lhe trarão alguma paz e ajudarão a definir as coisas na sua cabeça.
    O seu orixá, seja ele qual for, pode até só ser revelado quando você fizer a iniciação, mas com o Bori, pode ser que ele se venha a revelar antes.
    Axé!


  9. em Agosto 20, 2008 at 1:56 am Regina Marinho

    Eu fui com minha filha pela 1º vez a um terreiro de Candomblé, eu fiz um ebo e ela fez um ebo, depois um obi, para apaziguar a oxum dela, ficamos para assistir a uma saida de ogum, obrigação de sete anos, quando cantou para oxum ela bolou, fiquei em pânico chorei muito, pegaram ela apresentaram a casa,depois levaram para o ronco,logo depois ela voltou, no final cataram para oxalá (eu acho porque não entendo nada) ela bolou de novo, fizeram a mesma coisa . Agora o pai de Santo falou para ela fazer um bori.
    O procedimento e esse?


  10. Regina bom dia, uma vez que a pessoa bola, isso é sinal que a pessoa necessita “desenvolver-se” por tanto é correto que se faça neste momento um bori. Não fique em pânico, se sua filha e vc gostam do Candomblé esse bori será motivo de grande orgulho e felicidade para vcs. Tomege.


  11. D. Regina primeiramente gostaria de parabenlizá-la pelo sitie , e por sanar as dúvidas que “transbordam” essa religião simplismente MARAVILHOSA. D. Regina estou com problemas e gostaria de uma opinião da senhora.

    Estou frequentando uma casa de Candomblé de dijina angolana e meu Santo está cobrando-me muito a Feitoria de Santo.
    Tal fato que faz 24 dias que não durmo às noites, está me dando surtos alérgicos nas horas grandes (abertas) , repentinos brancos e desmaios , além de eu estar “vivendo” com água e abadô somente , durante 14 dias . Já emagreci 5 kg esta semana , estou parecendo uma “múmia”. No momento foi me recomendado um bori para apaziguar meu Santo (Omulu).

    A questão é que minha Mãe-de-Santo fica “enrrolando” para levar-me para a realização do Bori.
    Além do que ela e o filho dela (desculpe da palavra mas é um charlatão) quer fazer um “ebózinho” ,segundo ele, ou um deburú para resolver o probleminha , com o maior sinismo.
    Estou muito preocupado , já bolei uma vez. Gostaria de saber uma opinião da senhora .
    E se a senhora pudesse me responder no que consiste fazer um Bori?

    Muito obrigado D. Regina e espero anciosamente resposta.


  12. Desculpe , eu pensei que a moderadora deste sitie fosse somente a D. Regina mas me enganei , portanto quem puder ou souber responder-me este tópico acima eu agradeço muitíssimo.


  13. Boa tarde Maykon,

    De facto não existe nenhuma moderadora deste site com o nome Regina. Moderadores aqui, só mesmo eu (Manuela) e o Nelson :) .

    Sobre a sua questão, fica meio difícil falar, pois tem aí diversas coisas distintas.
    Em primeiro lugar, gostaria de entender porque razão você está fazendo essa dieta? Não entendo e creio mesmo que isso lhe estará causando em grande parte esse mal-estar que você sente.
    Não estou com isto a dizer que não possa haver outro tipo de razões para alguns dos sintomas de que você falou, mas gostaria que primeiro você nos dissesse o porquê dessa dieta. A partir daí poderá ser mais fácil perceber o que se passa e tentar lhe ajudar.
    Volte com essa informação que lhe peço.
    Axé!


  14. Olá Manuela primeiramente muito obrigado por atender minha dúvida.

    Eu estou passando só com água e algumas frutas, pois minha fome simplismente desapareceu, não é uma dieta que estou fazendo, de maneira nenhuma , nunca fiz dieta.

    Vou lhe explicar. Nunca fui de me alimentar muito, mas nunca fiquei assim sem apetite nenhuma como agora.

    Escrevi errado ,(desculpas) quanto ao me alimentar de água e pipoca , é o contrário , eu sempre adorei pipoca, mas ultimamente, nem na boca posso por mais senão eu encho de feridas.

    Estou tomando remédios para abrir apetite, tranquilizantes , remédios e mais remédios , mas de nada adianta.

    Não é um problema material eu sinto que é meu Orixá, até mesmo muitos zeladores de Santo que me encontram , dizem para eu tomar muito cuidado, pois meu santo quer Feitoria.

    E como minha Mãe-de-Santo não tem rancó , ela leva os filhos dela para fazer deitadas , boris , etc. no Pai-de-Santo dela , mas a mim ela não quer levar, pois segundo ela diz , ela está muito atarefada.

    Estou definhando aos poucos D. Manuela e sinceramente não sei o que fazer. ela acalenta meu Santo , já deu Deburu , mas melhoro 1 semana e depois volta tudo na mesma.

    Asé Bòbò e muito obrigado.


  15. no bori o babalorixa faz ou nao o axe no filho de santo e qual a oferenda existe sacrificio na coroa do filho de santo tem que fazer batismo nas aguas ,levar agua no cemiterio,na mata


  16. em Setembro 26, 2008 at 3:16 pm Mariana Barros

    Olá bom dia! gostaria de saber,pq quando eu bebo eu fico diferente bem solta e alguns dizem que mais bonita falo coisas da vida das pessoas que sao verdades revelo ate sonho que tiveram e q so elas sabem,vejo oq estou fazendo mas muitas vezes nao sei o pq estou fazendo..ah coisas q tb nao lembro de ter feito..oq será isso? alguma entidade ou apenas intuiçao?


  17. boa tarde nelso..quando fui fazer um bori..pq tive que comer um ori de quatro pontas..


  18. Virginia boa noite,no ritual do Bori se utiliza um fruto chamado Obi, não confunda com Ori que significa “cabeça”. Bori é a junção das palavras Bó que significa comida e Ori que significa cabeça = alimentar a cabeça ou dar de comer a cabeça. Neste ritual se utiliza pequenos pedaços de Obi com a função de purificar ou dar mais força ao corpo, são pedacinhos mesmo, o que fizeram contigo é totalmente desnecessário e pode inclusive causar mau estar estomacal. Tomege do Ogum.


  19. Olá,

    Ainda hoje, mais cedo, comentei pela primeira vez em seu blog, maravilhada com a qualidade e integridade com que respondem e postam. Não sei se é fácil responder a minha primeira pergunta, pois o que tenho é uma fala, que me foi dita em iorubá e que nem mesmo quem me disse, soube interpretar. Se houver algum erro na escrita, me perdoem:
    Motumba Moletum Otê(é ou è). Essa “fala” surgiu para o meu interlocutor em meio a uma conversa nossa sobre a minha necessidade e urgência de fazer um Bori. Se puderem me ajudar a traduzir, ficarei imensamente grata.

    Abraços


  20. nasci em 18/12/1985 as 13;30 da tarde qual e meu santo de cabeça se puder me responder desde ja obrigado


  21. Olá Maykon,
    Desculpe ter tardado em lhe responder, mas aqui vai então a minha opinião.
    Não é um assunto fácil, pois sem ter conhecimento real da situação fica meio difícil, mas, no seu caso eu procuraria uma outra casa.
    Esse argumento da zeladora de que não faz o seu santo porque está muito atarefada não é aceitável.
    Um zelador ou zeladora não pode ter esse tipo de descaso em relação aos seus filhos ou às pessoas que estão dando os primeiros passos na religião na sua casa. Isso não é a atitude de um bom pai ou de uma boa mãe. E se existem outras razões para ela não avançar com a sua feitura, então ela deverá explicar, dentro do possível, para que você entenda.
    Essa questão das pipocas de que você fala, pode ser quizila de Omolu. Isso acontece com os filhos desse Orixá. A mim por exemplo me acontece com pipocas e com ananás ou com abacaxi.
    Espero ter ajudado e que você se encontre melhor.
    Axé!


  22. Olá Josilane,
    Não posso te dizer aqui o preceito de feitura pois algumas coisas não podem ser divulgadas para fora do roncó, mas essas coisas de que você fala não precedem no candomblé. Baptismo nas águas, levar água em cemitério e nas matas não tem nada que ver com esse ritual.
    O Bori é um ritual dedicado à vida ao nascimento e abertura de caminhos de luz, de forma que, jamais se misturaria cemitério (que é o lugar dos mortos) com o Ori (a cabeça, coroa da pessoa). No candomblé também não existe baptismo e não conheço nenhum ritual que envolva o Ori no candomblé que consista também em levar água na mata.
    Minha cara, eu não sei que casa é essa que você frequenta, mas se essa casa se afirma de Candomblé, então cuidado, porque isso é pura marmotagem.
    Axé!


  23. Olá Vania,
    Essa resposta só lhe poderá ser dada num jogo de búzios. Não é possível conhecer o seu Orixá através da sua data de nascimento nem numa consulta online. Isso é para os signos em geral, como o zodíaco por exemplo.
    Procure uma boa casa e faça uma consulta.
    Axé!


  24. Olá Karen Nina,
    O Yorubá é uma língua riquíssima, mas complexa, pois pequenas diferenças de entoação, resultam em significados completamente distintos. Vejamos então se te consigo ajudar, com base nas palavras que você escreveu.
    Motumbá em yorubá significa um pedido de bênção a Olorum, e a todos os orixás.
    Moletum ou Moletom é um tipo de tecido à base de algodão, algo parecido com o tecido dos jeans dos nossos dias.
    Já a palavra Ote, consoante a forma que seja escrita pode ganhar significados completamente diferentes, como por exemplo na expressão “Ote kwana”, quer dizer ” há muito que não te via”. Não quer dizer exactamente “eu”, mas essa seria uma tradução aproximada.
    Não sei se isto te ajuda, dentro do contexto da conversa que teve.

    Axé


  25. Obrigada, Manuela.
    Moletum é então um tipo de tecido, em iorubá, é algo utilizado nos rituais? Não entendi ao certo se as tres palavras juntas ganhariam algum significado, como vestir algo em reverência? Seria algo assim?

    Outra vez, obrigada.


  26. Bom diaa!!Quando é preciso fazer um bori?eu posso fazer pq eu quero ou tem um tempo especifico? raspa a cabeça? por favor se puderem me tirar as duvidas desde já agradeço!


  27. Mari Gueb bom dia esta pergunta vale para o post Yemonjá também. Vc é iniciada? Tomege do Ogum


  28. Bom dia,Nao nao sou iniciada..por isso quero saber


  29. Mari Gueb bom dia, minha pergunta está ligada ao que podemos ou não falar para uma pessoa não iniciada por que poderia causar mais confusão do que esclarecimento. Sobre o Bori. Ele tem uma função ritual muito importante por exemplo antes da iniciação de uma pessoa para fortalecer a cabeça durante o período de reclusão. Mas em geral e normalmente ele é feito para acalmar e centrar a pessoa, é uma espécie de calmante espiritual, mas deve ser feito somente com a recomendação e sob a orientação de uma pessoa que realmente entenda do assunto. Por tanto ele não deve ser feito somente pelo seu desejo.
    Nesta cerimônia não se raspa a cabeça.
    A periodicidade depende da Casa e da necessidade de cada pessoa. Tomege do Ogum


  30. Obrigada Tomege de Ogum..


  31. queria tirar algumas duvidas,tive que fazer o bori para saber meu santo,era pra eu ter feito o santo mais tenho um pouco de receio porque nao me sinto seguro nas casas que fui,esse queria saber se quando faz o bori bola no santo por que comigo nao aconteceu


  32. oi mae manuela acabei de fazer perguntas a sra.e nao coloquei o seu nome


  33. Olá Diego,
    Em primeiro lugar quero esclarecer que eu não sou Mãe no Santo. Sou apenas uma simples iniciada.
    Com relação à sua dúvida, às vezes é preciso mesmo um Bori para apaziguar as coisas para que se possa depois saber qual é o orixá que rege a pessoa, quanto a isso tudo bem. Quanto ao bolar no santo, durante o Bori isso não deve mesmo acontecer, e nem devem ser criadas condições para que isso aconteça. O intuito do Bori é essencialmente o de trazer paz, tranquilidade e apaziguamento, não o de despertar energias fortes. Como disse antes, pode ser necessário fazer o Bori, mas não é para que o santo se revele descendo durante esse ritual. A própria natureza do Bori não é vinculativa, e nele são invocados os orixás fun-fun (de branco), entre eles Oxalá, mas isso não quer dizer que oxalá vai ficar dono da sua cabeça, ele vai sim trazer paz para a pessoa.
    Axé!


  34. bom manuela e que aqui em curitiba em todas as casas que ja fui sempre me deram ogun ai que conheci um pai de santo que veio de SP e depois do bori falou que eu era de ode fiquei assustado com a novidade sera…


  35. Diego,
    Essa resposta deve ser dada e confirmada no jogo. E não esqueça também que Ogum e Odé andam sempre muito próximos e portanto não deve estranhar que os dois se manifestem. Se você chegar a ser iniciado, na nação Ketu, ao assentar por exemplo Ogum como dono do seu ori, Odé deverá também ser assente, e a inversa também é verdade. Eles são irmãos e têm fundamento juntos que é preciso respeitar, no entanto, é necessário estabelecer correctamente qual deles está na frente para fazer tudo certo, e isso só é possível através do jogo de búzios.
    Axé!


  36. Ola,
    Fiz uma pergunta ontem, mas não consegui localizar em que parte do site eu a fiz. Li muitos textos ontem, daí a confusão.Vocês encaminham a resposta para o e-mail ?
    Obrigada. Jussara


  37. Olá Jussara,
    A sua pergunta e a resposta, que foi dada pelo Nelson, estão em “O ritual da iniciação no Candomblé”.
    Axé!


  38. Olá,gostaria de saber algumas coisas.Não sou iniciada,mas conheço um pouco a religião,dizem que eu não preciso fazer santo,mais se algum dia quizer fazer… acho muito bonita a religião pois tem muitos fundamentos tenho um pouco de receio,acho que não estou preparada,estou na umbanda me desenvolvendo.O que acontece de pessoas que entram no candomblé,e depois se arrependem,é possível largar tudo e sair fora… como fica a situação dessa…Pergunto isso porque meu marido já era pra ter feito santo,já algum tempo e ele fica se enrolando,pois toda casa que vamos falam a mesma coisa…e as coisas pra ele não estão boas até o emprego perdeu,será que tem a ver esse negócio de santo pra ele porque tudo é difícil pra ele,ele está desanimado com tudo até da religião,ele fez bori pra acalmar um pouco as coisas,mais até parece que piorou perdeu emprego e não está conseguindo nada,eu não sei mais o que falar pra ele estamos confusos com tudo….


  39. Franciane boa noite, o Candomblé que nós (eu e Manuela) cultuamos e divulgamos não prega o medo, a troca de favores, o bem x o mau, e essas coisas. Claro que sei que existe essa idéia formada e é muito comun os zeladores amedrontarem os filhos dizendo que se saírem de suas casas de santo eles serão catigados, perderão os empregos, e até a vida, é triste mas isso existe sim, infelizmente, no nosso meio. O Cancdomblé é uma religião de liberdade, onde a pessoa fica por amor ao Orixá em primeiro lugar, não há por que pensar que o afastamento da religião será motivo de perdas e de castigos, Orixá está cima disso. Pelo menos o Ogum e a Nanã que eu conheço.
    Mas é verdade também que o mercado de trabalho está difícil e competitivo, eu também enfrento dificuldades diárias no meu emprego, e não é só porque sou de Ogum que eu estou lá ainda, é por que eu tenho empenho, determinação, jogo de cintura, enfrento desafios, conduso minha equipe para frente, e vou a luta todos os dias, é claro que meu Pai me ajuda, mas se eu não fizer por onde……o bicho me pega. Não estou dizendo que seu marido não tem essas qualidades ou que eu sou “Ô Cara” não é isso, é uma constatação de que muitas pessoas se deixam levar pelo comodismo, pelo conforto da situação no trabalho e não percebem que as coisas estão mudando a sua volta e eles estão sendo avaliados o tempo todo. Que as coisas mudam e vc precisa evoluir sempre.
    Acho que não estaria aqui a esta hora da noite de um sabado falando isso para vc se não acreditasse muito neste Orixá, na força que cada um tem de fazer as coisas mudarem ao seu favor, dereverter os problemas e de não se entregarem, de lutarem até conseguirem o que querem. E isso é claro que me move para frente. Minha religião e meu contato direto e permanente com ela me incentiva e acalma e me dá força. Acho que a religião é importante na vida e mais importante é ter vontade de realizar coisas, o que falta as vezes é esta força que o Orixá pode te dar por que vc está disponível para receber, por que vc está em sintonia contigo e com o mundo. Candomblé ou Umbanda para mim é isso. Tomege do Ogum


  40. em Outubro 5, 2008 at 12:29 am franciane e dieggo

    Bom mestre eu sei tudo isso so o que me falta e achar aqui em ctba alguem que leve a religiao a serio e por esse e outros motivos que estou desanimado e muita falta de respeito voce achar que seu pai ou mae de santo sao pessoas que possam confiar ai quando chega a ora de voce se entregar ao orixa ficam de palhacada eu acho que se quiser fazer o santo vou ter que sair de ctba me eu queria saber de onde vcs sao se tem como trocar telefones queria saber a casa do santo aonde fica sei la aqui em ctba e foda.


  41. em Outubro 5, 2008 at 12:31 am franciane e dieggo

    estou na espera por alguma ajuda e logico se puder …


  42. Franciane boa noite vi seu retorno e vou pedir que a Manuela não publique na íntegra por que no finalzinho tem um palavrão, sei que é um modo de falar e não nos ofendeu em nada, mas não é conveniente.
    Não sou puritano mas no blog não fica bem.

    Nada é por acaso. visite o blog da Brenda Maria http://www.oscaprichosdemaria.blogspot.com/ la tem um e-mail dela, entre em contato que ela poderá te dar dicas de Casas em Curitiba, ela edita um jornal chamado Kinazambi. Tenho certeza de que vcs encontraram ajuda com ela. Tomege do Ogum.


  43. em Outubro 5, 2008 at 1:01 am franciane e dieggo

    porra irmao brigadao pela força vou entrar em contato com a dica que vc deu


  44. Boa Noite,
    Continuo tentando achar uma casa aonde posso confiar,e não consigo. Pois todos os lugares falam que tenho cobrança de santo, e que preciso fazer feitura.Pois Não sei em quem acreditar…. cada hora falam um orixá diferente no meu jogo. Será que é tão difícil assim. Pode me orientar.

    Agradeço desde já a sua atenção.


  45. Desculpe eu de novo.

    Eu sou RJ, será que pode me indicar um local sério?


  46. Maria bom dia, eu reluto muito em indicar Casas de Orixá, mas está caada vez mais difícil não indicar, então vou perder o medo, procure o site do zelador Sergio Cigano ou Ciganus no google. Ele tem um trabalho muito serio e respeitoso. Também o zelador Bira de Xangô. Eu ainda me sinto meio estranho indicando as pessoas por que cada caso é um caso diferente, mas nestes eu confio. Tomege do Ogum


  47. em Outubro 27, 2008 at 1:31 pm Leticia apreniz

    Bom dia!
    Sou ekedi estou na kza a um ano e vou tomar meu primeiro Bori.
    Gostaria de saber de vc (por favor) quantos dias dura o primeiro bori?
    Quando se repete o bori??
    O que não se pode comer?
    Ou melhor, o que se pode comer?
    Meu pai de santo disse que são coisas que nós não precisamos saber ou que já deveriamos saber.
    Mas pra não errar e quebrar o preceito eu gostaria mto que vc me respondesse por favor.
    Um abraço


  48. em Outubro 27, 2008 at 1:39 pm Jady de Matamba

    Oi nelsom, oi Manuela!
    Espero que vcs estejam bem!
    Gostaria de aproveitar a pregunta da Letícia e pegar um embalo. Tbm sou Ekedi, estou no terreiro há quase um ano e ainda não tomei um Bori. Eu sinto essa necessidade…
    Devo aguardar a hora que meu Pai -de-santo julgar necessario ou devo questionar?
    Há, tbm gostaria de uma sujestão de como vou montar meu santo pq ainda não fiz um ”corte” pra minha mãe por não te-la montada.
    Muito axé!!!
    Obrigada!


  49. Jady de Matamba, boa tarde vc estava sumida, sentimos sua falta. Sobre o bori, o ideal é que vc tome bori a cada ano sim por que vc lida diretamente com as energias dos Orixás e dos filhos e isso causa um desgaste grande, por isso é bem certo o que vc deseja, mas vá com calma, vc é nova na Casa e Oyá (Matamba) tem a mania de ventar forte demais, faça pouco vento, uma brisa e vá conduzindo as coisas, é questionar sem questionar direto, entende? coisas de Oxum (Dandalunda) rsrs. Tomege do Ogum


  50. Bem,queria q todos me ajudassem…nunca tinha ido num terreiro,ontem(26/10/08)fui a 1º vez,bem,tudo estava muito lindo,as danças,as incorporações…até o mmomento q começam a tocar p/ Oxossi…bem,me deu uma tontura,tremedeira e assustado sair correndo

    …meu amigo foi até mim,eu lhe contei tudo,ele ficou rindo…voltei p/ o terreiro e meu corpo parecia anestesiado.

    sou aluno da UFRPE,faço curso de humanas,sempre fui cristão católico,porém,tinha curiosidade de conhecer outras religiões,o fato,foi q da primeira vez eu ja fui sentindo essas coisas…o que vocês me dizem?

    nunca tive problemas com lugar fechado,até pq vivo em boate,show…aquela sensação não foi normal…inclusive havia uma menina do meu lado com o mesmo sintoma,no entanto,ela só fazia chorar…

    me ajudem estou confuso.


  51. em Outubro 28, 2008 at 1:41 am Jady de Matamba

    Boa noite querido Nelsom!
    Que bom saber que vc sentiu minha falta!
    Fico muito feliz em saber que no candomblé existem pessoas maravilhosas como vc e a Manoela. Pessoas que se disponibilizam a tirar dúvidas e esclarecer situações. Enquanto exitem tantos ipocritas que só fazem cometer equivocos.Pessoas que dedicam parte do seu tempo pra passar ou trocar conhecimentos (acredito que as nossas dúvidas te fazem buscar e aprender muito tbm). Mesmo sabendo das críticas, preconceitos, demandas, ofensas e vários outros problemas que vc acaba se sujeitando, não se deixa abater… vc passa por cima com garra, força, determinação e ética.
    Vc sabe como usar as palavras certas nas perguntas ”erradas” (rsrsrsrs)
    Vc tem postura até quando é criticado.
    Muito obrigda por vc existir!
    Que bom Iansã ter colocado vc em meu caminho!
    Muito axé!!!!!
    BjSSSSSSSS


  52. Eduardo boa noite só posso te pedir que leia o quanto puder sobre Candomblé por que do Orixá vc sabe que é, não tem dúvida certo? Tem um texto meu onde eu falo sobre a forma como vejo o início da vida reliosa no Candomblé, ele está na barra lateral em Autores Nelson, click lá e procure por “Sou Filho de Orixa” dê uma lida e veja se te ajuda. Tomege do Ogum


  53. Jady boa noite de vez em quando eu comento com a Manuela o quanto é gratificante este “trabalho” para todos nós, acho que nós aprendemos mais com vcs do vcs conosco. Tomege do Ogum
    Jady apesar de ser de Ogum e Yemonjá, foi uma Iansã que me criou, então essa ligação só me faz feliz.


  54. Eu não sabia aonde fazer essa pergunta.Mas graças a DEUS achei.Sou de umbanda,a uns 13 feita(coroada)com xango e nanã.Minha mãe de santo faleceu,fui em uma casa para retirada da mão.Fiz,e mãe de santo disse que fui feita errado,que não combinavam,ela jogou e disse que sou de iemanjá (velha) porisso confundiram.Agora tenho que fazer um bori de assentamento meu e um na minha filha caçula que tbm é de iemanjá e está equizilada, trazendo problemas de saúde para ela.Seu Nelson, pelo amor de DEUS não sei o que fazer!Fiquei mais confusa e ainda envolveu minha menina.SEnhor pode me ajudar?Me mostre uma luz.Desde já lhe agradeço, fique com DEUS


  55. Luzia vc foi a uma Casa de Candomblé fazer o que? vc foi feita em Umbanda e lá esta combinação é aceita e vc está feita certa diante da Umbanda, então para que misturar as coisas?
    No Candomblé realmente Nanãnão aceita com facilidade ou quase nunca ser a segunda de outro Orixa, mas isso é Candomblé e seus fundamentos, em Umbanda não existe isso, continue com seu conhecimento e seu trabalho acho que vc terá mais êxito.
    Este assunto me parece que a zeladora quer que vc faça mais que a tal retira da mão da sua falecida mãe. Não existe bori de assentamento, o envolvimento de sua filha pode parecer grave, masi provavelmente foi só para te precionar a fazer mais coisas que o necessário, te sugiro procurar uma pessoa honesta. Tomege do Ogum


  56. Bom dia!
    Eu gostaria que vcs me dissesem a diferença em ser Ekedi e ser Ekedi de cargo cantado.
    Como é ter um cargo? Qual a diferença de ser Ekedi do Pai-de-santo, de entidade ou de santo?
    Me respondam por favor…
    Estou muito aflita!
    Obrigada.

    Eu gostaria mto de uma resposta!


  57. Thais bom dia eu nunca houvi esta frase “Ekedji de cargo cantado” mas deve se referir a cerimônia de apresentação pública da nova Ekedji (a saída), quando o Ogã canta umas determinadas contigas dando o cargo ou confirmando o cargo da Ekedji.
    Ekedji é ligada a Orixá e só a Orixá, Ekedji de pai de santo é o mesmo que copeira pessoal de do pai de santo, uma Ekedji não deve nunca aceitar este tipo de submissão. É claro que o zelador terá sempre um tratamenteo diferenciado mas não aceite nunca que isso se transforme em empregada pessoal, os zeladores que agem desta forma são pessoas frustradas que precisam deste tipo de vassalagem, não aceite isso, vc tem um cargo importante e deve ser digna dele.

    Ter um cargo é ser responsável e cumpridora dos seus direitos e deveres, Ekedji é respeitada como uma mãe e deve se portar desta forma, orientando e apoiando os filhos. Tomege do Ogum


  58. Olá Nelsom,

    Boa noite!

    Eu gostaria de saber Qual é o fuxico que a Jady fez pra ser tão merecedora da sua atenção! (kkkkkkkkkk)
    Estou desesperada querendo saber da sua opiniaõ sobre Bori.
    Eu li o artigo inteiro, mas algumas dvidas ainda persistem, por favor me fale o que for possivel ser dito
    Sou ekedi estou na kza a um ano e vou tomar meu primeiro Bori.
    Gostaria de saber de vc (por favor) quantos dias dura o primeiro bori?
    Quando se repete o bori??
    O que não se pode comer?
    Ou melhor, o que se pode comer?
    Meu pai de santo disse que são coisas que nós não precisamos saber ou que já deveriamos saber.
    Mas pra não errar e quebrar o preceito eu gostaria mto que vc me respondesse por favor.

    (Eu sei que vc deve estar ansioso com as coisas do casóri, mas quebra essa vai?)
    Um abraço


  59. Letícia Apreniz boa noite, vc é de quem mesmo? rsrsrs Ah é de Matamba rsrsrs. Ciumeeenta! rsrsrsrs gosto muito de pessoas com bom humor.
    Sua benção Ekedji.

    Estou te respondendo antes da publicação da sua nova pergunta, com a Jady eu não faço viu?

    Letícia a evolução de uma Ekedji e um Ogã seguem os mesmos passos. Eles são apontados, depois são suspensos (são postos numa cadeira e apresentados a comunidade como Ekedji ou Ogã) e depois são confirmados.
    O Bori como vc leu é uma das únicas cerimônias feitas para a pessoa e não tem participação direta de Orixá, apesar de muitos fazerem esta confusão e acharem que no Bori tem ter manifestação de Orixá. O Bori é para acalmar, para centrar, para dar equilíbrio a pessoa.
    Quanto a periodicidade, ela depende um pouco da função de cada pessoa no Axé/Casa. As pessoas como vc que tem função de liderança, que lidam constantemente com as energias dos Orixás e dos seus filhos devem repetir o Bori de ano em ano para reequelibrar sua próprias energias.
    A duração desta cerimônia é de 24 horas, mas o ideal seria de 03 dias, mas sabemos que muitas vezes os afazeres da pessoa não permite, mas havendo esta possibilidade o ideal seria cumprir 03 dias de repouso.
    Como em qualquer obrigação há um período de resguardo que no Bori é de 07 dias.
    As comidas que devem ser evitadas são as que seu Orixa/Inkise a proibe e também as comidas que são interdição da Casa. No seu caso abóbora nem pensar, carne de carneiro idem, Mocotó idem (esses por conta de Matamba). Banana dàgua nem amarrada (por conta de Exú). Peixe de pele (por conta de Kaiá/Yemonjá). O restante dos alimentos vc deve provar e se der problema de rejeição vc saberá que não pode comer.
    Essa questão de alimentos é um pouco complicada por que algumas Casas proíbem umas frutas e outras Casas não as proíbem,mas há um consenso sobre não se comer abacaxi, tangerina, manga espada (filho de Ogum). Acho que é só isso que eu lembro. Mas do que eu estava falando mesmo rsrsrsrsr, Tomege do Ogum


  60. em Novembro 4, 2008 at 1:40 pm Leticia aprendiz

    Olá nelsom!
    Na verdade eu sou prima dessa figura Letícia. (Na minha familia só tem Oyá).
    Mas, noooossa, vc respondeu a Letícia usando quase duas telas cheias de palavras. Eu até tenho todas as nossas conversas em uma pasta, mas nem uma chega a ser tão grande. E ela ainda tem coragem de dizer que vc me dá mais atenção?
    Ela merece um coro (rsrsrs).
    Mas voltando a falar sobre aquele assunto de irmãos no mesmo axé, a mesma regra vale quando ekedi e ogan são da mesma kza? E Ekedi e seu filho de santo ?

    Boas férias!
    Há quanto tempo vc vai ficar fora?
    Se der tempo, venha fazer uma visitinha no Blog!!!
    Bjs


  61. em Novembro 4, 2008 at 11:16 pm Jady de matamba

    Tomege, boa noite!
    Agô, esse comentário acima é meu e não de entrusa da Letícía. Nós usamos o mesmo computador e como fica arquivado o e-mail do ultimo comentario, nem persebi que eatava em nome dela…
    bjs!!!!


  62. Jady de Matamba vcs poderiam me ajudar postando caa uma com nomezinho diferente???? rsrsrsr. Boa noite, quando o assunto é relacionamento entre pessoas de uma mesma Casa a regra é que não se toca em nada do outro, principalmente nas comidas dos Orixás e oferendas.
    Essa questão de Ekedji e Ogã ou Ekedji e um filho da Casa, não há impedimento nesta relação.
    Porém se a Ekedji foi madrinha do Yaô ou mesmo tenha participado ativamente na feitura do Yaô o melhor é que um dos dois saia da Casa por qu neste caso se considera uma quebra de hierarquia. Tomege do Ogum
    Vou ficar fora até início de janeiro. Na rede…. só secando esmalte minha rainha…. só vendo o tempo…..descançando….. Uma Bahianidade.


  63. em Novembro 5, 2008 at 9:31 pm Jady de matamba

    Boa noite Tomege Do Ogum!
    Vc pode me falar sobre ”O casamento no Candomble”?????
    Quem faz o casório?
    Se for o zelador, ele vira no santo?
    Como se veste a noiva?
    No seu caso que é girante, vc vira no santo ao se casar?
    Outros Orixás participam?
    Existem resas de casamento?
    Existem canções?

    O seu casamento vai ser filmado?
    (A ultima eu juro!!)

    *Se for possivel, vc pode me mandar a filmagem ou fotos do seu casamento via e-mail???
    (Na verdade eu queria mesmo uma flor do buque) mas…
    poder assistir um pouco da sua felicidade já vai etar de bom tamanho… Rsrsrsrs

    Axé!!!!!!!!!!!


  64. Jady de Matamba boa noite como vc já é de casa posso ser mais intímo e te relevar segredos. Eu não tenho idéia do que vai aconteçer, entregamos nossos Oris nas mãos da Yá e ela é que sabe o que vai fazer, nós só podemos é confiar.
    Mas logo após o casório eu te conto como foi. Mando fotos e filmagem, e um pedacinho de bolo virtual rsrsrsrs.
    Falando sério agora, só sabemos que será o mais tradicional possível com todos vestidos a carater (afro), só sabemos isso, Tomege do Ogum


  65. em Novembro 6, 2008 at 12:04 pm Jady de matamba

    Puxa vida Tomege do Ogum, deve ser mesmo lindo…
    Estarei então torcendo por essa cerimonia tão especial!

    Deixo aki meus sinceros votos de felicidades!!!!!!
    Axé!


  66. Olá Manuela,

    saiu no jogo que devo fazer um bori.
    Gostaria de saber:
    -depois de fazer o bori preciso fazer o santo? posso esperar por uma tempo? quanto?
    -o material que é resultado do bori(não sei os nomes, a garrafinha e o pote) posso levar para minha casa ou deve ficar na casa de Candomblé?
    -quanto tempo dura este ritual?

    muito obrigado.


  67. Olá Abib, mais uma vez,
    O bori não é um ritual vinculativo. Você tal como muitas outras pessoas parecem confundir Bori com Iniciação e isso são coisas bem diferentes. O Bori é feito para apaziguar a cabeça da pessoa, para trazer paz e tranquilidade e ajudar no discernimento. Do bori você não vai trazer nada para casa, apenas uma guia branca que você passará a usar e que se relaciona com todos os orixás Fun-Fun (os que usam branco como Oxalá e Iemanjá), mas também não cria nenhum vínculo com estes orixás. O Bori pode ser considerado um primeiro passo na religião, mas não implica necessáriamente que você venha a ser iniciado.
    Quanto à iniciação, você só deverá fazer quando se sentir realmente preparado para isso e consciente de que esse é o passo que você quer dar. Sei que muitas vezes há a tentação por parte dos zeladores de tentarem apressar esse processo, mas será com indicação do orixá e com o seu preparo que você deve avançar. Não existe nenhum tempo limite a respeitar quanto a isso. O tempo de realização do Bori deverá ser de 2-3 dias, não mais. Creio que depende também da casa. Aqui, para fazer o Bori, normalmente tentamos conciliar para que a pessoa entre na 6ª feira à tarde e saia no Domingo.
    Axé!


  68. em Novembro 11, 2008 at 9:29 pm léticia aprendiz

    Oi! Boa noite!
    Eu gostaria de saber de vc Nelsom qual é o fundamento de (abrir cura).
    Pra vc é como um batismo?
    Quanto tempo é necessario estar dentro da casa pra fazer esse ritual?
    Axé!


  69. Olá Leticia,
    Se você procurar na barra lateral, no menu Categorias, em Iniciação, você encontra o post sobre as Kuras de Fecho do Corpo. Creio que lá você encontra as respostas que procura. E não, não é como um baptismo, é um procedimento que faz parte do ritual de iniciação e que tem como principal objectivo a protecção do iniciado.
    Axé!


  70. em Novembro 15, 2008 at 5:14 pm Jady de Matamba

    boa tarde Tomege!
    Como estou triste !
    Estou tão decepcionada com a crueldade humana que tenho vontade de largar o candomblé.
    Entrou uma ekedi pra kza e a mesma é namorada do ogaã, ela não tem postura , não tem ética, não sabe se comportar, parece que só está na casa pra vigiar o namorado. Em todo o tempo eu a suportei e nunca dei ouvido as provocações dela. Mas meu erro foi esse, Chegou a tal ponto que me fez explodir e eu saí como ruim da história.
    Ela virou o jogo a seu favor e depois se fez de vitima. Meu pai-de-santo que sempre me achou equilibrada, educada, disse que se decepcionou com minha reação. Ela veio falar de roupas, que estava sempre bem vestida …
    Eu gritei com ela, disse que candomblé nõa era desfile de modas, que ela deveria se informar mais e se livrar dessa ignorancia, q


  71. em Novembro 15, 2008 at 5:21 pm Jady de Matamba

    Que ela não era melhor que ninguem. ela chorou, se fez de vítima. depois meu pai veio achar que só por esse simples comentario que ela fez, eu fiquei chateada. Disse tbm que se eu não mudar meu comportamento, não me vai querer na casa.
    Em nome de não levar fuxicos e indacas pra casa, eu aceitei muito disaforos calada.
    Eu poderia jurar pra vc, que eu sou a atacada sempre, todos sabem… Mas porque meu pai não consegue ver?
    Meu coração está sangrando estou me sentindo injustiçada.
    Se vc tivesse em meu lugar sairia da casa?
    Me de um conselho.
    Axé!


  72. Oi tudo bem?
    Gostaria de parabenizalos por esse espaço maravilhoso!
    Qual é a diferença entre ketu, angola, bate folhas e bato casange?
    Se dandalunda é Oxum, Lembá é Oxalá e inkose é ogum.
    Quem são Oyá e Oxosse?
    Obrigada!
    Na minha cabeça está uma verdadeira barafunda.
    Um abraço.


  73. Olá Jady de Matamba,
    O Tomege poderá ainda dar uma palavra para voc~e sobre esse assunto, mas em minha opinião, você não deve sair da casa por esse motivo. Não deixe que o mau comportamento dos outros influencie o seu, em suma, continue como até aqui, deixando os fuxicos e as tricas para os outros. Se esse comportamento é tão habitual assim por parte dessa sua irmã, naturalmente, mais cedo ou mais tarde as coisas vão aflorar. A verdade é como o azeite, como dizemos por aqui, fica sempre por cima!
    Sei que não será uma situação fácil para você, mas no caso, a única coisa que eu lhe aconselho a fazer é ter uma conversa com o seu zelador, começar por pedir desculpa pela forma como você “explodiu” demonstrando assim o seu respeito por ele e pela casa, e dentro do possível, fazer com que ele entenda a razão porque chegou a esse ponto, não em jeito de fuxico, mas com coisas e razões concretas.
    A sua fé e a sua dedicação aos orixás não podem ser jogadas fora desse jeito por causa de fuxicos, ok? O mesmo em relação ao seu trabalho e à sua dedicação a essa casa!
    Às vezes somos postos à prova na vida com coisas bem banais, e nesses momentos especialmente, não podemos perder a perspectiva e a importância das coisas.
    Axé!


  74. Olá Manú!
    Acho que é a primeira vez que aqui vem alguma minha homónima! ;)
    Obrigada pelas suas palavras sobre este blog, ficamos muito felizes cada vez que alguém considera útil e importante o nosso trabalho, dá-nos ainda mais alento para continuar.
    Com relação às suas questões, aconselharia a que você leia os posts sobre as Nações do Candomblé; dê uma olhada na barra lateral, no menu Categorias que você encontra.
    Com relação aos orixás, o melhor mesmo é não fazer “sincretismo” entre Nações do Candomblé, pois embora alguns possam ser vistos ou entendidos como correspondentes de outros, nas diversas Nações, em realidade não são o mesmo. Fazer isso só cria confusão mesmo.
    Já é mau suficiente lidar com o sincretismo estabelecido entre os orixás do Candomblé e os santos católicos, mas para isso existiu uma razão histórica que você pode também entender, se der uma olhada nos posts existentes sobre o sincretismo.
    Leia esses textos e depois coloque as questões que permanecerem por esclarecer, ok?
    Axé!


  75. Olá,
    Gostaria de uma orientação: há alguns meses fui à uma casa de Candomblé, onde a mãe-de-santo joga búzios, através dos odús, e foram feitas quatro trabalhos , um deles para yorossum, onde a quartinha com o obi ficou no quarto de santo do barracão. Não frequento a casa regularmente, mas passados três meses, joguei novamente e ela me disse para cuidar do meu “ori”, levar água, vela e canjica, o que eu fiz mas disse que a quartinha deveria ficar lá, pois a minha cabeça estaria mais protegida. É correto esse procedimento ou eu deveria estar cuidando na minha casa?
    Abraços e desde já grata pela orientação


  76. ola manuela boa noite, fiz meu bori, a um ano, no jogo de buzios foi confirmado que so filha de insa e iemanja(insa Oinra) tenho frequentado o centro, mas desde junho numa roda de caboclo, comecei a passar mal, depois na feijoada de ogum tambem náo consegui ficar ate o final, mes passado passei muito mal por que fiquei tres meses afastada fiquei com muito medo, eu tenho muito medo da incorporacao, cobranca de santo estas coisas, nao me vejo preparada pra religiao no momento, acho muito lindo admiro muito a religiao, mas o medo e muito grande nao consigo me controlar, minha mae disse que meu santo sentiu saudades da casa, ate por que estava com um barco recolhido no eu deveria estar mas por medo nao fui nem na saida do santo, estive com minha mae de santo e pedi pra sair , ela disse que eu poderia trazer meu carrego pra casa e quando me sentir mal, devo colocar esse carrego, mas me desculpa eu ando com muito medo, parece que a qualquer momento vou virar no santo, sou uma pessoa muito sensitiva, tenho sonhado tambem com mentor espiritual cardesista,sabe esta tudo muito confuso pra mim, quando passei mal uma entidade desceu me disse que era quizila de egun, Ah! deixa eu te explicar fiz o buri por extrema necessidade, pois haviam feito um trabalho muito pesado em cima de mim, perdi meu emprego e a pessoa que mais amava e apesar de nao estarmos mais juntos eramos amigos, esta amizade causou tudo isto na minha vida

    náo sei o que fazer estou muito confusa me ajuda se puder

    muito axe


  77. AH! me esqueci de dizer quando fiz o bori, fui suspensa no cargo de Ekedi, mas mesmo assim tenho medo meu carrego e de Ekedi e meu fio de contas de iamnja que admiro demais


  78. Neuza bom dia é mormal que as coisas fiquem no Barracão sim, até por que é o melhor local. Mas isso não quer dizer que vc terá algum vínculo com a Casa ou com a Zeladora, fique tranquila. A zeladora vai sempre cuidar para que omelhor seja feito para vc. Tomege do Ogum


  79. Rosely bom dia,pelo seu texto vc não é Ekedji, vc roda mesmo. Mas a decisão de ir ou não para a religião é sua e vc não pode ser influenciada ou intimidada por nada ou ninguém. Se vc não deseja participar é uma decisão sua e ponto final, mas não tenha medo da incorporação, te peço que leia um exto meu chamado “sou filho de Orixá” está em Autores Nelson, é só procurar dentro da caixa. Depois voltaremos a conversar ok? Tomege do Ogum


  80. em Novembro 18, 2008 at 10:33 pm nadja maria de souza santiago

    gostaria de saber qual é meu orixá de cabeça? bjos


  81. manuela, sei que devo me afastar, mas o que faco com o que tenho meu carrego, meu fio , náo serei cobrada ou ficar passando mal, ate porque tenho filho que nao entende nada disso ja pensei ate em ir pra igreja, no momento sou catolica
    mas com tanta confusao e medo nao sei o que fazer

    abracos


  82. Rosely bom dia, vc não pode ficar neste sofrimento, pensando que a religião é uma coisa demoníaca, que vai acabar com sua vida, que vai prejudicar seu filho e marido, que vc vai ser cobrada. Vc ainda não está preparada? tudo bem saia de cabeça erguida e pronto, nada de mau vai te aconteçer que já não esteja em seu caminho para acontecer mesmo, mas se vc pensar que tudo que te acontecer daqui por diante é reflexo deste tempo que passou no candomblé, de certo vc vai parar numa Universal falando mau da religião. Por isso é elhor vc seguir seu caminho e ser feliz no que vc deseja e conheçe para vc como religião. Peça a zeladora para despachar suas coisas e tudo bem. Tomege do Ogum


  83. em Novembro 20, 2008 at 12:58 am Jady de Matamba

    Boa noite Manuela!
    Nada com um dia após o outro!
    Estou muito bem agora. As coisas tomaram seu proprio rumo e a verdade sempre vem a tona!

    Manuela, muito obrigada pelas suas palavras de insentivo e carinho!
    Queria que vcs soubesem que são muito imporantes pra mim. Já faz parte do meu ”bom dia”poder contar com o maravilhoso trabalho de vcs para expressar opinioes, expor ideias, buscar informações, pedir sugestoes e até desabafar nos momentos chatos.
    Kd dia que passa o trabalho tem sido mais exelente e objetivo. Obrigada de coração!
    Agora, (cá pra nos!!!) onde será estão os pensamentos nosso amigo Nelsom que me deixou abandonada? (kkkkkkkkkkk) Ele ainda não está de ferias hen!?
    Um forte abraço a vcs dois!!


  84. Jady de Matamba bom dia, eu não te abandonei nada rsrsr eu não falei mas foi de propósito, a Manuela já tinha falado tudo o que eu queria te falar, então fui cuidar do casamento rsrssrs.
    Vc sabia que todo furacão tem uma zona chamada de “olho do furacão” onde praticamente não tem vento? Pois é, eu já te falei que vc venta forte demais, desta vez a calmaria veio rápido mas esse comportamento, um dia, pode se reverter contra vc, então aprenda a regular seu vento, sei que vc desejava por as coisas em ordem, e colocou. Eu adimiro em vc esta paixão, mas levante menos poeira, vente menos menina. Gostamos muito de vc, ah e da Letícia também, senão ela fica com ciúmes e reclama. Tomege do Ogum


  85. Bom Dia Nelson Souza

    Em primeiro lugar parabéns pelo site, além de esclarecer muitas dúvidas ele é grande proveito.
    Estou um pouco confusa e insegura e resistente, comecei a conhecer orixás através de centro de umbanda do qual participei da Gira por alguns meses e através de livros….
    Atualmente o meu zelador espitirtual, do qual admiro, confio, principalmente porque ele nunca me força a nada, através dos jogos de buzios disse que preciso fazer um bori…

    Um abraço elena…


  86. ….. Nelson,

    sem dizer que estou com problemas de memória, está relacionado com bori..

    um abraço elena


  87. Fui iniciado no muxigongo e o meu tateto me deu a dijina de Oxoiessanambake barodé. Podem me traduzi.Ficarei eternamente grato.


  88. Sempre que tenho dúvidas sobre qq coisa eu entro no site de vcs e leio os temas e tb as perguntas dos leitores e as respostas que vcs dão.
    Vcs estão de parabéns pelo trabalho.
    Muito axé para vcs.
    Um abraço.


  89. em Novembro 30, 2008 at 8:48 pm HILDETE SANTOS COSTA

    Gostaria de saber qual o meu orixá nasci no dia 2 /05/1949

    no RIO DE JANEIRO MAIS ATUALMENTE MORO EM SALVADOR

    ATENCIOSAMENTE
    HILDETE


  90. Me ensinaram um trabalho para aproximar minha mãe oxum de mim, gostaria de lhe passar e saber se tem algo a acrescentar, pois gosto de fazer as coisas certas.

    O ritual consiste em eu ir na cachoeira, levar um 1 obi, 1 orobô e lirio quinado, comida para oxum, uma vela, presentes como doces finos, frutas , um pano branco e roupas brancas.

    Cortar o obi em 4 partes e também o orobô, masticar um pedaço do obi e engolir, depois colocar os demais num pano branco e colocar em meu ori. Depois fazer a entrega da comida a oxum, saudá-la acender a vela e feito tudo isso, pegar o pano do ori com o obi, orobo e lirio e deixar na água.

    Algo a acrescentar meus amigos? é assim mesmo


  91. quando se dar o bori a pessoa ja esta dentro o candomble
    ou ela escolhe??


  92. em Dezembro 19, 2008 at 12:12 am Isabela D' Oyá

    gostaria de saber se vcs tem alguma historia de cabocla jussara e sinhá baiana agradeço de todo coraçao asè


  93. Isabela D’Oya infelizmente não temos informação a este respeito, sinto muito. Mas volte mais vezes e se tiver dúvidas ou comentários, estaremos disponíveis na medida do possível. Tomege do Ogum


  94. Rafael tecnicamente não. O Bori é uma cerimonia para fortalecer, acalmar, apaziguar, energizar, e harmonizar a sua cabeça e não tem vinculação com Orixá e também não te vincula ao zelador e a Casa de axé. Mas como citei antes “tecnicamente” por que 90% dos que fazem bori acabam se apaixonando pelo Candomblé ficam na religião, mas só ficam de fato os que se apaixonam. Tomege do Ogum


  95. BOA TARDE PARA TODOS !!!
    BOM EU QUERIA SABER QUANTO TEMPO O ORIXÁ OU EXÚ PEGA A CABEÇA DO FILHO DE SANTO DA CASA, POIS EU TENHO O BORI A QUASE UM ANO E SANTO NÃO PEGA COM FIRMEZA A MINHA CABEÇA…


  96. Boa Noite, Sou Filha de Logun-Edé e estou envolvida com uma filha de Iansã e outra que é filha de Ogum. Gostaria muito de saber com quem mais me identifico…
    Obrigada


  97. Bom dia!!!

    Andei muito pertubada e o meu Pai de Santo jogou p/ mim e disse que eu precisava tomar um bori.
    Providenciei tudo e dei o bori, quando no dia da saída ele me disse: Parabéns agora vc está iniciada!
    Vi aqui no site que nem todo o bori é iniciação mas, pelos elementos do meu bori, sei que o meu foi.
    Eu acabei de me afastar da casa deste Pai de Santo por motivo de afinidade, não tive nenhum aborrecimento e, fui pedir a ele o meu Ibaori e ele me disse que não pode me entregar pq ali está a mão dele. Eu questionei informando que também está o meu Ori mas, ele falou que não pode me entregar pq é responsabilidade dele. Que ele só VAI VER SE ME DEVOLVE, quando eu tiver um novo Zelador e este Zelador for lá conversar com ele. Que ele enquanto isso vai deixar lá ou vai ver se desmancha. Eu disse a ele que não quero que ele desmanche. Estou muito chateada, apesar de entender a parte da responsabilidade dele com o Orixá que respondeu no ritual mas, alguma coisa me diz que isso tudo é mais pirraça dele do que preocupação propriamente dita. Gostaria muito de ter noção sobre como eu devo agir nesse caso. Que tipo de preocupações devo ter? Eu não tenho intenção em abandonar o meu Ibaori e tenho receio sobre o que ele pode fazer.
    Um abraço,
    Flávia


  98. Flavia como posso te falar que bori de feitura é coisa que não deveria existir, que é invenção? Pois é, esta coisa de bori que é feitura não existe no candomblé tradicional, o bori é uma cerimônia exclusivamente voltada para sua cabeça, para te apaziguar e “acalmar”, te aprumar e não tem como só com um bori vc ser “feita”. Outra coisa é que o ibaori é seu sim, vc não criou laços com o zelador só por que deu um bori na sua casa. porém na realidade não há o que “levar” embora quando se dá um bori, não há vazilhas ou loças, só uma quartinha que geralmente é da própria Casa. Bori não foi feito para isso, não é para segurar ninguém em sua casa de santo. Vc está certa quando fala que é birra, e é mesmo, porque nenhum zelador vai a casa dele cobrar nada seu, isso não existe. Sobre problemas futuros…esqueça, Orixá não vai te cobrar por isso, e além do mais tem um ditado que diz o seguinte, Orixá começa com Ori (começa na sua cabeça) e se Ori não aceita uma oferenda Orixá também não aceitou. Em suma Orixá não aceita uma casa onde seu Ori não é bem tratado. Ori é o principal Orixa, é o que vive no alto/dentro de sua cabeça. Não tema represálias ele na verdade não é seu pai de santo só porque te deu um bori. Tomege do Ogum


  99. Ótima noooite
    Tava lendo a Flávia e me veio uma pergunta:Na forma de cultuar, pelo menos na mais próxima de vocês, em relação a assentamento de orixá, pode-se levantar um ibá de orixá sem ter pelo menos um bori, ou se levantar a partir do bori, ou só pode levantar ibá de orixá(o ou os próprio/os) a partir da iniciação??

    Obrigadaaaaaaaaa


  100. Olá Nelson,

    Gostaria de saber o que é um bori branco, se é necessário jogar para saber o material a ser utilizado e se tal cerimônia me vincula ao barracão, ou seja, a casa e ao zelador?

    Abraços,

    Neuza


  101. Olá Neuza,
    Um Bori por natureza é branco. Assim, todo o Bori é branco. Qualquer zelador ou zeladora de fundamento sabem exactamente o que leva um bori, sem necessitar abrir o jogo.
    Axé!


  102. Dayane eu não entendi direito que vc perguntou, por favor, vc pode reformular? Tomege


  103. Eu sabia que essa pergunta tinha ficado confusa rsssssss é uÓ!!

    É por que eu uso esse vocabulário aqui e eu não sei se vocês também usam da mesma forma.=/

    Vê só, quando um pai-de-santo ou uma mãe-de-santo faz o assentamento de um orixá, ela “levanta” o ibá do orixá, não é isso?

    A minha pergunta é sobre qual ou quais dessas situações podem ocorrer:
    Situação 1: A minha mãe de santo poderia “levantar” o ibá, assentar o meu orixá sem eu ter nem bori(?)
    Situação 2: ela só poderia “levantar” o meu orixá a partir do meu primeiro bori(?)
    Situação 3:Meus orixás só poderiam ser assentados a partir da minha iniciação(?)

    Clareou mais um pouquinho? Vê aí se o senhor entendeu e se não eu reformulo de novo, pois essa dúvida é veeeeelha
    rsssssssssssss

    Obrigada!!!!!!


  104. Olá Nelson, obrigada pela sua resposta mas só para clarear: o bori ele chamou de “bori de iniciação” e não bori de feitura. Segundo ele, o próximo passo seria a feitura.
    E eu não tenho só a quartinha não, tenho a vasilha com os elementos que lá são colocados (vc sabe a que me refiro né?) E nesta casa, eu frequentava, não fui lá só para receber o bori não.

    No seu texto está escrito:” É o caso da galinha de Angola, chamada Etun ou Konkém no Candomblé; ela é o maior símbolo de individualização e representa a própria iniciação.”

    Sendo assim, quando a Etun está presente no bori, este não é de iniciação?

    Mais uma vez, obrigada pelas suas respostas.

    Flávia


  105. Completanto Nelson …

    Acho que é sobre isto que a Dayane se refere, não?

    Se para montar o Ibá, precisa-se do bori, como foi o meu caso…

    Porque o que eu tenho não é um assentamento propriamente dito mas é um conjunto (que o meu Pai chama de Ibaori) de vasilhame (com os elementos) + quartinha (com água), onde o Orixá que respondeu no Ori é cuidado.


  106. Boa tarde,
    Foi até melhor você citar a minha dúvida, Flávia, pois fica mais fácil de explicá-la ao Nelson!!
    O ibá a que me refiro, não é o ibaori que utilizado/feito/levantado no bori. E sim aos próprios assentamentos (aqueles que tem bacia, vasilhame, pratos… dependendo do orixá em questão) dos órixas, entendeu melhor agora, Nelson???
    =D

    Obrigada!!!!!!!!!


  107. A propósito, achei MAAAAAAAARA (rssssssssss Só pra descontrair um pouquinho=D) o artigo sobre a marcha contra a intolerância religiosa e a música que , provavelmente o senhor colocou. Mas eu não consegui baixá-la, quero dizer, nem ao menos consegui encontrá-la!! Eu sou um pouco “dinossaura” no computador rsssssssssss, aí sabe, né? Quanto mais informações melhor kkkkkkk Como é o nome da cantora? Quero ver se com o nome da música e o da cantora eu não acho essa danada!!! rsssssssss

    Obrigadaaa
    Até logo!!


  108. Dayane não me venha com chorumelas, eu odeio estas máquinas há muito masi tempo que vc. Agora mesmo estava dando retoques a resposta que fiz pra vc e a Flávia, deu um pico de luz e eu perdi tudo, odeio isso, minha tecnologia é facão, marreta, picareta, enxada, foice. E sobre a musica quem coloca essas belezas todas é a Manuela, se não fosse por ela nós não estaríamos aqui agora, mas vamos lá dinovo rsrsrsr.
    Flavia mudar o nome do bori para iniciação não muda nada, ambos não existem, nem bori feitura nem bori de iniciação. O bori é uma cerimonia exclusivamente para vc, para sua cabeça, para agradar Ori. Nela se cultua Yemonjá e Oxalá por que são os Orixás ligados a nossa cabeça, mas o principal Orixá cultuado sempre será Ori. E não é no bori que se “descobre” ou que o Orixá “se apresenta”, bori é diferente de iniciação ou feitura (que são a mesma coisa) ou de confirmação (para ekedji e ogã) e a presença da etu não significa que seja um bori com “algo a mais”, quase uma feitura ou “iniciação” a etu é parte do bori e estará presente também nas iniciações.

    Foi até melhor você citar a minha dúvida, Flávia, pois fica mais fácil de explicá-la ao Nelson!!
    Gostei dessa parte Dayane, agora eu sou um dããããããããã rsrsrsrs, estou rindo até agora.

    Perg 1 resp. Não. Para assentar o Orixá é preciso que se fortaleça a cabeça, “precisa ficar fortinha”, e nunca é feito na mesma cerimonia, espera-se uns dias para que Ori esteja preparado e “fortinho” para então se assentar o Orixa. Há pessoas que não rodam de Orixá e tbm não são ekedjis ou ogãn, então se assenta o orixá dela, mas esta pessoa será eternamente abiã, por motivos óbvios.

    Preg 2 resp. Sim. Por que desta forma seu Ori ja estará “fortinho”.

    Perg 3 resp. Este é o ideal, assentar na iniciação com a presença do Orixá.

    vou mandar logo antes que dê zica dinovo. Tomege do Ogum


  109. Chorumelas??? Chorumelas, não!!! rsssssssssss Esse negócio de ter que fazer curso pra conseguir mecher nessa máquininha é uÓ, o senhor não sabe como eu acho chato!!! Somos gerações diferentes mais com a mesma dificuldade em comum: se adequar a tecnologia!!!! kkkkkkk Em vez do meu pai me dar um curso de literatura, me deu um de iformática!!=[
    Pra o senhor ver que esse papo de geração não influencia em nada, por que se fôsse quaso contrário, eu que tenho idade pra ser sua filha deveria ser uma expert!!!! Rumm!! Até parece…. rsssss
    Sobre a música, tomara que ela leia e responda, né?

    Foi até melhor você citar a minha dúvida, Flávia, pois fica mais fácil de explicá-la ao Nelson!!

    kkkkkkkkkkkkkkkk Eu juro que não foi a minha intenção fazer o senhor se sentir assim!!! Só usei como mais um apoio pedagógico, entende? kkkkkkkkkkkkkkk Brincadeeeeeeeeeira!!!

    Okk
    Entendi todas as respostas, aprendi direitinho
    Detalhe na sua frase “precisa ficar fortinha” rsssss. Obrigada, tiooo. kkk

    Zica=falha(??), mas uma pro meu vocabulário!!=D

    Obrigada, Edson e desculpa a descontração!!


  110. Dayane fico contente em ajudar, mas quem é este tal de Edson? nossa religião as vezes é criticada até por que é bastante descontraída, mas a base da nossa forma de cultuar Orixá é demonstrar alegria. demonstre. Ia esquecendo, de que Orixá vc é? Tomege


  111. Boa noite
    Nelson, desculpa o erro na troca dos nomes, não foi proposital. Nem sei onde eu tava com a minha cabeça. Ah, e sobre a “descontração” desmedida também. É isso aí…
    Sou de Oyá.

    Obrigada
    Dayane


  112. Boa noite
    Nelson, desculpa o erro na troca dos nomes, não foi proposital. Nem sei onde eu tava com a minha cabeça. Ah, e sobre a “descontração” desmedida também. É isso aí…
    Sou de Oyá.

    Obrigada
    Dayane


  113. Só pra tirar uma dúvida: eu fui “descontraída” demais, não foi?
    Desculpa pela forma de me expressar tão… tão espontânea, deve ser essa a palavra.

    Obrigada


  114. Olá Dayane,
    Estou lendo e respondendo! Mas… lamentavelmente não sei te dizer quem é o autor da música… Eu explico! Esse slideshow sobre a Marcha foi realizado através de um site onde nós colocamos as nossas fotos e depois fazemos a montagem da apresentação. Existe a possibilidade de adicionar música, mas no caso eu utilizei um ficheiro de música do próprio site, pois ouvi a música, gostei e achei adequada para a apresentação das fotos, mas infelizmente, o ficheiro só tem mesmo o nome da canção e não tem a informação do autor. Já pedi à administração do site se me podem enviar essa informação, e se eles me responderem, prometo que passso para você! ok? ;)
    Axé!


  115. Dayane vc não é e nem foi descontraída demais, vc é do jeito que tem que ser, alegre, nunca perca isso, nem dentro nem fora da religião, sei muito bem que vc sabe quando pode e quando não pode ser descontraída e tem que falar sério. Na verdade eu gosto muito de gente que sorri, que é descontraída. Tomege


  116. Bom dia Manuela, bom dia Nelson.
    Não precisava a senhora ir atrás de uma informação que na realidade não tá no intúito do site, por isso, muuuito obrigada pela sua disposição e eu estou no aguardo. =D

    Nelson, (eu não sei de onde veio esse Edson!!) suas palavras serviram pra eu reforçar ainda mais a hora de ter o temperamento certo na hora certa. É que eu costumo dar tudo que eu recebo, não é totalmente certo, mas estou indo rumo a correção.

    Obrigada pela atenção de vocês!!


  117. ´Boa noite,

    Postei no dia 07/01/09, uma dúvida sobre o bori e gostaria de saber, no caso, eu não sendo iniciada na religião mas tendo recebido a orientação de fazê-lo por existirem problemas de ancestralidade que me deixam enfranquecida, esse ritual deverá ser repetido?

    Qual o período, em regra geral, que ele deverá ser feito semestralmente/anualmente?)

    Sempre terei que passar pela consulta de búzios para sabê-lo?

    Por que se faz necessário o reecolhimento por três dias e, se normalmente, éum ritual que utiliza mutios materiais (de um custo elevado).

    Agradeço, mais uma vez, a atenção de vocês.
    Abraços


  118. Muito obrigada Nelson pelas suas informações. Tudo o que o meu Pai de Santo me explicou é exatamente ao contrário do que vc explica. Agora, faz mais sentido ainda o fato de ele não querer me devolver o que tenho lá.
    Se me permite uma última pergunta (eu sou de perguntar né?rrrsss):

    Todos os boris são dados com os mesmos elementos?
    Tipo: Eu dei o bori p/ reforçar minha cabeça mas, não fiz meu Orixá. E se eu tivesse feito um bori para assentar o Orixá, seriam os mesmos elementos ou teria um quê a mais ou um quê a menos?

    Obrigada pelas suas respostas mais uma vez.

    Abraço e um ótimo final de semana!
    Flávia


  119. Olá Manuela!
    Meu Pai de Santo jogou buzios e descobri então que sou filha de oya e oxossi, e disse ainda que eu nasci já filha de oya, que ela está na minha cabeça desde o meu nascimento, eu gostaria de te perguntar por quê isso pode acontecer, se normalmente o orixa de cabeça aparece bem mais tarde,,,,,obrigada!


  120. Neuza bori não resolve problemas de ancestralidade algum, bori e uma cerimonia para a sua cabeça e só, para te dar prumo, te acalmar e apaziguar oq ue por ventura estiver em desequilíbrio. A periodicidade varia mas fica em 1 e 3 anos de intervalo para quem exerce alguma função religiosa (filhod e santo, ogã, ekedi), os demais o intervalo pde ser maior. Para sasber da necessidade será sempre consultado o jogo sim. E os custo não são elevado pois se trata de uma cerimônia simples e sobre ficar recolhida é para que vc possa descançar adequadamente, é um retiro, um afastamento da vida cotidiana onde vc se dedica a vc somente. Tomege do Ogum


  121. Flávia o assentamento deve ser feito preferencialmente na feitura do Yaô, mas tem pessoas que só precisam fazer o assentamento e nunca serão iniciados, casos raros, mas que também serão eternos abiãns, não é por que assentou Orixá que poderá dizer que é feito ou terá privilégios. Nestes casos a pessoa receberá um bori e em outro momento, num outro dia fará o assentamento, mas nunca no mesmo dia do bori, pro que o Ori deve ser fortalecido primeiro.
    Sobre os bori. eles variam de acordo com o segmento religioso, em Ketu ele é mais simples, tem menos comidas, em Angola terá muito mais comidas, então depende um pouco disso e tambem da tradição da Casa. Tomege do Ogum


  122. Tadiene o Orixá da pessoa já nasce com ela, é determinado antes do nascimento até. Ele se revela mais tarde sim, mas com certeza já o acompanha. O que aconteçe é que muitos “achistas” ( pessoas que dizem que vc é de fulano ou beltrano só olhando para vc) confundem-se devido aos comportamentos e humores variáveis de uma criança e “acham” que aquela criança é de isso ou aquilo. Quando a pessoa chega a vida adulta e vai procurar o caminho certo, o procediemnto correto para saber seu Orixá, que é o jogo de búzios, pode haver surprezas, com Orixá totalmente diferente do que foi dito na infancia pelos “achistas”. E a desculpa mais utilizada é que ouve uma troca de Orixá. Por isso dizemos sempre que o melhor é o jogo de búzios, nunca data de nascimento ou perfil, ou outros meios. Tomege do Ogum


  123. Boa tarde Tomege sabado eu numa obrigação de 3 anos de uma Yaô foi uma festa muito bonita mas algumas coisas me chamaram a atenção primeiro foi duas meninas de 8 anos na roda dançando e fazendo tudo certinho depois uma delas virou no santo foi ai que fiquei admirado um Oxossi lindo perfeito ela fazia tudo certo parecia que ja era feita a anos eu me admirei com ela e o Oxossi dela é uma coisa linda.
    minha duvida uma menina tão nova feita será q ela tera um cargo de muita responsabilidade?? e outra eu vi uma Yaô dando dois orixas isso é normal??
    origado
    Axé


  124. Ogan Luiz sua benção, que bom que vc voltou meu irmão, isso é legal. Sobre a menininha, é lindo presenciar isso, temos em nossa Casa uma menina de 09 anos linda também, que vira, dança, canta e é linda, sou meio babão com ela,
    Sobre dar dois Orixás, não muito comun num mesmo dia em candomblé, mas é possível sim. Tomege do Ogum


  125. Obrigada mesmo Nelson, tomei nota de tudinho ;)


  126. Boa noite Tomege é sempre um prazer visitar esse blog
    mas eu tambem fiquei encantado com essa que eu vi. aki em casa ainda não temos criança, mas eu fiquei vidrado na menininha axei ela linda o orixa dela lindo resumindo tudo maravilhoso.
    mim tire so mas uma duvida é possivel um Yaô ter no seu ori Ewa e segundo santo Oxumarê???? mim tire essa duvida por favor por que eu ouvir dizer que Oxumarê não aceita ser o segundo santo??
    Axé


  127. Bom dia Ogan Luiz,
    É possível sim. E quanto a Oxumaré não aceitar ser segundo santo, não procede. Conheço até vários casos em que isso acontece.
    Obrigada também pelas suas palavras sobre o blog. É sempre um prazer ter a sua visita por aqui.
    Axé!


  128. kolofé, a mais ou menos um mes fiz um bori e o zelador me disse q eu a partir daí já sou sua filha,não feita mas o borizada, lá tenho meu ibá,com meu fundamento a minha quartinha c água e eu todo mes acendo meu santo e cuido p deixar meu santo sempre limpo.Recebi minhas contas de meus orixás e toda vez q lá chego bato paó,dou atobá e tomo benção ao meu pai, então sou ou naõ sua filha? há e participo de tudo dando do toque como nas matanças e por ai vaiii.


  129. Cilmara se vc ler nossas respostas acima verá que sempre repetimos que bori não vincula a pessoa a Casa e nem ao Zelador. Bori é uma cerimonia para sua cabeça, não há vinculo com Orixá nesta cerimonia, não há necessidade de manifestação de Orixá no bori. O bori é para vc,para sua cabeça,para te fortalecer e acalmar sua cabeça e para este fim, pedimos que Oxala e Yemonjá estejam presentes pois são diretamente ligados com paz e harmonia, que é o que se deseja ao fazer um bori. Como eu falei antes a cerimonia não te vincula, tecnicamente, mas na prática muitos que fazem bori numa Casa de Axé acabam por permanecer na Casa por afinidade, por amor a Casa e por que se sentem bem. Mas não é obrigatório que seja filho da Casa,vc é livre. Além do mais vc só será filha de alguém de fato quando for iniciada, até lá, não. Mas se vc se sente bem fique na Casa. Tomege do Ogum


  130. mais é certo ou naõ eu participar da roda no toque,das matanças e de tudo em geral?


  131. Cilmara o que vc te falar é como eu entendo esta situação, por que não existe isso de certo ou errado, e quem sou eu para apontar o certo e o errado. Mas na minha Casa é assim.
    Participar da roda é normal, mesmo quem não fez bori pode participar desde que esteja no seu lugar correto na hierarquia. Explicando, a roda é composta da seguinte forma, o mais velho, o que tem mais tempo de iniciado,vem na frente e o restante entra na roda de acordo com seu tempo de iniciado, ok? Então se vc não foi ainda iniciada mas tem um bori, vc deve entrar no final roda em respeito as idades acima da sua. Mas se alguém que não fez nem o bori ainda entrar na roda, esta pessoa deve ser colocada atraz de vc. Isso é hierarquia da roda, e cada vez que alguém sair da roda e retornar a ela, deve entrar no seu local determinado. Á frente do seu mais novo e atrás do seu mais velho.
    Sobre participar de matança eu sou meio relutante quanto a isso. Explicando, no tempo antigo só quem participava de matança eram os ebomis (pessoas com obrigação de sete anos feita) os demais ficavam à distancia ou virados no Orixá. Mas é comun hoje os iniciados mais novos participarem, mas só os iniciados, por que se entende que a energia daquele ritual é forte demais para os não iniciados e assim exclui-se os não iniciados, mas só por este motivo, não é preconceito rsrsrsr é para preservar a pessoa. Sobre o “tudo em geral” tambem sou contrário a participação de não iniciados. Tomege do Ogum


  132. Muito obrigado por ter tirado algumas das minhas dúvidas,espero sempre poder contar com você se isso não for pedir demais,beijos e kolofé.


  133. Olá Nelson,

    Por favor me tire uma dúvida: na cerimônia de bori, o sangue do animal ( pombo, por ex.) é passado no corpo da pessoa que está fazendo ou só é colocado sobre a obrigação?
    Grata,


  134. Neuza se passa sim. Tomege do Ogum


  135. em Janeiro 25, 2009 at 7:03 pm Paula Barbosa

    preciso de ajuda estou confusa cabeça da oratorio entrei no cambomblé em 2007,minha primeira zeladora me disse que era de oxum/abaluaê
    no jogo de buzios caiu 5/11

    estou numa nova casa meu zelador fez minha quartinha de oxum opará oxossi
    pesquisei na internet vi q 11 é um orixa chamado iroko estou enloquecendo me ajude a saber mais sobre iroko.


  136. Olá Nelson,

    Desculpe, esqueci de perguntar mesmo sendo para uma pessoa que não é iniciada, só para acalmar e fortalecer minha cabeça? E em que parte(s) do corpo se passa?

    Abraços,


  137. Neuza dar detalhes de onde e como e porque eu não posso, e como disse para a Magda e ela com certeza vai ler este comentário, tem coisas que nem sob tortura se fala em público, até para não perder a beleza e o encanto da surpreza, do inesperado, mas fique tranquila, não é nada demais ou ofensivo. Vc já viu nossa página principal, já estamos divulgando a nova caminhada contra a intolerancia aqui no Rio, por favor nos ajude a divulgar. Tem uma matéria importante no link, leia, se engaje no movimento. Vamos todos as ruas dizer não a intolerancia. Tomege


  138. Paula Barbosa eu poderia ajudá-la a enlouquecer, pouco me importaria, não te conheço e estou aqui protegido no meu teclado, e vc aí enlouquecendo. E é provavelmente isso que vai acontecer se vc continuar procurando o que não te compete saber. O que não te diz respeito. Se seu zelador fez Oxum e Oxossi é porque deve ser isso ou vc acha que sabe mais que ele? Hoje vc me pegou de mau humor rsrsrsrsrs e se deu mau rsrsrsrsr mas continue lendo eu te peço, leia até o final. Mas prefiro te ajudar, no seu caso não será com afago ou colinho, mas te dando um bronca. De onde vc tirou que 11 é de Iroko? de onde vc tirou a idéia de que ter caído 5 e 11 quer dizer que iroko tem alguma coisa com vc? Só da internet? Isso é pouco. Deixa eu te explicar uma coisa. O jogo de búzios é baseado em quantos caem abertos e quantos caem fechados. Quando caíram os 5 búzios, estes estavam abertos ou fechados? e os 11 restantes estavam em que posição? é esta combinação de abertos e fechados que revela qual Orixá esta respondendo no jogo, e não é em uma única jogada que se revela o que o Orixá deseja, por isso esqueça essa bobagem de 5 e 11, vc é muito novinha de religião para querer adivinhar o que um jogo quer dizer, vc ainda não tem conhecimento algum sobre o que é a religião e fica toda angustiada por conta do que vc acha que pode ser? se aprume menina. Tenha confiança no seu zelador e seja feliz. Ele com certeza é competente. Desculpe pelas palavras duras (quase um pedrada), eu não estou de mau humor não, mesmo que tivesse vc não seria minha vítima, jamais faria isso, te respeito como minha mais nova, e por isso mesmo tomei a iniciativa da bronca. Beijo e axé.

    Vc já viu nossa página principal, já estamos divulgando a nova caminhada contra a intolerancia aqui no Rio, por favor nos ajude a divulgar. Tem uma matéria importante no link, leia, se engaje no movimento. Vamos todos as ruas dizer não a intolerancia. Tomege


  139. Boa tarde, Mucuiu, Motumbá,

    Gostaria de saber,melhor tirar uma duvida, o resguardo de borí de pende de nasção pra nasção ou é sempre o mesmo tempo??? Quando se leva um bicho de fundamento quero dizer uma Dangola, um pato, etc.. quanto tempo devemos ficar de resguardo??? desde já obrigada pela resposta.
    Só quero tirar duvidas sobre outras nações, pois sempre me perguntam e eu não sei responder… Uma boa tarde a todos… e muito Axê…


  140. Tereza o normal em bori é que haja uma d’angola, pato já não sei dizer o motivo, falo só do que eu aprendi, ok? então o resguardo é de sete dias, independe de nação.
    Vc já viu nossa página principal? Já estamos divulgando a nova caminhada contra a intolerancia aqui no Rio, por favor nos ajude a divulgar. Tem uma matéria importante no link, leia, se engaje no movimento. Vamos todos as ruas dizer não a intolerancia. Tomege


  141. em Janeiro 29, 2009 at 5:57 am Diego d'oxalufã

    Bom Dia a vcs,
    Sou pai de santo de um terreiro de umbanda… gostaria muito de saber mais sobre bori, li todas as postagens das perguntas… gostei e achei bem formuladas as respostas, PARABENS que Oxalá possa continuar a dar muita harmonia em suas vidas… Mais tenho uma duvida qnto ao candomble:
    É possivel dizer que um corte a EXÚ seria chamado de bori ???
    Desde de ja agradeço e sempre q possivel estarei aki com algumas duvidas…. Asé … Kalofé …..


  142. Diego de Oxalufã sua benção, mas com este sobre nome, por que o sr toca umbanda meu pai? Veja não é preconceito ou discriminação alguma. Mas seu nome remete a que o sr é feito no candomblé para o Orixá Oxala qualidade Oxalufã, e o tocando umbanda, será complicado de virar o Oxalufã no seu terreiro. Desculpe-m e é só curiosidade minha.
    Pai em umbanda não há bori, este é um ritual do candomblé. O bori é feito exclusivamente para acalmar a cabeça do filho de santo, para harmonizar as energias, e é feito para o Orixá Ori, que cremos habita o interior de nossas cabeças. Não é um fundamento tão complexo mas não faz parte originalmente da umbanda.
    Sobre “corte” para Exú, isso não tem nada com bori. Exú não participa de bori. Cortar para exú pode sim fazer parte de um ebó.
    Meu velho se o sr desejar, podemos falar mais sobre o assunto com o sr, será um grande prazer. me envie um email de contato.

    Desculpe se já enviei este lembrete para vc. Mas. Vc já viu nossa página principal? Já estamos divulgando a nova caminhada contra a intolerancia aqui no Rio, por favor nos ajude a divulgar. Tem uma matéria importante no link, leia, se engaje no movimento. Vamos todos as ruas dizer não a intolerancia. Tomege


  143. em Janeiro 30, 2009 at 1:57 am Diego d'Oxalufã

    Asé de Oxalá Nelson….
    1° …. Iniciei no candomble …. frequentava e frequento ate hj … Adoro candomble … minha ksa …. inicio de tudo …
    2° tbm acho muito erado o termo de bori … para corte de Exú… pergunto isso pq por aki em Goias… Mais precisamente em Goiania, tem muitos zeladores q utilizam dessa espressão, e acho q confundi muito o iniciado ou frequentador…. Mais nunca e naum utilizo Bori para Corte a Exú…
    Meu email : dyeggofaria@hotmail.com
    Minha casa eh muito humilde e simples de umbanda….
    Terreiro de Umbanda Oxalá Zé Pelintra ….. Fico grato pelo convite.
    Minha historia e um pouco engraçada …
    Iniciei muito cedo na Umbanda … ou melhor como eu digo Umbandonblé hehehheheh …. Abri meu Terreiro qndo tinha 15 anos … hj ja tem 03 anos de trabalhos … Ja passaram por aki muitos filhos … Mais nesse tempo consegui muitos amigos de asé … Como tbm considero varias pessoas entre elas Mãe Valeria D’Yemonja, minha mãe por consideração, Pai Gilberto D’Ogum tbm … e os de umbanda Maria D’Ogum e Pai Luiz D’Oxossi …. Assim ja participei tanto de Umbanda qnto candomble ..heheheh UMBANDONBLE heheheh
    Mais nunca iniciei no candomble … gostaria muito … Mais queira Oxalá ainda vou dar minhas obrigações no candomble de minha Mãe e de meu Pai …
    Sou novo mais tenho consciencia q as religiões afro ainda sofrem muitas discriminações …. ainda mais no centro oeste onde muitos se escondem como antigamente, e falam q são catolicos … Mais isso vai de cada Zelador… Eu naum escondo e nunca escondi … ja passaram em minha ksa 17 filhos …alguns permaneceram outros seguiram seu caminho …assim vou adiante na luz dos Orixás.
    Sou de Oxalufã por q fiz um jogo e confirmei em uma ksa q meu orixá eh oxalufã … Na verdade Oxalá na umbanda como sempre me apresento pra naum misturar as religiões .. acho primordial .. Umbanda e candomble parecem um com outro … mais naum são iguais …
    Me add …. Sempre tentarei entrar em contato com vcs …
    Continuem esse trabalho de informação, sou muito grato a vcs por estarem desmestificano NOSSO candomble … Nossa raiz ….
    Axé a vcs …


  144. olá minha mãe tem 3 bori so q o ultimo q ella fez ja tem uns + ou -15 anos pq foi ante de meu irmão + novo nascer ai nesse tempo ella naum fez + nada so algaum ebó e naum passa disso ela queria coloca uam comida p/ cabeça ou fazer uam confirmaçao de santo pos mudou os bori era de umbanda agora nos frequentamos o blé , + ella ja sabia q ia mudar ella quer saber o q ella faz pq os caminho della estam fexado naum consegue arruma emprego etc.. queria saber ser ep/ fazer outro bori ou so colocar uma comida ?


  145. Tamara vc já deve ter lido sobre bori e tb as respostas a esse assunto, certo? Então vc sabe que bori não é para Orixá e sim para a cabeça da pessoa, e só para este fim. Mas quando uma pessoa precisa de boris consecutivos isso pode ser indicação de que a cabeça está tão “perturbada” tão quente que só bori não reoslve mais. Então procure um bom zelador e veja o que deve ser feito. Tenha certeza de que a feitura ou bori ou ebó, seja o que for, só a religião não fará a vida de ninguém mudar,primeiro vc deve mudar a vc mesma, e entender que religão é ancora espiritual é auxílio para o emocional da pessoa mas que a vida real é dura e não pára, não te dá segundas chances, vc deve se preparar para a vida e ir a luta de frente e com coragem. Os Orixás ajudam a quem cedo madruga rsrsrsrs. Tomege


  146. Prezado senhores,

    primeiramente parabéns pela exatidão e seriedade na qual tratam o Candomblé, caso raro nos dias de hoje em que o charlatanismo prevalece.

    Venho por esta para tirar uma dúvida.

    Estava sofrendo sérias cobranças de meu Nkisse , foi onde encontrei uma casa muito séria , em que de acordo com o jogo de búzios meu santo já é feito , ou seja é uma qualidade de Kavungo-Ntoto na qual dentro do Candomblé-Bantu não tem mais fundamento. Pelo menos não nos dias de hoje.

    Foi onde fui orientado a fazer um bori-de-feitura e assentamento dos respectivos Mavambos no qual seria o suficiente para satisfazer o Nkisse.

    Fiz o que me foi orientado e já estou terminando meus preceitos , e estou sentindo-me muito bem.

    Entretando não pretendo cultuar o Candomblé, apesar de ser uma religião tão MARAVILHOSA, pretendo cultuar meu ori e meus Mavambos dentro da Kimbanda , foi onde este Tatá me informou que eu reúno todas as qualidades para seguir este caminho pois fiz obrigação dentro da Angola-Bantu no qual uma de suas raízes é a Kimbanda . Bem como meu Nkisse , sendo um dos raros , que aceita ser cultuado dentro de tal campo religioso. Além do que ele só vira 1 vez por ano somente. E para completar ,meus Mavambos são de origem Kimbandista.

    Porém é complicado falar disso com alguns Zeladores ou Tatás , pois muitos acreditam com convicçaõ que a Kimbanda só faz Magia Negra , não relevando o foco fundamental que é o trato das forças dos Mavambos para o auxílio em diversas formas de problemas sociais. Afinal “O mal está na cabeça de quem pensa e não de quem o faz”.

    Deste modo recorro aos senhores para saber se é real essa possibilidade de eu seguir ,essa origem do Candomblé-Angola-Bantu , que é a discriminada Kimbanda?
    Pois de acordo com o que andei pesquisando e estudando, históricamente isso é real , e meu caso é uma das raras possibilidades de poder ingressar nessa raiz.

    Espero essa reposta anciosamente.

    Makuiú !!!


  147. Correção em uma frase no contexto acima: “O mal está na cabeça de quem PEDE e não de quem o faz”.


  148. BOM DIA! PRECISO AINDA ESCLARECER UMAS DÚVIDAS. PODE NO BORI QUANTO CORTAR O BICHO O ORIXÁ DO ORÍ SE APRESENTAR? SÓ TENDO O BORI POSSO ALÉM DAS CONTAS DOS MEUS ORIXÁS ,TER A CONTA DE EXÚ? E O QUE QUER DIZER ABIÃ?


  149. PODE O ORIXÁ ENVÉS DE COBRAR DE VOCê COBRAR EM ALGUÊM PROXIMO A VOCÊ?


  150. Maicon mesmo sendo Angola e eu não sou muito conhedor deste assunto, apesar de ter sido iniciado em Angola fui muito novo de santopara o Ketu e perdi muito contato. Mas mesmo sendo Angola eu desconheço essa cerimônia de Bori-feitura, mas se existe neste segmento religioso, tudo bem. O caso de vc seguir outra linha como a Kimbanda não tem problema algum, eu na verdade até achava que a Kimbanda estava extinta, há muito tempo não ouvia falar dela, que é muito bonita. Siga em frente meu irmão, seja feliz. Tomege do Ogum


  151. Mara abiãn é a pessoa que ainda está iniciando a vida religiosa, ainda não foi raspada (não foi iniciada no candomblé). Não é comum o Orixá vir no bori, visto que esta é uma cerimonia para sua cabeça e não para Orixá, mas também não há uma regra tão rígida assim que diga que é impossível o Orixá virar no filho neste momento. Mas o ideal é que não vire. Sobre fios de contas, no Ketu são raros os filhos que usam fios de Exú, estou falando de Exú Orixá e não de exú como pombagira.
    Não é normal que se cobre de outras pessoas as suas responsabilidades, geralmente se fala isso para que as pessoas tenham medo que outros possam “pagar” por seus atos ou seus desejos. Mas na verdade o Orixá vai cobrar de vc o que Ele deseja, e o Orixá do outro se encarrega de cobrar do outro, senão vira uma coisa fora de controle e antiética, não acha?

    Temos uma matéria importante na capa do blog sobre intolerancia religiosa e creioque seria bom vc ler, precisamos de toda união e apoio possíveis nesta hora em que estamos sendo atacados e vilipendiados, pro favor leia e divulgue a informação e se possível participe ativamente nestas manifestações. Tomege do Ogum


  152. Makuiú Nelson,

    primeiramente gostaria de agradecer pela resposta , que foi muito esclarecedora.

    Entretanto tenho uma dúvida.
    A partir desse momento em que eu acabo de cumprir meus preceitos desse bori , o senhor acredita que eu deva fazer mais alguma obrigação para ser iniciado dentro do culto kimbandista?

    Pergunto isso ,pois de acordo com o que ando me orientando, o assentamento de um mavambo(exú-catiço) uma vez feita dentro de qualquer ramo do candomblé , não necessariamente seguirá àquele culto em específico no qual o mesmo foi assentado . Mas sim dependerá dos materiais em que será colocado junto ao assentamento no decorrer do tempo ,bem como o modo que irei cultuá-los em seus assentamentos, assim como as rezas entre outras particularidades.

    Ou seja, ,meus mavambos apesar de terem sido assentados no Candomblé de origem Angola-Bantu , quando ficar aos meus cuidados eu poderei “virá-lo” pra kimbanda. Isso se confirma?
    Ou o senhor não saberia me responder.

    Pais já presenciei diversos cultos que se entitulam kimbandistas ,mas não passam de um festival de barbaridades, no qual fazem uso da kimbanda para embededar-se, praticar orgias e profanarem asneiras de graus astronômicos.

    Agradeço , que Kavungo lhe traga paz e saúde pois o resto conquistamos.

    Makuiú!


  153. “Obs.:Bori de feitura – (EM SUMA) trata-se do mesmo processo de um “Bori-de-Sangue” entretanto com algumas particularidades, dentre elas tipos de rezas e o tempo de preceito que é de 3 meses.
    Entretanto esse tipo de bori é realizado somente em ocasiões especiais, como no caso em que o Nkisse já é feito ou mais precisamente quando ele não possui mais fundamento , como é o caso de Ntoto , que se raspado leva alguém junto para o leito de morte. Assim como dizem os Tatás-angolanos : ‘Troca-se uma vida pela outra’. “


  154. OBs.2- Ou em casos de especialização como um futuro Tatá-kimbanda.
    Ou seja deixa-se praticamente tudo pronto para uma futura e possível iniciação , mas que em 99% dos casos não são realizados nos dias de hoje.
    Basicamente é isso , apesar de haver outras peculiaridades.


  155. Boa tarde, eu quero dizer contas de pombo-gira mesmo, e a nação é jeje.Há outra pergunda é verdade que tem pessoas que não precisa ser raspada no santo porque já nasceram feitas?


  156. Tenho uma dúvida, no BORI de Oxalá se usa dende. Tenho essa dúvida pois a quesila de Oxalá é dende.Grato.


  157. Olá Renato,
    Não, não usa mesmo.
    Axé!


  158. Olá, Fiz esta pergunta anteriormente, porèm acredito que não tenha dado tempo de vocês responderem, por isso estou perguntando novamente.
    Assisti a um bori e achei muito bonito, no entanto, por ser muito curioso e gostar de saber o que estou falando(por isso odeio músicas em ingles, pois não entendo nada rss), gostaria de entender a tradução das rezas.Para o meu espanto ninguem consiguiu me explicar.Será que você poderia me responder qual a traduçao da cantiga(bom, vou dizer conforme escutei, provavelvente a escrita estará errada rssss):”Colobó chere, colobó chere, colobó!
    Ficarei muito grato se puderem me responder


  159. OLá,

    por favor se alguém dos senhores poderem responder minha pergunta do dia 3 de fevereiro eu agradeçerei, acho que com tantas perguntas passou-se despercebido…rsrs…

    Makuiú!!!


  160. Obrigado e parabéns pelo sitie….


  161. OLá,

    por favor se alguém dos senhores poderem responder minha pergunta do dia 3 de fevereiro eu agradeçerei, acho que com tantas perguntas passou-se despercebido…rsrs…


  162. Maicon o problema é que eu desconheço este ritual de bori-feitura e não conheço a Kimbanda, então é melhor que eu não discuta sobre que não entendo. Se vc fosse de Ketu ou Angola (apesar de não ser grande conhecedor) poderia te falar com franquesa que bori feitura não existe, e que o correto é raspar o filho, mas como disse não conheço os preceitos e ritos de Kimbanda, então me recolho a minha ignorancia religiosa sobre este assunto. Tomege do Ogum


  163. Mara eu não entendo um candomblé Jeje cultuando pombagira, o Jeje tradicional não as cultua, mas se na sua Casa é asim, vc poderá usar o fio desde que os outros filhos usam tambem. Tomege do Ogum


  164. Marcus a princípio vc não deveria assistir a Bori se vc não tiver ao menos um bori feito, por vários motivos, mas um dos mais importantes é que quebra o encanto a surpresa, quando vc fizer o seu. Sobre a tradução eu posso te indicar que leia o texto “longo caminho do aprendizado” está em Autores Nelson ou digite na caixinha vaziha na barra superio e click ao lado. Tomege


  165. Renato há um grande equivoco sobre Bori que se generalizou e está enraizado como uma verdade absoluta e eu fico aqui me descabelando para dizer que não é assim, que bori tem outra função etc etc etc…
    Bori não é feito para Orixa e sim para Ori (o deus que habita nossa cabeça) um Deus de extrema importancia, porque sem sua aprovação nada se faz na cabeça de ninguém. Pois bem o bori é feito para que Ori fique calmo e sereno, para apaziguar, aclamar e harmonizar o filho de santo. Bori não é para Orixá, não existe bori para Oxalá ou Ogum ou Oyá. Se Ori aceitar a oferenda o Orixá aceitará por imposição e determinação de Ori então o Orixá é “beneficiado” por tabela no bori. Sendo assim bori é para Ori e nele são cultuado os Orixás funfun, Oxala inclusive e Yemonjá que tem culto especial devido sua ligação com a cabeça, com o fato de ser mãe por excelencia e acalmar os filhos. Se cultuamos os Funfun, não há de forma alguma presença de dendê, não se coloca dende na cabeça de um filho, direta ou indiretamente. Tomege do Ogum


  166. OBRIGADO EU ADORO ESSA PÁGINA E FICO ANSIOSA ESPERANDO A RESPOSTA,AQUI EU CONSIGO TIRAR MUITAS DAS MINHAS DÚVIDAS,MAS NELSON VC NÃO RESPONDEU A MINHA OUTRA PERGUNTA,SE É POSSÍVEL UMA PESSOA JÁ NASCER FEITA E NÃO PRECISAR PASSAR PELA RASPAGEM,ME EXPLIQUE MELHOR ISSO.OBRIGADO


  167. Mara existe uma máxima que diz que “só damos aquilo que recebemos”. E isso diz respeito a diversos aspectos da religião, então tb está relacionado a esta questão de raspar. Há casos em que a pessoa já nasce feita sim, são ciranças cujas mães foram iniciadas/raspadas enquanto estavam grávidas. Mas isso só vale para a mulheres que de fato não sabiam que estavam grávidas, hoje é mole, então sabendo que está gravida não vale. Bem essas crianças passaram pelos orôs na barriga e estão feitas também. Assim se entende. Mas isso não as exime de serem raspadas, por que se elas tiverem cargo de zelador/as elas precisarão raspar outras pessoas e para isso precisam ter passado pelo processo. Então ter sidor feito na barriga não é condição para não raspar. Mesmo que não tenha cargo de zelador/a. Navalha no coco do yaô rsrsrsrs. Tomege do Ogum


  168. Oi Nelson, obrigado pela resposta, com certeza lerei o texto que você me indicou.Gostaria de deixar claro que fui assistir a um bori porque foi o de um grande amiga, praticamente minha irmã.Fui assistir na intenção de passar coisas boas, energias positivas e desejar tudo de bom que esta pessoa merece mas que, por alguns motivos, ainda não conseguiu alcançar(mas com a benção dos Orixás conseguirá), tomei banhos de folhas, estava de roupa branca, como Bori também pode ser interpretado por paz, alegria, esperança acredito que não tenha atrapalhado em nada, pois a minha intenção não era esta.Em relação a cantiga, apenas queria a saber o significado, pois entre tantas, ela me chamou a atenção.De qualquer forma agradeço muito a sua atenção, muita paz e paciência para responder a todos que a ti procuram afim de esclarecer tantas dúvidas.Axé


  169. Marcos não é minha intenção, nem a dos meus irmãos, pareçer o dono da verdade e do candomblé. Mas estas cerimonias devem ser restritas aos membros das comunidades e por isso comentei, e fiz tb o comentário de que uma pessoa de fora pode acabar não curtindo a cerimonia quando chegar sua vez, por que já viu antes da sua hora. Sobre as energias vc está coberto de razão e cheio das melhores inteções meu irmão, não te fiz incomodo fiz? Tomege do Ogum


  170. MUITO OBRIGADO POR RESPONDER AS MINHAS PERGUNTAS E TIRAR MINHAS DÚVIDAS,KOLOFÉ


  171. Por favor, se me fiz parecer incomodado pelos seus comentários, me perdoe. Admiro o trabalho de vocês e os achos de tamanha grandeza, o mundo espiritual necessita urgente de pessoas como vocês.Na roça de candomble onde fui ver o Bori a presença de pessoas “que não pertenciam a comunidade” não é restrita, mas acredito que isto seja uma questão de opinião.Bom quero dizer que li o seu artigo, gostei muito e acho que o caminho é esse, degrau a degrau, sem pular etapas, sendo o bori o começo de tudo…Bom, como disse estou procurando a tradução da cantiga a qual mencionei, com certeza, se um dia o jogo de búzios mostrar que necessito de um Bori ou algo mais estarei pronto, pois já sei que não é nenhum “ato satanico” como a nossa cultura que nos oprime nos apresenta.Tudo isso, porque já vi antes.Mas, curioso que sou, continuarei a pesquisar, digo(aborrecer os zeladores com perguntas).Mais, uma vez muito obrigado, que os orixa abenções a todos vocês, iluminando seus caminhos para que vocês façam o mesmo conosco, meros leigo em busca de uma identidade espiritual perdida.Axé meu irmão


  172. Olá Marcos,
    Seja sempre bem vindo e continue a colocar as suas questões sim. Nós entendemos que não é fácil por vezes entender ou aceitar certas coisas, especialmente quando se está tão habituado a ouvir outras em contrário. É a falar que nos entendemos e da discussão que nasce a luz, não é mesmo?
    Axé!


  173. hÔ minha irmã, como é bom “ouvir vocês”, tenho certeza de que todos que por aqui passam sentem o bem que sinto ao lêr estas linhas. Você são um bem maior que surgiu no caminho de muitos que procuram a sabedoria maior.Muito axé pra vocês meus irmãos


  174. em Fevereiro 6, 2009 at 9:35 am Beatriz d'Oxóssi

    Bom dia,
    Desculpe a colher de pau (e a cara também). Mas, o que o Nelson vive alertando aconteceu comigo. Depois de anos na umbanda minha mãe fez sua iniciação no candomblé. Por ser samba (cargo equivalente a ekedi), no nosso barracão, participei da feitura, obrigações e rituais diversos. Após ela receber a cuia, anos depois dei minha obrigação, (fui raspada). E foi aquela água… não senti nada daquela emoção que vejo nos olhos dos recém iniciados. Foi uma choradeira geral, todos comovidos, exceto eu, pois afinal foram anos de espera. E agora fico observando as pessoas chegando e querendo queimar etapas, participar de tudo, aprender rápido. Saber tudo antecipadamente tira a emoção da surpresa. Não tenham pressa, o que pedi ao meu pai é que restaurasse o meu amor à religião, a emoção. Hoje peço que conserve. O que me faz feliz é estar ali. O que ele achar que devo aprender ele fará chegar à mim. Axé.


  175. Olá Nelson, Makuiú!

    Entendo e admiro sua honestidade, muito obrigado! Vou pesquisar…

    Makuiú….


  176. Não é atoa que a minha filha filha se chama Beathriz!!!!
    Adorei filha de Odé o que vc disse!!!! Tudo na vida tem sua hora e momento de aprender… cada uma prender de acordo com o que se merece e não se rouba. É aí que fica pra sempre.
    Bem… mas agora é a minha vez…. eu tenho um ´seiro problema com os barracões que eu frequento.
    Comecei na umbanda… foi levando…. e quando via algo que não me agradava eu ia embora… sem nem deixar tchau.
    Conheci o candomblé… entrei e lá aconteceu a mesma coisa… saí sem nem tchau.
    Tudo começa com uma birra, depois eu pego nojo do lugar e aí nos dias de eu ir ficava doente… e abandonava.
    Será que não sou uma boa pessoa ???
    O que pode ter acontecido???


  177. Ana Lúcia vc já o novo texto da Manuela? está na pagina principal do blog e se chama “Ile portas abertas” dê um aboa lida nele que vc vai perceber o que se passa. Mas o texto não só não será a cura deste problema, procure em vc mesma. a ajuda que precisa. Tomege do Ogum


  178. awuré mó jubá
    Andei vendo em uma comunidade um tópico relacionado a ori,a polémica é: igbá ori certo ou errado ??
    sou iniciado a dois anos e tenho igbá ori ,gostária de saber o que se procede neste assunto em relação a igba ori ser correto, fazer ou não ,cazo seje correto o por que ,e qual a tua importãncia de se te-lo assentado .
    aproveitando a oportunidade ,quero parabeniza-los pelo brilhante trabalho que muito nos auxilia vcs são exemplo de que nosso culto deve se perpetuar e não se perder como nos dias de hoje .
    QUE YA AMIM OSUN OS ABENÇOEN SEMPRE !!!!!
    ASÉ ÓÓÓÓÓ


  179. em Março 2, 2009 at 4:05 pm Luciana Silova

    Boa tarde

    Não sou da religião mais as vezes frequento e gosto de jogar buzios.
    Fui informada de que estou com minha espritual mto carregada, então terei q. fazer um descarrego e um Bori, mais tenho medo do Bori…
    O Bori é feito somente por quem quem iniciar na religião?
    disse q. seria para abrir meus caminhos..q. terá q. ser feito em Exu e Pombagira.

    Me reponda.

    Obrigada


  180. Carlos há de fato muita controvérsia sobre este assunto e quase sempre as pessoas se limitam a falar que aprenderam assim e ponto final ou que na minha Casa é assim e final. Já li um trabalho que cita este assunto e diz que ” Na áfrica não havia ibá Ori” lá se entendia que as cerimonias para Ori devem ser feitas diretamente na cabeça da pessoa, como é feito realmente no bori, então não há lugar melhor pra cultuar Ori que sua própria cabeça. Seguindo este raciocínio, o iba ori é desnecessário. Isso foi o que aprendi. Tomege do ogum


  181. Luciana Silva a cerimonia do bori não é feito para Orixa e sim para Ori (o deus que habita nossa cabeça) um Deus de extrema importancia, porque sem sua aprovação nada se faz na cabeça de ninguém. Esta cerimonia não te vincula e nem te condiciona a ter obrigações com a religião ou com o pai/mãe de santo ou mesmo com Orixá algum, tb não siginifica que vc está sendo iniciada ou terá que se iniciar algum dia, Bori tem incluisive prazo de validade, ele deve ser renovado sempre que a pessoa estiver com a cabeça muito “quente”. Pois bem, o bori é feito para que Ori fique calmo e sereno, para apaziguar, acalmar e harmonizar o filho de santo ou no seu caso, cliente. Como disse, o bori não é para Orixá, não existe bori para Oxalá, Ogum ou Oyá. Então me estranha muito que se queira fazer esta cerimonia para exu, e mais ainda para pombagira, se é isso mesmo que eu entendi, esta indicação está errada.
    No bori são cultuado os Orixás funfun (do branco) Oxala inclusive, e Yemonjá que tem lugar especial nesta cerimonia devido sua ligação com a cabeça, com o fato de ser uma mãezona para todos os filhos. Se no bori cultuamos os Orixás do branco não há motivos para entrar Exú nesta história.
    Talves tenha sido indicado um bori e um agrado a Exú, seria isso? por que como disse me espanta alguém indicar bori para exu e pombagira. Tomege do Ogum


  182. ola oq vai no bori de iemanja

    muito obrigado me respoda por favor

    axé


  183. Olá Ana Júlia,
    No bori de Iemanjá, vai o mesmo que em todos os outros boris. Não confunda bori com iniciação, pois não é de todo a mesma coisa. Já quanto ao conteúdo específico de um Bori ou de uma Iniciação, como deverá entender, não podemos colocar aqui em aberto. Isso é o tipo de informação que não sai do barracão e/ou roncó.
    Axé!


  184. Olá! Gostaria de tirar uma dúvida. Passei por problemas pessoais muito sérios, e descobri que haviam feito uma demanda para mim. Joguei búzios e o pai-de-santo disse que eu deveria fazer um Ebó ikú, um Bori e um assentamento de Ibaori. Queria saber para que serve cada um desses rituais.

    Obrigada.


  185. Nelson,
    Boa tarde amigo!
    Estou começando a frequantar e entender a religião. Qualquer pessoas, sendo filho de santo ou não pode se submeter a um Bori?

    abr

    Hugo


  186. Aline o Ebó é para limpeza espiritual da pessoa e podem ser de diversas natureza inlusive este mencionado, mas a função é limpeza de energias negativas que acumulamos ao longo do tempo ou que nós são “enviadas” (essa parte eu sempre discuto poruqe não acredito que alguém possa fazer o mal para o próximo acho sempre que é só coincidencia ou fruto de nossos medos).
    Bori e feito para acalmar e harmonizar a cabeça da pessoa, tem finalidade de apaziguar e dar uma melhor orientação a cabeça, dar rumo, reorganizar as energias na ou da nossa cabeça.
    Ibá Ori é um objeto de culto que é feito durante o bori e deverá ser cuidado pelo seu dono, pela pessoa que foi submetida ao bori. Tomege do Ogum


  187. Hugo Bori e feito para acalmar e harmonizar a cabeça da pessoa, tem finalidade de apaziguar e dar uma melhor orientação a cabeça, dar rumo, reorganizar as energias na ou da nossa cabeça. Então qualquer pessoa pode se submeter a esta cerimonia sim, e o mais importante é que ela não é uma iniciação so candomblé e nem deve ser entendida como um pré iniciação, tb não promove vinculos entre vc e quem fez o bori ou mesmo com a religião ou com a Casa, vc continua sendo livre para frequentar outras casas e procurar outros zeladores se assimm desejar. Vc ainda não será um filho de santo da pessoa que fez o bori, ok? Tomege do Ogum


  188. Oi Nelson,

    Talvez, a princípio, minha pergunta possa parecer antiética, mas é somente uma precaução para que eu não seja enganada: em torno de quanto “pode” o zelador “cobrar” para a cerimônia de bori, bem como a quantidade de material é sempre extensa?

    Abraços,

    Neuza


  189. Neuza não existe uma “tabela” e por isso cada um faz o que deseja, e sobre o material utilizado varia de nação pra nação. É, desta vez vc me apertou mesmo rsrsrs.
    Não dá pra falar sobre isso, é complicado demais. desculpe. Tomege do Ogum


  190. em Março 14, 2009 at 6:29 pm raul cesar toquetao

    Boa tarde Sr. Nelson, atraves da internet as vzs tiramos as duvidas e resposta para nossas vidas, pois recebi um bori no dia 12.03.09 e terminou no dia 13.03.09, foi confirmado no jogo de buzios q avia necessidade de fazer um bori, não q não confio e creio q ha de melhorar minha vida como tamben acredito no pai de santo q o fez pois se trata de uma pessoa honesta, humilde e considerada na cidade q eu fiz o bori, so um detalhe ele me disse q eu estava com um ajé muito forte q me acompanhava e estava m prejudicando de todas as formas.
    Eu ja procurei varios lugares ja encontrei muitas pessoas do bem como muito pilantras q so querem tirar o pouco q nos falta, pois bem porque tomei esta atitude de fazer o bori fazem 09 anos q minha vida se tornou em prejuizo puro tudo q faço ta errado tudo e cortado de minha vida tanto financeira qto amorosa.
    Um detalhe noi seu buri vce disse q a suprema necessidade de usar um pombo e eu não o vi, sera q pode ser prejidicado em alguma coisa..abraços


  191. em Março 14, 2009 at 6:33 pm raul cesar toquetao

    Por gentileza o sr.poderia explicar melhor o q e um ajé, pois eu li em uma reportagem q ajé era um guerreiro q foi traido por seu irmão por causa de um amor de uma mulher e q ele se revoltou uma historia tipo assim.. obrigado


  192. raul cesar toquetao o pombo tem funçaõ ritual (não cabe aqui especificar) e a falta dele é de se estranhar sim. Procure saber o motivo disso. Na verdade eu não creio que vc seja prejudicado com essa falta, afinal não é vc que está fazendo a cerimonia, vc está em situação de entrega e de confiança na pessoa que se propõe fazer para vc uma cerimonia deste porte, então só procure a explicação para esta falta, porque é de fato importante e não deve ser esquecido. Tomege do Ogum


  193. Olá Nelson,

    Obrigada pela sua resposta e mais uma vez vou aproveitar para tirar uma outra dúvida: o que é bori de misericórdia, quando é feito e que material (alimentos, animais,etc), são usados?

    Grata,


  194. Neuza há dois entendimentos para “misericórdia” um é que a pessoa está sem condições de arcar com os custos e a comunidade assume as despezas do bori. O outro entendimento é que o Orixa por algum motivo muito sério ou urgente está cobrando feitura imediatamente e a pessoa será submentida ao bori na esperança de que Ori lhe dê mais tempo para atender ao pedido do Orixá. O bori em ambos os caso é o mesmo com os mesmos materiais porque bori nunca muda é sempre igual na forma de preparo e alimentos ofertados a Ori. Tomege do Ogum


  195. ola boa noite gostaria de tira uma dúvida tudo começou quando ta na casa de minha tia ai eu comecei a passar mau aii fiquei com dor de cabeça não pessava que era normal depois da ai começei a me sentir mau novamente então não imaginava o que era depois o orixá passava todos os dias ai minha vó que e equede resovel me levar pra roça onde ela frequentava pra da um bori mais esse bori foi o meu primeiro que assentou a quartinha depois de um ano ele começou a cobrar de novo mais coisa diferente que a mãe de santo pediu bichos então eu não sei se e porque depois de um tempo dissem que trabalha como o bori como bichos ou se e outras coisas minha vo´na me explicou mais gostaria que algem me expilcasse pois estou muito nervoso não sei se to sendo obrigado a segir ou se eu vou pq eu quero?
    me ajude!


  196. Diego eu não entendi o que vc quer falar, escreva com mais calma, para que fique possível de entender seu comentário. Tomege do Ogum


  197. Olá

    Gostaria de saber duas coisas e desde já agradeço a atençao dispensada.

    Sou feito de Santo Oxalá com Oxum os quais tenho muito amor. Infelizmente nao frequento como deveria minha casa, pois residuo longe. Em 2003 fiz minha obrigaçao de 7 anos e depois disso nao fiz mais nada, a nao ser um ebó branco recentemente. Estou em busca de um lugar para eu dar um bori para apaziguar me, minha pergunta é:
    Fui feito no Queto há problema em fazer o bori numa casa de Efon? O ritual é o mesmo?


  198. Olá Robson,
    Correctamente, uma vez que é iniciado, deveria fazer esse bori na sua casa de feitura, ou pelo menos dentro da nação na qual foi feito, mas, uma vez que o bori não é vinculativo, na minha opinião, não creio que seja um problema. Apenas se assegure que o vai fazer numa casa com fundamento.
    Axé!


  199. BOM DIA! GOSTARIA DE SABER SE UMA POMBA GIRA PODE DAR UMA ROUPA DELA PARA OUTRA POMBA GIRA,E SE QUEM AINDA NÃO É FEITA PODE USAR ESSA ROUPA NA GIRA DE EXU.


  200. Mara essa “doação” vai depender de vários fatores. Se a Casa permite que uma pessoa nova utilize roupas mais elaboradas (que normalmente são exclusivvas dos ebamis), e se a Casa permite que uma pessoa não iniciada trabalhe com pombagira. Esses ítens devem ser verificados e respeitados antes da doação da roupa para outra pessoa ou entidade. Tomege


  201. Estou a muito tempo na vida espiritual e ao iniciar foi dito a minha pessoa que já tinha nascido com cora feita, que necessitaria apenas de um bori…..já se faz 25 anos e nunca o fiz…tbm ñ possuo mais ligação com o candomble uma vez que minhas entidades são da Umbanda e o pai que me iniciou já morreu…gostaria de saber como faze-lo uma vez que estou sentindo necessidade de firmeza…pois minhas entidades querem continuar trabalhando e ñ tenho sentido segurança em incorpora-las em lugares ñ apropriados, como em casa por exemplo. Gostaria de sua ajuda para me informar o que posso fazer…se posso fazer eu mesmo o meu bori, ou se pode me indicar alguem de confiança que possa fazer isso.


  202. em Abril 3, 2009 at 4:22 am Marjorie dos Santos

    Boa noite… Queria saber se vcs podem esclarecer uma duvida minha
    =]
    Estou indo no candomblé, so um orixá meu ja esta em seu lugar.. te tendo guerra pra ver qm toma a frente.. Entre Oxum e Oyá…
    Tah mais isso num vem ao caso rsrsrs…
    Meos primos são todos borizados.. Eu tbm vou fazer… mais num agora…
    Mais assim se houver uma festa, e qndo formar a roda, eu q num so borizada, e nem feita de santo.. Posso participar?Posso dançar?

    Desde já mtooO obrigada


  203. Olá Marjorie
    Essa é uma pergunta que só o zelador da casa pode te responder…Eu mesma participava das rodas mesmo sem ser borizada…e sem ter feito o santo,pois o próprio zelador, viu a minha vontade de participar, a minha empolgação. Isso varia de casa para casa. Aconselho você a perguntar ao zelador se pode.


  204. Ricardo Maia o bori é exclusivo de candomblé por isso achei estranho vc dizer que a umbanda pediu bori a vc. Vc pode ter nascido com a “coroa feita” em umbanda é possivel sim, assim no candomblé em situações especiais, mas em ambos os casos vc vai precisar passar pro iniciações e sempre com a mão de outra pessoa na sua cabeça, nossos segmentos religiosos, seja umbanda ou candomble são sempre de carater inciatico e requerem sempre uma outra pessoa a nos ensinar e conduzir ou desenvolver, por isso não existe a possibilidade de vc fazer seu próprio bori, até porque como te informei essa cerimonia não é de umbanda. Procure uma casa, mas de umbanda. Meu irmão seja feliz fazendo o que seus guias te determinam como sua missão. Tomege


  205. BOA TARDE,preciso muito saber da mulambo rainha da kalunga,oque ela bebe oque ela fuma cor de roupa e porquê ela é tão séria,se vcs podem me informar tudo sobre ela eu agradeço e muito,obrigado.


  206. Bom dia gostaria de saber como faz um ibá ? sei q só pode ser preparado pelos Pai , mas é uma curiosidade se puder me ajudar .Obrigada


  207. Nathalia essa informação é confidencial e te recomendo que não procure em internet, vc poderá ser enganada e receber informação errada, o tempo, só o tempo te dirá como montar im ibá. Tomege


  208. por favor, me respondem vcs responderam uma pergunda apos a minha,e eu?


  209. MAra nosso foco é resposnder sobre o candomble e divulgar a religião, procure no site fietreca ou frieteca, algo assim, lá vc encontrará caminho para esta pergunta, nós simplesmente não temos essas informações. Procure tb no site mae marta de obá. Tomege


  210. em Abril 24, 2009 at 12:42 am carlos de xango

    olá Manuella e nelson sou ogan suspenso e recentimente borizado gostaria de saber qual tipo de conta posso usar de um,tres fios, vejo que muitos ogans da minha roça são apenas suspensos e já enfeitam suas guias com seguis mas não quero ser igual e passar os pés adiante das mãos obrigado desde já.
    axé!


  211. Fui iniciada apenas com um bori… tenho mais de 7 anos na religião e nada mais foi feito. Sou ekedji da santa da mãe de santo. São duas as minhas perguntas: Se poderia ter exu assentado(assentamento de bara) e se posso deixar a casa sem nenhum ritual específico de desligamento.


  212. Olá Carlos de Xangô
    No meu entendimento, se vc foi suspenso e confirmado, pode usar aquelas guias de autoridade. Eu não sei o nome, sei apenas que é diferente das de YaÔ.Seria bom você perguntar ao zelador,pode ser que o costume da casa seja outro.
    Axé


  213. Olá Mariana, seria bom vc dar uma lida no post Bori,lá tem uma boa explicação sobre ele.
    Quanto a sua pergunta, um bori não é iniciação, iniciação requer todo um processo de recolhimento onde preceitos são realizados,se vc só fez bori não é iniciada, não é ekedi confirmada,entende?
    Você pode deixar a casa a qualquer momento,mas como existe esse laço de ser “ekedi” do Orixá da mãe de santo,seria bom dar uma explicação.
    Quanto ao assentamento eu não sei.
    axé


  214. Desculpe Mariana o titulo do post interessante para vc ler é Iniciação no Candomblé, tem o 1 e o 2…


  215. em Abril 27, 2009 at 12:59 pm sandra santos

    mutumbá ,olhe eu frequento uma casa ….q não é umbanda pura,e nem candomblé.estou lá ha cinco anos.nesse periodo nunca fui de frequentar assiduamente.sou de xango e oxum…com adjunto yansã e ogum.sou yao.por vontade propria decidi fazer um buri na epoca de xango,sinto me um pouco mais amadurecida nessa questão.até então nem a zeladora e nem a intidade chefe da casa me pediu para ser feito nada.já fiz duas vzes confirmação na cachoeira.dizem eles que quem é de xango é teimoso,que as vezes tem que deixar cair um pouco para “tomar a sua decisão”.buri,já está certo de eu fazer,o que eu gostaria de saber se pode fazer um ebo junto?foi se falado que somente proximo da festa ele diria.é certo o proprio filho tomar a decisão de livre e espontenea vontade .nessa questão de buri?por que ate então todos q eu vejo,só fazem na ora que são obrigados.eu gostaria sinceramente que vcs podessem me responder essas dúvidas.axé a todos!


  216. Sandra Santos,

    Se a casa que frequenta é Umbanda, mesmo que cruzada.. mas tem ritual de Umbanda… o correto é tudo ser feito com a anuencia e solicitação do teu Orixá de cabeça. Não se faz bori, cruzamento ou o que seja por conta própria ou por vontade, sempre é passado do lado de lá pra cá… ou a entidade chefe da casa em nome do teu Orixá ou o teu próprio Orixá vem e pede.

    Abraços das águas.


  217. Sandra o conceito de juntó está ligado ao segundo Orixá da pessoa, doterceiro em diante é “família” ou “carrego” portanto o juntó do seu Orixá e Oxum. Outro ponto de informação é que Yaô é somente os filhos que foram iniciados/raspados os que tem somente bori são abiãns e não yaôs. Eu não entendo muito bem essa questãod e vc ter que insistir para fazer bori, o zelador/a deve ter essa informação atravez dos búzios e fazer o determinados por eles. Sobre fazer por vontade própria eu discordo, o bori é uma cerimonia para sua cabeça, para te acalmar e deve ser recomendada pelo jogo, fazer sem esta recomendação não te trará mau algum, mas não é o correto. Alguns irmãos realmente demoram muito a tomar um bori, mas eles devem saber oque é melhor para eles e para suas cabeças.
    Confirmação na cachoeira é típica de umbanda, veja melhor se sua casa de fato pode realizar bori como manda e reza o candomble. Bori é sempre diferente entre as casas num detalhe e outro, mas sempre será feito pelo candomble. Tomege do Ogum


  218. Rosinha eu acho que nós todos, Manuela, Pequena Criatura, Carol somos macumbeiros, nossas respostas são sempre tão afinadas umas com as outras, pareçe que temos tele patinha rsrsrsrs Tomege


  219. Nelson, você acha???rs

    (rolando de rir da patinha)..

    abraços das águas


  220. “Tele Patinha” foi ótimo, Velhinho! O senhor se superou rsrsrsrsrs.
    Obrigada


  221. em Abril 27, 2009 at 6:33 pm sandra santos

    agradecida pela repostas.


  222. Essa novidade da tele patinha foi original!!
    rsrsrsrsrs
    abraços povo!!


  223. Boa Noite!
    Sou uma pessoa leiga no assunto e por isso talvez o que eu escreva possa a ser uma grande bobagem ou até mesmo eu ter sido enganada, não sei, mas se não desabafar com alguém acho que vou enlouquecer.
    Nunca frequentei o candomble, mas tenho amigas que frequentam, elas me levaram até uma mãe de santo em Rio grande da serra para jogar buzios.Chegando lá, a mãe de santo que é muito conceituada, disse-me que eu deveria fazer um Bori, que fazendo isso “o meu jatinho iria decolar”, que me casaria com meu namorado, etc.Veja bem, eu fui até lá pra jogar búzios e ela me convenceu a fazer o Bori, coisa que eu nem sequer sabia que existia.Ela fez tanta pressão e eu, apaixonada, acabei pedindo um empréstimo para fazer o Bori e um Ebó de exu que custou mais de R$2000,00.Chegando lá, ela passou alguns grãos em mim e logo depois realizou o ritual do Bori, matando um pombo e uma galinha de angola, além de outras coisas(grãos, manjar) que eu já li que fazem parte do bori.Meia hora depois ela disse para eu ir embora(já li que isso não é normal, não sei se está certo).Fui embora e uma semana depois fui demitida, meu namorado separou de mim e, como fiquei sem pagar o aluguel para pagar o restante do Bori, estou sendo despejada, sem ter onde morar.Realmente o meu jatinho decolou, mas explodiu antes mesmo de recolher o trem de pouso.Gostaria de saber se este procedimento está correto, independente do resultado o qual comentei.Me sinto muito mal e desesperada, brigo com todo mundo, inclusive com minha amigas.Ligo pra mãe de santo e a primeira vez ela me respondeu que isso é carma, que eu tenho que passar, mas se é carma, pra que passar pelo Bori?, tento falar com ela, mas ela não me atende mais, sempre inventa uma desculpa, manda dizer que está no quarto de Exu.Minha dúvida é:È normal passar pelo Bori e minutos depois ir para casa?Será que fui enganada


  224. Olá adriana
    Geralmente um bori exige um recolhimento de sete dias, em alguns casos pode ser feito em 4 dias.Não considero normal o que foi feito, de vc dar o bori e ser dipensada minutos depois.
    axé e melhoras


  225. Adriana infelizmente vc foi enganada, mas agora só me resta te pedir que não veja a religão como um amontoado de pessoas como esta que te atendeu, temos pessoas sérias e honestas com propósitos honestos no candomblé. Tb não te recomendo que volte lá, ou procure esta pessoa outra vez. Se vc tem alguma fé em Orixá, coloque um copo com água, acenda uma vela e converse com Yemonjá e Oxalá e peça que te deem caminhos, que te guiem com urgencia, coloque todo seu coração nesta conversa, ainda que isso seja de certa forma uma cobrança de sua parte, ainda que esta conversa soe como briga ou desabafo por este motivo, faça isso, converse e peça que Oxala e yemonja te auxiliem com urgencia. Isso é o que posso te indicar, o restante posso te dizer que fiquei profundamente triste e magoado por saber disso, Peço que Nanã te de sabedoria e Ogum te dê caminhos abertos, e Iansã promova uma revolução com seus ventos e te traga novos ânimos e Oxála te traga o sol e conforto espiritual. Ogum iê, tenha fé tb em vc e levante a cabeça. Tomege do Ogum


  226. Boa noite, aproveitando a “carona” da Adriana, pergunto, tb fui ver os buzios com uma amiga, o pai de santo disse que tenho q fazer o bori, me pediu tb exatamente $ 2.000,00( é este preço mesmo? ) não sou da religião, apesar de respeitar, só que comigo, eu disse que não teria tempo de ficar “deitada” por tanto tempo ( 12 hs) ai falaram que eu poderia fazer o rapido, de 2 hs, que depois um filho de santo dele ( q é amigo meu) deitaria no meu lugar, é assim mesmo? agora fiquei até assustada com a Adriana, se as coisas não estão bem….se piorarem? è este procedimento mesmo? Para mim, falaram que este bori é para limpar tudo de ruim que me rodeia, para abrir tudo q esta fechado ( seja financeiro, saude, sentimental…etc). Por favor, se puder me esclarecer, eu agradeço.


  227. Olá Rosangela,
    Procure uma casa séria e de fundamento. Isso que você fala que lhe foi proposto é uma tremenda marmotagem. Não existe isso de fazer Bori mais rápido nem de ser substituído por alguém. Já quanto ao dinheiro, nem quero falar, pois até aqui em Portugal seria uma exorbitância esse valor para fazer um Bori. Um Bori é feito para acalmar, para apaziguar e para “clarear” a cabeça da pessoa. Não é vinculativo e não deve ser confundido com iniciação. Para abrir caminhos e limpeza do género que você fala existem os Ebós.
    Axé!


  228. Puxa!Tô ficando assustado, pois acho que esta mãe de santo que a Adriana comentou foi a mesma que deu Bori em mim, não sei se é Rio Grande da Serra ou Ribeirão Pires a cidade dela.Tudo durou em torno de 45 minutos e ela me cobrou R$2.400,00 e me mandou embora pra casa.Para meu amigo, que é filho de santo dela, ela cobrou R$ 2600,00 para fazer uma amarração, pegou um coração de boi ou de porco, sei lá, enterrou em um vaso e plantou uma planta qualquer.Fiquei incomodado ao ver aquilo, mas como sou leigo e pelo jeito fui um idiota, fiquei quieto.Nossa, não sei se tenho permissão para dizer o nome dela aqui, não sei se existe uma “ética” entre os seguidores do candomblé, nem se fere os objetivos deste blog, no entanto acho que deveria ter um local, um site, um blog sei lá, para denunciarmos estes marmoteiros e que outras pessoas inocentes não caíssem mais nesta barbaridades


  229. Olá Nelson, sou leitor asiduo da página, aprendi muito com ela, parabéns. Bom minha dúvida é a seguinte: Minha avó era da umbanda, minha mãe e minha tía sempre frequentaram a religião, más minha tía tem a cabeça feita no candomblé. Eu conheço a religião por ela e apesar de ela não ter um terreiro aberto sempre faz os trabalhos na sua casa. Todos os anos dou minha obrigação a meu santo (Oxum), conheço e trabalho com meu Exú (Sr Tranca Rua das Almas) e outros guías mais. Não posso reclamar, desde que comecei com o candomblé consegui muito sucesso em todos os aspectos da minha vida. Também tenho alguns guias de umbanda, dizem que pela minha avó. A questão éa seguiente, minha tía diz que por a minha família sempre ter trabalhado na religião eu não tería que fazer a cabeça, já a tería feita desde berço, ainda que minha mãe nunca fez minha cabeça quando estava grávida, sei que quando pequeno me batizaram com Oxum. Não pergunto muito a minha tía porque de verdade não posso reclamar, tenho muito sucesso. Queria saber se não existe nenhum problema em praticar a religião, dando a obrigações sem ter a cabeça feita? Amo o candomblé, mas tenho muito medo de raspar a cabeça, trabalhar com a minha tía sem ter um terreiro é bom porque ela não tem toda a estrutura rigida do candomblé, mas ás vezes penso que poderia estar em desrespeito com a religião. Queria saber sua opinião e desculpa pela pergunta tãogrande,mas queria saber muito sua opinião.


  230. vou fazer um bori essa semana,e gostaria muito de saber se melhora realmente minha situaçao pois pelo q vi o pessoal anda sendo muito enganados em questao de bori,quero acalmar minha cabeça e nao ficar mais louca doq ja sou rssrrs me cobraram 500 reais o preço esta certo?? e praq realmente serve um bori na vida da pessoa?? oq ele representa na verdade??


  231. Criatiane, a princípio, o bori tem função primordial de estabilizar, acalmar e reorganizar a cabeça da pessoa que passará por esse ritual e acho um ritual lindo e muito importante, pois acho que é o único onde é totalmente voltado para nós mesmos, para cuidar da nossa individualidade, por isso, neste momento, temos que pensar o mais positivo possível
    Como você viu o preço exorbitante cobrado acima, não é nem um terço do cobrado pra você, então dá pra você comparar e perceber se o preço está exagerado ou não.
    Você leu o texto do post sobre Bori? Dá pra entender mais ou menos pelo que você vai passar.
    Ori Aláfiá pra você!
    Obrigada


  232. Motumbá Pai Nelson. Estamos enfrentando uma situação muito confuza eu e meu marido. Ele foi iniciado numa csa de santo fez dois boris e um assentamento de exu. Segundo o pai de santo ele é de xango e nos rituais que foram feitos o xangô e nem santo algum respnde apenas o exu. Compramos tudo para a feituria e nada do santo responder, foi tudo suspenso e estamos muito agoniados quanto ao que devemos fazer de agora em diante. Obrigada desde já pela atenção.


  233. Evanice fazer um bori não é ser iniciado. Vc diz que seu foi iniciado e agora estão com tudo comprado para feitura dele, não existe iniciação com bori. leia o post bori e vc vai entender o que estou te dizendo. Diante disso talvez seja mais prudente vcs procurarm informação com outro jogo de búzios. Já há complicação suficiente, vou te explicar, no candomblé não se cultua pombagira e exus, somente Orixás onde está incluído o Orixá Exú, que não tem nada a ver com outros exus e pombagiras, ok? sendo assim é estranho que seu marido só vire no exu e tenha sido indicado feitura de Orixá apra ele. Por outro lado na umbanda se cultua exus e pombagira, mas não existe feitura de Orixá, entendeu a situação? Por isso te recomendei que procurasse um jogo, achei que está muito complicado este assunto. Outra coisa não somos zeladores, somos só filhos de santo preocupados com a religião. Se ainda houver dúvida por favor retorne. Tomege


  234. PAI nelson qual é a diferença entre bori de água e bori de menga?


  235. Olá Evanice
    Eu conheço por bori de agua o bori feito com milho branco, chamado tb de bori de Oxalá. Bori de menga é o bori com sacrificio de um animal, um pombo por exemplo. Isso é o que a gente por aqui, em Salvador, fala,pode ser que varie de acordo com o lugar.
    axé


  236. CAROL ISSO EU SEI, EU QUERO SABER A NIVEL DE COMPROMETIMENTO COM A CASA DE SANTO QUE FOI FEITO UM DESSES DOIS?


  237. Olá Evanice, a princípio o bori, seja ele qual tipo for, não cria nenhum elo com a casa, a não ser por afinidade ou se você tem assentados seus orixás nesta mesma casa. No mais, não há comprometimento algum.
    Obrigada
    Mojubá


  238. Olá, amei fiquei lendo este blog a noite toda, darei meu Bóri, mes que vem e estou muito feliz por começar minha iniciação, e dizer que eu escolhi minha religião e que vou fazer com muita vontade e de coração, mente e alma aberta para aprender e respitar tudo que aprender a vcs… todos que aki passam parabéns, nossa religiao é linda e merece ser eclarecida a leigos que infelizmente a comparam com a maudade do homem… muito axe e continuem estarei sempre por aki….


  239. Alessandra obrigado pela visita e desejamos um bori de axé, bori de paz, bori de felicidade, que Orixá Ori dono de nossas cabeças esteja feliz. Ori aláfia, Ori aláfia, Ori aláfia. Tomege do Ogum


  240. BOM DIA , GOSTARIA MUITO DE UMA INFORMAÇÃO ,SOU FILHO DE UMBANDA HÀ 9 ANOS E TENHO 6 ANOS DE OBRIGAÇÃO POREM FUI CONVIDADO POR UM PAI DE SANTO AMIGO MEU QUE TB ERA DE UMBANDA MAS VIROU SUAS AGUAS PARA O CANDOMBLE VIRANDO PAI DE SANTO PARA SER PADRINHO DE UM DOS FILHOS DELE QUE DERAM UM BORI EXISTE ALGUM PROBLEMA POE EU SER FILHO DE UMBANDA ASSISTIR A UMA OBRIGAÇÃO DE BORI E VIRAR PADRINHO . ISSO TEM ALGUM PERIGO PARA MIM SERA QUE TEM MALICIA NISSO SE BEM QUE ELE É UMA PESSOA CONFIANTE UM BRAÇO


  241. Olá FRANCISCO
    Geralmente se escolhe pessoas da casa,autoridades, para ser padrinho ou madrinha de yaô. Mas como vc se refere a um bori,o bori não é vinculativo.
    Eu, particularmente, acho que não se deve misturar as coisas…Até porque o padrinho vai orientar o iniciado e vc não tem como orientar ninguém já que vc não é iniciado na mesma religião, entende?
    Espero ter ajudado
    Axé


  242. OLA MEUS IRMÃO SOU FILHO DE UMBANDA HA 8 ANOS,E JA DEI TODAS AS MINHAS OBRIGAÇÕES QUE EXISTE NA LEI DE UMBANDA .TENHO MUITO AMIGOS NÃO SO DA UMBANDA COMO DO CANDOMBLE E FUI CONVIDADO PARA UM RITUAL DE BORI NO CANDOMBLE E ENCORPOREI MEU ORIXA COMO NUNCA TINHA ENCORPORADO NA UMBANDA ONDE O ORIXA DEU TB UM YLA QUE NÃO EXISTE NA UMBANDA .HA UM TEMPO ATRAS CONSULTEI OS BUZIOS COM MEU PAI DE SANTO O QUAL SAIU NO JOGO UMA TERRA PROMETIDA QUE NO MEU ENTENDER É VIRAR PAI DE SANTO E TER MINHA CASA OU VIRAR MINHAS AGUAS .EM OUTRA TERREIRO DE CANDOMBLE ME DISSERAM QUE EU ESTAVA COM UMA COBRANÇA.EU GOSTARIA DE SABER OPINIÕES COM RELAÇÃO A ISSO AXE QUE PAI OXALA ABENÇOE A TODOS.


  243. Olá Rubenildo
    Vc é de umbanda.
    Pretende mudar de segmento religioso?
    Está satisfeito onde está?
    Porque cobrança de santo, para mim pode siginificar um ebó ou a feitura no candomblé…
    E depois de “formado na umbanda” virar yaô no candomblé, é dose…fora que até chegar nessa casa do jogo de búzios e virar pai de santo, são sete anos se todas as obrigações forem feitas regularmente no seu tempo.
    As experiencias na umbanda e no candomblé são diferentes, daí vc ter sentido essa diferença de manifestação no bori.Pois o candomblé o sítio original de um Orixá.
    BOm irmão,espero que vc reflita antes de tomar uma decisão, reflita sobre tudo e siga em frente.
    axé


  244. em Maio 16, 2009 at 2:36 am William Santos

    Olá, primeiramente gostaria de parabenizar o grande trabalho de vcs e a atenção que dão para todos os internautas q frequentaum o site.

    Eu fui a um centro para fazer uma consulta com o seu Zé Malandro, chegando lah ele me disse q eu tinha q fazer uma obrigação o “bori” e pediu q eu voltasse a casa para eu fazer o jogo para esclarecer mais agumas coisas.

    Após alguns dias eu votei a casa e fiz o jogo.

    Vou explicar um pouco da minha vida para facilitar o entendimento.

    Meu nome é william e possuo 18 anos e moro no rio de janeiro.

    – Desde de muito pequeno eu frenquentava um centro espirita chamado “ramatis” com minha mãe q des dos meus 12 anos é falecida.

    – Neste centro espirita minha mãe deu passe (O passe era para ajudar as pessoas, limpalas, tirar oq tinha de ruim) por um bom periodo de tempo, mas quado eu tinha 5 anos minha falecida mãe ficou com cancer de mama e teve q parar com suas atividades no centro.
    Apartir dai, minha mãe naum parou de ficar doente raramente dava alguma coisa certa em nossas vidas eu sempre acordava gritando como se eu esvesse vendo alguma coisa, isso foi durando ate o falecimento.

    – Um ou dois meses antes do falecimento minha mãe começou ter algumas incorporações(não sei se esse eh o termo certo) e toda vez q o egum ou encosto (naum sei o como deve-se chamar) incorporava sempre dizia q iria leva – la (matala) e foi passando o tempo e sempre dando tu errado ate q chegou um tempo q minha mãe faleceu.

    Hoje, 6 anos depois eu fui procurar um centro pq minha cabeça sempre esteve muito confusa, muitas das vezes me viam pessamentos obscuros, como até mesmo se matar e me vinham coisas na minha cabeça como por exemplo ” vc tem o coração muito puro para viver nesse mundo” e coisas semelhantes mais dentro de mim eu sabia q isso era um penssamento covarde e sempre q me vinha esses tipos de pensamentos e resistia e fava q isso eh coisa de covardes.

    Voltando ao começo, o jogo de buzios.

    Quando eu fui fazer o jogo o pai de santo jogou e me perguntou se eu algum dia eu jah pensei em me matar.

    – Eu respondi q sim e contei a historia assima para ele.

    – Logo apos ele me disse q a morte me perceguia, pq o egun q matou minha mãe esta querendo me prejudicar por eu ser filho dela e ter o mesmo sangue e disse tambem q esse egum q a matou ficou com ela na epoca q ela dava passe no centro espirita.

    E me falou q eu teria q dar um presente para o egum ou para oxalá (axaguiã) q é o meu orixa eu naum entendi muito bem para quem eu teria q dar o presente.

    E tambem me confirmou q eu teria q fazer o bori, ele me disse tambem q eu teria q assentar oxalá mais isso eu naum entendi muito bem .

    Eu gostaria de saber se isso do egun realmente pode acontercer. Se algo alem de deus pode levar a vida de um ser humano ?

    E tambem se ele pode realmente estar me prejudicando?

    Eu pesso a vcs q me digão se estou no caminho certo para resolver essa cituação, e se eu naum estiver q me falem o caminho?

    Muito obrigado pela atenção.


  245. Olá Manuela/Nelson

    Sei que vocês sempre buscam responder a todas as perguntas, mas como vocês mesmo comentam, às vezes passa alguma desapercebida.
    Creio que passou isso comigo. Postei em
    em Maio 2, 2009 às 5:16 am
    Se puderem dar uma olhada eu agradeceria a ajuda.
    Muito Obrigado e parabéns pelo excelente trabalho.


  246. Cleiton obrigado por ter nos alertado para este esquecimento. Mas olha só, no seu caso como vc mesmo já sabe, vc não se enquadra nos casos de pessoas já iniciadas na barriga da mãe, por isso o correto é que vc seja iniciado sim. Mas se vc não se sente confortável com isso, não faça. Porém o parendizado que vc está recebendo não é de uma Casa de Axé, é o da sua tia, com todo respeito, ok? Mas não é assim que funciona, para vc aprender, vc precisa de uma hierarquia sim, e precisa da comunidade, senão vc acaba sendo manipulado pelos gostos e preferencia de uma única pessoa, e é o convívio na comunidade do candomblé que te ensina muito. Não vejo com bons olhos este trabalho com Orixas e com guias, vc precisa desenvolver, mesmo, os seus Orixás, precisa aprender a dançar e cantar na lingua ritual, enfim, aprender o candomble. Por mais honesto sincero que seja o trabalho que sua tia desenvolve e eu acredito e respeito isso com certeza. Apesar desta boa vontade vc será prejudicado no seu aprendizado religioso. A minha opinião é que vc precisa de uma casa formal. Cleiton serei mais direto ainda, sem te ofender, ok? não estou te dando bronca ou te menos prezando ou ao trabalho de sua tia. Mas estas pessoas não colaboram muitopara a religião fazendo seu trabalho em separado de uma casa de uma comunidade, onde serão orientados e ” de certa forma fiscalizados”. O que ocorre é que está acontecendo com vc, sua tia diz que vc não precisa ser feito porque provavelmente ela não tem estrutura para te recolher ou nãosabe mesmo como fazer uma iniciação. Isso se torna uma bola de neve, por que a explicação que te deu não é correta, foi inventada por gosto ou deficiencia no aprendizado dela, que ela supriu com o seu próprio modo de ver a religião, e acaba por descaracterizar o culto, que passa a não ser mais candomblé, umbanda ou nada aprecido, é um culto pessoal dela. Cleiton eu conheci e conheco pessoas que trabalham em casa e que fazem um grande trabalho de ajuda, mas não concordo em que esse trabalho religioso te prejudique como está sendo. Apesar de vc relatar que tem vários ou muitos benefícios e eu acredito nisso e respeito isso, eu falo do prejuízo relaconado ao aprendizado religioso. Se vc puder aliar seu aprendizado e iniciação numa casa de axé formal e seu trabalho com tia, isso seria muito bom, mas ficar só com ela eu discordo. Sinto se agora fui duro ou um pouco grosso até, mas eu meu modo de ver e sentir a sua situação. Espero ter colaborado. Tomege do Ogum


  247. em Maio 18, 2009 at 3:08 pm William Santos

    Olá Nelson, loge de mim querer precionar ou coisa paracida.

    Fiz uma pegunta ao site dia 16 de maio às 2:36 am, e por uma falta de atenção esqueci de colocar o nome do senhor no post.

    Pesso encarecidamente q o senhor me responda pois estou muito aflito com essa cituação q ocorre na minha vida des de tão pequeno.

    Obrigado e desculpe pelo incomodo.


  248. Willian Santos, conheço e respeito o trabalho do Ramatis, ok? Mas são entendimentos muito distantes o do Ramatis e do candomble, o ramatis tem um trabalho que agrega além dos passes e curas, a doutrina de certa forma cristã, com carmas, dívidas passadas e outras coisas do tipo ligado a culpas e penitencias. Devido a doutrina recebida por sua mãe neste segmento religioso incluir estes fatos citados, pode ter havido uma confusão durante as incorporações destes espíritos nela, digo que sua sua mãe pode ter influenciado um pouco o que acontecia devido a formação religiosa dela. No candomblé não existe esse entendimento de culpa ou penitencia, cada um carrega seu fardo. Um egum não pode fazer nada que nãoesteja determinado por Olorum para contecer na vida de cada pessoa. Egum no candomblé na realidade é um ente, um familiar que morreu e precisa ser cultuado, egum não é sinônimo de coisa ruim, pelo contrário egum nos proteje. Mas de fato existem alguns espíritos que vagam sem rumo e precisam ser encaminhados, mas estes espíritos não tem poder de matar ninguém. O que aconteceu foi o caminho natural da vida da sua mãe assim como será a minha vida tb. A morte não é perda é uma passagem, só isso.
    Sobre o bori, eu acho que será bom para vc fazer, sim, mas te recomendo que procure uma casa de candomblé para cuidar e verificar sobre egum, porque pode ser outra coisa e não uma vontade simplesmente de um egum te levar só porque vc é filho da sua mãe, isso não é verdade. Procure outro jogo e procure não comentar o motivo da sua ida ao jogo, deixe o que o jogo te diga o que fazer.
    Bori acalama cabeça e dá equilíbrio, mas depende tb de vc se manter centrado. Nos procure e pode desabafar ou perguntar o que for necessário. Que Ogum te dê um bom caminho, fica calmo. Tomege do Ogum


  249. Muito Obrigado Nelson, você não precisa descupar-se, admiro a sua sinceridade e realmente vou considerar muito a sua dica, acho que você realmente tem razão. PARABÉNS PELO EXCELENTE TRABALHO!!!


  250. em Maio 19, 2009 at 2:59 am William Santos

    Agradeço profundamente pela a atenção do senhor com minha causa e desejo muito paz e prosperidade a todos vcs.

    Esta casa q fui é de grande confiança de um pessoa q considero muito e tenho grande confiança, mais ela também não é uma entendedora do candomblé.

    Mais pelo fato de eu não conhecer muito o candomblé e o pai de santo não ter me explicado muito bem para q serve cada trabalho q eu iria fazer e acredito q fez isso ate mesmo para não me confundir por eu ser uma pessoa leiga na religião.

    Eu pesso encarecidamente ao senhor q se puder, me explique, em quais ocasiões é necessário fazer um assentamento do orixá e também para q serve o assentamento q no meu caso é oxaguiã.

    Muito obrigado pela sua atenção.


  251. Willian se a pessoa não entende de candomblé como ela poderá fazer bori em vc? Por mais bem intencionada que seja a pessoa, ela tem que conhecer os fundamentos da religião para cuidar das pessoas, então minha recomendação continua a mesma, procure uma casa de candomble. Não estou desmerecendo a pessoa, mas se vc me diz que ela não é entendida no assunto, isso me preocupa.
    O bori tem e terá, de certo, uma importancia bastante grande para vc, pois sendo uma cerimonia destinada a sua cabeça e não para Orixá, o bori é feito para acalmar e harmonizar sua cabeça, que neste momento é importante devido seus problemas e dúvidas. Concordo com a indicação desta pessoa para vc sobre o bori, o que me preocupa é que sem conhecer a fundo o ritual, vc pode não obter o efeito esperado. Não que vá causar algum problema para vc, mas o efeito pode ser melhor, entende? O assentamento é feito em duas situações ou ocasiões, uma é na feitura, quando se raspa o filho de santo. A outra situação é quando a pessoa é Ogã ou Ekedji ou simplesmente só precisa assentar o Orixá, e isso se dá durante um ritual específico de confirmação para Ogan e Ekedji e para o assentamento nos outros casos. Mas sempre será precedido de um recolhimento, bori, banhos de ervas e de sacrifícios. Mas para ser feito um assentamento o zelador precisa saber bem o que está sendo feito. A função do assentamento é criar uma ligação do filho com seu Orixá, uma ligação física, pois a ligação emocional já existe no seu coração. Tomege do Ogum


  252. em Maio 19, 2009 at 9:39 pm William Santos

    Pesso mil desculpas, pois creio q me expressei mal.
    Eu não estava querendo dizer q esta pessoa q tenho grande confiança, ira fazer o bori em mim, e sim q esta pessoa me levou ao centro, pois foi o centro de seu pai q já faleceu, e hj é onde sua irmã ira fazer sua obrigação de sete anos. Este centro q estou citando tem mais ou menos 20 anos de funcionamento.

    O que me trouxe duvidas e me fez esta aqui, foi principalmente minha falta de saber na religião e a situação dos trabalhos q tenho q fazer. Caso um assentamento seja feito errado, quais seriam as conseqüências?

    Uma coisa q me trouxe duvidas também foi o preço dos trabalhos. O senhor poderia-me dizer quanto seria mais ou menos para fazer um assentamento e um bori?

    Obrigado.


  253. Olá, gostei muito do seu site, especialmente dessa parte aonde tiramos dúvidas pois é muito raro encontrar algo assim aqui na internet! rs
    Gostaria de saber se o bori é necessariamente feito com sacrificio ou se existem varias formas de bori?
    Obrigada


  254. Monique todo bori é feito para o Orixá Ori, orixá que habita nossa cabeça. Todo bori é feito para nossa cabeça, para acalmar e harmonizar nossa cabeça, e bori tem sacrifício, bori é uma cerimonia única com um fim único, dar equilíbrio ao filho. Há uma cerimonia chamada obi, onde se oferece apenas uma semente de nome obi à cabeça, nesta cerimonia não tem sacrifício, mas não deve ser confundida dom bori, onde tem comidas, bebida, fruta e sacrifício. Tomege


  255. Willian conforme meu comentário, a recomendação de bori para vc está correta sim, pelos seus comentarios fica claro que a recomendação é acertada, minha preocupação era com o que eu tinha entendido equivocadamente, mas se a casa tem esta competencia, que agora eu acho que tem devido ao tempo de existencia, vá em frente. Mas não posso opinar sobre valores, seria falta de ética. Tomege


  256. Boa noite, sempre que posso estou lendo este maravilhoso blog!!! riquissímo por sinal!! bom, minha pergunta é: já joguei buzios com duas pessoas de carater …as duas foram nos mesmos orixas, Xangô e oxum mas…ainda existe uma briguinha com Yemanjá, Ogum e Oxossi..até Nanã tbm…mas ai fiz um ebó para apaziguar as coisas pois estava ficando meio doida ja….ja bolei duas vezes no santo…na ultima vez q joguei os buzios para ver como tava as coisas, a mãe de santo disse q Xangô tinha dado a frente para Oxum, que no momento ela está reinando meu ori…mas tenho q fazer um bori para melhorar as coisas pois ainda não tenho condições de fazer a fitura, pois ja foi pedido, então isso vai apaziguar até o tempo dar certo…sera´q assim vou ter uma confirmação dos meus orixás com maiscerteza? amo demais todos os orixas mas estou feliz por Oxum ter dado a frente…isso é normal? pois dizem q é muito dificil Xangô deixar outro orixá passar a frente…ou tem algo a ver pelo amor que eçe teve por Oxum? motumbá!!!


  257. Ola Chys Luna
    Possivelmente após o bori vc pode ter uma mudança,mas quando existe tana” guerra” ,pode acontecer de isso só se definir na feitura.
    Quanto a Xangô não deixar passar ninguém na frente,sei que é um Orixá muito teimoso,mas em alguns casos ele deixa passar Yemanjá na frente, por ser sua mãe.Eu li num livro,não recordo agora,qual,que antigamente,não sei se hoje ainda existe esse costume,mas os filho de Xangô deviam uma obediência maior a filhos e ekedis de Yemanjá por conta desse parentesco materno.Como Oxum tem uma ligação forte com ele e com Yemanjá tb,não há mal nisso,até porque isso só passa a ser definitivo depois da feitura.
    espero ter te ajudado
    Tudo de bom para vc nesse início na religião
    axé


  258. Obrigada Carol pela resposta!!!
    Estou amando cada vez mais esta linda religião que e´o candomblé…sei que existe ainda muito preconceito com a religião, pois as pessoas a julga como sendo de “macumbas e coisas do demõnio”…tenho uma profissão que lido com o publico e pessoas de varias crenças…mas evito ao máximo possivel tocar neste assunto…a unica coisa que tenho receio é de que quando eu for fazer minha feitura, terei que evitar certas coisas e principalmente pela raspagem dos cabelos, todos vão assustar pq tenho cabelos longos, alias, minha vaidade maior…as vestimentas e outras coisas do preceito…qual sua opinião sobre este assunto? sendo que quando fiz um ebó peguei um preceito de sete dias e so usando roupas claras, evitando tudo que foi pedido.
    Axé!!!


  259. Olá Chrys luna
    O que posso dizer é que um ano passa rápido…
    Eu acabei de fazer a obrigação de um ano e não foi fácil,são muitos resguardos mesmo e o cabelo faz muita falta no inicio,quando voltamos ao nosso cotidiano.Mas cabelo cresce…
    O pior e mais longo resguardo é o da feitura,depois é só alegria quando comparado com esse…Procure saber antes com o zelador quais os preceitos que ele pode te dizer,os resguardos e vá amadurecendo a idéia,prepare as pessoas ao seu redor,as mais intimas.Se os Orixás quiserem,tenha certeza que vai dar tudo certo…
    axé


  260. ola boa noite.. gostaria de fazer uma pergunta ;. a pessoa quando esta dando bori …roda de orixa???


  261. Kura esta idéia de Orixá virar no bori é mais um erro que acabou sendo praticado como se fosse a verdade absoluta. O bori é feito para o Orixá Ori, um Orixá que habita nossa cabeça, é o primeiro Orixá a ser cultuado e agradado, sem a permissão do Ori nada pode ser feito em nossa cabeça, inclusive virar de Orixá, é Ori que nos dá calma e harmonia por isso o bori é feito para sua cabeça, para te acalmar e harmonizar,para que assim o seu Orixá possa ficar fortalecido e no futuro possa se manifestar pleno, Mas definitivamento Orixá não vira em bori. É claro que se o zelador chamar o Orixá da pessoa nesta cerimonia o Orixá virá por educação, mas não deveria ser assim. é falta de conhecimento do zelador. Tomege do Ogum


  262. Nelson. muito obrigado por tirar essa duvida ….
    ……………………………………………………..


  263. Boa tarde, gostaria de saber sobre o ritual de Obi. Quando ele é indicado? Para que serve?
    Obrigada!


  264. Olá Flávia. Bem.. vou te falar segundo a minha nação. No pouco que sei, o obi é mais indicado (mas não é uma regra) para as pessoas de oxalá e que estão passando por alguns atrapalhos e precisam reequilibrar suas energias. É uma cerimônia um pouco parecida com o bori, mas os materiais necessários são menos. Na minha casa utiliza o peixe, uvas, ossé ou canjica e água, e lógico, o obí. Não sei se a cerimônia no nagô Egbá bate com a cerimônia realizada no ketu. Isso, ou o Nelson ou a Manuela poderão nos responder. Vamos esperá-los. Mojubá
    Obrigada


  265. Oiii, estou com um grande problema em muito frequentar casa de santo acabei entrando e daqui a duas semanas vou fazer um Bori mas o problema é q estou em duvida meu pai de santo sempre fez buri como o de costume mas agora ele esta dizendo q quer fazer mas diferente so vai colocar na minha cabeça canjica , acaça, ou seja ñ vai fazer do jeito q se deve ,e eu estou meio inseguro quanto a isso caso o orixa fique com raiva de mim e acabe tendo uma reação negativa na minha vida e eu acabe sei lá tendo alguma consequencia ñ sei o que fazer ;sou novo na religião sou filho de Oxaguian tenho influencias mediunicas desde meus 5 anos de idade ñ tenho condições no momento de pagar pra alguem fazer ele se ofereceu para fazer pra mim ele até quem me aconselhou q no momento era bom pra minha cabeça jogamos buzios e tudo mas estou meio emseguro ñ sei se digo q dessa forma ñ quero mas e se ele ficar com raiva ñ quero sair como mal agradecido ou ñ fazer gostari q alguem me desse uma luz e me ajudasse porque meu orixa se manifestou em mim a vida td mas agora parece q me abandonou

    desde ja obrigado!!!

    axé


  266. Olá Evandro,
    Fazer um bori é sempre bom para a pessoa, tendo em vista que esse é um ritual que se realiza precisamente para apaziguar a pessoa, para refrescar a cabeça.
    Mas um bori é um bori, e de meu conhecimento não existe meio bori, nem bori que leva umas coisas e não leva outras. Se o problema é dinheiro, então não faça, guarde para uma ocasião em que possa fazer o correcto. É inaceitável que alguém lhe proponha fazer um bori “abreviado”, isso não é correcto.
    Axé!


  267. Oiii gente qria saber a diferencia entre o bori e Obii..???

    pq eu deii o Obii na casa do meu pai de santo ele fala q eh um parente do borii,só q eh um bori seco naum vai matança..eh isso..
    jah tinha feita essa pergunta..mas naum acheii ondi..=/


  268. Vou-lhes contar a lenda que retrata a importancia de se fazer o Bori,ritual de alimentar o ORI.”Ori faz o que os orixas nao fazem,um dia Orunmila reuniu todos os Orixas em sua casa e lhes fez a seguiente pergunta:Quem dentre voceis orixas pode acompanhar seu devoto numa longa viagem dos mares e nao voltar mais?Xango respondeu que ele podia.Entao lhe foi perguntado o que ele faria depois de ter andado,andado,andado ate as portas de Cosso,a cidade de seus pais,onde iam preparar-lhe um amala e oferecer-lhe uma gamela de farinha de inhame,onde lhe dariam orobos e um galo,um aquico.Xango respondeu:Depois de me fartar,retornarei a minha casa.Entao foi dito a Xango que ele nao consegueria acompanhar seu devoto numa viagem sem volta alem dos mares.Aos que entravam pela porta e ali ficavam de pe,Ifa fez a pergunta:Quem dentre os orixas pode acompanhar seu devoto numa viagem alem dos mares e nao voltar mais?Oya respondeu que ela poderia.Foi-lhe perguntado o que ela faria depois de caminhar uma longa distancia,caminhar e caminhar e chegar a cidade de Ira,o lar de seus pais,onde lhe ofereceriam uma gorda cabra e lhe dariam um pote de cereal.Oya respondeu:Depois de comer ate me satisfazer,voltarei para casa.Foi dito a Oya que ela nao podia acompanhar seu devoto numa viagem sem volta alem dos mares.A todos os orixas reunidos por Orunmila,Ifa fez a seguinte pergunta:Quem dentre os os orixas pode acompanhar seu devoto numa longa viagem alem dos mares e nao voltar mais?Oxala disse que ele poderia.Foi-lhe perguntado entao o que ele faria depois de caminhar uma longa distancia,caminhar,caminhar ate chegar nas terras de Ifom,terra de seus pais,onde lhe serveriao-lhe duzentos igbins servidos com melao e vegetais.Oxala respondeu,que depois de comer muito ate ficar saciado,ele voltaria para sua casa.Foi dito a Oxala que ele nao poderia acompanhar seu filho numa viagem sem volta alem dos mares.A todos os orixas reunidos Orunmila repetia a mesma pergunta:Quem dentre voceis orixas poderam acompanhar seu devoto numa viagem alem dos mares sem voltar jamais?Exu respondeu que ele podia acompanhar seu devoto numa longa viagem alem dos mares e nao mais voltar.Entao foi-lhe perguntado:O que faras depois de caminhar uma longa distancia,ate chegar a cidade de Keto,o lar de seus pais,e ali te derem um galo e grande quantidade de azeite-de-dende e aguardente?Ele respondeu que,depois de se fartar,voltaria para sua casa.Foi dito a Exu:Nao,nao poderias acompanhar teu devoto numa viagem alem dos mares e nao voltar.A todos os Deuses reunidos por Orunmila,Ifa fez a mesma pergunta:Quem dentre os orixas pode acompanhar seu devoto numa viagem alem dos mares e nao voltar mais?Ogum disse que ele sim poderia.Foi-lhe perguntado o que ele faria depois de caminhar uma longa distancia,caminhar,caminhar e chegar a cidade de Ire,o lar de seus pais,onde haviam de lhe oferecer feijoes-pretos cozidos e lhe matar um cachorro e um galo.Ogum respondeu:Depois de me satisfazer,voltarei para a casa,cantando alto e alegremente pelo caminho.Foi dito a Ogum que ele nao poderia acompanhar seu devoto numa viagem sem volta alem dos mares.Mais uma vez Ifa fez a mesma pergunta:Quem dentre os orixas pode acompanhar seu devoto numa viagem alem dos mares e nao voltar mais?A bela Oxum disse que ela podia,entao lhe foi perguntado o que ela faria depois de caminhar,caminhar muito,e chegar a cidade de Ijimu,o lar de seus pais onde lhe serveriam-lhe cinco pratos de feijao-fradinho com camarao,tudo acompanhado de vegetais e cerveja de milho?A coquete Oxum,respondeu,depois de me saciar,voltarei para minha casa.E foi dito a Oxum que ela nao poderia acompanhar seu devoto numa viagem sem volta alem dos mares.A todos os orixas reunidos por Orunmila,Ifa fazia a mesma pergunta:Quem poderas dentre voceis orixas acompanhar seu devoto numa viagem alem dos mares e nao recresar mais?O proprio Orunmila disse que ele poderia acompanhar seu devoto numa viagem sem volta alem dos mares.Foi-lhe perguntado:O que faras depois de caminhar muito,uma longa distancia,caminhar,caminhar e chegar a cidade de Igueti,o lar de teus pais,onde vao lhe oferecer dois preas,dois peixes que nadam graciosamente,duas aves femeas com grandes figados,duas cabras pesadas de prenhas,duas novilhas com grandes chifres?E onde vao te preparar inhames pilados,mingau de farinhas brancas e a mais preciosas de todas as cervejas?E tambem te oferecer os mais saborosos Obis e as melhores pimentas doces?Depois de me fartar,respondeu Orunmila,voltarei para minha casa.O sarcedote de Ifa ficou pasmo.Nao conseguia dizer uma palavra sequer.
    Porque ele simplesmente nao entendia essa parabola.Disse ele:Orunmila,eu confesso minha incapacidade.Por favor,ilumina-me com tua sabedoria.Orunmila,es o lider,eu sou o teu seguidor.Qual e a resposta para a pergunta sobre quem dentre os orixas pode acompanhar seu devoto numa viagem sem volta alem dos mares?Falou Orunmila:”A unica resposta e …ORI.Somente ORI pode acompanhar seu devoto numa viagem sem volta alem dos mares”.Disse Orunmila:Quando morre um sarcedote de IFA,dizem que seus apetrechos de adivinhaçao devem ser deixados numa correnteza D`agua.Quando morre um devoto de Xango,dizem que sua ferramentas devem ser despachadas.Quando morre um devoto de Oxala,dizem que sua parafernalia deve ser enterrada.Disse tambem Orunmila:Mas quando os seres humanos morrem,a cabeça nunca se separa do corpo para o enterro.Nao.La esta o ORI.La vai ele junto com seu devoto morto.Somente o ORI pode acompanhar para sempre seu devoto,a qualquer lugar”.Falou ainda Orunmila:Pois o ORI e o unico que pode acompanhar seu devoto numa viagem sem volta alem dos mares.


  269. OLÁ,GOSTARIA DE SABER DE QUANTO A QUANTO TEMPO O BORI TEM QUE SER RENOVADO,E COMO SABER SE O ORIXÁ PEDE FEITURA.


  270. Olá MARA
    Não existe um tempo específico para que vc faça o bori,ele serve para acalmar, apaziguar as coisas. Ele é indicado para isso, não é como uma obrigação dentro do candomblé,ok?
    Espero ter ajudado…
    axé


  271. Orunmila estava um dia distraido e derepente de-se conta de que era observado pela morte,doença,perda,paralisia e fraqueza.Ornmila ouviu o que diziam,o que elas diziam umas as outras:”Um dia a gente pega esse ai”.Elas riam desavergonhadamente,plantavam bananeira,faziam micagens e gestos obscenos.”Mais cedo ou mais tarde a gente pega esse ai.”Orunmila assustou-se.Orunmila voltou para casa.Ornmila foi consultar o seu ORI.Somente ORI podia salvar Orunmila da morte.So a cabeça poderia livra-lo da doença.Era ORI que livraria da perda.O ORI de Orunmila o livraria da paralisia.Somente seu ORI podia livra-lo da fraqueza.Orunmila foi consultar sua cabeça.o ORI livra o homem dos males.Orunmila fez os sacrificios a cabeça,fez BORI.ORI aceitou as comidas oferecidas,ficou forte e expulsou os proplemas de Orunmila.Nada mais podia ameaçar o seu devoto.ORI salvou Orunmila da morte e da doença,da perda,da paralisia e da fraqueza.ORI livrou seu devoto de todas as ameaças.(mitologia dos orixas)


  272. O Bori e,sem duvida uma das mais belas cerimonias da liturgia africana,ela surge quando um ser se acha exatamente em desarmonia,psicologicamente desestruturada,gerando assim pertubaçoes fisicas e mentais,ai começa em sua vida uma serie de mudanças,no qual ninguem deseja em sua vida.Ai nestes caso o Bori entra como uma obrigaçao mais simples que uma feitura,porem muito eficiente para qualquer individuo,portanto a cerimonia do Bori significa o dar comida a cabeça,buscando fortalecer o ORI,solidificando a ligaçao do abia com seu orixa,portanto o Bori,ocupa realmente a posiçao intermediaria no sistema que entrelaça o homem com a divindade.


  273. BOM PESSOAL COMO JA FALEI , SOU FILHO DE UMBANDA HÁ 9 ANOS E JA FIZ TODA OBRIGAÇÃO QUE UM FILHO DE UMBANDA TEM FAZER .MAS SINTO EM MIM UMA NECESSIDADE DE APRENDER ALGO MAIS , QUE AINDA TENHO MUITO QUE APRENDER JA PENSEI ATÉ EM VIRAR MINHAS AGUAS PARA O CANDOMBLÉ .PRECISO TB QUE VCS ME INFORME UMA COISA , VENHO DE UMA UMBANDA ONDE MEU PAI POSSUI EM SEUS FUNDAMENTOS O YBÁ ,GOSTARIA DE SABER SE É NORMAL OU CERTO A UMBANDA POSSUIR YBÁ .POIS VENHO RECEBENDO CRITICAS DE ALGUNS AMIGOS MEUS DE CANDOMBLE QUE DIZ QUE YBÁ SO POSSUI NO CANDOMBLE O QUE VCS ACHAM SOBRE ISSO .CASO UM DIA TB EU QUERA SAI DA UMBANDA POSSO LEVAR MEU YBA JUNTO COMIGO .VCS COMO PESSOAS ESCLARECIDAS GOSTARIA MUITO DA INFORMAÇÕES DE VCS SOBRE ESSE CASO DO YBÁ NA UMBANDA.


  274. GOSTARIA DA OPINIÕES DE VCS TODOS,DA CAROL DO NELSON SOUZA,PPARA FALAR UM POUCO SOBRE O QUE ELE ACHA DE MEU PAI DE SANTO DE UMBANDA TER FUNDAMENTOS COM YBÁ JA QUE AS PESSOAS DO CANDOMBLÉ AMIGOS MEUS DIZ QUE UMBANDA VEM QUARTINHA E NÃO POSSUI YBÁ ,QUE O YBÁ SO EXISTE EM FUNDAMENTOS NO CANDOMBLÉ UM ABRAÇO PRECISO MUITO DA EXPERIENCIA DE VCS SOBRE ESSE CASO


  275. Rubenilodo, por favor, vá ao post Ossaim, na barra lateral na caixa páginas. Lá tem uma discussão sobre o que é considerado umbanda, candomble, omoloko e outros segmentos, está ainda no mes de maio. Depois disso voltaremos a discutir, por que quando falo em umbanda em refiro aquela do Médium Zélio, Dê uma lida, por favor. Tomege


  276. Olá Rubenildo
    Como o Nelson fala, existem vários segmentos de umbanda, alguns mais próximos do candomblé outros mais próximos do espiritismo, não temos como lhe dizer se é correto esse terreiro de umbanda ter ibá porque não sabemos a que segmento ele pertence.E tb não sabemos como é essa divisão, nossa religião é o candomblé…
    Como vc sabe originalmente a Umbanda é uma mistura de espiritismo e candomblé. Ibá é originalmente do candomblé, assim como os assentamentos, ferramentas, etc.
    A umbanda, por ser uma mistura, pode ter absorvido certas práticas,mas elas são do candomblé há muito mais tempo!
    Não é errado o que seus amigos falam,mas tb não está totalmente certo por eles desconhecerem,assim como nós, a raíz desse terreiro que vc é filho.
    espero ter ajudado
    axé


  277. OLÁ CAROL,obrigado pela resposta,mas eu também gostaria de saber quanto sabemos que o orixá estar pedindo feitura?


  278. Olá MARA
    Para saber se o Orixá está pedindo feitura, vc pode ficar sabendo se vc bolar, ou seja, se numa festa, obrigação da cas que vc esteja particpando vc perde os sentidos,perde o poder sobre seu corpo ,cai no chão e as autoridades lhe carregam e colocam um lençol branco em, cima do seu corpo e então chamamos de bolar. Ou se no jogo de búzios ele pedir.A pessoa que estiver jogando os búzios vai ver que eles estão pedindo obrigação.
    espero que tenha ajudado
    axé


  279. OBRIGADO,KOLOFÉ.


  280. CASO UM DIA EU QUEIRA SAIR DO MEU TERREIRO DE UMBANDA ,EU PSSO LEVAR MINHAS COISAS QUE ESTA NO TERREIRO COMIGO PARA CASA PRINCIPALMENTE MEU YBÁ.


  281. Rubenildo eu sempre questiono a mesma coisa toda vez que surge um comentário como o seu, se em umbanda não se assenta Orixá, como vc tem ibá? Existem diversos segmentos que se dizem umbanda mas que na realidade não são, são misturas entre umbanda e candomblé. É com tb aconteçe com pessoas que dizem que são de Angola e chamam seus Inkises pelos nomes dos Orixas. Mas sobre vc retirar os pertences do seu Orixá, a regra em candomblé é bem clara, só podem levar seus ibás quem tem mais de sete anos, cargo de zelador e casa aberta ou lugar apropriado para colocá-los. Caso contrário os ibás permanecem no axé. No caso de alguém não querer mais frequentar o axé e ter mais de sete anos, o zelador normalmente permite que os ibás sejam retirados do axé sem problemas. Tomege


  282. Rubenildo acho que me perdi na digitação,o que queria falar é que só retira o iba, quando se abre casa ou quando sai do axé, não se retira o ibá para cuidar em casa por conta própria. No seu caso vc quer sair da casa, por isso, vc precisa ter no mínino os sete anos. Tomege


  283. Bom Dia!gostaria de saber se quem nâo é feita,mas é borizada pode no dia de festa por vestimenta no seu exú,desde já obrigado por me tirarem mais essa dúvida.Kolofé.


  284. Mara ter feito um bori é entendido como uma necessidade de acalmar e harmonizar sua cabeça, por isso ser “borizada” não é uma situação, não é uma pré iniciação, é só uma necessidade que muitos tem para, com eu disse, harmonizar a cabeça. Sendo assim o bori não te coloca em uma escala de hierarquia como acontece na iniciação, que é primeiro passo para se tornar um ebami (alguém que foi iniciado e já cumpriu as obrigaçoes de 1, 3 e inclusive a de sete anos). Como o bori é uma cerimonia do candomblé e no candomble tradicional não há culto a entidades, via de regra vc não usaria esta roupa por que não haveria este culto numa casa tradicional. Mas sabemos que isso é comun em muitas casas de candomblé, cultuar entidades tb. Por isso tudo exposto, se na sua casa se cultua entidade pombagira e exús, não há problemas em usar a roupa. Tomege


  285. Bom Dia,Nelson e obrigado pela resposta,mas eu nâo endenti vc falou em cultuar entidades, mas festa de exú é cultuar entidade? e mesmo nâo sendo feita pode colocar roupa?


  286. Mara como eu te falei no candomblé tradicional só se cultua o Orixá, inclusive o Orixá Exú que é importantíssimo na religião, mas raramente se faz festa para este Orixá. Há diferença entre Orixá Exú (veja na barra lateral na lista dos Orixas e tb veja os posts sobre pombagiras para entender as diferenças) e exus como tranca ruas, pombagiras e outros que na verdade são entidades da umbanda e por isso não devem fazer parte do candomblé. Mas como tb disse, sei que é muito comun muitas casas terem estes cultos, só que estas casas não seguem a tradição do candomblé e misturam os segmentos umbanda e candomblé. Mas mesmo não sendo feita vc pode colocar roupa. O que deixo claro é que numa casa de candomblé que segue fielmente a tradição não há culto a entidades, não é preconceito é questão de cada um no seu lugar. Tomege


  287. quero saber qual eo meu santo de cabeça voce pode ne enforma


  288. Nelson,obrigado pela sua explicaçâo essa troca tem imenso valor para mim.


  289. Sandro Luiz para saber com certeza qual é o seu Orixá, procure um jogo de búzios é a melhor forma. Nunca se guie pelo que te falam tomando por base sua data de nascimento, seu tipo físico e nunca faça jogo por internet, O correto é uma consulta pessoal com um bom zelador. Antes da consulta procure informações sobre a pessoa, e se é de fato Candomblé. Tomege do Ogum


  290. quanto é o tempo de recolhimento do bori? e qual é a diferença do obi?


  291. Olá MARA
    Geralmente seis a sete dias,que eu saiba.
    O obi é ritual para emergências,não sei a duração pois nunca fiz.O bori não é uma emergência,mas deve ser feito quando é necessário
    AXé


  292. Ola irma Carol,aqui e a Isa dias,como voce esta,nao temos muita amizade mais sempre leio as suas resposta,gosto muito de voce,um grande abraço e muito axeeeeeee.


  293. Olá isa dias
    Eu vou bem minha irmã, andei meio sumida essa semana com os problemas da vida e fiz uma viagem tb,mas tá tudo certo…
    Eu tb gosto muito de vc, tava até lendo seu comentário no texto do Nelson.Acho muito importante a gente saber nosso lugar de yaõ mas tb cobrar os ensinamentos que os zeladores devem nos passar.Concordo com vc nessa ponto!
    Axé irmã””


  294. Amo escrever,ler,assuntos relacionados com nossa religiao que para mim e tudo,amo demais os orixas e temos o dever de zelar pelos ensinamentos que nos es passado,acho muitissimo importante passarmos o que podemos aos mais novos e aos leigos.Tambem tenho trabalhado muito,rapadura e doce mais nao e mole nao,a vida anda e haja o que houver tenhos que caminhar para frente sem olhar para tras.Todo dia e um novo recomeço.


  295. Olá Carol,obrigado pela atençâo eu adoro a minha religiaõ e apesar de eu estar começando,me sinto como se já tivesse intimidade com ela mas há dúvidas que tendocom quem sabe esclarecer.obrigado e axé.


  296. Olá MARA
    Estamos aqui com esse intuito, o de esclarecer, divulgar nossa religião e ajudar nossos irmãos, sinta-se á vontade, não fique com vergonha de perguntar…Não saber é normal… :)
    Axé


  297. Ago!!
    como vão todos?
    Tenho curiosidade dos orixás e principalmente amor e fé, mais os temosei como eles reagem a rebeudias lendo conheci mais sobre o bori, mais sem rodeios me digam sobre as guerras de cabeça, herança gostaria de me apronfundar no assunto, beijos e xeros em todos parabens pelo site.


  298. [i]Caros amigos…
    sempre estou lendo este maravilhoso blog que pelo meu ver eh um dos melhores que tem na net…muito bem formulado e esclarecedor! Bom, a minha quastão eh a seguinte: dia 17 agora eu estarei dando meu primeiro bori, so q toda vez que minha mãe joga os buzios os orixa´s trocam de lugar, um dia ta Xangô na frente…passa um tempo, joga ai ta Oxum…e nessa vai..parece q estou no colo deles e fica esse passa passa…na realidade minha mãe disse q so vai confirmar na hora q eu estiver entrando para o bori e jogar nos meus pe´s para ver quem ta pedindo naquele momento por tres vezes…tanto q so vai trazer os frangos ou frangas no dia, pq vai tbm galinha d’angola, pombo, peixe..uma boa lista rsrsrs..tudo devidamente certinho para dar comida a todos os orixas…flor, verduras, legumes, frutas, doces…até cura terá…bom…pq será q no meu caso ta acontecendo isso? tive explicação mas gostaria de uma opinião de vcs q ao meu ver, tem uma vivencia da religião muito boa…minha zeladora eh uma pessoa muito idonea, com 28 anos de santo e a mãe criadeira com 34..acho q estou em boas mãos mas gostaria de opinião diferentes…..ah…a feitura, disseram q orixá vai dizer dps se vai ser dentro de 6 meses a um ano.
    Motumá!!![/i]


  299. em Julho 6, 2009 at 2:00 pm RAfaela marques

    Bom dia gente des de pequena sou de centro e tal mais uma ves fui em um e a minha cigana viriu e tal mais nao me aprofundei masi sei que á tenho! no pai marcelo fui e tal minha madrasta e de la vou fazer um bori pra Yansã mais quero me aprofundar mais no assunto pois gosto e acredito muito e gostaria pois tenho muitas duvidas aquiii e capaz de nem caber todas elas gostaria de ter algum contato se for possivel respondar por e-mail agradeço gostaria de saber se eu posso ou nao entrar , se no meu bori eu posso virar essas coisas?

    Agradeço des de já!


  300. Olá Criska
    O bori é ritual feito para Ori, o seu Orixá pessoal,Ori é o único orixá que nos acompanha sempre e sem agradar a ele nada é feito. Kura é algo que só se faz na iniciação, em bori não se faz kura, pois o bori é para Ori e kura tem haver com fundamentos da casa, e do seu Orixá, e como não se sabe com certeza qual é o seu orixá não se pode fazer kuras.
    Entende?
    Esse troca-troca é normal.Vai muito do momento que vc está vivendo e às vezes um orixá se aproxima para lhe ajudar se for uma questão ligada ao amor, Oxum se aproxima, se for ligada a justiça, Xangôe por aí vai.Na minha experiencia, em bori não vai tanto bicho, nem flor, nem doces. Vc não vai dar comida a todos os Orixás, vai dar somente a Ori, não se justifica toda essa lista de compras. Reveja essas coisas.
    Axé


  301. ola nelson, obrigada por sua resposta, poxa estou muito chateada sabe, fui conversar com meu pai e devido as minhas condiçoes estou me preparando tanto pisicologicamente quanto financeirmente, dai ele surgiu agora dizendo que se fizer daqui a um ano alem da lista e roupa eu tbm teria ue pagar pelo oro; e que esse daqui a um ano deveria me custar mil reais; sabe quando vc desanima, se sente mais uma x meio que usada, alem do que depois do bri nada melhorou pelo contrario sinto um sono uma mleza terrivel, oq tem me salvaldo sao banhos de ervas que tenho tomado p/ tentar reagir e ter coragen ao menos para trabalhar, poxa gastei grana mais uma x…. esperança de dias melhores sabe estou tao triste, tao desiludida com tudo. fico pensando amo tanto oxum pq isso esta acontecendo comigo, nao sou a melhor pessoa do mundo nao, mais sou do bem , honesta ate demais nao consingo enteder…. sei que vc nao e pai de santo mais poderia me ajudar eu amo os orixas amo o candomble respeito , debato ,esclareço aqueles que prejulgam, mais estou cansada, me de uma luz…. obrigada! e axe muito axe p/ todos nos


  302. nao sei se ira se lembrar de mim escrevi no post sobre kuras de fecho de corpo, falando sobre o bori que tomei a mais ou menos um mes e que de la p/ ca nada havia melhorado…..
    esta e so uma retificaçao pelo comentario acima fiquei com medo de que vc nao entedesse rs
    e mais uma x obrigada!


  303. Inesita sua resposta está no outro post, Kuras. Tomege


  304. nelson,poderia me dar o endereco ou o telefone da casa do seu pai ou mae de santo,preciso fazer um bori e um ebo para odu,mas quero fazer com pessoas serias,porque aqui no rio esta cheio de charlatoes,porque fui num pai de santo aqui no rio,e ele falou para mim que para fazer um bori eu precisava ficar la so um dia ou chegar de manha cedo e ir embora a tarde e agora vi aqui no site que tem que ficar 4,5,6 dias e ele so falava em dinheiro,pode me indicar a casa que vc frequenta.


  305. Olá, fui à uma mãe de santo e ela jogou búzios pra mim e foi dito que eu teria que tomar Bori, para acalmar as coisas, equilibrar e etc… Li que a pessoa passa a usar uma guia branca depois do bori, mesmo a pessoa só tomando bori p/ equilibrio e não para uma futura iniciação, ela também tem que usar da mesma maneira essa guia ?
    e Li também um comentario no orkut que a pessoa também usa contra egum depois do bori, é verdade ?


  306. Olá Nicolle
    O Bori , como diz o texto não é vinculativo, vc pode usar essas contas ou não,mas a depender da sua intenção de prosseguir ou não na religião,avise as pessoas para que não gastem com um fio de contas que vc não vai usar.
    Faz tato tempo que fiz que não elmbro se vai precisar usar o contra egum,mas caso vc não queira usar para não ficar aparente, pois chama atenção, vc pode pedir para usar umbigueira, dá no mesmo.
    Axé


  307. Nicolle o contra egum tem a finalidade de afastar da pessoas os maus espíritos, mas ele só utilizado nos boris feitos poucas horas antes da iniciação, nos demais boris não há necessidade, assim como não há necssidade do uso de fios de contas, creio que seja um zelo, um cuidado a mais que a zeladora está tendo com vc, mas se te encomodar o uso destes elementos, vc pode pedir para não usar. Tomege


  308. Laura eu posso te indicar alguém sim, mas vc primeiro terá que jogar para confirmar se é de fato necessário o bori e o ebó. Sobre o bori, é verdade que precisa de mais tempo do que algumas horas, mas a informação que vc leu está correta sobre o tempo, mas, provavelmente estava relacionada a um bori feito durante alguma obrigação intermediária (1, 3 ou 7 anos), os boris normais necessitam de no máximo 3 dias. Tomege


  309. Bom dia, senhor Velhinho!


  310. Bom dia senhorita Dayane rsrsrsrs


  311. rsrsrsrsrs Dá pra responder o meu e-mail, senhor Adotivo. Estou no aguardo. rsrsrsrsrs


  312. Ahhh. Tenho-lhe uma pergunta. O quer dizer adoxo Etimologicamente, Adotivo?


  313. Eita que erro gritante! Vou refazer esta coisinha aí de cima O que significa a palavra “adoxo”?Pronto… Pareceu até uma palçavra composta “adoxo etimologicamente” rsrsrs


  314. Olá! Motumbá asé!
    Acompanho a algum tempo os posts de vcs e parabenizo-os pelo excelente trabalho!

    Portanto, adoraria dispor de tamanha sabedoria e boa vontade em esclarecer as dúvidas de todos que os procuram e fazer-lhes umas indagações.

    A alguns anos acompanho o candomblé através da vida de minha irmã de sangue, que é feita no santo (iansã), mas nunca havia me envolvido de fato.
    E tem uns meses que frequento e me dedico com mais simpatia à religião. Tenho contado com uma maravilhosa mãe-de-santo, que é também minha amiga, ela está abrindo ainda seu terreiro, porém depois de muito conhecer e ater-me a detalhes pretendo realmente iniciar-me fazendo um bori.
    Sou ekede filha de Xangô e Oxum, mas ainda vamos consultar os búzios para distinguir melhor a qualidade do meu orixá.
    Mas, como nem tudo às vezes é como aparenta ser, gostaria de perguntar-lhes:
    –>Mesmo minha mãe-de-santo estar fazendo os fundamentos do seu terreiro agora, ela já pode acolher seus filhos para tais obrigações? Ou tem-se que aguardar algum tempo para começar a recolher seus filhos em seu barracão?
    –>Ela disse que irá me levar para jogar búzios com a zeladora de santo dela para a confirmação do meu orixá. Está certo isso, ou é ela mesmo que tem que fazer toda a confirmação da minha iniciação, já que é ela que eu escolhi como minha mãe-de-santo, e não no caso, a minha pretensa vó-de-santo?
    –>E fazendo este bori eu estou me vinculando de forma irreversível à religião, ou a ela e a casa dela?

    Agradeço desde já a atenção e compreensão de minhas dúvidas!

    Motumbá asé!!!


  315. Luciana Iniciar-se quer dizer raspar a cabeça – se bem que no seu caso de ekedji, pode ou não ser raspado, depende da tradição da sua casa ou raíz – . Bori é feito para Ori (o deus que habita nossa cabeça) um Deus de extrema importância porque sem sua aprovação nada se faz na cabeça de ninguém. Pois bem o bori é feito para que Ori fique calmo e sereno, para apaziguar, acalmar e harmonizar a cabeça do filho de santo, mas o bori não vincula vc a casa a religião ou a quem o fez. Portanto o bori não é uma iniciação, não é um primeiro passo para uma iniciação ou na religião. Muitos fazem boris e nunca se iniciam. Existe sim um bori “muito rápido e simples” que é feito imediatamente antes da inciação, mas é um outro assunto.
    Sobre sua mãe te levar para jogar com a mãe dela, é totalmente compreensível e correto, inclusive o mais comun é que o primeiro/a filho da casa seja feito pelo avô de santo, isso é uma forma de demonstrar carinho e respeito, é corretíssimo este procedimento, e te digo que são poucos que fazem isso. Tomege


  316. Oi boa noite …fiz o bori ha 11 dias so q amanhã tem festa de pombagira .Gostaria de saber se e melhor eu ficar em casa ou posso ir ?.Eu ja tinha conversado com meu babalorisa e ele me liberou só que vieram me falar q nao e bom apesar de eu ja ter feito o meu preceito .
    O que vcs pode me ajudar?

    bjs grata

    Motumba ase


  317. aaaaaaaaaaa la é traçado o terreiro é de candomble mas toca umbanda!!
    bjs


  318. BOA NOITE!!!

    Agradeço a resposta…. Esclareceu-me perfeitamente minhas dúvidas e me sinto mais segura, pois não há nada melhor que ouvir(ler) segundas opiniões!

    E retifico-me no que disse que estaria fazendo minha iniciação na religião com o bori, é que nada fiz até hoje e portanto este será meu primeiro agrado aos meus orixás, e considero muito importante!

    Pretendo sim estar apaziguando minha vida e busco a harmonia e a paz terrena com as forças do meu Ori, estando ele mais calmo e sereno, como disse-me.

    Agradeço mais uma vez… Fiquem na paz!

    Motumbá asé ♥


  319. Olá Paula
    Siga o consleho do seu zelador, se ele disse que não tem problema, eu não vejo impedimentos.Se houvesse aglo ruim em vc ir a essa festa com certeza ele diria.Axé


  320. em Julho 28, 2009 at 4:21 pm Vítor de Freitas

    Boa tarde a todos!

    Já há algum tempo que venho estudando o Candomblé e como parte dos estudos uso muito esse blog, lendo os textos e as perguntas e respostas. Tenho um Pai de Santo (que me iniciará na hora mais conveniente) mas que já me adiantou que já é necessário que eu faça um Borí, independentemente se minha iniciação será em logo em seguida ou não. Essa Pai de Santo é pessoa muito idônea, séria e amigo da família, mesmo antes do meu nascimento (há 27 anos). Gostaria de esclarecer se, esse Borí, tem algo haver com a futura iniciação, visto que na iniciação propriamente dita e em seus rituais, é feito também um Borí.


  321. em Julho 28, 2009 at 5:48 pm Vítor de Freitas

    Como gancho à outra pergunta, gostaria de acrescentar ainda se, para que um indivíduo, que será futuramente iniciado no Candomblé, é necessário um Borí tradicional prévio ou bastaria procurar uma casa e um Zelador de sua confiança e dar início aos rituais de iniciação e reclusão, uma vez visto nesses ritos é feito um Borí.

    Obrigado pela atenção,

    Um forte abraço,


  322. Olá Vitor,
    É normal e aconselhável mesmo que você faça esse Bori antes de dar inicio a todo o processo de iniciação. O Bori vai ajudar a que você esteja mais preparado ainda para esse passo importante que vai dar na sua vida e pode ajudar a esclarecer situações relativas a si mesmo bem como rm relação aos seus orixás. Errado é não fazer esse Bori e ir logo fazer a iniciação. Do meu ponto de vista, o seu Pai de Santo está correctíssimo.
    Axé!


  323. em Julho 31, 2009 at 4:36 pm Vítor de Freitas

    Obrigado pela resposta!
    Bem, meu Pai de Santo me disse que há pessoas que “bolam” com o Santo, ou seja, que podem ou têm o “dom” de incorporação e isso significaria que o Santo, no meu caso Ogum, estaria pedindo a feitura e esse indivíduo é um Abian e depois da feitura se torna um iaô e entra em transe. Porém, existem pessoas que NÃO “bolam” com o Santo ou que têm esse dom de incorporação e esses entram na religião (se for homem) como Ogã e não entram em transe.
    Essa informação está correta? Eu entendi direito?
    E a outra questão é: No Borí, quando será “dito” se incorporo ou não, no caso de não incorporar, ou seja, se eu tiver de ser um Ogã, terei de passar pelos mesmos rituais de iniciação que passa um Abian?


  324. OLá Vítor
    A informação está correta.Só para acrescentar, Existem tb pessoas que não bolam,mas que têm missão de ser zeladores,essas pessoas são iniciadas como yaôs,mesmo não rodando.Um exemplo clássico é o de Mãe menininha do Gantois,mas isso é raro.
    No bori não será dito se vc bola ou não, isso de saber se vc entrará em transe ou não um jogo de búzios pode responder.No bori se faz oferenda a Ori, um orixá que habita nossa cabeça,acontece que vem se deturpando isso, de certa forma, e em todo bori as pessoas acham que o orixá tem que responder,mas isso não é regra,no meu primeiro bori o santo não respondeu, por exemplo.
    Se vc não for ogã,vc deverá ser iniciado como iaô.Passara peloq eu passa um abiã,sim.
    axé


  325. em Julho 31, 2009 at 9:21 pm Vítor de Freitas

    Obrigado pela resposta!! Mas volto a insistir nesse ponto… E se eu FOR OGÃ, terei de passar pelos mesmos rituais que passa um abiã? Ou os rituais são diferentes? Ou não há rituais?

    Um forte abraço!

    Axé!


  326. Vitor a iniciação do ogã e da ekedji é chamada de confirmação, requer um tempo menor de recolhimento e consequentemente alguns fundamentos não lhe são passados, por motivos obvios. Dependendo da tradição de sua casa os ogãs e ekdjis poderão ser raspados tb, mas na maioria não se raspa. Tomege


  327. Olá,
    Parabéns pelo site, sei que sou “mais um” a parabenizar e pedir um esclarecimento a respeito dessa linda e mística religião na qual sou fascinado. Fiz um bori antes de ontem, na quarta feira dia 29/07/2009 e foi algo muito especial para mim e com muitas “coincidências”, que particularmente, gosto de decifrar e peço sua ajuda. nasci no dia 20/10/1977 e pelo meu odú da data de nascimento, tenho 11 na cabeça, 16 no pé, 9 na esquerda e 7 na direita. Estudo bastante a numerologia pitagoriana e indiana e percebo que as datas e horas, onde muitos não prestam atenção, são significativas e importantíssimas para nosso entendimento religioso. Como descrevi agora, nasci às 07:40, no dia 20 em salvador ba., fui batizado no dia 20 de janeiro, em salvador na igreja da nossa senhora dos navegantes e fiz meu primeiro borí, como disse, no dia 29/07/2009 (data de nascimento de minha falecida avó que era ialorixá, iria fazer 92 anos).

    Gostaria de saber sua opinião sobre essas coincidências, pois todas essas datas e horas, se fizermos uma numerologia básica, dão 11 ou 2 como número reduzido.

    hora de nascimento- 07:40 = 7 + 4 = 11
    dia de nascimento – 20 = 2
    odú (número da cabeça)- 11
    dia do batizado- 20 = 2
    data do bori- 29/07/2009- 1+9+7+2+9=29 2+9 =11
    aniversário de minha avó se fosse viva- 92 anos = 9+2 = 11

    e um pouco antes de iniciar o ritual de meu borí, tive a aparição de minha avó, enquanto estava deitado na decisa, junto com meu tio (também falecido) que era ogâ da casa. Momento este que me emocionei bastante. O borí foi para Iemanjá, na qual tenho como minha mãe e enorme relação com o mar desde criança.

    Qual seria sua opinião a respeito destas coincidências numerológicas em nossa religião e no seu entendimento o que o 11 e o 2 significam? Quais energias e mistérios eu deveria estudar.

    Desculpe a quantidade de informações, mas acho que é um assunto fabuloso e como, até mesmo no santo, são poucos sacerdotes que detêm certos mistérios, não tenho maiores esclarecimentos, a não ser pelos livros que estudo.

    Muito axé e se precisar também de “esclarecimentos”, ou até mesmo ajuda, sou um ótimo web designer!!!

    visite um de meus sites…
    http://www.bigmix.com.br

    abraços,

    Eduardo P.L.


  328. ola adoro vcs.quero dizer que estou muito feliz conheci uma casa de pessoas sérias o baba daquela casa é ótimo.
    meu orixa é oxossi e eu gostaria de saber sobre o bori pode acontecer alguma manisfestação do meu orixa não sou feito ainda meu pai falou que ele quer minha cabeça eu amo meu orixa mais queria tirar essa duvida pois cada ves que eu vou na casa sinto muita a presença do meu orixa nunca fiz bori mais vou passar por ele e queria saber isso pode acontecer de o orixa virar ja quero agradecer a atenção de vcs


  329. Eduardo desculpe a demora em responder. Sobre estas coincidencias, há coisas que não se pdoe falar num blog e o seu assunto é um deles, o ideal é que vc converse com o seu zelador e ele te explique os motivos destas coincidencias. O seu site realemnte é muito bom e bem feito, ficamos agradecidos e se houver possibilidade te indicarei a outros. Obrigado, Tomege


  330. Jonatan não há restrição em Orixá virar num bori, porém não é necesário e nem comun que isso ocorra. O bori é uma cerimonia que não te vincula a casa ou ao pai de santo, bori é feito para dar equilíbrio e harmonia a sua cabeça , por este motivo ele não é feito para os Orixá, é feito para Ori, um Orixá muito especial que habita a cabeça de cada um de nós, e estando acalmado e feliz o nosso Ori, tudo flui melhor inclusive a possível manifestaçãod e Orixá na hora propícia.
    Outro ponto importante é que bori não é uma “pré iniciação”, vc não cumpre uma etapa ou sobe na hierarquia do candomble dando um bori, então tenha bem claro que bori é uma creimonia para vc, só para vc. As cerimonias para Orixá são em outro momento de sua vida. Que seu bori seja de paz e alegria, sorte e prosperidade. Axe, Tomege


  331. É um aprendizado …
    Leio sempre que posso com muito interesse e atenção e fico muito encantada com a ética e a educação com que Nelson Souza, Manuela, Carol, respondem, questionam.

    Pessoas desta estirpe nos fazem compreender e respeitar nossa cultura, nossas raízes e, mesmo que existam pessoas que agem sem ética, levando a pessoa fragilizada a cair em erros, espalhando medo…
    a verdade é como disse a Manuela [nao tenho certeza ] a verdade é como óleo, fica por cima…

    Então parabéns aos moderadores deste site do qual sou uma leitora assídua.


  332. ola nelson muito obrigado pela sua atenção o candomble precisa de mais pessoas como vc forte abraço


  333. gostaria de informações sobre Ogum xoroque, fiz o Bori e sou filho de Ogum Xoroque, mas pouca coisa encontrei de informação, um amigo me falou sobre o carrego deste santo, mas muito pouco, agradeço se me passar informações, alias me disseram que para este orixa não se raspa, agrade muito pelas orientações.


  334. tive informaçao que um BORI dura 7 meses, sendo que depois precisa ser renovado, perde seu valor, pode me orientar.

    caso a pessoa resolova deixar o credo, passando os 7 meses ela esta desempedida, e como fica os assentamentos, agradeço a orientação.


  335. Olá Karlos,
    Em primeiro lugar gostaria de começar por esclarecer que Bori não é o mesmo que iniciação ou obrigação. Bori é um ritual feito unicamente para apaziguar a cabeça do filho e não é vinculativo com o Orixá nem com a casa onde o Bori seja feito.
    Em segundo lugar, não existe nada definido com relação a duração de um Bori. Cada caso é um caso e depende de muitos factores diferentes, não podemos olhar o Bori como uma espécie de “Crédito a prazo”.
    Por outro lado, se você só fez Bori, não entendo como possa ter assentamentos.
    Quanto a deixar o credo, partindo do principio que estamos a falar de Candomblé, você pode deixar em qualquer altura, e também não tem isso de prazos. Únicamente, se você tem assentamentos, deve falar com o seu zelador ou zeladora sobre a questão e ele ou ela saberão te explicar como proceder correctamente. Esse é o tipo de coisa sobre a qual não podemos falar aqui, pois é assunto mesmo de dentro da casa.
    Axé!


  336. Prezados,

    Após o bori fica no terreiro a nossa quartinha (não sei bem se é esse nome ) o pai coloca mão no nossa cabeça etc.. essa não seria uma ligação dessa pessoa com a casa o pai de Santo e a religião. Sou leiga mas acho que o bori é o ínicio de tudo. O Bori na nação Ketu pode ser feito apenas em um dia ou é necessário três dias de recolhimento ?

    Obrigada mas uma vez pelo carinho e respeito.

    Axé!!


  337. Podemos fazer obrigação sem dar Bori?
    porque?

    axé a todos nós !


  338. Olá Baiana
    O bori é um ritual não vinculativo, todo iniciado no candomblé passa pelo bori,mas tem todos que fazem bori se iniciam no candomblé.O fato de vc fazer o bori nao te vincula a casa ,ou ao pai e santo, nem à religião, O ori serve para acalmar, e agradar Ori, um Orixá que carregamos que é pessoal e que sem agradar a ele não se agrada aos orixás que te regem.
    Quanto ao tempo do bori não sei dizer,depden da sua disponibilidade e das regras a casa, eu fiquei masi tmepo.
    Axé


  339. Lp a maioria das obrigações são precedidas do bori para que o filho esteja em harmonia e equilibrado espiritualmente. Mas estamos falando de obrigações com 1, 3 e 7 anos, confirmaçãod e cargos e outras que requerem mais tempo de recolhimento na roça, não é preciso bori em ebós por ex.. Tomege


  340. em Agosto 30, 2009 at 11:15 pm Cassia Aparecida Coelho Novaes

    Sou filha de Iansã , Xango e Oxossi, há muitos anos fiz um bori pois não queria me desenvolver, a pessoa que me cuidava, já está descansando em um plano maior, gostaria de uma orientação do que devo fazer para deixar meus santos contentes.


  341. Cassia Aparecida vamos começar entendendo que bori é uma cerimonia destinada ao Orixá Ori que habita nossas cabeças, nesta cerimonia pede-se a Ori para te dar paz e tranquilidade e não pra afastar Orixá de vc, pelo contrário, se Ori está em harmonia isso falicita a possível manifestação do Orixá. Eu em particular não acredito que uma cerimonia possa ser feita para que o Orixá não venha no seu filho, mas acredito que se o filho não deseja o contato com o Orixá, como é o caso de milhões de pessoas no mundo, o Orixá não o obriga a querer, ninguém tem esse poder de intereferir no desejo do Orixá a não ser pelo motivo que lhe relatei, mas tb não será com um bori que se resolverá o assunto e sim pela própria vontade do filho.
    Cássia amar o Orixá e conhecer o Orixá é o princípio de tudo, estudo um pouco, mantenha uma relação próxima ao seu Orixá, visite algumas casas e avalie se é de fato isso que vc deseja, depois disso, com calma, procure um bom jogo e veja o que seu Orixa deseja de vc. Ser feliz é princípio básico para agradar o seu Orixá. Tomege


  342. olá,sou preparada na umbanda,com todas as obrigações mas agora meu pai de santo ,falou que minha yansã esta cobrando feitura,não sinto mais a mesma firmeza que senti alguns anos atrás,outra pergunta; quem não fez buri,quem não se resguardou quem bebe fuma faz noitadas,tem condições de virar no santo?


  343. OLá rose dá Oya
    Vc fez suas obrigações na umbanda e agora está no candomblé é isso?
    SE for isso,faz todo sentido, pois são religiões diferentes e feituras diferentes.Mas se vc não sente firmeza,segurança espere,avalie antes,estude a situação e a religião que vc ai adentrar.
    O fato de uma pessoa ter vida social não impede que ela incorpore,é claro que para a incorporação exige alguns cuidados necessários,mas cada cabeça é um mundo.Geralmente é aconselhável o resguardo antes de o Orixá vir.Não é necessário bori para virar no santo.
    espero ter esclarecido
    axé


  344. Motumbá!

    Olá, Nelson. Gostaria de te enviar algumas fotos da minha Ksa, mas deu um problema no me e-mail e eu perdi o teu. Nestas fotos vcs poderão conhecer ( se quiserem) a ” latinha” desta que vos escreve…só para o dia em que eu aparecer por aì ( TÁ DEMORANDO, MAS EU VOU ) vcs saberem que sou eu. É que tá difícil para EU ir, tô juntando os ” cobres “. Abraços a todos.


  345. Bom dia!

    Eu conheçi uma mãe de santo e ela jogou pra mim e disse que eu precisava fazer o Bori… E me disse que eu tenho o risco de entrar para o bori e nao sair devido a mediunidade que já esta avançada…ou seja…ficar pra dar obrigação!

    Estou meio agitado e ancioso…queria saber se devo ou nao fazer.

    Sei que a obrigação requer bastante dinheiro e como eu corro esse risco.. fico com medo de entrar e nao ter condição pra proseguir.. a mae de santo disse que posso ficar despreoculpado que ela arca com tudo.. mais sei lá!

    Queria uma opiniao suas.

    Meu santo é Logunede.

    A nação é Angola… e pelo o que sei tambem não se faz logun na angola..somente no Ketu.

    A mãe de santo disse que da pra fazer sim, porque ela sabe os fundamentos do ketu.

    O que faço!


  346. Alexandre não se faz uma iniciação desta forma atabalhoada.
    Alexandre o bori é feito somente para dar paz e harmonia a sua cabeça, bori é feito para um Orixá de nome Ori que habita nossas cabeças e sem o consentimento de Ori nada se faz pra Orixá algum. Antes de se inciar vc predisa saber se vc é rodante ou não, se vc tem condições e se vc deseja ser iniciado, isso tudo é levado em conta. O mais preocupante é o seguinte, se a casa é de Angola como vai fazer apra iniciar um Logum? e mais complicado ainda, como vai fazer depois de iniciado para Logum dançar nas rodas, vai tocar Ketu para Logum numa casa de Angola? Eu tb sei dirigir automóvel, mas uma ferrari a 380 kmh é diferente do meu carrinho. Tomege


  347. Ela me disse que eu sou rodante.

    E por isso eu corria esse risco de entrar pra dar o bori e o santo pedir a obrigação.

    Se for pra dar a obrigação eu aceito de coração aberto…porque desejo isso.

    POr isso quiz saber se é normal isso acontecer ou não.

    Ela tambem me disse que lá no terreiro eles tocam pra angola e pra ketu e por isso também que fazem santos de ketu e angola!

    O Bori é dia 19 agora. Eu devo ou nao devo fazer perante sua visão…mesmo correndo esse “risco” de ficar e dar obrigação.

    Obrigado


  348. Alexandre eu não posso te dizer que faça ou que não faça, o que posso fazer é te falar que essa situação de misturar dois segmentos tão distintos não faz parte da tradição do candomblé, e com certeza não dá bom resultado, toda casa tradicional tem uma raíz, não temos duas raízes. Podemos ter laços afetivos com outro segmento, mas não é por isso que vamos misturar as coisas. Posso também falar que ser iniciado é um passo adiante de muitos outros que devem ser trilhados com calma, vc precisa e deve ser abiã durante um período, porque é durante este tempo de abiã que a pessoa avalia a roça, o zelador, os irmãos e própria religião para depois decidir se será ou não um membro do axé. O outro passo é virar efetivamente, não é só no falar ou alguém achar, mesmo que tenha sido visto no jogo, é preciso ter virado mesmo, antes disso é muito difícil determinar que vc é de fato rodante e tem que ser iniciado, nesta fase o próprio Orixá ainda não pediu, então porque adiantar as etapas? Como eu te falei, o bori é para outra finalidade, então, a princípio não há motivo de o Orixá pedir nada, já que esta cerimonia não é para Ele e sim para vc, somente para vc. Acho que vc deveria estudar mais o assunto e testar antes. Tomege


  349. Nossa…que peso você tirou de mim!

    Agradeço muito a sua ajuda e sinceridade na qual me encarou.

    De coração,muitoobrigado mesmo pelos conselhos!

    Te dou noticias.

    Um abraço!


  350. boa noite Nelson, Manuela, eu gostaria muito da ajuda de vcs, tenho 31 anos e a muito tempo passo por problemas espirituais, durante a minha ultima gestaçao a cosa ficou ruim a tal ponto que resolvi buscar ajuda… resolvii momentaneamente os problemas com ebos e banhos… enfim… depois disso fui a 3 jogos de buzios diferentes e os 3 disseram a mesma coisa – que eu tinha missao de sacerdocio no candomble, que meus orixas estavam cobrando feitura – fui catolica minha vida toda e vcs devem imaginar o impacto disso em mim… resolvi procurar um terreiro de umbanda onde acabei tento problemas (fiquei la apenas 1 mes)… nao conheço muito da religiao e agora estou disposta a procurar um lugar serio para poder cumprir com a missao q me foi dada… mas infelizmente nao conheço nenhum por aki (os q jogaram pra mim nao tinham terreiro aki so no Rio) bem, sei q eh dificil pra vc indicar lugares como ja li em post anteriores mas se puderem me ajudar ficarei eternamente grata, eu moro em Rio das Ostras interior do estado do RJ. Grande abç


  351. Beatriz acho que é aí em Rio das Ostras, procure no google por ilê de Ogum, vai aparecer um monte, refine para ile de ogum em rio das ostras e vc vai encontrar, é uma casa séria e tradição que pode te ajudar. Axé. Tomege do Ogum.


  352. bom dia gostaria de saber assim quando da no jogo que sua saude depende de vc desenvolver sua mediunidade
    pra vc ficar bem vc precisa se cuidar isso quer dizer que tem que cuidar do santo?


  353. No caso eu escolhi seguir no candomblé fazendo o bori as coisas melhoram?


  354. Boa tarde,

    Estou marcado para dar um bori na segunda feira agora.

    Gostaria de saber o seguinte.

    Fiquei sabendo que borí se começa no sabado por ser dia de oxala e iemanja.
    E não na segunda por ser dia de exú.

    Tem alguma coisa haver isso?

    Tem problema eu dar esse bori mesmo começando na segunda.

    Obrigado@!


  355. Olá juliana
    Existem vários caminhos para cuidar da mediunidade, depende do segmento religioso que vc quer seguir.O Bori é um ritual para o orixá Ori que habita nossa cabeça,sem agrada-lo nada se faz para orixá,agradar ori não significa que sua vida vai melhorar.
    As cisas podem se acalmar,vc deve sentir uma paz e equilibro para seguir com a vida, mas nao significa que vc vai jogar na mega e ganhar, senão todo pai de santo era milionário…
    me entende?
    axé


  356. Olá Leonardo
    Eu já dei bori dia de quarta feira,de quinta feira,isso varia co a disponibilidade sua e do zelador,mas não pode acontecer na sexta feira,pois é um dia consagrado a a Oxalá e nada se faz,quanto à segunda feira, não sei dizer…mas faça no sábado por via das dúvidas…
    axé


  357. Olá, bom dia!!
    Estou com muita dúvidas a respeito do Candomblé! A mãe de uma colega minha há 5 anos leu minha mão e me disse coisas a meu repeito que quase ninguém sabia e não tinha como ela saber. Ela sempre falou que gostava mto de mim e que era grata por eu ter ajudado a filha dela na época em que estudávamos. Desde então, sempre que tenho uma dúvida eu ligo para ela, mas ela sempre se recusa a por cartas ou algo similar para mim. Eu não sei a religião dela. Mas sempre que eu a procurei foi para pedir orientação, nunca para pedir o mal. Depois da 1ª vez que ela “olhou minha mão”, ela jogou cartas pra mim, isso há 4 anos, mas na ocasião ela estava passado por uma fase ruim e me pediu para eu fazer uma “coisa ruim”. Eu não tive coragem de negar, mas não tbém não fiz. A partir daí parei de ligar pra ela, no entanto há 2 meses eu a procurei por causa de problemas no meu relacionamento. Ela não jogou cartas pra mim, no entanto ela me fala “coisas que sente”, que suas entidades lhe avisam. Por exemplo, ela mefalou que meuex-namorado não gostava de mim, que estava comigo por causa de status. Não sei o porquê, mas passei a não confiar tanto nela. Procurei então uma Srª que pôs cartas pra mim. Que me disse o contrário. Depois disso um amiga tbém pôs cartas e uma srª que eu conheci e a quem ajudei me disse que meu namorado era louco de amores por mim. Foi quando procurei uma casa de Candomblé (nação Ketu), lá a mãe de santo me disse que eu era filha de Iemanjá e Oxóssi. Também me foi dito que meu ex me amava (ele é de Xangô e Oxum). Sempre fui muito devota a N.Srª da Imaculada Conceição, e por erro sempre achei que tivesse alguma relação com Iemanjá. Já na hora a Mãe de Santo, me corrigiu e disse que N.Srª da Imaculada Conceição referia-se a Oxum, na hora senti um pouco de despontamento. Depois um amigo me levou a um outro pai de santo, já mais conceituado na cidade, que me disse que eu era filha de Oxum (Oxum Apará) com Oxóssi e confirmou que meu ex era filho de Xangô. Eu tomei um banho pra abrir meuscaminhos (um banho de Oxum) e senti que mta coisa melhorou. Posteriormente voltei à mãe de santo e pedi para que ela verificasse novamente de quem sou filha e nesse 2º jogo, ela me disse que Iemanjá e Oxum brigavam pela minha cabeça.Que sria necessário fazer um Bori para definir de qual orixá eu era fiha. Mas até agora não fiz (essa última consulta tem uns 03 dias). E não sei qual é a nação do Pai de Santo, pelo que tentei verificar é Bantu,mas nao tenho certeza (Eu fiquei um pouco constragida em perguntá-lo). Ele me traz mais confiança e paz, e pela personalidade e histórico de familiares eu tenho maior confiança nele. Ele não me disse nada em relação a faser Bori. Um outra questão: em todosos lugares que fui (as 03 pessoas que jogaram cartas pra mim e os dois Pais de santo) me disseram que a minha separação era coisa de “feitiçaria” que a ex dele tinha feito, que era amarração dela para ele voltar pra ela e terminar comigo. Os dois pais de santo chegaram a me orientar que eu esperasse meu se definir, para queeu fizesse um ebó para desamarrar. Neste intervalo de tempo, meu ex tem me procurado, falado que me ama, e nós já até tentamos voltar por 2 vezes, mas sempre quando decidimos reatar, algo de ruim acontece e nós brigamos, e eu mesma, quando volto, fico triste pensando se é isso mesmo que quero (mas qdo brigamos, fica claro que eu gosto dele e que quero ficar com ele). Por favor, me ajudem! Eu não sei o que fazer, se devo ou não fazer o Bori. Se devo fazer o ebó para desamarrar (eu não quero mexer no livre arbítrio de ninguém e nem quero o mal deninguém). O que vcs acham??? Desde já fico mto agradecida!


  358. Muito obrigado Nelson… e por causa de pessoas como vc que a religiao ainda existe…
    Grande Abraço
    fica com Deus!!


  359. Maria da luz

    Kolofé a todos!!!

    Sou uma filha de yemanja e dei minha obrigação de 1 ano, a minha mãe de santo abriu um peixe em minha cabeça e deixou a geurra do peixe sobre a minha cabeça até o dia seguinte enrrolada com pano. Pergunto se é certo? Pois me disseram que na obrigação de 1 ano se corta um bicho de duas patas, já perguntei isso antes e fiquei sem resposta. Obrigado a todos.


  360. Boa tarde, Nelson

    Em primeiro lugar gostaria de parabenizá-lo pelo texto “Sou filho de Orixá”. A forma de mostrar a religião desmistificada, apresenta um mundo totalmente desconhecido hoje em dia, no tocante ao candomblé.
    Gostaria de saber se tem algum e-mail que possa me comunicar com vc diretamente, para lhe participar de uma situação em particular, que pelo que li nestes diálogos desta página, não seria conveniente colocar em público. Gostaria de saber sua opinião, uma vez que tem sido bem coerente e sincero em suas colocações.

    Desde já agradeço a paciência com que tem tratado os leigos e enganados.

    Atenciosamente,


  361. Maria da Luz,
    Bori é bori e não existe tipos.
    Sobre a obrigação de ano, leva bicho de pena sim, mas o esse animal é para o orixá e não para o bori. O bori tem sempre os mesmos “ingredientes”, varia apenas de uma nação para outra algum detalhe. Ñão sei como é no ketu, mas na minha nação (nagô Egbá), o que vai diretamente para o ori é o Obi e não derrama nada do peixe na cabeça. Se você é ketu, pode deixar. A Manuela, o Nelson poderão responder melhor que eu.
    Obrigada


  362. em Setembro 30, 2009 at 8:21 pm Fernando D'Osogiyan

    Maria da Luz,

    Isso no Ketu não existe, o peixe é um catalizador de energias tanto positivas (pargo), quanto negativas (bagre). Não vai na cabeça do Iyawo. No ketu/Nagô, salvo raras excessões, o bori de 1 ano só comida seca, não leva bicho de pena.

    Você nos cumprimentou com Kolofé que é (benção) Jeje, então sua nação é Jeje e no Jeje não tem Yemanjá.

    Mesmo sendo de Iyemanjá que é Orixá Ketu, essa liturgia não existe, pelo menos em Borí.

    Axé,

    Fernando D’Osogiyan


  363. Maria da Luz

    Olá Fernando D’ Osoguyan e Dayane!!!

    Desculpe-me se eu estou sendo chata! Agradeço pelas respostas de ambos, mais a minha nação é ketu sim, e na casa todos se cumprimentam com kolofé, tá errado? Sobre a obrigação de 1ano que fiz, o peixe que foi usado foi a tainha, foi aberto em cima da minha cabeça, e colocou-se a gueurra do peixe sobre a mesma, e ficou enrrolada com o pano de cabeça até o dia seguinte junto com o obi. Não foi dado nenhum bicho de pena apenas um bori com comidas secas e o peixe , yemanja assesu passou e deu o ilá, achei muito esquesito mais a mãe de santo explicou que peixe é fartura espiritual devido ele conter a ova que sai milhões de vidas ( peixinhos).


  364. Maria da Luz,
    kolofé é uma expressão de origem jeje sim, mas eu já vi muitas pessoas, inclusive na minha nação, pedirem benção aos seus mais velhos usando o “kolofé” e serem respondidos com um “Olorun kolofé” ou “kolofé olorun”. Isso vem a acontecer pelo intercâmbio cultural entre os antepassados que vieram de regiões diferentes e tiveram que conviver juntos. Não só é falado o kolofé, como muitas outras palavras, como o nome dos atabaques, por exemplo.
    Entendo que peixe significa fartura, mas o Fernando, que é ketu assim como você, lhe falou que o peixe não vai a cabeça do yaô, então…
    Assim como não é comum orixá virar em bori, já que a cerimônia é totalmente dedicada a pessoa que está no até, mas antigamente não tinha esse consenso e essa ideia ainda existe em algumas casas


  365. em Outubro 1, 2009 at 5:59 pm Fernando D'Osogiyan

    Maria da Luz,

    A Dayne foi bem esclarecedora, sua nação deve ser Ketú/Nagô/Vodun por isso o Kolonfé. Os rituais de borí variam de casa para casa, de nação para nação, não vou julgar sua zeladora. Hoje em dia na maioria das casas de Ketu/Nagô, o borí é feito e levantado no mesmo dia, para que não passe a comida, enfim, tudo que for relacionado a essa liturgia e são despachados nas águas do rio ou do mar.

    Boa sorte Maria da Luz e também “de LUZ” Odo Iya!


  366. BOM DIA! ALQUEM PODE ME EXPLICAR A DIFERENÇA ENTRE OXUM APARA, E OXUM OPARA?


  367. Mara,
    não há diferença alguma. É apenas uma troca de vogais: A por O. O que ocorre, já que todo o aprendizado ocorre geralmente oralmente, então uma pessoa fala e a outra escuta de um modo diferente, assim como ocorre com a qualidade Abotô, muitaos falam obotô, botô… Mas se referindo a mesma qualidade, entende?
    Obrigada


  368. fui fazer um ebo, mas no final a mae de snto quiz fazer um bori, não quero ficar presa numa casa em que não sei o que fazem comigo afinal pagui pra fazer um ebo e não queria fazer bori o que faço agora.?? no que o bori pode mew prejudicar se não fizer tudo certo???


  369. Oi!

    Estou em processo de iniciação no candomblé, ou seja, irei dar um bori por agora, mas o pai de santo disse que futuramente terei de raspar a cabeça. Isto é obrigatório? Pois no mundo atual trabalhamos, estudamos e ai fica difícil(esteticamente falando) e em nossa sociedade capitalista, ficarmos tanto tempo com os toços na cabeça.E para arrumar um outro emprego?Sem contar que as pessoas já nos olhará com olhares preconceituosos…
    Obrigada


  370. Hanna o ebó ou bori nãoprende ninguém a casa ou zelador, bori é feito unicamente para te dar harmonia e equilíbrio, sópara este fim, mas deve ser feito sempre com seu consentimento, se vc não quer fazer não faça, até porque se fosse necessario o bori, o jogo teria indicado bori ao invez do ebó. Nâo ha contra indicação em bori, mas como a coisa começou desta forma é melhor se resguardar e procurar saber da necessiade do bori em outro momento ou outro jogo se for o caso. Tomege


  371. Adriana o bori nãoé uma pre iniciação e nem marca a entrada de niguém na religião. Todos podem receber um bori, esta cerimonia é feita para sua cabeça, para te dar harmonia e equilíbrio, nãoé para Orixá, apesar Dele se beneficiar indiretamente com o bori, que é feito para o Orixá Ori que habita nossa cabeça. Bori não vincula o filho ao pai de santo ou a casa de axé, bori é só bori e não é obrigatório que se faça bori para entrar num axé. Sobre raspar, nem todos precisam raspar, pois nem todos precisam ser iniciados, porem ser iniciado é sinonimo de raspar a cabeça sim. Estes questionamentos sobre trabalho estudo e tudo mais, cai por terra quando vc está certa de que esta é sua religião e entende o motivo de se iniciar. A respeito dos outros, o que os outros vão falar, isso é com eles, só o que não podem é te discriminar por vc ser do candomblé ou de qualquer outra religião. Estética se resolve com peruca rsrsrsrs Tomege


  372. Boa tarde Nelson e Manuela ,
    adoroooo o site de vocês , estou sempre passando por aqui e aprendendo muito !!!! Estou com uma dúvida meu tio é pai de santo e estou acompanhando a religião desde pequena , agora estou com 20 anos e no jogo de buzio deu que eu preciso fazer um bori , ele me explicou o que precisa como funciona, mas gostaria de saber se tem algum problema de ele ser meu tio e fazer o meu bori , pois ouvi falar que isso é errado .
    desde de já agradeço
    Abraços


  373. Boa noite nelson!!!!

    gostaria muito que vc me ajudasse a esclarecer algumas dúvidas.olha as vezes qdo bebo não lembro de nada nem sei nem como chego em ksa fequento uma casa de camdomblé eo pai de santo disee que eu tinha que fazer um bori pq só assim as coisas iam melhorar pra mim,muitas vezes digo coisas pra pessoas fumo que depois não lembro minha familia não entende já falaram que sou louca.uma vezes peguei um carro com um amigo e viagei 300km sem saber qdo voltei ao normal veio o despero já não sei o que faço,pq não tenho o dinheiro pra fazer pq é muito caro.

    obrigado e aguardo resposta


  374. em Outubro 25, 2009 at 12:20 am nadjane cristina silva dos santos

    boa noite gostaria de tirar uma duvida ha dois anos atras eu fui suspensa como ekedi pelo caboclo 7 flecha da nação ketu .o caboclo pediu que eu fizesse o bori mas me passou uma lista de coisas onde eu comprei tudo no dia de eu ir fique doente de uma hora para outra entao desistir de ir mas agora so to sonhado o santo me pedindo o bori o que esta acontecendo comigo ? eu quero ser do candomble as coisas que eu deixe quando comprei aindam presta quais as atitudes que devo tomar?


  375. Boa tarde, Nadjane Cristina Silva dos Santos.

    Seu comentário já começou com uma informação equivocada para mim, pois caboclo não suspende ekedy nem ogan. Estes cargos pertencem ao candomblé e estes cargos são dados para aqueles que tem que cuidar de orixá. Caboclos e entidades em geral, pertencem a um outro culto, a um outro segmento, a Umbanda, e que por algum motivo, vêm sendo cultuados por zeladores de Candomblé.
    Casas tradicionais não cultuam entidades, cultuam apenas orixá e as casas de Candomblé que cultuam entidades devem deixar os cultos bem separados, senão chega a mistura e dá nisso que você acabou de falar: um caboclo suspendendo uma ekedy. Isso não existe, minha irmã, me desculpe, mas você ser uma ekedy, você deveria ter sido suspensa pelo orixá.
    A melhor atitude que você deve tomar é procurar uma casa de Candomblé tradicional, pedir para o zelador jogar pra você para ver se você está precisando de um bori e seu orixá de alguma obrigação.
    E mais um detalhe, bori não é pra santo, bori é uma obrigação individual que fazemos para reequilibrar nossas energias, nos refazer espirito e mentalmente e daí, se o ori permitir, o orixá ganha uma obrigação, entendeu?
    Boa sorte pra você, minha irmã.
    Axé


  376. nadjane cristina silva dos santos em Ketu não existe culto a caboclo, além disso não é o caboclo que deve indicar bori, é um jogo de búzios. O mais complicado de tudo é vc ser suspensa pelo caboclo. So Orixá tem esse direito, virou moda em muitas casas que se dizem Ketu essas questões de pombagira e outras entidades suspender ekedji e ogã, mas é equivocado e não faz parte da tradição do candomblé. Procure uma casa que seja realemnte de cadomblé, e não misturada. Tomeje


  377. Bom dia, Nelson.

    Espero que possa me ajudar! Fui borizada a um ano atras e o santo que foi designado a minha cabeça foi Ewa, fiz tudo com muito amor e respeito e sempre cumpro todas as normas da casa, mas desde que fiz o bori sinto uma angustia muito grande, tristeza, falta de vontade de viver e medo de tudo e minha vida simplesmente desandou, toda vez que vou para o camboble sou tomada por uma tristeza e inquietaçao infinita. Logo qdo comecei a sentir estas coisas, meu pai me aconselhou trazer minha quartinha para casa para que eu ficasse mais proxima do meu orixa e ontem minha quartinha caiu e quebrou e senti vontade de colocar tudo no mar e nao tenho vontade colocar outra no lugar. O que esta acontecendo comigo? Se e algo para melhorar minha vida, nao deveria me sentir bem, ja que faço tudo com amor e respeito? Me ajude por favor, estou sem rumo, preciso de uma orientaçao de que caminho seguir. Ah! Nasci em 07.04.71 e meu nome completo e TATIANA AURELINA CARVALHO DA SILVA. Desde ja, agradeço a atençao dispensada. Tenha um excelente dia e muita paz! MOTUMBA! AXE!


  378. Bom dia,

    Quando uma pessoa faz o bori, depois de um tempo e obrigado a fazer a raspagem?


  379. Olá Andréa,
    Ninguém é obrigada a fazer a raspagem. A iniciação, ritual do qual faz parte a raspagem é um passo muito importante que deve ser dado em plena consciência, com o coração e sobretudo com muita firmeza e certeza de que se quer mesmo dar esse passo. Ninguém é obrigado a se iniciar. É uma escolha que será sempre sua e que só deve ser tomada quando você se sentir preparado, não antes.
    Não vá na conversa de perigos e castigos impostos caso você não queira dar esse passo ainda.
    Axé!


  380. olá!

    postei pela primeira vez no tópico relacionado a pg, e obtive a resposta de Nelson. mas o que gostaria d desabafar e se possível encontrar uma orientação é aqui mesmo pois imagino ser mais leiga do que supunha.
    Frequentei as reuniões de uma casa de umbanda a 3 anos atrás, nesse meio tempo a mds abriu um ilê (ainda estão se fortalecendo) de nação Ketu. Há exatos um ano fui convidada a fazer um bori e aceitei de pronto pois já tinha incorporado meu pai obaluaê e estava passando por problemas de ordem pessoal. Acreditei que o bori era na umbanda. Bom, meu ‘bori’ foi feito no ilê, com obi, frutas, roupa de ração e canticos em yorubá. quem mastigou meu obi foram dois filhos de blé. Dormi essa noite no quartinho dentro do ilê. Não fui assidua nos desenvolvimentos, estes realizados no centro de Umbanda. E por vezes acredito nem ser bem quista lá!!! Mas com o passar do tempo, começei a pesquisar sobre a umbanda e o blé, seus fundamentos e rituais e daí veio o espanto: não se faz bori na umbanda, principalmente em yorubá; nas giras já vi encorporarem ossain, ewá, oxumare que não chegam na linha de umbanda; existe no ilê festa pra caboclo e os irmão que já se consagraram do ilê ainda recebem seus exus e as moças; qdo cantam pra oxalá e ele vem em terra (tem um oxalufã feito no ilÊ) minha mãe respondi. estou realmente confusa!!!
    não quero julgar minha mds, se assim a posso chamar, mas por não mais frequentar a casa mas continuar zelando dos meus guias preciso de uma orientação pois acredito q esse bori da forma como foi feita deixa margens pra dúvida e uma possível confusão espiritual-religiosa. Isso confere??? a mds joga búzios, sempre jogou até antes da abertura do ilê. Não renovei meu bori por causa dessas questões. e Gostaria de uma opnião de vcs, de preferencia pra quem é de Ketu, qto essa casa e esse bori e o que devo fazer??? descobri uma outra casa de Ketu pura aqui no meu estado e pretendo ir até lá…não pra saber apenas se sou do blé mas de onde sou. pq se sou da Umbanda sou da Umbanda e pronto..não quero, nem preciso misturar! Mas a casa que frequntava é assim.

    por favor aguardo resposta, pois não quero acreditar que minha vida está td amarrada pq fiz um ritual de forma equivoca.

    axé a todos!


  381. Boa tarde, Ciane.

    Primeiro: o bori não te vincula a casa nenhuma e nem a zelador algum. O que vincula uma pessoa a uma casa de axé é o rirual de iniciação e não foi por isso que você passou, certo?
    Como você mesmo vem constatando, essa casa usa os cultos de forma equivocada sim, pois Umbanda e Candomblé são segmentos muito diferentes, incluindo os rituais. Se essa zeladora foi iniciada (não sei se o termo usado é o mesmo) na Umbanda, ela só pode e deve cultuar Umbanda e se iniciada em Candomblé idem. Ser de Candomblé não quer dizer ser mais na Umbanda nem visse versa. As pessoas têm que respeitar e seguir apenas um culto, pois do contrário a essência dos segmentos se perdem e a casa vira uma mistura onde ninguém consegue identificar como Candomblé ou Umbanda, entende?
    Se fosse pra ela mudar de segmento, passar da Umbanda para o Candomblé, teria ela que começar do zero: tempo de abiã, passar pela iniciação, fazer as obrigações intermediárias, e só com sete anos de iniciação, receber o deká (a permição ao sarcerdócio) se assim seu orixá permitir, daí começar a estudar, estudar, estudar ´para então abrir seu ilê. E pelo o que você relata, ela saiu das reuniões na Umbanda para logo abrir um terreiro de Candomblé.

    Como eu já te disse: o bori não cria nenhum vínculo entre você e ela e a casa, sua vida não está amarrada a nenhum ritual.
    Procure o zelador dessa casa próxima a você, peça pra ele consultar os búzios para você esclarecer suas dúvidas, mas não precisa se sentir atrelada a outra casa. Acalme-se, pois seu orixá mostrará seu caminho.

    Axé!


  382. obrigada Dayane,
    a minha mds já tem sim seus anos de camdonblé. Mas só agora abriu o Ilê. O fato de eu ter feito o bori não me liga a casa ou a mãe é muito interessante, e isso eu não sabia!?
    Há muito procuro quem pudesse me esclarecer qto ao próprio culto. Mas nunca quis me expor, nem a casa que dei o bori.

    Então continuo zelando meus guias e enchendo a minha quartinha sem precisar renovar bori ou frequentar a casa?
    E mais como saber se meus guias são de Umbanda ou de Candomblé?? Só com os búzios?? pq a minha mds se recusou a perguntar isso pro ifá!!
    Caso alguem ‘bole’ num xirê isso significa ser da casa??

    muito obrigada pelos esclarecimentos
    que Pai Oxalá para sempre os abençõe!


  383. É Ciane, você não está ligada a casa.

    Vamos a diferença de Umbanda e Candomblé (as mais claras):
    Candimblé cultua orixás em sua essência mesmo, os filhos de Candimblé viram com o próprio orixá. E não há o culto a entidades, pombagiras, exús-catiços, cabloclos, boiadeiros e todas as outras entidades pertencem al culto da Umbanda. Candomblé tradicional não cultua entidades, embora haja terreiros de Candomblé que as aceite.
    Já na Umbanda, o filho não roda com o orixá, pois neste segmento entende-se que o orixá é uma energia muito forte e pura para se manifestar numa pessoa, entãi vêm os falangeiros que trazem os recados do orixá.
    Eu acho que essas são as diferenças que, atualmente, têm que ficar bem claras para as pessoas.

    O melhor é você procurar ou uma casa de Umbanda tradicional e comece a frequentar as reuniões e trabalhar com as suas entidades, ou você procura uma casa de Candomblé para se cuidar. O melhor é frequentar algo. Sempre precisamos de alguém para orientar-nos.

    A resposta sobre seus guias (entidades ou orixás?) você encontra no começo do meu comentário.

    Sobre bolar durante o xirê de uma casa. Eu já ouvi várias versões do que seria, do que quer dizer (inclusive essa da criatura “ter ser da casa”) , mas o ato de bolar que dizer que você é rodante e que o orixá pedirá sua iniciação. Mas esse ritual é de Candomblé e não de Umbanda e não obriga você a permanecer naquela casa. Imagina, você mal conhece a casa, não sabe como funciona, se anda certo com a liturgia e por que você bolou tera que ficar nela? Não, minha irmã. Não é assim.

    Axé, minha irmã. Axé!


  384. Mais uma vez muito obrigada pela ajuda e esclarecimentos Dayana!
    Farei o que me sugeriu.
    Axé!


  385. Boa tarde,

    Eu estou com algumas duvidas.

    Eu dei um bori a tempo atras e até hoje sócomseguir dar um ossé nele por falta de tempo da minha mae de santo.

    No dia que fui dar o ossé quando eu tava lavando as coisas do bori,quebrou um buzio.

    Eu queria saber se eu posso simplismente colocar um no novo no lugar ou não.

    E no dia de dar o ossé, minha mae de santo nao me ensinou nenhuma das rezas…nem pro meu pai que e logunede e nem para oxalá.

    Queria saber se com isso eu posso ser prejudicado..ouseja…cobrado pelo meu santo, apesar deu nao ter culpa…porque isso é uma obrigação dela ocmo mae de santo.

    E outra coisa…como eu dei apenas umbori..eu tenhu algum compromisso firmado com ela perante o meu santo?

    POsso simplismente não querer ela mais como minha mae de santo~?

    Obrigado!


  386. BOM DIA! GOSTARIA MUITO DE TIRAR MINHAS DUVIDAS, COMO EU JA ESCREVI EU FIZ UM BORI A QUASE UM ANO, MUITAS COISAS MUDARAM REALMENTE NA MINHA VIDA ATE MINHA OXUM VEIO MAIS FORTE MAIS DESIDIDA ,TANDO QUE NA MATANÇA PARA OMULU PENSARAM QUE FOSSE O OMULU PORQUE ME DISSERAM QUE ELA PARECIA OMULU, MAS DEPOIS CONVERSANDO COM MEU PAI ELE ME DISSE QUE ERA A MINHA OXUM E ELA SE MANIFESTOU POIS ESTA NA LINHA DE OMULU.MAS VOCES DIZERAM QUE BORI NAO É INICIAÇAO ENTAO PORQUE MEU PAI DIZ QUE EU SOU BORIZADA E JA DISSE O MEU AXÉ E ME ENSINOU TUDO AS REZAS OS FUNDAMENTOS E TUDO QUE OS VODUNCES APRENDERAM, POIS LA É JEJE MAHIM. APESAR DE TUDO EU NAO ESTOU ME SENTIDO BEM PORQUE LA OS TOQUES SEMPRE E DE UMBANDA, E SEMPRE TERMINA COM EXU QUE FICAM A MADRUGADA TODA, SINTO FALTA DOS PRETOS VELHOS DOS CABLOCOS E DOS ERES, LA PARECE QUE E UMA CASA DE EXUS. MEU PAI ME DISSE QUE ELE COMEÇOU NA UMBANDA E NAO IRA DESPREZALA ,CONCORDO MAS PORQUE SEMPRE TOQUE PARA EXU,E SERA QUE EU SOU MESMO DO CAMDOBLE, JA ME DISSERAM QUE EU ESTOU ME SENTIDO ASSIM PORQUE A MINHA MAE DE CABEÇA QUERIA SE ACALMAR MAS ELA NAO QUER QUE EU RASPE A CABEÇA POR ISSO DEVO ME INICIAR NA UMBAMDA. POR FAVOR ALQUEM TIRE AS MINHAS DUVIDAS. DESDE JA MUUUUITO OBRIGADO.


  387. Mara, bom dia.
    Seu comentário está com tantas informações deslocadas que fica até difícil de compreender, mas vamos lá.
    Mara, não sabemos o por quê de seu zelador está abrindo tanta informação para você. Bori não é iniciação pelo simples fato de ser uma obrigação voltada para o seu orixá. Quem “ganhou” com seu bori foi você mesma, seu ori. E é óbvio que sua Oxum, depois do bori, se manifeste melhor, pois seu ori está mais calmo, tranquilo. E a iniciação mesmo cria o vínculo ainda maior com o seu orixá, essa obrigação sim é voltada para você e seu orixá.
    Sua Oxum pode ter vindo “parecida” com o Omulu na hora que do xirê dele, pois estava dançando pra ele, então daí a semelhança. Não estou contradizendo seu zelador, só estou falando o que presencio acontecer, tá?
    E esse negócio de misturar Umbanda com Candomblé não dá certo, desculpe-me, mas não dá pra concordar com isso. Se seu zelador não quer deixar a Umbanda, o melhor era tirar os rituais de Candomblé e cultuar apenas Umbanda, pois dessa forma, ele perderá a essência dos dois cultos, que são distintos e não se misturam. Como você saberá se é de Umbanda ou candomblé se na casa mistura tudo? Qual nação será denominada a casa? Jeje com Umbanda?
    Isso não dá certo, Mara. Cada macaco no seu galho, pois como você terá uma visão religiosa, se a Umbanda tem uma e o Candomblé outra?
    E ainda tem outra coisa, em Umbanda orixá não se manifesta, entende-se que orixá é umaa energia muito forte para as pessoas, então vêm as falanges trazendo os recados dos orixás e você rodou com Oxum, não foi?

    Desculpe, acho que você ficará confusa, mas as coisas são mais ou menos por aí.

    Axé!


  388. Mara como eu sempre digo, o fato de ter recebido um bori não faz ninguém subir um degrau na hierarquia do candomblé, mas pelo visto o zelador desta casa acha que o bori é um degrau, que as pessoas que fizeram bori estão a um passo de quem fez sua iniciação, o que não é verdade. Essa questão dele te dizer coisas restritas aos iniciados, não é correto, mas é jeito dele e o entendimento dele, mas não faz parte da tradição. Não faz parte do jeje o culto a entidades e fechamento dos toques com exú, se ele tem ainda esta ligação tão forte com umbanda, deveria se orientar e tocar umbanda,a final é um segmento tão bom quanto qualquer outro, mas esta mistura a trapalha as pessoas que como vc precisam de uma orientação mais pura. Confundir oxum com omolu é bastante sério, afinal são dois Orixas compeltamente distintos até em sua maneira de virar e se comportar, sem contar que em Jeje não há a Oxum e Omolu. Talvez seja de fato sua Oxum te pedindo que procure um local que siga a religião mais dentro do que é a religião de fato, e não essa misturada toda. Desculpe pelos termos duros, não estou tentando desmerecer a casa, mas certos assuntos precisam ser ditos com clareza e as vezes clareza pode ser confundido com aspereza,o que não é o caso. Tomeje


  389. Obrigada, Dayane e Nelson, mas deixa eu me expressar melhor, lá é jeje mahin e a minha oxum apara vem na linha do jeje, e somente a oxum, ja quanto toca para umbanda é que vem o caboclo ,preto velho e exu,mas eu estou sentido alguma coisa errada nao sei oque é mas esta me deixando bastante imcomodo,e estou sendo aconselhada para ir a outras casas principalmente de umbanda para definir onde eu fico, pois preciso desenvolver e trabalhar mas eu nao quero so trabalhar com exu, no caso é oque acontece com a minha casa so trabalho com exu e sinto a nessecidade de tambem trabalhar com as outras entidades.E se eu for para outra casa oque falo com meu pai de santo?


  390. Mara não podemos ir além disso que já te dissemos, não mais argumentos possíveis, a decisão tem que ser sua, o que sabemos e o que podemos te dizer sobre tradição religiosa, já fizemos. Mais uma vez vou te dizer que Oxum não pode ser feita em Jeje. Outro assunto importantíssimo é que vc entenda perfeitamente antes de sua possível volta a umbanda, é o seguinte, em umbanda não existe Oxum Apará, essa Oxum é de candomblé ketu. Sobre o que falar? A verdade. Tomeje


  391. Olá Mara
    Olha só,no jeje se cultua voduns, logo Oxum Apará no jeje, não existe, ela pertence a nação ketu. Não existe Oxum Apará na linha do jeje, isso é invenção, desculpe a sinceridade.
    O vodum das aguas doces é Aziri.
    Na umbanda tem-se Oxum, não temos qualidades de orixás na umbanda.
    Se vc gosta de umbanda, busque uma casa de umbanda tradicional, vc não precisa falar nada com esse pai de santo , vc não é iniciada, não tem nenhum vínculo com a casa. Mas se vc quer falar algo para ele, fale a verdade, seja sincera.
    Em todos os segmentos que conheço o orixá/vodum/inkise, vem sempre na frente, primeiro se cuida dele para depois das entidades e pelo que vc descreve isso não ocorre nessa casa.
    No mais desejo sorte a vc na sua caminhada e volte sempre que precisar.
    axé


  392. muitisimo obrigada pelas palavras e atençao de voces .Carol e Nelson,acho que deu para eu desenrolar um pouco das minhas duvidas,e realmente vou sequir a minha intuiçao vou devagarinho buscar a minha casa e as minhas origens .Sei que preciso trabalhar fazer a minha caridade mas infelismente ainda procuro a casa certa, mas sei que estou a um passo de encontra-la,e que os meus orixas me ajudem nessa caminhada, porque tudo que eu fiz ate agora eu fiz com total amor e dedicaçao,kolofé ou melhor tomegé…


  393. Quando uma pessoa oferebi um Obi ao Ori, ela pode frequentar centro espirita e fazer tratamento espiritual?


  394. OI Nelson, oi Carol… Vocês esqueceram de mim!?

    Postei um pouco antes da Mara! rsrsrs entrei doido pra saber a resposta de vocês e fiquei abandonado rsrs..

    Brincadeirinha..beijos!


  395. BOM DIA ,Nelson e Carol peço a voces que respondam ao nosso irmao David ,pois nao quero ninquem com ciumes , ja basta o ciume das minhas amigas voces sabem quem é da oxum tem disso,kkkkkkkk brincadeira David,a gente tem que descontrair um pouco a vida as vezes é tao dura, mas com certeza eles irao lhe responder, eu tambem fico entrando todos os dias para ver o site principalmente quando espero uma resposta, kolofé .


  396. Bom dia, meninos.
    David, seu comentário estava na moderação e só apareceu depois do da Mara, por isso que quando a respondemos não o vimos, certo?

    David, acidentes acontecem, principalmente numa casa de axé que utiliza muitos utensílios frágeis. Nós temos que ter cuidado no manejo sim. Eu só não entendi por que VOCÊ estava lavando as coisas do seu próprio bori(??) Se o bori era pra você ou ossé, por que você estava lavando as coisas? No que eu aprendi, em obrigações para nós ou para nossos orixás não fazemos nada, só esperamos os comandos da Yá.

    David, todo ritual é cantado sempre, isso faz parte da liturgia, por isso que sempre aconselhamos às pessoas sempre estarem com um zelador do lado, e botar um sé para o orixá também é assim, isso pode ter sido uma falha da yá sim, mas você não será prejudicado por isso. O erro não foi seu.
    O bori não te vincula a casa e nem a zeladora, você pode muito bem procurar outros lugares, outro zelador.
    O vínculo entre a zeladora e o filho de santo é estabelecido durante a iniciação, é a partir desse momento que você é considerado um filho de santo da casa. Você não tem compromisso nenhum, por enquanto.

    David, eu fiquei meio em dúvida quanto aos seus relatos, mas vou deixar você voltar e responder para assim eu falar mais alguma coisa.

    Axé!


  397. David, comi as letras rsrsr
    ” (…) e botar um OSSÉ para o orixá também é assim, isso pode ter sido uma falha da yá (…) “


  398. David o meu entendimento é que ibá Ori só é feito para quem é iniciado. Vc foi feito nesta casa? se foi, tudo ok em ter iba Ori.
    Caso vc não seja feito, não há necessidade de ibá Ori e muito menos de dar ossé em nada.
    Explicando. O bori é uma cerimonia feita para acalmar e harmonizar sua cabeça, e que qualquer pessoa pode fazer a qualquer tempo. Mas não há vinculo com a casa ou com a zeladora, e no caso de vc não ser iniciado e ser apenas um cliente, o cliente não tem que ficar preso a um ibá ou a uma casa que ele pode não querer, entende?
    Então o início é saber se vc é feito.
    Tomeje


  399. Motumbá

    Frequento a 1 ano uma casa da nação Moritiba (não tenho muito conhecimento do candomblé), sou de iemanja ogunte, no jogo de buzios foi falado que iemanja não queria a caída do meu cabelo, ou seja, não preciso fazer santo que só precisaria fazer um bori branco, gostaria de saber se existe alguma diferença do bori para o bori branco ? Sou coroada na umbanda será que isso pode ter alguma coisa haver ?


  400. Boa tarde, Kamila.
    Moritiba é uma raiz de Ketu.
    Primeiro nós temos que entender que Candomblé e Umbanda não têm nada a ver um com o outro, se você tem obrigações na Umbanda, nada elas valem no Candomblé. Cada um tem um caminho, kamila, cada orixá tem sua afinidade por determinado culto. O que está me parecendo é que você é de Umbanda e esse zelador está tentando manter você no Candomblé misturando os dois segmentos, querendo botar você no culto e sem que em seus rituais leve sangue (já que na Umbanda não utiliza o sangue de animais). Ou seja, não é um caminho certo e isso pode explicar o tal do bori branco.
    Não tenho conhecimento sobre bori branco, sei que existe o bori normal e o obi (uma obrigação, um ritual, praticamente um pedido de “socorro”, que é feita em casos de necessidade).
    O fato de não ser raspada não anula a possibilidade de uma iniciação no Candomblé, Kamila. Assim como a qualidade de seu orixá só será definida durante essa iniciação, antes é só yemonja mesmo. Se for uma Ogunté ou não, só depois de uma iniciação no Candomblé você terá certeza já que em Umbanda não há qualidades.

    Dê-se um tempo, Kamila. Você está com informações muito misturadas. Pare para observar melhor, leia e pergunte sobre o Candomblé e sobre a Umbanda também. Seu caminho pode está lá. Não faça nada sem ter certeza do seu caminho.

    Axé!


  401. Dayane, obrigada pelo esclarecimento, adorei a forma como vcs explicam as coisas e as deixam claras, coisas que muitos zeladores não fazem dizendo que se tratá de fundamentos que não podem ser revelados.

    Axé


  402. Nívea o Obi é uma semente usada na cerimonia do Obí, não impede que vc continue a ter sau vida religiosa normal, o deve acontecer é que vc se sinta mais tranquila depois do obí. Tomeje


  403. Rsrs oi meninos e meninas…rsrs deixando as brincadeiras rsrs

    É que a minha zeladora disse que pelo menos de 15 em 15 dias eu teria que ir dar o ossé. Lavar no banho de folhas…Limpar parte por parte e depois temperar com as 3 coisas,azeite, mel,e vinho branco.

    Ela me disse que não era pra deixar o ibá bori sujo! Porque ali estava o meu santo nascendo rs! POr isso nao intendi.

    E outra coisa…eu posso colocar outro buzio no lugar!?

    Brigado gente…de verdade mesmo…vocês são sempre a minha luz!


  404. Pois é, David. Então somos dois, como o Nelson disse, ibá ori seria próprio para iniciados.
    E Como já diz o próprio termo, ibá ori é pra se “cultuar” o ori. Há casas que cultuam o ibá, há outras que não, mas de toda forma isso é para o ori e o teu orixá já entra em oooooooutra história, meu irmão. Antigamente, alguns mais velhos costumavam falar que iriam dar um bori pra tal orixá, só que isso já vem sendo debatido e bori não é cerimônia para orixá, e sim para ori e se há um ibá cultuado restrito ao ori e usado nesse ritual, então não há como seu orixá está nascendo alí. O orixá nasce, definitivamente durante processo de iniciação. Ter um ibá de Oxum, por exemplo, não quer dizer que aquele orixá já tenha nascido, pois como já disse, esse processo acontece durante a iniciação. O ibá é apenas uma representação física de uma ligação sua com o seu orixá, mas esse ibá é próprio do orixá e não do ori.

    Sobre o búzio, acho que você não deve se preocupar com isso. Pergunte a sua yá se você pode repor agora ou numa outra oportunidade que ela achar melhor, pois já ouvi zeladores que deixam repor logo e outros que preferem repor quando o ibá for receber alguma obrigação. Isso vai do que cada um achar melhor…

    Axé!


  405. Dayaneeeee

    Muitissimo obrigado pelas palavras viu…como eu já disse…vocês são a luz no meu caminho..sempre me fazem pensar muito sobre tudo. Obrigado pela atenção e dedicação com tudo viu!

    Uma outra coisa…vocês tem algum custo para manter esse site no ar?

    Gostaria de ajudar se possivel para que nunca deixem de ajudar as pessoas. Nãosó eu mais aposto que muitos aqui ajudados.

    Obrigado viu…de coração!

    Axé!


  406. Olá David
    Agradecemos sua preocupação meu irmão,nosso trabalho é voluntário aqui no blog,somos uma família que vem crescendo, A Manuela criou o blog no passado,o Nelson começou a ajudar um tempo depois, e esse ano entramos para ajudar eu e Dayane em maio e nosso irmão o Baba Fernando acaba de entrar para o time tb.
    Ficamos felizes com seu comentário, é um incentivo para continuarmos a jornada.
    axé


  407. Olá Nívea Santos
    Nada impede que vc mude de religião após fazer um obi,não é vinculativo a uma casa de axé.
    axé


  408. David! Bom dia.

    Muito obrigada pelas palavras, meu irmão. Elas realmente servem como um grande incentivo!
    A irmã Carozinha já disse tudo.
    Vamos em frente!

    Axé!


  409. em Novembro 24, 2009 at 8:57 pm Vivik@ de Oyá

    Boa noite, Nelson e Manuela!
    Li suas postagens e gostaria de tirar duas dúvidas:
    1º- É certo fazer bori no mês de novembro?
    Inclui matança de bichos? pq uma amiga veio á salvador(onde moro), fizeram um jogo e logo a seguir a mãe de santo que é de Oxalá, disse que deveria dar um bori. Quando ela me disse que estava recolhida me assustei, me informei com algumas pessoas e todas me disseram a mesma coisa, como vejo que vcs realmente entendem, poderiam me responder?

    2º- Existe alguma possiblidade de uma ekedji não confirmada virar no santo?

    Muito grata pela atenção.


  410. Olá Vivik@ de Oyá,
    Esse seu primeiro ponto é um assunto polémico e explico porquê: é que Novembro está associado com os Finados/Mortos, e por via do sincretismo adoptou-se em muitas casas o principio de que nessa datas não se faria obrigação, bori, ou qualquer outro ritual para a cabeça das pessoas. Há algum sentido nisso pois partindo do principio fundamental de que o Orixá é vida, a prática desse tipo de rituais em datas em que se comemoram os mortos não faz sentido, mas, essas datas não correspondem à liturgia do Candomblé.
    O Candomblé tem também o seu culto aos mortos ilustres, o chamado culto aos Egungun ou Egun e as datas desse culto, envolvendo os diversos Babás são em Janeiro, Fevereiro, Junho e Setembro, em datas e com finalidades específicas.
    Portanto, do ponto de vista da liturgia pura do Candomblé, não se pode dizer que seja errado fazer qualquer ritual em Novembro.
    Aqui, portanto, e até que haja um concenso, cada casa segue a sua tradição de maior ou menor proximidade com o sincretismo.
    Procure matérias sobre o culto de Egungun para entender melhor o que estou falando. Aqui no blog também tem algumas coisas.

    Quanto ao segundo ponto, mais grave seria isso acontecer caso ela já fosse confirmada… Assim mesmo isso levanta a questão quanto à correcção.
    Por um lado podemos questionar se de facto ela vira, ou se se trata de puro animismo. Por outro lado, partindo do principio de que ela foi correctamente apontada como Ekedji, ela não poderia virar, pois não seria rodante. Há portanto nesse caso algo de errado, restando perceber onde!…
    Axé!


  411. Bom Dia manuela!
    Este site é mesmo Mara!
    Obrigada pela resposta, agora fiquei mais aliviada.
    Serei frequentadora assídua, pois sou uma grande apreciadora do candomblé, e aqui lendo as postagens, algumas de muitas de minhas dúvidas foram respondidas, muito obrigada.
    Axé.


  412. bom dia!estava lendo as pergundas e respostas de alguns irmaos e me deparei em uma resposta que orixá naõ se manisfesta no ritual do bori, mas se ele se manifestar oque acontece? a minha curiosidade é porque no meu bori a oxum se manifestou.e como posso saber se o meu caminho é camdomblé ou umbanda?tenho que jogar?


  413. em Novembro 26, 2009 at 1:07 pm Fernando D'Osogiyan

    Mara,

    Quando tomamos Borí é com a finalidade de reequilibrar as energias de seu Orí, em nada tem haver com Orixá. Se a Oxun se manifestou, cabe a sua zeladora (o) lhe dar essa resposta, existem vários motivos para que isso aconteça. Se o seu Orixá Oxun que é do candomblé da nação Ketu, estiver se manifestando, preponderando, seu caminho é o candomblé de nação/ketu. Fazer um jogo de búzios é um bom caminho também.

    Ba sorte,


  414. obrigado,FernandoD’osogiyan eu estou mais ou menos consequindo chegar onde quero,mas minha cabeça as vezes da nó de tandas dúvidas…


  415. em Novembro 26, 2009 at 9:07 pm Vivik@ de Oyá

    Tenho de fazer um bori, talvez em janeiro, pq deveria sofrer uma cirurgia de coluna lombar agora em novembro/2009; mas no jogo de búzios Iansã pediu que antes eu desse esse bori. a zeladora no jogo viu que carrego “duas” Iansãs na minha cabeça, juro que não entendi…, pois muitos zeladores dizem que sou de Iansã com Xangô, outros com Ogum, essas contradições interfere em alguma coisa no bori? ou ela irá confirmar os meus orixás certos? estou perguntando pois tenho medo de fazer certas obrigações erradas em casas de que não conheço, já vi muita coisa e não pretendo entrar numa “fria”, como minha amiga que fez esse agora em novembro e cobraram um fábula, já viu né? rsrsrs
    Não conheço bem a zeladora, apesar de confiar nela, pois me parece uma pessoa muito honesta e sensata, o valor do bori ache até graça! rsrsrsr 150,00 e não cobrou o chão, incrível né?
    Muito obrigada de coração e muita luz prá vcs!
    Axé.


  416. em Novembro 26, 2009 at 11:32 pm Fernando D'Osogiyan

    Vivik@ de Oyá,

    o borí em nada interfere , pelo contrário, harmoniza e da equilíbrio. Se você não é iniciada, não tem que se preocupar, porém, Oxaguian tem que estar sempre por perto, viu! Ele dará ou trará a calma que vocês de Oyá precisam.

    Boa sorte!

    Orí ò apèrè.


  417. Fernando D’Osogiyan
    Olá!
    Muito grata por tirar minha dúvida, pq minha cabeça com isso tudo e mais algumas coisas tipo: uma confusão dana no setor afetivo(me armaram uma que acabei terminando c/ meu namorado, íamos fazer 6 anos agora no dia 04/12, incrível né? como pode ver a cabeça anda “à mil por hora”! rsrsr, daí surge o receio de poder estar me precipitando e dar com os burros n’água! rsrsrs Mas estou mais tranquila pois tenho muita fé e firmeza de pensamento positivo, e os ventos voltarão à soprar meu à meu favor.
    Meu muito obrigada e muito Axé!
    tenha um ótima noite!


  418. em Novembro 27, 2009 at 12:06 am Fernando D'Osogiyan

    Mara,

    candomblé tem princípio, meio e fim, a simplicidade nos leva a ter fé e a entender a liturgia do Orixá. Uma vez recomendei a um consulente, passar 3 quiabos pelo corpo por 3 encruzilhadas, etc, etc, e ele me pediu algo mais forte para abrir seus caminhos… disse então a ele, compre 3 caixas de quiabo e faça o que lhe recomendei anteriormente para os 3 que o resultado será o mesmo.

    Entendeu Mara? sempre que tiver dúvidas, estamos aqui!

    Axé,


  419. BOA NOITE!!!!
    SOU EKEDY E ESTOU AFASTADA A ALGUM TEMPO DO CANDOMBLÉ,MAS SEMPRE MANTENHO O INTERESSE E AS PESQUISAS SOBRE A RELIGIÃO.VI MUITOS COMENTÁRIOS SOBRE BORI EGOSTARIA DE SABER SE EXISTE O BORI DE SANTO ASSENTADO?
    DESDE JÁ AGRADEÇO …….AXÉ PARA VCS


  420. Olá a todos,

    Tenho mais uma dúvida. Quando a pessoa faz o Bori, ela obrigatoriamente tem que entrar na roda ou orixá é que determina? Ou a própria pessoa resolve entrar e fazer parte dos cultos?

    Axé!


  421. em Novembro 27, 2009 at 4:49 pm Fernando D'Osogiyan

    pri2010,

    Entrar na roda ou não, fica a critério do zelador. Nas casas mais tradicionais, o abiã não entra na roda, só depois de iniciado.

    Axé,


  422. Motumbá!

    Desculpem-me pela ousadia em responder…

    No Bori faz-se somente oferenda ao Ori, pretendendo-se harmonizar a “cabeça espiritual” com a “cabeça física”, se é que se pode chamar assim, não se criando vínculo com nenhum orisá. Desta sorte, entendo que qualquer pessoa que se identifique com o culto poderá passar pelo ritual, mesmo sem ser ligada à casa de santo. O que eu pude observar na minha pouca vivência na vida de santo, é que algumas pessoas que passam por boris e não são frequentadoras da casa, acabam desenvolvendo um carinho, um amor pelo Orisá e pela vida religiosa, o que faz com que naturalmente e prazerozamente ingressem na casa e na família de santo. Acredito que tem o coração tocado pelo santo….Axé!


  423. em Novembro 27, 2009 at 5:15 pm Fernando D'Osogiyan

    Irê,

    Mutumbaxé!

    É exatamente isso e desculpar-se de que?

    Todos temos nosso double, cabeça física Aiye e cabeça espírito (orun), o objetivo do Borí é estabelecer o equilíbrio, realinhar as energias por esse canal de comunição entre ambos. O que muita gente não sabe, é que sem o consentimento do Orí não se inicia no Orixá.

    Ogun nos abençoe,

    Axé.

    Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa religião.


  424. OLá, Irê e Fernando,

    Estou muito grata pelo esclarecimento. Eu já havia lido a respeito no blog e tinha uma idéa geral disto. A confusão ocorre devido à mania que muita gente tem de “bancar ” o entendido sem, de fato ser e isto acaba gerando dúvidas nas pessoas.

    Axé,

    Pri


  425. em Novembro 27, 2009 at 9:33 pm Fernando D'Osogiyan

    Pri2010,

    Candomblé é simplicidade aliada a liturgia. Temos que entender o que somos, fazemos e representamos dentro de uma casa de santo.

    O que já ouvi de: “fiz borí de feitura”, sou feito de berço, nasci feito, sou de 3 orixás, etc, etc, etc…

    Axé,

    Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa religião.


  426. Olá a todos. Gostaria de esclarecer outras dúvidas que me surgiram esses dias, se possível é claro. Existem diferentes tipos de Bori, ou só um? Por exemplo, teve uma época em que eu passava muito mal, aí o zelador da casa que eu frequentei por um período, jogou buzios, pela primeira vez para mim, e deu que eu precisava fazer um Bori, mas como ele não sabia meu Orixa até então, pois segundo ele, minha cabeça estava muito confusa e meu orixa não estava aparecendo. Com isso ele me fez um Bori “branco”, que era direcionado para que o conflito em minha cabeça melhorasse. Isso existe mesmo? E durante o Bori eu fiquei meio que desacordado isso é normal? E outra coisa, devido a problemas particulares eu acabei parando de frequentar essa casa depois de fazer esse Bori e uns Ebós, só que quando eu saí ainda tinham uns outros Ebós, e (se não me engano algo como assentar ou apontar exu, o que seria isso?) para serem feitos e que eu acabei deixando de fazer, já que parei de ir. Isso pode de alguma forma acarrentar alguma consequencia para minha vida? Parei de ir também pois tudo isso era cobrado e eu não estava trabalhando e me faltou dinheiro para continuar, aí acabei meio que me desiludindo também, o fato é que ainda passo por dificuldades principalmente financeiras, eu não queria associar a esse fato essas dificuldades, mas tem horas que fico tão desesperado que fico pensando nisso.
    Desde já obrigado!


  427. Ola Snookie,peço desculpa a todos p minha intromissao,mas, apesar de considerar o teu texto um pouco confuso,atrevo-me a opinar o seguinte…

    depois de ter escrito um texto enorme,decidi apaga-lo,pois nao quero entristecer ng,pelo contrario…por isso optei p te escrever o seguinte…

    Orixá é Paz…
    Órixá é Amor…
    Órixá é Alegria…

    descanca que se o Orixá tiver que “cobrar” alguma coisa a alguem,neste caso em concreto de certeza que esse alguem nao seras tu…

    Peço-te para nao perderes a tua Fé no Santo…

    infelizmente cais-te nas maos da pessoa errada ao frequentares aquela “casa”)

    Desejo-te sinceramente que meu Pai Ogum te ajude e te dê os caminhos onde tu possas encontrar a casa de Axe digna desse nome e onde tu te sintas bem,que te ajude a encontrar um bom emprego e para finalizar,que meu Pai Ogum te dê a força para continuares em frente…

    nao desistas, FORÇA…

    Áxé…


  428. Sookie leia os os caomentários dos posts relacionados a bori e vc vai ver que sempre falamos a mesma coisa, não existem diversos boris para diversos fins e principalmente “bori não é para o Orixá e sim para Ori, o Orixá que habita nossa cabeça” Bori é ara acalmar e harmonizar a cabeça e não para descobrir o Orixá da pessoa. Não existe bori branco este pessoa fez uma cerimonia chamada obi, onde é oferecido apenas o obi (uma semente) e água, onde não há sacrifícios e te cobrou por um bori que não existe. No bori tem sacrifício sempre.
    De fato vc não deve misturar as coisas, mas procurar e pedir ajuda é sempre bom e pode te ajudar sim, faça isso procure uma outra casa e peça ajuda, deixe claor sua necessidade e peça ajuda, não é vergonha alguma e é dever de quem lhe atender te ajudar.

    “http://ocandomble.wordpress.com/2009/11/25/1%c2%ba-flash-mob-social-do-blog-2/ Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa
    religião. Tomeje


  429. Obrigado Pedro e obrigado Nelson pelas respostas. Só esclarecendo, é que no bori que me foi feito teve sacrificio sim, foi uma galinha de angola, inclusive fui eu mesmo que fui comprar, na verdade comprei todos igredientes, se não deletei ainda tenho a lista no meu email. É na verdade eu queria mesmo encontrar outra casa inclusive para esclarecer essas dúvidas que estou perguntando aqui, o fato é que na cidade que eu moro existem muito poucos candomblés, esse que eu fui é um dos poucos e só fui por que uma amiga me indicou mesmo. Mas eu acredito que se for para eu um dia fazer parte dessa religião que admiro muito, eu encontrarei um lugar que me sinta bem.


  430. ola, estou na duvida sobre o bori pois uma mae de santo me disse que eu precisava fazer um bori pois estou desempregada a um ano, so que como nao conheco nada sobre isto pois é tudo novo pra mim resolvi pesquisar sobre bori , mas vi que é uma iniciacao pra feitura ai desisti pois nao quero fazer feitura so quero resolver as coisas na minha vida. Alguem poderia me explicar o que é bori e se existe outros bori e se realmente se eu fizer bori eu tenho que fazer a cabeca? obrigada pela atencao


  431. BOM DIA, FERNANDO. vc quis me dizer que se eu continuar ou nao na casa mas continuar com a minha fé nos orixas o resultado será o mesmo? e se eu sair oque faço com o meu ibá ? eu posso pedir para continuar cuidando dele em casa ou é melhor que ele continue lá, porque apesar de ser abiâ, eu entro na roda,participo dos ebós, enfim fazemos tudo que os yaos fazem.


  432. Sookie ainda assim está equivocado, não é só isso num bori, há outros elementos que não podemos falar aqui, mas tem, e não é por isso que poderíamos mudar o nome de uma cerimonia apra bori branco. Meu irmão esqueça o que lhe aocnteceu e toque a bola pra frente, não fique esperandoq ue o Orixá lhe mostre, vá a outras casas e agora, já experiente rsrsrsrs pesquize antes rsrsrs. Ficamos na torcida por vc e que Ogum lhe de um bom caminho, direto apra uma boa roça rsrsrsrs.

    http://ocandomble.wordpress.com/2009/11/25/1%c2%ba-flash-mob-social-do-blog-2/ Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa
    religião. Tomeje


  433. Obrigado novamente Nelson!


  434. em Dezembro 1, 2009 at 8:56 pm Fernando D'Osogiyan

    Mara,

    Desculpe-me,não me referi a você, e sim a Vivick em outra pergunta.

    Axé,


  435. FERNANDO BOM DIA! TUDO BEM QUE A RESPOSTA NÃO FOI P/MIM MAS SERÁ QUE VOCÊ PODERIA MESMO ASSIM ME RESPONDER A PERGUNTA? OBRIGADO.


  436. em Dezembro 2, 2009 at 7:27 pm Fernando D'Osogiyan

    Mara,

    Sair da roça ou não, cabe ao seu julgamento, porém, é seu direito levar seu Ibá, suas coisas, sei que muitos não levam e os zeladores acabam despachando, cabe conversar e se entender com o responsável. Sobre abiã fazer de tudo igual aos Iyawos, existem algumas reservas, apenas, fique certa, que você desprende sua energia numa casa de santo, até mesmo, varrendo o quintal, então a atenção do zelador é fundamental.

    Boa sorte,


  437. em Dezembro 2, 2009 at 10:51 pm Vivik@ de Oyá

    Boa noite!´
    Ói eu aki de novo…
    Gostaria de saber, se uma pessoa feita no santo e que ainda não tem sua roça própria e está saindo da casa de seu zelador(que ainda não entregou seus pertences); pode dar obrigação ou bori em alguém? Pq está querendo acontecer comigo e estou em dúvida se faço ou não.
    Brigadão vcs são SUPER!
    AXÉ!


  438. em Dezembro 2, 2009 at 11:55 pm Fernando D'Osogiyan

    Vivick,

    O melhor é que essa pessoa se organize primeiro, se centralize, se posicione, “devagar com andor que o santo é de barro”. Um Obí, um ebô e muita fé!

    Axé,


  439. em Dezembro 3, 2009 at 12:22 am Vivik@ de Oyá

    Não sei se entendi bem…
    Um Obi ou Ebó, pode, mas Bori ou obrigação, não.
    É isso?
    Grata pela atenção.
    AXÉ!


  440. em Dezembro 3, 2009 at 12:58 am Fernando D'Osogiyan

    Vivik,

    Exato, um obí com um Ebô para sua cabeça.

    AXÉ!


  441. Fernando, mesmo não sendo uma zeladora, essa pessoa pode dar um obí com um ebô pro ori da Vivik@???? Não entendi…

    Axé!

    Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa
    religião.


  442. Bom dia! Dayane e Nelson, tenho uma grande duvida tenho 20 anos de umbanda sempre trabalhei só nunca tive um terreiro difinitivo, o tempo passou procurei o jogo de buzio para saber qual o meu santo decobri que é Odé na umbanda era Ogum tudo bem um é irmão do outro pois Ogum é meus caminhos ai descobrir o misterio pque varias pessoas me acompanha nas minhas reuniões com meus orixas, pquê tenho cargo de zelador. O pai de santo me diz que eu seria Umbanda omblé, pois bem começou aparecer nas minhas reuniões pessoas com plobema de santo do cadomble precisando fazer bori, ai me falaram que tinha que fazer um bori, para depois poder borizar as pessoas que tivesse esse plobema poisw bem fiz o bori e apreendi o fundamento de como fazer um bori, tenho varias pessoas precisando fazer o borí mas não tenho confiança em fazer pois minha dificuldade é em saber qual a qualidade de ebó de cada pessoa e não tenho intuição do orixa para saber a qualidade do ebó.Então fica complicado para mim. Porisso peço a vces uma explicação e pquê não consigo ter intuição do orixa. As pessoas estão precisando de mim e não posso ajudar e elas não entende, tenho uma opinião cabeça da pessoas não é pinico. Quero fazer a coiza certa ou então tenho que parar com essa missão. Desde já agradeço e espero que vcês me esclareça.


  443. em Dezembro 7, 2009 at 3:26 am Vivik@ de Oyá

    Fernando,

    Gostaria de saber da resposta da Dayane, é possível?
    Grata pela atenção.
    Axé!


  444. em Dezembro 7, 2009 at 3:29 am Vivik@ de Oyá

    Fernando,

    É possível eu saber a resposta da pergunta
    que Dayane fez?
    Grata pela atenção.
    Axé!


  445. Vivik e Daya qualquer Egbomi pode dar um Obi e uma comida (Ebo), não precisa ser zelador/a para isso, só quem não pode são os Yaôs por conta de hierarquia. Tomeje


  446. Feliciano seu assunto é bem delicado, por que seja umbanda ou candomblé a base de nossas crenças é sempre a família ou comunidade terreiro, o aprendizado é feito sempre com seu mais velhos e com seus mais novos, enfim com o convívio na roça/casa, sou muito arredio a este sistema independente de fazer religião, isso gera distorções de fundamento e de aprendizado, não estou dizenmdo que não dê resultado ou que seja ruim, mas é errado do ponto de vista religioso, ninguém se faz sozinho é sempre preciso um mais velho. Sobre o tal do umbandomblé isso é invençaõ e denigre a religião afinal são dois segmentos distintos a umbanda e o candomblé e que não se misturam, são fundamentos e culturas distintas. Feliciano o correto é que frequente uma roça de candomblé ou uma casa de umbanda como noviço, faça suas obrigações ou iniciação e siga os passos que deve seguir, seja umbanda ou candomblé isso é fundamental, é neste período que vc vai aprender quais e como são os ebós para isso ou para aquilo, como se faz bori, etudo que vc precisa saber para cuidar de alguém. Outra informação falsa que lhe deram é de que vc fazendo um bori, poderá dar bori nas outras pessoas, isso é errado e fora de contexto, o tempo que vc tem de religião não te dá nenhum privilégio, afinal vc não passou pela camarinha de umbanda e neste caso, na umbanda não há bori e nem foi iniciado no candomblé e tb não completou o ciclo de obrigações com a obrigaçãod e sete anos, que lhe dá o direito de fazer bori em outras pessoas. Feliciano mais uma vez me desculpe, não ponho em dúvida suas intenções, mas o método está errado o caminho está errado do ponto de vista religioso, Se vc quer ajudar primeiro seja filho depois será pai, primeiro viva a religião corretamente do ponto de vista do aprendizado e conhecimento que só lhe transmitido numa roça ou casa. Creio que o que a religião lhe diz neste momento é isso, decida-se um caminho ou outro, ambos são corretos, mas decida-se e começe do princípio.

    http://ocandomble.wordpress.com/2009/11/25/1%c2%ba-flash-mob-social-do-blog-2/ Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa
    religião. Tomeje


  447. em Dezembro 7, 2009 at 5:13 pm Vivik@ de Oyá

    Ah sim,agora compreendi…
    Brigadão!
    Muito axé!


  448. Vai chover! O Velhinho me respondeu no blog!! rsrsrsrsrr

    Vivik@, muito obrigada por apelar rsrsrsrs


  449. Boa tarde,
    Gostaria que, caso vcs possam tirem umas duvidas minha.
    Meu Orixá, sou de oxum ygmun,esta pedindo feitura, porém a cas que frequanto por ser “nova”, temos algumas dificuldades e como a Mãe de Santo é mesma do meu marido e a outra mãe de santo meu orixá “não quer”…Por enquanto vou fazer um bori, até conseguir resolver melhor esta situação toda. Minha duvida é o seguinte, o bori é uma iniciação, certo?Quanto tempo deposi do bori seria bom que se fizesse o santo, conheço pessoas que fazem um bori e anos depois é que fazem o orixá?Muita duvidas eu trio la mais nem sempre da para conversar sovre tudo!!
    O que é o bori feitura, ele conta como tempo de feitura, eu ainda não consegui entender isso direito!!!!!!!


  450. em Dezembro 9, 2009 at 7:37 pm Fernando D'Osogiyan

    Carolina,

    Zeladores de Orixá não pode por a mão na cabeça de marido ou mulher, ou um ou outro, normalmente a iya kekere ou uma Egbomi de posto na casa coloca a mão no outro, certo.

    Orixá não traz qualidade antes da feitura, não se arrisque a dizer que é de Oxun Ijímu, espere.

    Borí é feito para o seu Orí (sua cabeça) em nada tem haver com Orixá.

    Bori se toma todo ano (na minha casa e axé é assim) renovar, revigorar as energias e o equilíbrio espiritual e físico.

    O Borí prescede a iniciação, sem borí não há iniciação, pois é o Orí que define e consente a iniciação.

    Borí de feitura não existe, uma coisa é dar comida a cabeça, outra coisa é dar comida ao Orixá.

    Portanto, procure bastante esclarecimento quanto a liturgia dos Orixás e a estrutura de um Axé.

    Boa sorte,

    Fernando D’Osogiyan


  451. em Dezembro 9, 2009 at 8:48 pm Vivik@ de Oyá

    Boa Tarde!
    Recebi de um orixá(acho que era um caboclo da Oxum: JAGUARACY DA MATA, aqui na Bahia é tudo diferente, vcs sabem né?) uma espiga de milho para por atrás da porta de entrada de minha casa, gostaria de saber se é possível me explicarem o que significa, muito obrigada desde já.
    Axé!


  452. Fernando D’Osogiyan.
    Longe de mim duvidar do que o senhor esta dizendo, amis ai eu fiquei com uma outra duvida, pois o senhor escreve que :”Orixá não traz qualidade antes da feitura, não se arrisque a dizer que é de Oxun Ijímu, espere.” Me deixou em duvida porque pelo que ude observar até agora, mesmo sendo bemcolocquial todas são por exemplo OYA, mais cada qualidade vai ter um deiferença, uma peculiaridade na sua feitura, além das vestimentas, certo?Digo isso pq nos é dada uma lista com tudo que se tem que comprar, mais pelo que eu entendi direcionado para aquela determinada qualidade de Orixá, se é só na hora da feitura em si que ele diz a sua qualidade como fica?Eu pensei tb que no própio jogo de búzios após se decidir entrar para o candomblé e seguir seus preceitos a mãe ou pai de Santo via no jogo e dizia a qualidade do oirxá.Eu havia entendido que o orixa dizia na feitura era a sua DJINA.
    Obrigada pelo seu exclarecimento, e novamente não duivido de suas plavras e vou pesquisar mais e me inteirar melhor, mais é pq fiquei com duivda mesmo.


  453. Vivik leia por favor a realçãod e orixás na barra lateral, aqueles são Orixás o restante é entidade ou guia, não é preconceito não, é só para vc aprender as diferenças. A espiga de milho é um simbolo de fartura, de boas “colheitas”, isso foi um gestod e carinho para com vc.

    “http://ocandomble.wordpress.com/2009/11/25/1%c2%ba-flash-mob-social-do-blog-2/ Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa
    religião. Tomeje


  454. em Dezembro 10, 2009 at 12:03 am Fernando D'Osogiyan

    Carolina,

    Quando a pessoa está no caminho para se iniciar, comprando suas coisas, passando lista, frequentando como abian a casa, fazendo jogo com seu zelador para ver seus caminhos de iniciação, é possível que Oxun se apresente dizendo quem é, mas, não confio, tudo pode acontecer, até ser outro Orixá. Trabalhamos com frase: “tudo está nos levando a crer”. Recentemente fui testemunha de um iyawo que entrou para iniciar-se para Oxun e na hora foi Oyá que se apresentou. Sabíamos que isso poderia acontecer tal a ligação e interação entre esses dois Orixás e estávamos preparados.

    Este Orixá Oxun Ijímu só se apresenta para feitura, não tem especulação com essa velha Iyabá, e, todo cuidado é pouco, Oxun é um eterno mistério.

    Com relação as vestimentas, Iyawo novo sai com o que tem na casa, no morim, no chitão, na simplicidade. No decorrer das obrigações de 1 e 3 anos vai apurando, arrumando denro da liturgia do Orixá.

    Sei que hoje em dia os iyawos compram roupas lindas, prontas, muitas até com detalhes que só Orixás de Ebomis antigas podem usar. ( culpa dos zeladores modernos)

    Ninguém e nem o melhor oluwo do mundo pode afirmar o Orixá muito antes de se iniciar, ou só por que entrou para casa. Abian não tem certeza de seu Orixá , não sabe qualidade, não se iniciou, portanto, o zelador também está estudando, observando, consultando, tudo isso Carolina, PARA NÃO ERRAR, isso é respeito pela cabeça das pessoas, isso é liturgia, isso é amar o Orixá sem ver a quem, e isso é ser interado na religião dos Orixás.

    A dijina no Angola e o Orukó no ketu e dado pelo zelador e em raríssimos casos, pelo Orixá.

    axé,


  455. Fernando,

    o orixá da pessoa tem a ver com o sexo? tipo assim eu por ser mulher tenho só orixás femininos ou tb posso ter masculinos?

    obrigado

    axé


  456. em Dezembro 10, 2009 at 12:00 pm Fernando D'Osogiyan

    Bebel,

    Existem Orixás dentro do Ketu/Nagô tradicional como Obá, Ewá e Nanã que não aceitam, devido a sua liturgia, serem iniciados em homens.

    Ogun, Oxóssi, Ossãe, Omolú, Iroko, Xangô, Oyá, Oxun, Logun, Airá, Yemanjá, Oxalá, aceitam ambos os sexos.

    OK?

    Axé,

    Fernando D’Osogiyan


  457. ok…

    em um jogo de búzios me disseram que teria Yemonjá com Oxóssi. Em outro jogo me disseram que Ogunjá estava me respondendo. o significa isso entao?

    axé


  458. ah… esqueci de dizer tb que neste mesmo jogo yemonjá ogunté estava me respondendo tb… só achei estranho os orixás serem citados logo com as qualidades…


  459. Fernando D’Osogiyan,
    Obrigada pelas explicações, foram elucidadoras tomarei masi cuidado.
    As vezes de fato a mãe de santo que jogou para mim disse a frase que vc citou:“tudo está nos levando a crer”… Mais as vezes não prestamos a devida a tenção no significado da palavra que nos é dita e acabamos errando….Coisas de “criança” apressada!!!!kkk


  460. Boa Noite!

    O que vcs acham que significa qdo após um Bori a pessoa passa a ter alergias que nunca havia tido antes, com vermelhidão na pele e coceiras?

    Obrigada


  461. olá,
    gosto muito do site e das dúvidas q são esclarecidas.
    gostaria saber se é possivel/permitido dar um Bori fora de um barracão (dentro da propria casa)e ter o orixá (ibaori) assentado no mesmo local (comodo).
    isso td num local restrito, limpo e em condiçoes exigidas dentro de um barracao, segindo as orientaçoes de um zelador. Não freqento nenhum barracao, mas meu orixá pede feitura, entao me foi aconselhado o Bori de feitura q poderia ser feito dentro de um qarto na minha casa.
    um Bori de feitura “implica” na raspagem ou me dá tempo para faze-lo?
    obrigada!


  462. Mutumba Sr. Nelson
    Esclarecimento e duvida.

    Sr. Nelson muitos anos eu emcoporo os orixas, mas acredito que ele até hoje não preparou meu corpo, pois quando emcorporo qualque um dele eles não toma a minha mente e nem domina meu corpo com eles em emcorporado eu tenho livre dominio do corpo até hoje nenhum zelador por onde eu passei consegue me explicar o problema. Resolvi entra para o cadomblé fiz um burí mas nada resolveu, não sei como meu orixas dão provação para pessoa que procuram sua consulta sou grato aos meu orixas porque todos trabalho que eles fazem para o povo tem tido exito através da minha fé e do povo, também eu tinha visão espiritual perdi aos 19 anos só não sei explicar como se foi cortado pela minha zeladora ou não. Hoje nem intuição eu consigo ter dos orixas e nenhum tipo de sonhos só deito e durmo. Por favor me esclareça esse problema se tem solução ou não pque é terrivél se sentir assim, estou quase abandonando a religião por esse motivo.conto com sua ajuda.
    Obrigado


  463. Silvia o bori é feito apra o Orixá Ori, aquele que habita nossas cabeças, e é por intermédio dele que tudo relacionado a Orixá acontece na nossa vida, se Ori estiver calmo e harmonizado tudo corre muito bem, ficamos tb calmos e geralmente teremos mais facilidade de por ex. enchergar oportunidades de trabalho e outras em nossa vida. Mas por outro lado o bori, por harmonizar este Orixá (Ori) acaba por deixar-nos mais “disponíveis” a presença do nosso Orixá, atrai, vamos dizer assim, o nosso Orixá e isso é sempre bom, mas com isso o nosso Orixá pode tb nos dar informação de que algum alimento lhe é proibido por ser quizila do seu Orixá, entendeu? O bori pode ter potencializado a presença do seu Orixá em sua vida. Mas tb pode ser só uma questão dermatológica (tecnicamente chamada pereba rsrsrsrs) que só apareceu agora, tem gente que só tem alergia a chocolate depois de anos comendo chocolate, veja as duas possibilidades.

    http://ocandomble.wordpress.com/2009/11/25/1%c2%ba-flash-mob-social-do-blog-2/ Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa
    religião. Tomeje


  464. Paula vamos começar pelo “bori de feitura” isso não existe ou se inicia ou se dá bori, a iniciação requer diversos aspectos e fundamentos que só podem ser feitos numa roça, esse tal bori de feitura é uma das diversas invenções que ganahram força de verdade simplesmente por que quem os recomenda geralmente não sabem o necessário para iniciar alguém, não conhecem o suficiente a religião, só conhecem o bori e vão por este caminho, não se iluda com isso.
    Fazer um bori fora do barracão é possivel sim, em casos extremos, fora disso o correto é no barracão, há liturgias e preceitos que só podem ser feitos diante dos Orixás do barracão, apesar de vc citar que o ambiente é respeitável falta a sacralização do espaço, o axé, a vivencia entende? Ibá Ori. Este assunto é controverso, o bori é feito para vc, para sua cabeça específicamente apra o Orixá Ori, aquele que habita sua cabeça, e por isso o iba só feito na iniciação da pessoa, caso contrário faz-se o bori e ponto final, sem ibá, a final Ori já está na sua cabeça, certo?

    Paula procure mais informação numa casa tradicional com alguém que realemnte seja de candomblé, verifique se a casa é de fato de candomble e se segue de fato a tradição do candomblé.

    “http://ocandomble.wordpress.com/2009/11/25/1%c2%ba-flash-mob-social-do-blog-2/ Flash Mob – Participe da 1a mobilização do nosso blog, colabore com uma das instituições e contribua para dar evidencia social à nossa
    religião. Tomeje


  465. em Dezembro 14, 2009 at 2:08 pm Fernando D'Osogiyan

    Bebel,

    Num jogo de búzios 5 caminhos (Odús) se apresentam inicialmente, cabe o olhador saber interpretá-los. Qualidade não se vê confirma no búzio, somente no Obí ao pé do Orixá.

    Não se dá qualidade a um consulente, isso é um erro grave, até por que, a qualidade se prende a quem vai se iniciar para poder dar ao Orixá a mais próxima liturgia em seus fundamentos e segredos.

    Axé,


  466. Fernando D’Osogiyan,
    Boa noite,deposi que vc me reposdeu a cerca da qualidade dos orixas , eue stav pensando em casa uma coisa e quanto aos ogãs e ekedis, que diz se esta certo ou errado é o orixa do pai de Sannto ou Mãe de Santo?
    Outra pergunta, quem esta qualificado para fazer um Bori em por exemplo num abiã? Ogãs e ekedis podem “fazer ou dar”?E num iniciado ?
    Pessoas que fizeram Bori podem fazer Boris em outras pessoas que sejam abiã?Curiosidades sempre se escuta tantas coisas.
    Ja ouvi dizer que tem ogã pai de santo mais não sei se pode!!


  467. Carolina, boa noite.
    Ogan e ekedys não podem dar bori em ninguém, assim como não podem ser considerados babalorixás ou yalorixás, esses cargos são para rodantes e iniciados.
    Os únicos aptos dar bori são os egbomis e zeladores, nada de abiã e de yaô, senão não estaremos respeitando a hierarquia (tô colocando o que acabei de aprender rsrsr).

    Axé!


  468. Paulo, boa noite. Eu não vejo motivo para tanto, meu irmão.
    Bori não é pra seu orixá. O bori é para o orixá individual que habita todos nós: o Ori. É no Ori que está concentrada nossa energia, nosso equilíbrio e ao fazer um bori estamos tratando desses pontos. E como um bori reequlilibra nossas energias, consequentemente ajuda também nessa relação entre nós e nossos orixás. É um ciclo: um dependendo do bom “funcionamento” do outro, entende?
    Eu, particularmente, falo de Dayane, como aconteceu comigo, acho que a questão de incorporação está totalmente ligada à iniciação. Depois da iniciação tudo flui diferente, principalmente a energia na qual sentimos o orixá.

    Tudo é uma sequência, meu irmão. Há aqueles que nascem com uma intuição muito aguçada, e se você “perdeu” essa visão, com certeza seu orixá sabe o motivo. Talvez por que essa visão será realmente necessária no decorrer de sua vida religiosa e através da obediência à sequência de obrigações necessárias dentro da liturgia, como o tempo de abiã, o de yaô, o das obrigações necessárias, o tempo de egbomi (tempo este que pode durar por toda vida) e o tempo de zelador (o mais difício, na minha opinião, pois exige mente aberta, humildade, muita espiritualidade e tempo. Levando em consideração que todo zelador foi um yaô, mas nem todo yaô será um zelador).
    Você tem que começar a observar a religião como a escada enorme e cheia de degraus que ela é, meu irmão.

    Axé!


  469. obrigada, nelson!
    achar uma casa no rio está complicado.
    não sei o há, mas zeladores ou zeladoras estão despreparados ou levaram a religião pra outros caminhos de interesse pessoal.
    amo candomblé, me identifico, qero muito estar num barracao, segir td direito com respeito e disciplina. infelizmente caí somente em locais controversos e de interesse diferente ao meu.
    me preocupa o tempo q estou perdendo em detrimento com as funções q tenho de segir a mim dadas. (tds foram unanimes em dizer q tenho cargo e deveria abrir um local), mas do jeitoq as coisas andam, nao sei nao!
    o medo e a preocupação é da cobrança chegar num momento q eu nao esteja preparada, pois percorri caminhos errados e desisti.
    a minha fé (e somente ela) é q mantem acesa a esperança de encontrar um lugar decente, para cuidar das minhas coisas com a devida responsabilidade.
    obrigado mais uma vez.
    axe!


  470. BOM DIA! agora eu espero ter encontrado meu caminho,estou passando pela fase do desenvolvimento ou melhor começando enfim pelo verdadeiro começo,e espero ter encontrado meu caminho, Obrigado por toda a ajuda de vocês.e axé…


  471. em Dezembro 17, 2009 at 1:21 pm Fernando D'Osogiyan

    paula,

    Aqui no Rio de Janeiro podemos lhe indicar várias casas de ketu/Nagô, até para você ir assistir um candomblé, aqui e ali. Não se disiluda com a religião, tem muita gente boa e de bom coração.

    Ah! Quem sabe na futura casa do Pai Nelson? Rsrsr…

    Uma ótima dica!

    Axé,

    Fernando

    Axé,


  472. vou entrar para um bori agora em janeiro e gostaria de saber qntos dias de preceitos terei q ficar?
    e mais ou menos qnto custou o seu bori?


  473. Olá boa tarde, moro na Sulacap, gostaria de indicação de uma casa tradicional de candomblé aqui nas imediações, tendo em vista que estou tendo problemas com desenvolvimento. Grata


  474. Tô só anotando viu meu irmão!!!!! rsrsrsrsrsrs


  475. boa noite,
    quero perguntar (mesmo que seja besteira, se for me desculpem) sobre o bori de sangue.
    A um ano eu me separei do meu marido por diversos desentendimentos pessoais, ele era contra a separação e era de candomble. Nunca me importei com isso, não que eu não acreditasse, mas eu nunca tive uma religião.
    Semanas depois da separação, minha vida pessoal virou um inferno, eu sentia saudades e ao mesmo tempo ódio dele e não consiguia parar de pensar nele. procurei auxilio com um médium de um centro espírita que incorporado disse que eu era iniciada no candomble. Eu disse que não era mas não me importei. o médium pediu para que eu voltasse lá para um passe e me aconselhou a orar bastante. falei tudo para uma amiga e ele me levou em outro centro de religião espírita que ela dizia conhecer bem. Lá eu fiz uma consulta com uma preta velha (assim a chamavam) e ela me disse que meu ex-marido tinha colocado sangue na minha cabeça antes da separação. perguntei o porque e o que era isso e ela não me disse mais nada. O tempo passou e tudo voltou ao normal aos poucos
    Alguém pode me explicar sobre o que seria isso e o que pode influenciar na minha vida? é um bori de sangue?

    sara


  476. Advogada por coincidencia eu moro perto de vc, mas conheço poucas casas por aqui, e que eu posso te indicar com certeza fica em Campo Grande, serve? Tomeje


  477. em Dezembro 22, 2009 at 1:49 am Nascimento,d´ogum

    Boa noite a todos, mais uma pergunta para variar, rsss.

    Sei que jà foi dado enfase no esclarecimento sobre religiao x Dinheiro.

    quero dizer, nao devemos , frequentar nemhuma religiao atras de uma troca material certo?

    Devemos sim ter fé no orixa correr embusca de um ideal que é o que todos, na bem da verdade querem é muita Saúde, amor e dinheiro no banco e no bolso rsss.

    Mais pergunto…. um zelador deve ser necessariamente bem de vida ?

    O que voceis acham de um zelador de santo, trabalhando com material reciclavel na rua ?

    Seria uma descriminaçao julgalo?

    Sei que o assunto é melindroso mais conheci uma pessoa assim; é como conhecer aquelas pessoas ricas que vce nem faz ideia …. joga um ifa perfeitamente correspodendo com a vida da pessoa.

    mais o certo nao seria ele ter uma casa de santo ?

    ele quer tanto um barracao, uma roça…

    Sera que é algo
    que se chama provaçoes.

    no cadomble existe estes termos?


  478. em Dezembro 22, 2009 at 2:02 am Nascimento,d´ogum

    desculpe falei e ainda faltou, é aconcelhavel se cuidar com um zelador assim digo sem uma casa de santo, fazer bori e ebos….

    abraços e axé.


  479. Nacimento há um entedimento de que algumas pessoas tem o caminho de cuidar de pessoas, um ebó, um bori e nada além disso. Outras tem que cuidar de Orixá, ter casa aberta e cuidar de filhos de santo. Por isso aprendi e concordo que nem todo sete anos é deka, a maioria que tem sete anos deveria ficar em suas roças e cuidar dos mais novos ou mesmo ter seus filhos na roça, ms não deveriam abrir casas, porque o caminho dela não é cuidar de Orixá. Tem que ver qual o caminho desta pessoa,por que mais vale um bom ebozeiro do que um mau zelador. Tomeje


  480. em Dezembro 25, 2009 at 2:49 pm Nascimento,d´ogum

    Nelson muito obrigado e fico feliz de voce me responder com toda sinceridade, alias entao vamos ver se ficou claro,

    um zelador de santo, nao tem tempo para um trabalho fora da casa de santo por que vai ter mutas e muitas tarefas,

    e é ai que a maioria das pessoas julgao (errado por sinal) os zeladores de santo, achando que ganham dinheiro facil e que nao fazem nada a nao ser jogar buzios e na verdade é concerteza muito mais que isso…

    é muito sério mesmo.

    Sua bençao, e axé.

    obs. viu como estou melhorando? entrei naquele saite do sociologo é muito bomm. Reginaldo Prandi.


  481. em Dezembro 27, 2009 at 9:13 am SANDRA AP. B. GOMES DA ROSA

    MANUELA QUERIDA!

    GOSTARIA DE SABER A DIFERENÇA ENTRE
    BORI E CAMARINHA.


  482. em Dezembro 27, 2009 at 5:08 pm Nascimento,d´ogum

    Tomege, pode me explicar sobre iba de bori ?, e existe bori de varias formas ?
    Quero dizer bori de doença, bori para amor, bori para abrir caminhos…….

    como se cuida de um iba de bori?

    aprendi que bori é axé para o ori., certo.

    obrigago e axé.


  483. Nascimento, o bori tem como função primordial apaziguar, reestruturar e reequilibrar as energias do nosso ori. É o ato de “alimentar o Ori”, ele o senhor dos nossos caminhos.
    Como necessitamos do nosso ori equilibrado e fortinho para seguirmos bem as nossas vidas o bori está aí pra isso, para manter-nos focados. Ou seja, o bori é sempre pra esse fim e cá pra nós, um bori bem aceito ajuda a eliminar doenças espirituais, ajuda a escolhermos os melhores caminhos e como estamos bem, nos ajuda também no amor rsrs Mas isso tudo é sempre consequência de nós mesmos, pois toda oferenda ajuda, mas não faz milagre, temos a nossa parte de ação também.

    Sobre o ibá ori, é um vasilhame onde são postas todas as oferendas à ori no momento da bori, junto com o obi e outras coisitas mais. Alguns axés cultuam esse ibá, o deixam montados, já a outros que só o utilizam durante a cerimônia. Isso vai de cada concepção.

    Axé!


  484. em Dezembro 27, 2009 at 10:02 pm Nascimento,d´ogum

    Dayane, muito obrigado é por isso que o Fernando Fala em bori uma vez por ano ate que o santo decida se o (neofito) é merecedor da feitura? ……viu sei falar dificil rsss…

    que oxala nos abeçoe no fim deste ano e no começo do outro.

    só mais uma para variar mais uma pergunta que lembrei fresquinha saida do forno.

    os 12 ministros de xango? bjs. obs. desculpe posso até estar pulando algum documento do blog, pois ainda nao deu para ler inteiro.

    axé


  485. em Dezembro 28, 2009 at 7:49 am SANDRA AP. B. GOMES DA ROSA

    OLÁ QUERIDA E JÁ AMADA DAYANE!!!
    MUITO OBRIGADA EM ME ILUCIDAR SOBRE O QUESTIONAMENTO (BORI).

    QUE NOSSO PAI OXALÁ SEMPRE ESTEJA TE
    ABENÇOANDO E ILUMINANDO CADA VEZ
    MAIS PRA QUE POSSA NOS PASSAR SUA
    LINDA SABEDORIA.

    PAZ E LUZ QUERIDA EM TODA SUA CAMINHADA.


  486. bom.dia parabens pela palavras eas esplicaçoes q voçerdar sobre bori abençar gostaria de mim aprofundar mais sobre isso como facor valnei alaber salvador bahia 28/12/2009 e um prospero ano novo q/o pai oxalar nos tragar paz e axer pra todos


  487. Nascimento, acho que você se equivocou um pouco acerca do que o Fernando fala sobre o bori uma vez ao ano.
    Isso não é relacionado a feituria. Deveríamos sim tomar um bori todo ano, até pra recarregar as energias e dá uma folguinha ao nosso tão solicitado ori. Nós e principalmente pessoas que lidam com outros oris e orixás, como é o caso dos zeladores que fazem dezenas de boris em outras pessoas durante o ano (estes sim é que deveriam mesmo!).
    O Candomblé é lindo, pois a energia nunca acaba, ela é sempre transformada e “refortificada”, isso é ao fazermos um ebó (estamos transportando aquela energia negativa que está em nós, para os elementos usados no ebó, que por sequência será levada à terra e nada melhor do que a terra para neutralizar e transformar, não é isso?) e também ao fazermos um bori. Isso, independentemente de sermos iniciados ou não. Assim como existem aquelas que já tem anos de abiã e muitos boris, também há aquelas que fizeram unzinho e depois foram iniciadas. A iniciação não é uma conquista, é o momento determinado pelo orixá para o nosso novo nascimento e acho que isso pode acontecer com dez ou cem anos de idade, entende?

    Axé!


  488. Olá Sandra!

    Muito obrigada pelo seu carinho, minha irmã! É muito bom poder sentir isso do lado de cá da telinha!

    Muito axé na sua vida!


  489. Valnei, seja bem vindo ao blog. Muito obrigada pelas suas palavras.

    Aqui temos muito material consistente e confiável. Você pode ir lendo e se caso haja dúvida, opinião ou contestação, você pode falar, meu irmão. A casa é sua.

    Muito axé em 2010 pra ti!


  490. tive em uma casa aqui em sao-paulo p/fazer consulta e o dono da casa disse que eu tenho que fazer um bori quero saber o que e isso porque devo fazer se nao sinto nada e obrigado,ele disse que tenho que fazer um quartinho na minha casa p/zelar das quartinhas porfavor mim explique isso vou ser filha de santo e isso


  491. Motumbá , tenho muitas duvidas que dentro do meu terreiro o meu zelador omite , alem dele ser uma ótima pessoa de ter me tirado de grandes sufocos tem coisas que ñ são devidamente explicadas .
    comecei a “bolar no santo ” a pouco tempo e por muitas vezes achava que eu tava de “equê” ñ perco a consiencia escuto , sinto , já cheguei a pensar que me jogava no chão mas ñ me sinto a vontade de compartilhar isso com os meu irmãos e nem com meu zelador . só que a pouco tempo eu cai no chão tão forte que eu fiquei com um galo enorme na cabeça e o meu zelador falou que era melhor dar o bori para acalmar a minha cabeça eu já participei de varios bori’s de irmãos de santo e tô morrendo de medo de ñ acontecer nada , entende ? será que eu tô ficando louco ? será que eu realmente estou fingindo ?
    gostoria muito de ajuda ..
    Obg desde já .
    atenciosamente , Lucas .


  492. Priscila por favor leia os comentários/resposta neste post sobre a finalidade do bori. O bori é feito para sua cabeça é uma cerimonia pessoal feita para vc e para o Orixá Ori, que é um Orixá que habita a nossa cabeça, esta cerimonia tem a finalidade de acalmar e harmonizar sua cabeça/Ori e assim as coisas na sua vida ficam mais “claras” entende? Este é o motivo de fazer bori. Se vc é cliente vc não precisa de quartinha alguma, vc não terá ligação com o zelador, não se transformará em filha do zelador, não será iniciada no candomble, não terá compromisso com a casa. Bori é feito peos motivos citados e não cria vinculo algum, por isso há o entendimento de que um cliente não precisa de quartinha nenhum, porque tem o direito de não querer cultuar Orixá nenhum só porque fez um bori, então é desnecessa´rio a construçãod e comodo pra cultuar quartinhas. Tomeje


  493. Oi Nelson tudo bem ?
    você poderia esclarecer minha duuvida por favor .


  494. João Lucas de um alida nos comentários sobre bori, sempre falamos que bori é apra acalmar e harmonizar sua cabeça e seu zelador te indicou isso está corretíssimo, porém quando vc diz que tem medo de que nada aconteça eu penso que vc está falando de “virar” no bori, e isso não é obrigatório nesta cerimonia, já que o bori é para vc e não exatamente para o Orixá, o seu pode vir sim, mas como eu disse naõ é obrigatório. Por favor leia o texto Sou Filho de Orixa, clique na minha foto e procure o texto. Tomeje


  495. em Dezembro 31, 2009 at 7:46 am SANDRA AP. B. GOMES DA ROSA

    OLÁ AMADOS IRMAOS NA FÉ!

    PODERIAM EXPLICAR O QUE É

    “BOLAR NO SANTO?”

    OBRIGADA!!!

    OBS: ETA PERGUNTINHA EM?
    RSRRSRS

    Desculpem a brincadeira,mas tenho amigos que leem comigo e querem saber melhor.


  496. Olá Sandra.
    Pode perguntar, Sandra. Pode perguntar e explanar o que você quiser, minha irmã. Eu só espero que para as suas perguntas nós tenhamos alguma resposta, mas caso isso não aconteça, não se preocupe, nós perguntamos as yás, aos babás e a toda sorte de anciãos pra tentar nos elucidar rsrsrs

    Sobre bolar, esse acontecimento (eu considero um acontecimento rsrsrs) mostra claramente que a criatura é rodante de fato e que tem orixá pra virar. O orixá demonstra isso através desse “acontecimento” rsrsrsrs Não tem pra onde fazer essa criatura como ogã ou ekedy caso ela venha a bolar.
    Na minha região existe ainda mais um por quê para o bolar, é que quando a criatura bola, além de deixar na cara que ela é rodante, também deixa claro que num futuro próximo seu orixá pedirá sua iniciação (Não sei se isso também serve para o ketu).

    Axé!


  497. meus queridos desculpa por mas uma vez esta incomodando vc6 e que sao tanta duvidas.. gostaria de saber se quem nao tem casa feita se pode dar o bori? e quem pode dar so quem tem cuia e?


  498. Ana qualquer ebomi/ebami (pessoa que já deu sua obrigaçãod e sete anos) pode fazer um bori, desde que tenha conhecimento pra isso, desde que tenha aprendido como se faz de corretamente de acordo com o seu axé, e dependendo do axé esta pessoa pode fazer o bori na casa do seu pai ou mãe de santo sem problema nenhum. A questão da cuia tb conhecido por deká, esta é uma questão que vem sendo confundida enormemente, nem toda obrigaçãod e sete anos é entrege de cuia ou deká, são obrigações distintas, só recebe cuia ou deka aquela pessoa que realmente tem cargo sacerdotal, os demais completam os sete anos e ponto final, são ebamis e só, não precisam de cuia/deká. Esta confusão tem levado ao entendimento de que todos são ou podem ser zeladores, o que não é verdade, só será zelador quem tem no seu caminho esta função. Tomeje


  499. Motumbá meu Bàbá Fernando D’Osogyian,a ferramenta de Odé Karè é em metal amarelo e fica em uma bacia de louça,isso procede!O que eu posso fazer para deskizliar Odê.Gostaria que o senhor me encinasse algo que eu possa fazer.Como foi o final de ano:espero que deu para o senhor dsecansar.Axé.


  500. em Janeiro 5, 2010 at 11:45 pm Fernando D'Osogiyan

    Isa,

    Estão inventando tanta coisa e descaracterizando o Orixá. Todo e qualquer Odé, leva Ofá de ferro(queimado, lavado e temperado) que poderá ser em pé ou deitado sobre o Igbá de barro, o restante que leva em seu Igbá é de fundamento de cada axé. Já vi Igboàlama, Inlè, Kárè com lindos ofas dourados, idés dourados, etc. O Otá de Odé é o ferro igual ao de Ogun, diferencian-se nos apetrechos de seus Igbás.

    Bacia de louça só aceito para Logun Edé e mesmo assim encima de uma bacia de barro. Tem zeladores que não colocam bacia de louça, apenas no Nagé de barro trabalhado, fica muito bonito.

    Axé,


  501. OLÁ BOA TARDE A TODOS,

    ESTOU PARA FAZER UM BORI NA SEGUNDA QUINZENA DE JANEIRO E TENHO ALGUMAS DUVIDAS : QUAIS SÃO OS RESGUARDOS QUE TEMOS DEPOIS? SEMPRE VIRAMOS NA HORA DO BORI? SE ESTIVER VIRADA COMO FAÇO AS NECESSIDADES FISIOLOGICAS? COMO TOMO BANHO , TOMO SÓ OU ALGUEM ME DAR BANHO? SOU MUITO TIMIDA, EM ALGUM MOMENTO FICAREI DESPIDA DURANTE O BORI???? POR FAVOR TIREM MINHAS DUVIDAS , DESDE JÁ AGRADEÇO A TODOS!!!!!


  502. Olábom dia !

    É a primeira vez, que posto para vocês pois, minha amiga vive elogiando vocês quanto seus esclarecimentos. Observei que a pessoa que postou esta dúvida não obteve resposta e, senod também uma das muitas dúvidas que também carrego,subscrevo e reitero a questão. Minha dúvida também é sobre: O BORI DE SANTO ASSENTADO. Existe ? Asé.

    liz
    BOA NOITE!!!!
    SOU EKEDY E ESTOU AFASTADA A ALGUM TEMPO DO CANDOMBLÉ,MAS SEMPRE MANTENHO O INTERESSE E AS PESQUISAS SOBRE A RELIGIÃO.VI MUITOS COMENTÁRIOS SOBRE BORI EGOSTARIA DE SABER SE EXISTE O BORI DE SANTO ASSENTADO?
    DESDE JÁ AGRADEÇO …….AXÉ PARA VCS


  503. Uma amiga deitou para um Bori por três dias como deve ser, porém no decorrer destes dias o zelador ficou esperando e realizando fundamentos a fins de saber se ela era rodante ou não. Na madrugada do último dia seu Orixá se manifestou. Ela saiu na sala e ele explicou para as pessoas que só não era uma feitura por ter faltado gudupé.Seu Orixá é uma Oxum. Em menos de 21 dias ela já tinha dado fim em tudo: Nas roupas e nos fios. Ela disse que agora tem medo. Porque isso terá acontecido?

    Parabéns pelo trabalho neste blog easé a todos os colaboradores.


  504. Olá Patricia,
    Não saberia lhe dizer porque ela fez isso, só ela poderá dizer, mas ao que tudo indica é porque se arrependeu de fazer o que fez, embora um Bori não seja vinculativo e não seja sequer uma feitura. O Bori é feito com o fim de apaziguar a cabeça da pessoa e a sua vida em geral, não deve nem pode ser confundido com feitura. Leia as matérias que temos aqui no blog sobre o Bori e sobre Iniciação para entender melhor as diferenças.
    Axé!


  505. Olá Patricia,
    Voltando à questão do Bori, não, não existe Bori de Santo Assentado. O Bori não é feitura como já lhe expliquei na sua outra questão. Bori é para apaziguar e equilibrar a pessoa e não é vinculativo ao Orixá nem à casa onde é feito. Pode ser considerado como o primeiro passo da pessoa na religião, mas para isso terá que haver um seguimento, e esse seguimento sim, será a feitura com o assentamento do Orixá ou Orixás da pessoa. Dê uma olhada nos posts sobre bori e Iniciação para entender melhor as diferenças entre cada uma das coisas.
    Axé!


  506. Patrícia concordo em tudo com a Manuela, só quero ressaltar um ponto que vc citou, “Ela saiu na sala e ele explicou para as pessoas que só não era uma feitura por ter faltado gudupé.Seu Orixá é uma Oxum” Bori não tem funçãod e trazer Orixá, como sempre repetimos, bori é para a pessoa. Mas o que realmente me chamou atenção é o zelador dizer que só não foi iniciação “por que não teve bicho de 4 pés”. Patrícia em bori não há bicho bicho de 4 pés e numa iniciação os fundamentos são muito diferentes, o tempo de reclusão é muito maior, são 21 dias, me desculpe mas isso me deixou preocupado. Há uma máxima sobr eo bori que é “se Ori não aceita a oferenda a cabeça não aceita, os Orixás tb não aceitam, nada é feito sem o consentimento de Ori ” e tudo vai por água a baixo. Tomeje


  507. Agradeço pelas respostas de Manuela e Nelson, entendi perfeitamente porém, sabe como é aqulea hestória de que cada aprendeu de um jeito com seu (a) Zelador (a) ? Mas lá vai mais uma: Tomando por base esta máxima a qual cita ” Se Ori não aceita a oferenda, cabeça não aceita, os Orixás tb não aceitam, nada é feito sem o consentimento de Ori”e tudo vai por água abaixo. Pergunta: Poderíamos então concluir que o que aconteceu seja por não ter sido aceita a oferenda feita?

    Axé, um bom final de semana


  508. Tomege,

    Sim, sei perfeitamente que em Bori não vai gudupé mas, enquanto não galgamos os degraus necessários para o conhecimento tudo se torna novo e, em alguns casos nos traz dúvidas e, este caso é um exemplo. Detalhe aqui onde moro qualquer pessoa que faz bori em uma roça os Zeladores já diz que é filho da casa e. as pessoas que não sabem da diferença entre Bori e Feitura são muito cobradas como se fossem yaôs,entende ? A maioria dos Zeladores não têem um trabalho fixo, passam por dificuldades como todo mundo mas, no entanto trabalhar nem pensar e, ficam lá esperando aparecer alguém para fazer: Um Jogo, Um Ebó,Um Bori e por aí se segue…Muitas pessoas vêm para a religião se iniciam, dão obrigação de um ano quando já estão com três, dão de três quando estão com sete e já pegam o Deka, pra pegar a Peneira…querem jogar….abrir Casa.Tem pessoas aqui que ( apenas um exemplo), se iniciam com o um…dá obrigação de 1 ano com outro….de 3 com outra…. de 5 passa batido…com 14 dá a obrigação dos 7 com uma outra(o) Zelador. sem contar que neste interim eles já rasparam dezenas antes mesmo de dar sua obrigação dos 7…. Que família esses os quais foram ( ou pensam terem siido), iniciados terá ? Ah!!! Tomege, acredito que muitos de nós só continuamos na religião por amarmos e confiarmos mesmo no que carregamos porque está cada dia mais difícil meu irmão encontrarmos pessoas sérias em nossa religião este universo chamado Candomblé. Gostaria de fazer uma colocação pra você mas, aqui não dá.
    As vezes sou criticada porque dizem eu querer tudo certinho e, realçmente procuro fazer o que tem que ser feito. Digo que não me formei e ACHOLOGIA assim sendo, se tenho dúvidas minimamente consulto alguém que te mais conhecimento que eu.
    Perdoe-me pela extensão da escrita, tenho visto cada coisa !!!! Detalhe: Se vou a uma casa vejo comportamentos dos quais não tenho acordo….. lá não volto mais.

    Asé tomege e todos.


  509. Tomege sua benção!

    Me dê agô, apenas uma correção: O Bori não foi para mim…não sou de Oxum….. Sou de OGUMMMMMM LINDO !!!! e meu juntó é OYÁ.

    Motumbá e muito Axé a todos.


  510. Patrícia, você está certíssima quanto a observar os lugares aonde vai e exigir o certo. Isso não é ser diferente (embora atualmente pareça diferente), isso é absolutamente normal e uma atitude de qualquer pessoa que quer viver sua religião com seriedade e respeito a sua ancestralidade.
    Sobre o caso da sua amiga. Não dá para concluirmos alguma “teoria”, mas ao que me parece, foram muitas informações para ela ao mesmo tempo e isso pode ter ajudado-a a se impressionar, pois como você mesma disse, é costume abiãs serem cobrados como yawô em algumas casas.

    Axé!
    Seja bem vinda!


  511. BOA TARDE! BENÇÂO A TODOS,BOM COMO JA´MENCIONEI EU FIZ UM BORI EM UMA CASA DE JEJE, E DESDE ENTÂO SOU COBRADA COMO FILHA DA CASA NÂO SÓ EU COMO TODOS OS BORIZADOS.MAS COMO SEI QUE BORI NÂO É FEITURA PARTIR PARA ONDE MEU CORAÇÂO APONTOU E ESTOU INICIANDO NA UMBANDA ONDE ESTOU ME SENTIDO BEM E FELIZ,MAS A MINHA DÚVIDA É EU TENHO QUE DAR SASTIFAÇÃO AO PAI DE SANTO?E O MEU IBÁ FICA LÁ OU POSSO TRAZER PARA CUIDAR EM CASA?APESAR QUE FOI ELE QUEM DEU O MEU IBÁ COMPLETO. OBRIGADO PELA ATENÇÃO.


  512. Ola boa tarde, em primeiro lugar gostaria de dizer adoro o site e todas as explicações, vcs são maravilhosos.
    Minha dúvida é: BORI pode ser feito sem apresença da pessoa; no caso de problemas sentimentais, o BORI ajuda ou tenho que fazer mais alguma coisa pra essa pessoa?
    Obrigada pela atenção.

    Axé.


  513. Mara o ibá Ori é totalmente dispensável apra o cliente, que era o seu caso, vc era somente cliente ou no máximo abiã, e como sempre dizemos “abiã não tem casa certa”, na minha visão, esta questão de fazer ibá Ori nestas situações é somente uma forma de pressionar a pessoa a ficar na casa, porque este ibá, quando se faz, é feito na iniciação. Alémd e tudo isso, na umbanda não existe bori e nem ibás, muitomenos ibá Ori, então agora mesmo é que este ibá não será útil pra vc. Seja muito feliz e sempre feliz. Tomeje


  514. Patrícia eu creio que está acontecendo uma revolução no candomblé, temos cada dia mais pessoas como vc que quetionam que não aceitam uma explicação descabida e procuram informação e isso vai levar a uma seleção e a uma maneira diferente de formar nossos futuros zeladores, precisamos formar melhor nosso zeladores, pois o mundo mudou e estes que não atendem mais os requisítos mínimos de conhecimento e cultura e atendimento, creio que serão expurgados por pelos próprios atos, vão ficar a mingua, a margem. É preciso uma revolução, e é estou vendo isso acontecer. Não estou levantando bandeiras de abrir os costumes e segredos da religião, não é isso, mas sim de educar nosso povo, de dar cultura ao nosso povo e isso fatalmente vai desembocar numa religião mais rica e forte. vamos juntos. Tomeje, sou de Ogum lindo tb rsrsrsrs


  515. Patricia na minha opinião, Ori não foi agradado devidamente. Tomeje


  516. Rose o bori sempre é feito com apresença da pessoa, só pode ser feito sem a pessoa em casos de vida ou morte quando a pessoa está num hospitalpor ex. Rose bori nada tem haver com problema sentimental, bori é uma cerimonia séria e complexa que é feita apra dar calma e harmonia a cabeça da pessoa e que é feita para um Orixá chamado Ori. Creio que vc está falando de sentimental no sentido de amoroso, de alguém que stá separado ou em vias de separar, é isso? Se for não faça bori, a pessoa que indicou bori está disvirtuando a religião eo sentido do bori. Tomeje


  517. olá, Patricia
    me vejo na msm situaçaõ, na qal o q me move é a fé na minha religiao.
    é cada coisa q duvidamos, mas nossos olhos enxergam!
    o interessante é destacar a vida particular q muitos zeladores têm, como vc citara antes. de fato, algo de errado tá acontecendo.
    um zelador q nao consege um emprego( não por opção) e vive as custas de jogos, boris, ebós, hj fico sempre com um pé atrás.
    se ele nao tem axé suficiente e nem a sua roça, como ele pode passar isso as seus filhos?
    fui vitima de muitos manipuladores e interesseiros, por causa da minha vida profissional e financeira. tristeza a minha!
    zeladores e zeladoras q viam a minha GRANA e nao a minha crença, fé e dedicação como mais importantes.
    entao, deixo aq um alerta para os irmãos q estao iniciando ou aqeles q ainda estao no caminho: olhem bem, analisem, duvidem o qto for necessario. se o pilar principal de um barracao (zelador) nao tem condições nem de se manter(alimento, roupa, remedios) como ele pode te ajudar? algo de errado ou, no minimo estranho, acontece por la.
    nossa religiao um dia será levada a seria como merece e muitos de nós iremos nos orgulhar mais, sem ter o receio de falar abertamente (o preconceito existe e não podemos empurrar isso com a barriga por diversos motivos).
    abç a todos!


  518. Olá , boa noite a todos .
    Eu tenho uma duvida comecei a bolar no santo e o meu Zelador falou que ñ preciso da o bori agora que é muito cedo mas mandou eu da um Ibaorí para acalmar somente .
    mas todo mundo fala que isso é impossivel como eu vou dar um ibaorí sem o bori ?
    as duas coisas estão associadas ?
    e o que leva no ibaorí difente do bori ?
    obg desde já


  519. olá nelson,daqui há alguns dias eu vou tomar um bori,e eu gostaria de saber se eu tomar esse bori meu orixá desse em mim na hora é?sei que sou de oxagiuan…gostaria de saber por favor?


  520. João Lucas, eu também não entendi isso de fazer um ibaorí. Você fala como se ibá ori fosse uma cerimônia, fato que não procede, pois o bori é a cerimônia para confortar ori, a nossa cabeça, o nosso caminho e o ibá ori, é a louça, um vasilhame, usado durante o bori onde são postas as oferendas a ori e que posteriormente, é usada em alguns axés como representação do ori.
    Não vejo muita solução em levantar um ibá ori sem fazer as oferendas corretas (que é durante um bori) (parece ilógico, me desculpe) e pra falar a verdade nunca vi e nem ouvi falar num procedimento parecido com esse, ao menos na minha casa e na minha região.

    Axé!


  521. Claudemir, antigamente tinha-se o costume de dizer “vou fazer um bori pra Oxum”, “vou dá um bori pra Xangô” e também era de costume, alguns virarem com o orixá durante a cerimônia. Só que o bori não é feito para os orixás, o bori não será pra Oxoguiã e sim pra ti, pra seu ori.
    Creio que essa seja a única cerimônia onde não se direciona tudo para o orixá e sim para o nosso ori. Alí, na hora do bori, quem está com toda a atenção voltada para ele é o ori, o nosso orixá individual, o senhor dos nossos caminhos. Ou seja, meu irmão, Oxoguiã não tem que descer na hora, não é uma regra, certo?

    Axé!


  522. bom dia! por favor alquêm poderia responder as minhas pergundas ?obrigado…


  523. Nelson, muito obrigada pelas suas palavras e pela atençâo,sabia que eu nâo ficaria sem resposta,mas eu tenho que dar satisfação ao pai de santo?


  524. dayane obrigado pela sua resposta,mais mim responda só uma coisinha por favor e se eu quiser que meu orixá venha em mim pra poder eu cuidar dele zelar por ele será que ele vem?
    ou com o decorrer do tempo ele pode vim!!ou então se meu pai omirodô chamar ele pode vim?obrigado


  525. Claudemir algumas pessoas não viram de Orixá nunca, são os ogãs e as ekedjis. Primeiro vc temque saber se vc é rodante (quem vira de Orixa) ou não.
    Mas vc já viu o que está acontecendo no Haití? Será que vc pode colaborar de alguma forma com eles? Procure, por favor, a Defesa Civíl do seu Município, vamos nos mobilizar ? Tomeje


  526. Mara ficamos felizes por ajudar, volte sempre que quizer.
    Mas vc já viu o que está acontecendo no Haití? Será que vc pode colaborar de alguma forma com eles? Procure, por favor, a Defesa Civíl do seu Município, vamos nos mobilizar? Tomeje


  527. nelson muito obrigado pelas suas informações!!!então quer diser que eu tenho que saber com meu pai de santo se eu sou rodante ou ogâ né?muito obrigado !é pq eu vou tomar um bori aí gostaria de te-lo mais infamações não é que eu não confio no meu pai não !!!é pq eu tenho vergonha de perguntar a ele entende?

    axé!!


  528. Claudemir esta condição de saber se é ogã ou rodante geralmente é feita pela observação do filho ao longo do tempo de frequencia no barracão, é o que chamamos de tempo de abiã, mas pode ser feito tb num bom jogo de búzios, fundamentado e específico para este fim.

    Mas vc já viu o que está acontecendo no Haití? Será que vc pode colaborar de alguma forma com eles? Procure, por favor, a Defesa Civíl do seu Município, vamos nos mobilizar? Tomeje


  529. OLÁ NELSON, MANU E DAY,

    COMO VÃO TODOS , ESPERO QUE BEM!!!! GOSTARIA QUE VCS ME AJUDASSEM A INTERPRETAR UM SONHO DE UMA PESSOA CONHECIDA , QUE SONHOU COMINGO. É O SEGUINTE, COMO JÁ HAVIA DITO, JÁ ESTOU PARA FAZER O BORI E ESSA PESSOA NÃO SABIA ,ATÉ QUE ELA SONHOU COMIGO E CONTOU PARA MINHA MÃE. NO SONHO ELA VINHA CAMINHADO POR UMA ESTRADA DE BARRO COM MATO DE UM LADO E DO OUTRO ATÉ QUE ELA AVISTAVA UM CERCA COM UMA CASA VELHA DE UM VÃO SÓ, ENTRAVA NA CASA E ME VIA NO CANTO DO QUARTO(A CASA SÓ TINHA ESSE COMODO) CHORANDO MUITO , TODA DE BRANCO E COM TORÇO(COBRIA TODA) NA CABEÇA, NO QUARTO TINHA UMA JANELA COM PALHA E EU ESTAVA COM UMA MORINGA DO MEU LADO COM UM COPO DE PORCELANA BRANCO TAMPANDO A MESMA.ELA PASSAVA A MÃO NA MINHA CABEÇA E PERGUNTAVA POR QUE EU ESTAVA CHORANDO, EU NÃO RESPONDIA NADA E CHORAVA MAIS AINDA. ELA RESOLVEU SAIR E CONTINUOU A CAMINHAR PENSANDO NA VIDA. QUANDO ELA ME CONTOU PEGUNTEI A ELA QUAL A SENSAÇÃO QUE ELA TEVE AO ME VER CHORANDO FOI BOA OU RUIM? ELA DISSE QUE FOI RUIM. QUERO DIZER QUE A PESSOA QUE VAI FAZER MEU BORI TEM 5 ANOS DE RASPADA , CONHEÇO ELA A QUASE 4 ANOS , NOS TORNAMOS MUITO AMIGAS E JÁ ME AJUDOU MUITO. FAREI O BORI NA SUA CASA , ONDE ELA TEM O QUARTO DA SUA OXUM. SEI QUE NESSE MUNDO NÃO CONHECEMOS NINGUEM DE VERDADE , MAS SINTO MUITA CONFIANÇA NESSA PESSOA. SÓ DAREI A ELA R$ 250,00,
    COMPRAREI O TECIDO DA ROUPA E PAGAREI A COSTUREIRA, ESTE SERÁ O CUSTO DO MEU BORI, ACREDITO QUE SE FOSSE COM OUTRA PESSOA GASTARIA MUITO MAIS!!! POR FAVOR ME AJUDEM, APESAR DE TUDO FIQUEI MUITO CONFUSA COM O SONHO DESSA PESSOA QUE NÃO SABIA DE NADA QUE EU IA FAZER E ELA É UMA PESSOA DE CORAÇÃO BOM,MUITO HUMILDE!!!!

    BJSSSSS A TODOS!!!!


  530. Dayane , Obrigado pela resposta .


  531. olá, bom dia sou de oya com ogum!!!!

    tive um sonho estranho q estava fazendo buri e nesse buri tinha 2 peixe,1 borboleta,1 pedra branca,1 piriquito uma ave..
    q ate representa ode.

    vcs poderiam me explicar isso,sera q é um aviso do orisa,ou coisa assim,sera q tenho q fazer bori…


  532. Adriana, minha irmã. Estou muito bem, muito obrigada.
    Realmente, Adriana, esse sonho foi muito claro sim, e ele pede uma interpretação. Só que nós não temos artícios para interpretar sonhos, até por que sonho sempre é algo muito pessoal, que vai de acordo com os acontecimentos da sua vida. Então se é pra interpretar, o bom seria você procurar um jogo de búzios pra saber o que os orixás (e até ori) está querendo te dizer.
    Sobre a pessoa que fará o bori em você, sabemos que todo egbomi (pessoa que tem a partir de sete anos de orixá) pode fazer um bori em alguém, pois subentende-se que como “irmão mais velho” (isso que egbomi que dizer) ele já tem aprendizado suficiente para isso.
    Ela tem cinco anos de orixá mesmo? Já ouvi casos de pessoas com menos de sete anos se tornarem egbomis (isso tem se tornado muito comum, mas não sei se corre dentro da normalidade da liturgia).

    Axé!


  533. Cristiane, bom dia.
    Às vezes o sonho se parece muito claro quanto ao que quer dizer, e às vezes tudo que aparece nele quer dizer algo totalmente diferente do que parece.
    Sonhos são extremamente pessoais e subjetivos, principalmente esses que envolve rituais da religião. Por ser tão pessoal, não pertence a nossa vertente interpretá-los. O que te aconselho é procurar a consulta aos bózios para tentar elucidar essa questão, minha irmã. Será bem mais confiável e preciso.

    Axé!


  534. Cristiane sonhos são campos férteis e por isso não podemos nos arriscar em tenatar desvendá-los, seria arriscado demais. Sobre os elementos com que vc sonhou, somente o peixe PODE fazer parte de um bori, o restante não entra nesta cerimonia. Só um jogo pode revelar a necessaidade do bori, ms lembre-se que bori é feito para o orixá ori e nãoa pra Oya, Ogum, Xangô ou outros orixás e sim para Ori, por favor leia o posts bori e os comentários lá contidos, talvez seja útilapra vc.

    Mas vc já viu o que está acontecendo no Haití? Será que vc pode colaborar de alguma forma com eles? Procure, por favor, a Defesa Civíl do seu Município, vamos nos mobilizar? Tomeje


  535. OIIII DAY

    MUITO OBRIGADA DAY PELA RESPOSTA COM RELAÇÃO AO SONHO. FALEI COM ALGUMAS PESSOAS E ELAS ME DISSERAM QUE ERA PORQUE O QUARTO QUE EU FAREI O BORI É DE OXUM E ELA É MUITO CHORONA E QUE SONHO AS VEZES QUE DIZER O CONTRARIO E COMO A SENSANÇÃO DA PESSOA QUE SONHOU FOI TRISTEZA , PODE SER QUE NA REALIDADE SEJA ALEGRIA. ENFIM DAY AINDA CONTINUO SEM UMA CERTEZA!!!!

    BJSSS E MUITO AXE A TODOS!!!!


  536. Tenho uma duvida,

    Fiz um bori, so que o mesmo nao deu certo.. minha vida deu uma parada, as vezes sinto sensação de algo na minha cabeça . voltei a freqüentar a igreja catolica e tudo se estabilizou.. por conversa fida de pai de santo, que a minha so faz isso por status, fiz o bori com meu coração aberto sem esperar receber..Porem ela errou em muitos detalhes, por nao se atualizar e nao ser humilde em ouvir a voz do meu coração… e meu ori nao tolera erros.

    Agora desejo saber como faço para sair da religiao, pois me decepcionei com seus frequentadores.. MAS ACHO UMA RELIGIAO LINDA E RICA.. MAS A PARTIR DE AGORA SO QUERO ADMIRA-LA E ASCENDER VELAS PROS MEUS ORIXAS.. COISA SIMPLES..

    EXISTE ALGUM RITUAL ? (HAJA VISTO Q MINHA MAE DE SANTO É INCOPETENTE ATE PARA FAZER UM TRABALHO SIMPLES.. ERRA EM COISAS SIMPLES)

    OBRIGADO DESDE JA.


  537. Gostei muito da explicação sobre o Buri e tenho uma dúvida: Sou praticante da umbanda, no entanto de um tempo pra ca, venho perdendo totalmente a consciencia e cheguei a cair e até me machucar. Fui orientado a procurar um centro espírita para tratamento e também o médico, nenhum diagnóstico foi dado e em uma consulta aos buzios foi dito que o santo “quer minha cabeça” e isso me deixou muito apreensivo. Seria possível fazer um agrado ao santo e não necessariamente seguir meu trabalho em uma casa de candomblé.


  538. Oi gostaria de saber se á algum problema meu pai ja faz uns 10 anos que ele fez o bori 2 vezes ai ele saiu da casa que ele fez para ir para um centro de mesa branca e largo tudo isso e tbm o pai de santo ja morreu o que ele deveria fazer se olver algum problema


  539. Rodrigo por favor leia os comentários deste post e vc vai entender melhor o que é bori e para que ou porque se faz bori. Tomeje


  540. AZ Sampa o primeiropasso é saber onde vc quer ou precisa ficar, se na umbanda ou candomblé. Acho que é assim, ninguém tem que ser desta ou daquela religião, cada um é daquela que deseja ser, por isso, primeiro decida onde vc se sente bem e depois disso, estude, frequente e vá observando e tirando suas conclusões, e só depois decida. Tomeje


  541. em Janeiro 25, 2010 at 12:33 am Fernando D'Osogiyan

    Vinícius,

    Se seu pai não se iniciou, apenas fez Borí, não há com que se preocupar se seu antigo zelador faleceu. As próprias entidades do centro de mesa podem tranquiliza-lo.

    Axé,

    Fernando D’Oosgiyan


  542. gostaria muito de tirar uma dúvida,porquê depois que se faz o bori toda vez que se volta na casa seja para oque for você tem que ficar parada na porta e esperar alquêm de lá jogar água da quartinha do seu lado esquerdo e direito,sempre a água da quartinha que fica atrás da porta de entrada,isso é normal?


  543. obrigado Fernado D Oosgiyan


  544. Mara na verdade este procedimento deveria ser normal para todos que entram na roça e não somente para quem fez alguma obrigação. O entendimento deste ato é o “despechar” a rua ou seja descarregar a pessoa das energias que ela trouxe da rua. Tomeje


  545. Nelson,muito obrigada pela sua explicação,tomegê


  546. Boa Noite à todos!
    Gostaria de saber se é necessáriamente obrigatório a pessoa já ter dado sua obrigação de 7 anos para fazer um bori em alguém. Muito obrigada desde já, este site é tudo de ótimo!
    Axé!


  547. OIII DAY,NELSON E MANU,

    BOA NOITE MEUS IRMÃOS , COMO VÃO TODOS?
    VÇS LEMBRAM QUE HAVIA DITO QUE FARIA UM BORI? ENTÃO VIM PARA DIZER QUE FIZ MEU BORI E VOLTEI HJ, E DIZER QUE FOI LINDOOOOOOOOOOOOO, ESTOU MUITO FELIZ E EM PAZ. AINDA ME SINTO NAS NUVENS E MUITO AMADA PELO MEU ORIXA QUE É IEMANJA. ME SENTI AMADA E ABRAÇADA POR ELA, E ELA ACEITOU TUDO DO MEU BORI COM MUITO AMOR . AMOR O QUAL EU SENTIR ME INVARDIR COM UMA FORÇA TÃO MARAVILHOSA A QUAL ACHO QUE NUNCA VAI ME DEIXAR, E FORÇA É UMA COISA QUE NUNCA POSSAMOS DEIXAR DE TER NÃO É VERDADE? OBRIGADA MEUS IRMÃOS POR TEREM ME TIRADO TODAS AS DUVIDAS ANTES DE EU FAZER MEU BORI, POIS ISSO ME AJUDOU A ME MANTER TRANQUILA E SEGURA DURANTE TODO O BORI. VALEUUUUUUUUUUU !!!!!!!!!

    BJSSS E MUITO AXÉ !!!!!


  548. CONTINUAÇÃO…..

    E EU PREOCUPADA COM O SONHO DA PESSOA A QUAL EU COMENTEI A DIAS ATRAS , LEMBRA?
    TIVE ATE MEDO DE FAZER O BORI , FIQUEI PREOCUPADA , MAS FOI POR POUCO TEMPO LOGO ME SENTI CERTA DO QUE EU QUERIA. E HJ ESTOU MAIS CERTA AINDA QUE TUDO QUE EU FIZ TINHA QUE SER FEITO E NÃO VOU PENSAR DUAS VEZES EM FAZER O SEGUNDO!!!!

    BJSSS E MUITO AXÉ A TODOS!!!


  549. em Janeiro 29, 2010 at 12:41 am Fernando D'Osogiyan

    Adriana,

    Parabéns pelo seu Borí, Yemanjá é a Iyá Orí do mundo ou seja, mãe de todas as cabeças, pois rege a inteligência humana. Apenas, fique certa que Borí é feito para sua cabeça (Orí) e não para Yemanjá.

    Bo= sacrifício Orí= cabeça

    Fiquei com a impressão, não sei, que você tomou borí para Yemanjá, e isso não existe.

    Boa sorte,

    Axé,


  550. OLÁ FERNANDO,

    MUITO OBRIGADA, MAS FOI SÓ IMPRESSÃO ,SEI QUE O BORI É PARA MINHA CABEÇA. O QUE QUIS DIZER É QUE EU ME SENTIR ABENÇOADA POR MINHA MÃE IEMANJA!!!

    BJSSSSSSSSSS!!!!!!!!!


  551. Bem hajam todos voces,
    Gostava que me explicassem o que significa ;SakudíOdí, e tambem EbóXeiré,
    MUito obrigada
    lilia


  552. Vivika é a obrigaçãod e sete anos que dá o dereito a um pessoa de realizar determinados atos, inclusive bori. Sim é imprescindível. Tomeje


  553. em Fevereiro 2, 2010 at 4:40 am DOTE NENE SAKPATA

    DOTE NENE SAKPATA: DESCULPE ENTRAR NO ASSUNTO DE VOCEIS MEU AMIGO E PEÇO ATÉ DESCULPA AOS MEUS IRMÃOS QUE AQUI ESTÃO RESPONDENDO AS PERGUNTAS, MAIS VENDO O CASO DESSE MENINO AI MAIKOM VENHO ATRAVES DESTA DIZER QUE SER SIM UM FORTE CANDIDATO A UMA INICIAÇÃO E A PRINCIPIO UM BORI SIM POIS SOU DE SAKPATA COMO VOCEIS CONHECEM OMOLU E TIVE CASO SEMELHANTE A ESSE QUE SE NECESSECITOU DE UM BORI E UM FUTURA INICIAÇÃO POIS OMOLU ESTAVA QUERENDO INICIAÇÃO DO RAPAZ POR ISSO VENDO ESSE CASO FAZ LEMBRAR- ME DE UM FILHO QUE TENHO DE SANTO QUE HOJE É INICIADO POIS FOI FEITO UM BORI E COM 12 MESES TEVE QUE SE INICIAR POIS ORISA QUERIA INICIAÇÃO POR ISSO DIGO SER COBRANÇA SIM DE ORISA OMOLU E POR SER UNS DOS ORISAS MAIS TEMIDOS POR TODOS E RESPEITADOS DENTRO DO CULTO AFRO BRASILEIRO NÃO QUE OS OUTROS NÃO SEJA É QUE OMOLU É UM ORISA QUE A TODOS OS RESPEITÃO POR SE TRATAR DA CURA DOS MEDICOS DOS POBRES TANTO TRAZ A CURA COMO TRAZ A DOENÇA POR ISSO DESCULPEM FALAR MAIS TENHO CERTEZA IRMÃOS SER COBRANÇA DE OMOLU VIU DANGBÉ AÓ PARA VOCEIS ASÉ O PARA VOCEIS


  554. em Fevereiro 2, 2010 at 4:45 am DOTE NENE SAKPATA

    DOTE NENE SAKPATA: DESCULPE MINHA ENTROMIÇÃO MEUS IRMÃOS QUE ESTÃO AQUI RESPONDENDO AS DUVIDAS DAS PESSOAS E DE ANTE MÃO QUERO PARABENIZALOS PELO ÓTIMO TRABALHO PARA AS PESSOAS LEIGAS QUE OS PROCURÃO PARA RESPONDER AS DUVIDAS DAQUELES MENOS GUARNECIDOS DE CONHECIMENTO DENTRO DO CULTO AFRO BRASILEIRO PARABENS
    DANGBÉ AÓ PARA VOCEIS
    ASÉ O PARA VOCEIS IRMÃOS CONTINUE ASSIM COM ESSE TRABALHO MUITO LINDO VIU EM LEVAR A NOSSA BANDEIRA ADIANTE E ESCLARECENDO DUVIDAS DAS PESSOAS VIU


  555. Oi.

    Colofé…
    Lendo a respeito do bori, fiquei um pouco em duvida.

    A 2 meses, dei o meu bori.
    No ritual, utilizaram-se frutas, comidas para diversos orixás, obi, a quartinha do meu santo, um pombo que foi solto após passado no meu corpo, flores e etc…

    Mais não foi utilizado galinha d’angola.
    O ritual que foi realizado pode ser considerado um bori ou foi um ritual distinto?

    Espero a resposta.
    Colofé!


  556. em Fevereiro 3, 2010 at 4:35 pm DOTE NENE SAKPATA

    DOTE NENE SAKPATA PARA RAMOM.
    OLHA MEU AMIGO RAMOM KOLOFÉ BENOI OLHA NA VERDADE EU NÃO CONSSIDERO UM RITUAL DE BORI NÃO MESMO PORQUE SE NÃO HOUVER O POMBO PARA FAZER OS ATOS QUE TEM QUE SER FEITO ISSO PARA MIM NÃO CONCIDERO UM BORI DESCULPA POIS NO MEU VER VEJO ASSIM
    KOLOFÉ BENOI


  557. em Fevereiro 3, 2010 at 6:22 pm Fernando D'Osogiyan

    Ramom,

    Não vou julgar se está certo ou errado o borí que você tomou, até por que, temos diversos tipos de borí e quem fez seu jogo é que deve saber o que seu Orí pediu.

    Axé,


  558. Parabenizo o esforço dos mediadores em manter a qualidade e pertinência de todas as informações deste sítio! Considero um trabalho raro de grande relevância para os cultos de matriz afro-brasileira, e pq não dizer, para a compreensão de nossa identidade ancestral.

    Gostaria de saber um pouco mais sobre ‘tipos de bori’ conforme citado por Fernando D’Osogiyan.

    Sorte, Saúde, Sucesso para Todos


  559. Bom dia a todos,

    Motumbá

    Gostaria de tirar uma dúvida. Uma irmã de santo deu um bori a algum tempo. Nosso Babá fez um bori para Iemanjá, sendo que ela é filha de Oxum, isto procede? Preciso dar um bori, sou filho de Iansã e tenho receio de fazerem um bori para Iemanjá, não que eu não goste Dela, ao contrário, tenho muito amor e admiração por Iemanjá, mas meu receio é que Iansã rege meu ori e não Iemanjá. Por isso pergunto procede fazer um bori de Iemanjá, mesmo a pessoa sendo de outro Orixá?

    Desde já agradeço


  560. Boa noite amigos,

    Tenho lido alguns comentários postados aqui no site que me deixaram bastante confuso.

    Uma pessoa que vai realizar um borí, pode bolar para o santo no momento do ritual, depois ou etc…?

    Porque estou fazendo a pergunta! Eu fui algumas vezes em um terreiro e depois de alguns banhos e também um ebó, foi falado através dos buzios para eu fazer um borí.

    Mas estou preocupado agora com a situação apresentada, porque eu sou leigo e não entendo muita coisa além dos livros que tenho lido.


  561. em Fevereiro 8, 2010 at 3:12 pm Fernando D'Osogiyan

    Rodrigo,

    O grande problema da nossa religião é a falta de informação e esclarecimento da liturgia de alguns zeladores.

    Borí só é feito com o concentimento do Orí, ou seja, da sua cabeça. O Orí é soberano e pessoal, portanto, ninguém pode bolar, nada disso!

    Borí é feito para apaziguar, energisar, dar equilíbrio,etc.

    Tem muita gente que toma borí e nem cuida de Orixá…

    Axé,

    Fernando D’Osogiyan


  562. Muito obrigado Fernando.


  563. Apenas para confirmar o que disse o Fernando, e também em resposta ao conselho do Nelson (acima ). Realmente o bori tem efeitos de apaziguar e trazer tranquilidade para a cabeça, mas de nada adianta se quem vai tomá-lo não estiver consciente de que temos obrigação de buscar o conhecimento e a harmonia interna. Não há ritual mágico, há sim um pedido de clemência à divindade para que recebamos meios de nos tornarmos mais tranquilos e buscarmos nossos caminhos de paz e felicidade. Fiz recentemente um bori de pé e me encantei com o resultado e a seriedade do procedimento. Repito, em primeiro lugar está o nosso compromisso conosco mesmo para nos tornarmos melhores e crescermos. Agradeço a força e os esclarecimentos.


  564. Qual a diferença entre um bori frio e o bori quente?axé


  565. em Fevereiro 11, 2010 at 5:15 pm Fernando D'Osogiyan

    Bruna,

    O Borí frio não leva ijé (sangue) apenas peixe, obi e comida seca branca.

    Axé,


  566. Não sei em qual lugar que vc me respondeu aqui no blog que eu devia ter feito meu bori seco ou frio, na hora eu não sabia qual era diferença e tb minha internete caiu e o tempo passou e eu esqueçi de perguntar. Bom meu bori teve a matança então foi o bori quente.Agora de qto em qto tempo temos que fazer o bori? axé


  567. Parabéns pelo conjunto da obra!!!


  568. em Fevereiro 19, 2010 at 5:28 pm Fernando D'Osogiyan

    bruna,

    Não menos que um ano e não mais que dois anos.

    Boa sorte,

    Fernando


  569. Ola,

    Meu avô é zelador, e ele me ajuda muito quando tenho algum problema (inveja, egum…). Tive que fazer alguns trabalhos. Hoje terei que dar o BORI, pois meu avô me falou que estar uma confusão na minha cabeça para saber qual é o meu santo, estar uma briga entre três.

    DUVIDAS: antes quando eu estava dormindo (ainda sinto hoje, mais bem pouco) eu sentia algo tomando conta do meu corpo e eu não conseguia controlar o meu corpo de forma alguma, depois de muito relutar eu voltava a mim. Podem me dizer o q é isto?

    Já tive sonho, onde eu via uma mulher em uma encruzilhada, toda de branco Ari ando um ebo. Fiquei sem entender até hoje o que era isso.

    Antes eu passava semanas seguidas sonhando com cobra, de todo o tipo, quando não sonhava ficava deitado na cama imaginando-as, depois q passei a visitar um terreiro de oxumare e a namorar uma pessoa que é de lá e também é de oxumare, isso passou mais um pouco, sonho menos. O que é isto?

    No ultimo dia de carnaval 26*02*2010, eu estava querendo ir pular o carnaval, mas eu estava tão cansado por ter pulado os outro 5 dias, que durante o dia eu abri o olho e logo em seguida eu fechei. E sonhei que eu estava em um lugar com lençóis branco e uma mulher vestida de branco e eu perguntava o nome dela e ela me respondia claramente “OXOSSI”. O que será que quer dizer isto?

    Desculpe por tantas duvidas de vez. (mas é por que meu avô não me conta tudo)

    DESDE JÁ AGRADEÇO.


  570. Olá!!
    Gostaria de saber sobre as pessoas que fazem o borí e não cuidam, o que acontece??

    E elogiar aos criadores dessa página maravilhosa!!

    Desde já agradeço. Axé


  571. Kelly, fazer bori é dividido em dois grupos, os filhos de santo que são iniciados ou serão, e os clientes. Se vc é filho de santo há um entendimento de que vc frequenta a roça e pode cuidar do ibá ori, que é feito durante a iniciação, os que não são iniciados tb não precisam ainda de deste ibá, pois só a iniciação cria laços entre o filho e a casa. Se for cliente não há motivo algum apra fazer ibá ori num bori, pois o bori não é vinculante, não cria laços e nem o torna filho de santo, bori é feito somente para vc, para acalmar e harmonizar a cabeça, assim os cuidados dependem do que vc é, se cliente ou filho de santo raspado. Tomeje


  572. alem das minhas duvidas anterior. ( que ainda não foram tiras) gostaria de saber quais, os tipos de BORI que existe.?
    axe


  573. Obrigada por responder Nelson :)

    Tenho frequentado um ilê. Gosto muito do que tenho visto. Mas observei pelas conversas que muitos filhos de santo não cuidam do ibá ori , por isso perguntei o que acontece c/ aqueles q ñ se dedicam.
    Pesquisando sobre o candomblé, vi que não é uma coisa fácil de se iniciar, são dias recolhido, dias de resguardo, renovações, por isso acredito que qdo se faz o santo é necessário dedicação, cuidados, respeito pelo Orixá. Li que os Orixás não são punitivos, mas será que não acontece nada com os filhos que não os respeitam???

    Att.
    Kelly


  574. Kelly orixa é parte da pessoa e não cuidar do orixá é reflexo da própria pessoa, as vezes são pessaos que não se cuidam, que não se gostam, cuidar de ibá é um ato de carinho com vc tb. O que pode acontecer é que vida religiosa fica tb desleixada, só isso. Tomeje


  575. Obrigada Nelson, por nos ajudar a tirar nossas dúvidas e curiosidades. Com sua sabedoria e paciência.

    Asè.

    Att

    Kelly


  576. gostaria de saber se a pessoa quer dar o BORI em uma devida cada de axe, se isso quer dizer que ela terar que fazer santo lá.

    obrigado


  577. Olá jackyson
    Bori não é vinculativo, vc não precisa se iniciar nessa casa, pde se iniciar em outra, a única coisa que vincula a pessoa a uma casa é a feitura. Pode ser que nesse bori seja feito um Ibá entao é bom se esclarecer com o zelador se isso foi feito caso sim quando vc for se iniciar seria interessante levar esse Ibá para a casa escolhida por vc.
    axé


  578. Olá Carol

    O que é “ibá”?

    obrigado.


  579. Olá Jackyson
    Ibá é a representação material ,por exemplo o ibá ori representa a sua cabeça, ibá do orixá, representa o seu orixá.
    Sei que nesse ibá estão alguns elementos a depender do orixá a pessoa.
    axé


  580. posso cuidar do meu ibá,no camdomble e frequentar a umbanda?ja que fiz um bori?


  581. Mara o conceito principal de ter um ibá é ser iniciada, há uma onde de assentar orixá sem ser iniciado, parece mais que virou comercio de assentamento, não digo que não haja pessoas que podem ou devem assentar o oirxá sem ser iniciada, mas como tudo que alguém um dia fala que PODE acaba por virar uma regra nas mãos de pessoas pouco conhecedoras, esse me parece que é o caso destes tantos assentamentos que se faz candomblé a fora. Como eu te disse pode sim haver um caso assim, mas é um caso em milhares e deveser muito bem consultado em diversos jogos. Diante disso a minha pergunta a vc é. Qual a funçãod e ter e cuidar de assentamento no cadnomblé e se dedicar a umbanda, acho mais lógico que vc se dedique a um único aprendizado religioso. Ter feito bori não tem nada de mais, não te vincula e nem produz ou não deveria produzir laços com o zelador e muito menos um ibá. O bori é feito apra a sua cabeça e não para um orixá, bori é para acalmar a cabeça, o orixá se beneficia por tabela, há um idéia de que todo bori gera um ibá ori, o que não é correto,pois se vc é cliente não precisa de ibá ori, não há vinculo, só se faz ibá ori para filhos da casa, esses tem vincúlo com a casa e com o zelador. Tomeje


  582. fiz bori qro saber mais sobre meu santo como faço? por onde devo começar ? como devo cultuar ele ? como e quando posso invocar ? e sou filho de oxosse


  583. obrigado

    CAROL!

    antes quando eu estava dormindo (ainda sinto hoje, mais bem pouco) eu sentia algo tomando conta do meu corpo e eu não conseguia controlar o meu corpo de forma alguma, depois de muito relutar eu voltava a mim. Podem me dizer o q é isto?

    DESDE JA AGRADEÇO


  584. o que acontece quando quebramos o preceito de um bori?


  585. Edson, temos que começar pelo começo. Frequentar uma casa, chegar, saldar os orixás, pedir benção aos mais velhos e fazer o que lhe cabe dentro do barracão. Nisso você ouve o que os mais velhos dizem sobre as lindas histórias dos orixás, pergunta, segue as orientações da sua zeladora, ler sobre o seu orixá e espera até que Oxossi te mostre o momento certo que ele deseja ser cultuado. Tudo isso, sempre aos olhos de sua zeladora. O orixá nos entende de qualquer forma, meu irmão, pois ele sabe o que se passa em nossos corações. Então, quando quiser falar com seu orixá, escolha um lugar tranquilo, eleve seu pensamento nele e fale.

    Axé!


  586. Dressa, quando quebramos o preceito do bori, estamos quebrando uma liturgia muito importante para nós, estamos quebrando o ritual feito para nosso caminho, para nossa cabeça. Nosso ori merece respeito, muito respeito, pois é ele que nos acompanha sempre, do começo ao fim. Eu digo até que quebrar o preceito seja um desrespeito consigo mesmo.

    Axé!


  587. Olá Jackyson
    Não sei o que pode ser,acho que vc deveria falar com seu zelador sobre isso
    AXé


  588. GOSTARIA DE SABER:

    UM BORI PARA SER FEITO NUMA CASA DE KETU, E REALIZADO NUM DIA SÓ?
    APARTIR DAI PODE-SE BATER CABEÇA AO ORIXA NOS SEU DIA?


  589. Olá j varjão
    Todo bori requer mais d eum dia, o ritual em si é em um dia ,mas é preciso um tempo dentro da casa ,no mínimo 3 a 4 dias,o melhor é que vc fique o máximo de tmepo possivel
    axé


  590. Olá,achei essa pagina muito interessante e tenho uma duvida;
    sou de xangô e to para fazer o bori daqui a uns dias,meu pai de santo diz que eu sou rodante mais na gira eu só sinto uma energia diferente,nunca recebi nada,uma vez o seu tranca ruas me girou e eu passei muito mal,mais depois disso só uma energia diferente msm(tremedeira,tonteira,um pouco de falta de ar e tals),conversei com o pai miguel um dia desses e ele me disse que concerteza eu sou rodante e meu povo é mais para o lado do oriente,e que o correta para mim é de ser de umbanda branca,mais eu me sinto bem na casa onde estou,resumindo,gostaria de saber se na hora que se faz o bori,alguma entidade pega a cabeça mesmo eu nunca tenha recebido nada??

    Obrigado!

    Axé


  591. ola,irmãos! Fiz um bori e quando abriu o obi as partes não caiu todas para cima teve varias tentativas e sempre uma parte caia deitada e observando o pai falou que alafiou,fiquei na duvida,quando comecou a colocar os assuntos na cabeça ela comecou a doer e depois do término fiquei irritadissima não senti nenhuma vibração dos meus orixas e continuei com a dor de cabeça até os 7 dias de preceito,isso é normal , mesmo sabendo que o bori e para alimentar a minha cabeça pode acontecer dos meus orixas não ter aceitado?


  592. quem “nasce feito que não precisa raspar” é abiku ou não tem nada haver,carrego 9 em todas as pontas inclusive no meio são pessoas complicadas ou é mito?


  593. em Março 19, 2010 at 10:28 am Fernando D'Osogiyan

    Sarah,

    O Borí é para fortalecimento e equilíbrio de sua cabeça, não havendo manifestação de qualquer entidade que seja.

    Axé,


  594. em Março 19, 2010 at 10:36 am Fernando D'Osogiyan

    Rose & Mary,

    O borí é para equilibrio e fortalecimento de sua cabeça (orí) e não para que se sinta mal e fique com dores de cabeça, verifique o que acontedeu de errado, talvez não houvesse o consentimento do Orí para essa cerimônia.

    Ninguem nasce feito, nem mesmo os abiaxés que nascem dentro da casa nas obrigações da mãe, Abikú é outra coisa completamente oposta e diferente.

    Com relação ao número 9, ele está ligado ao odú Osá de prosperidade e cresciemento, o resto é numerologia, lendas urbanas e bobagens.

    Axé,


  595. Bom,é porque geralmente la no barracão as pessoas q fazem sempre recebem alguma coisa,o meu pai de santo disse que provavelmente pode se manifestar algo em mim,e se não manifestar ai no caso eu sou ekédi?


  596. em Março 19, 2010 at 4:09 pm Fernando D'Osogiyan

    Sarah,

    Nas Nações ketu/Jeje/Angola (leia o texto acima sobre Bori) não há manifestação quando se faz o Borí.

    Provavelmente você deve ser de outro segmento que, com certeza não é o candomblé.

    Axé,


  597. Carol

    tive um sonho, onde eu via uma mulher em uma encruzilhada, toda de branco defronte a ela havia uns pratos de ebo. pode me falar o que seja mais ou menos isso ou só eu indo ao jogo para saber?


  598. Olá jackyson
    Sou péssima em sonhos.
    axé


  599. Eu sou de umbanda com angola oO


  600. fala sara, mucuiu .
    irmazinha, poderia explicar melhor , vc é de umbanda ou de angola?
    acho q vc é de uma casa de angola, q deve tocar muito para as entidades de umbanda, preto velhos, caboclos e exus , sera isso?


  601. benção pai fernando,tire-me uma duvida…
    sabemos q no obori ,não faz se regra a manifestação do orixa, ( inkisse ou vodun) pois a finalidade é dar comida a cabeça, alimentando o ori ,q não deixa de ser o orixa, individual de cada , porém já presenciei por diverssas vezes ,icorporação nesta cerimonia, principalmente nas rezas de oxalas e cantigas .
    oq o senhor acha disso?
    sera q o obori foi inadequado,ou simplesmente a pessoa estava pronta, e o orixa por um acaso se manifestou?
    egbe baba
    epe imolé


  602. tendo em vista, q os orixas exercem um enorme respeito pelo baba imolé.


  603. PARA FAZER UM BORI ( CANDOMBLÉ )SE GASTA O MESMO QUE UMA FEITURA, RELATIVO AO QUE O PAI VAI COBRAR?


  604. ASSIM TENHO MAIS UMA PERGUNTA, UM ABIÂ PODE FAZER UM BORI DE QUATRO PATAS?


  605. fala clecio, oq vai levar no obori, é ligado a cada casa e cada caso ,porém não é norma;l depende também do q a cabeça ou ori vai pedir .
    quanto ao o valor de uma feitura …
    fica subjutivo, pois não ha como saber quanto o zelador cobra , mas de toda forma ,o obori, geralmente é bem mas barato, tendo em vista q à varios tipos de obori
    axé


  606. J. Clecio, em bori, liturgicamente falando, dentro do padrão tradicional, bori não leva bicho de quatro patas. Isso não tem lógica pra mim.

    Axé!


  607. J. Clecio, só para completar, animais de quatro patas são apenas oferecidos a partir da iniciação realizada no yaô para seus orixás. Haja vista a quantidade de “tipos” de bori que estão a surgir por aí, como bori pra prosperidade, bori “calçado”.
    Não sei quanto a nação ketu, mas pelo menos no nagô egbá, sendo mais específica na minha casa, ou existe o bori, ou obi, sendo que o primeiro pode variar um elemento ou outro por determinação do ori, mas os elementos fundamentais estão presentes em todo bori.

    Axé!


  608. em Março 20, 2010 at 9:36 pm Fernando D'Osogiyan

    Kivanda,

    Se isso acontecer, acorda na hora o Orixá e o posiciona sobre a liturgia com firmeza, para que nunca mais aconteça e esclareça a todos da casa de forma veemente.

    Axé,


  609. em Março 21, 2010 at 1:19 pm Fernando D'Osogiyan

    Daya,

    Concordo com você, no ketu/Nagô também é assim.

    Axé irmãzinha!


  610. Obrigado , Fernando D’Osygian pela resposta ,fico pensando porque o ori não deu consentimento pode ser não gostou da casa ,não é confiavel,vai saber, para mim não é novidade todas vezes que faço algo é assim em lugares diferentes,nação diferente, hoje é o primeiro dia que sai do preceito e continuo com dor de cabeça e irritada,peço que me oriente como devo falar com o zelador para que ele não sew sinta ofendido ou achar que eu quero saber mais que ele e estou faltando com respeito, infelizmente alguns é assim.obrigado


  611. Fernando, sua benção!

    Babazinho, e não é que as nossas nações são até parecidas?? rsrsrs
    Conheci umas pessoas de nação ketu aqui e os rituais, as ideias eram bem diferentes, segundo como eles me explicaram, mas depois de um tempo, observando o blog, a Manuela, o Nelson, e mais recentemente você, falando sobre a nação, vi que há diferenças sim, mas elas não são tão gritantes assim. As maiores diferenças estão mais visíveis nos toques, nas formas de dança de alguns orixás e numa liturgia ou outra.

    Saudades do senhor!

    Axé!


  612. minha opnião, não quero ser do contra rsrsrsrs
    mesmo pq na minha casa,( izó de angola)
    tambem não se oferece animai de 4 patas
    em obori , mas em diverssas casas de angola,
    tudo q se faz para pessoa seja obori ou qualquer outra coisa ,leva sim animal de 4 patas ou outros animais em holocausto, ( angola adora eje) para tudo tem orô.

    digo mas ,mesmo sem concordar, respeito a individualidade de cada casa .
    abraço a todos
    egbe


  613. Leo, você mesmo especificou a diferença ao falar de “Angola”, sobre o bori em Angola nem eu e nem o Fernando podemos falar, até por que não fomos de Angola. Então nos restringimos às nossas nações.

    Axé!


  614. Dayane
    J. Clecio, em bori, liturgicamente falando, dentro do padrão tradicional, bori não leva bicho de quatro patas. Isso não tem lógica pra mim.

    Axé!
    não fique brava comigo rs,mas uma vez,não querero ser do contra,só dei minha opnião ,pq em algumas casas de angolao procedimento é este.
    e concordo com vcs, para mim q ainda não sei nada do santo , e tenho uma vida inteira para aprender, acho completamente desnescessario animais de 4 patas, mesmo pq, na minha casa vai no maximo uma coquem.
    quero ressaltar, q devido as individualidades de cada seguimento ,e até mesmo de casa para casa ,fica complicado afirmar quem é certo quem é errado.
    quem sou eu para julgar ? tendo em vista q o candomblé tem varias nações, e estas tem varias ramificações ,e cada uma, tem sua propia maneira de lidar com seus assuntos de axé
    tata ofange


  615. em Março 22, 2010 at 11:52 am Fernando D'Osogiyan

    Maria,

    Uma coisa não devemos ter no candomblé: RECEIO!

    Converse com o zelador, diga tudo o que sentiu e observe seu comportamento e atitude, uma zelador é antes de tudo um ‘Ser Humano” que tem defeitos como qualquer um.
    Precisa ser inquerido sim! E ser humilde para dizer NÃO SEI, mais vou saber com os meus mais velhos, meu zelador, etc.

    Boa sorte,

    Axé,


  616. em Março 22, 2010 at 11:54 am Fernando D'Osogiyan

    Mary,

    Desculpe, me referi a você acima como Maria.


  617. em Março 22, 2010 at 11:59 am Fernando D'Osogiyan

    Daya,

    Os Axés são assim, vivi no Axé Oxumare e agora com minha Iyá. mais ainda por estar seguindo o Opo Afonjá, pequenas diferenças na liturgia, porém, a essencia é a mesma.

    Axé, doce vento.


  618. Olá Kivanda,é isso msm,mais eu to confusa porque não sei se sou rodante ou não…:/


  619. Sarah, você sendo rodante ou não, isso não influenciará no momento do bori. Não há necessidade do orixá rodar durante um bori, entidade então, de forma alguma!
    Sarah, bori é uma cerimônia individual, é direcionada a nós, a nossa individualidade e não a nosso orixá, o orixá também se beneficia, pois orixá só pousa em ori bom, fortificado e como se fortifica um ori? Através do bori.
    Então, minha irmã. Faça seu bori sem se preocupar com esse fato de rodar ou não e deixe para que o orixá manifeste se você é rodante ou não no momento dele.

    Axé!


  620. estou com a daya e não abro sara , não tenho oq tirar nem por nas conclusões dela .
    após tomar o obori ,vc da o primeiro passo ,se tornando lesse orixa , oq não quer dizer q vc é feita .
    feitura e obori são diferentes
    axé


  621. Bom,é ki meu pai de santo disse q vai jogar direitinho para ver isso antes do bori,e se eu for rodante ele disse q o meu exú pega minha cabeça na hora da matança oO


  622. querida sara , nem sempre o exu passa na hora da matança, isso não é regra, porém deve confiar em seu zelador , não cegamente mas confiar.
    tome o obori, e passe um bom tempo como abiã para ter certeza do q quer.
    quanto a exu vira na hora da matança , nas casas nago isso é pouco provavel , mesmo pq, pelo certo não se cultua exu catiço em ketu e suas ramificações,alias não deveria.
    boa sorte sara , esta indo pelo caminho certo…
    o de amar os orixas axé
    tata ofange


  623. Quanto custa para realizar um bori, voce nao sendo filho de santo


  624. Olá Paulo
    Valores não são padrão,cada zelador estipula o valor que quer em sua casa,é algo a ser acertado com eles e que vc só vai acatar e fazer se tiver confiança nele.
    axé


  625. no bori a quartinha fica com quem ? o pai de santo ou com filho, pois na verdade e cabeca ali ?


  626. desculpe queria dizer que e nossa cabeca que esta ali


  627. Olá Paulo
    Fica no axé sob os cuidados do pai de santo, o abiã não tem conhecimento para cuidar do ibá e ele só deve ficar dentro do axé, este é o lugar adequado.Daí a importancia de escolher bem o lugar onde vc vai se iniciar.
    axé


  628. ola carol!

    me responde uma duvida.

    eu tenho que dar o BORI, isso quer dizer que eu terei que estar em todas as obrigações do axe, mesmo que eu ainda não tenha resolvido 100% que ficarei naquele axe. e zelador da casa pode fazer o IBA na hora que estiver sendo feito o BORI sem a minha permição?


  629. Jackyson só se faz ibá para filho da casa, e mesmo assim não há unanimidade neste asunto de ibá ori, no caso de cliente ou de quem não frequenta a casa é totalmente dispensável, pois o bori não te vincula a casa, mas alguns zeladores fazem ibá ori justamente na tentativa de criar vinculos que não existem no caso dos clientes. Vc pode fazer bori e nunca mais voltar a casa, não tem que participar de nada e não será filho de santo da pessoa só porque fez o bori. Tb não se pode fazer ibá sem permissão da pessoa, pois ibá pressupõe cuidados e ligação com a casa e isso não se pode impor a ninguém. Tomeje


  630. fala baba nelson, benção, a respeito do iba ori , sabemos q é uma coisa de origem nago, porém, já foi assimilado por algumas casas de angola com (certeza )
    de toda forma , não seria uma regra fazer igba ori só com a iniciação?


  631. Oi bom dia, por favor alguem q entenda do assunto a fundo, me responde pq eu ns ei oq fazer..
    A uns 2 a 3 anos atrás frequentei um camdomblé, e fiquie fascinado com tanta beleza, na verade era uma roça muito grande com alojamentos etc, fiquei um tempo por la, estava de férias, e passei a participar das ornamentaçoes, decorações para festas etc,comecei a pedir benção ao pai e tudo mais.Até então achava tudo maravilhoso, tudo mudou quando fui fazer um jogo….
    No jogo foi revelado q eu sou de OXUM-MARÊ com IANSÃ…. e que eu precizava fazer uma limpeza,, ok. Fiz a limpeza e logo depois tive a noticia q o orixá pedia minha cabeça, mais eu não bolei apezar de participar das rodas, quando tocavam para meu orixá me sentia muito tonto parecia q eu estava flutuando mais n chegava a virar.dai então rezolvi me iniciar oficialmente digamos, fiz um bori, tudo certinho, e logo recebi do meu ex pai de santo uma conta diferente, a conta tinha (segui) um iten a mais q a outra q so tinha bolinhas, muitas pessoas me falaram q contas com segui é de quem ja tem um tempo tal. n entendi pq, mais tbem n quiz perguntar ja que eu gostava.
    Dai então ja dado o bori, começarão os problemas pois tinha um pai de santo q n deixava agente ir para casa, prendia a gente, e quando diziamos q iamos ele soltava exus na porta da casa, comecei a me sentir preso aquilo, ja n ficava mais ali pq queria e sim pq era obrigado. Foi quando o pai de santo revelou q era apaixonado por mim,, me senti traido,, e humilhado pois ficava nú varias vezes quando ia tomar banhos de madrugada, levado por ele, quando estava no roncó, banhos com folhas e ele tocava no meu corpo.
    Nessa época eu sonhava muitas coizas, sentia meu orixa muito perto de mim, sempre me mostrando coizas foi quando eu vi, q p pai de santo estava fazendo trabalhos para q eu mudassse minha opção sexual ( virasse gay) e vi tbem que os trabalhos dele não estavão tendo efeito pois o proprio oxalá dele (oxalá) tomava minha frente, e n deixava nada funcionar,, descobri q meu orixá n gostava de como as pessoas passarão a metratar quando souberam q eu era de oxum-marê, pois era o unico macho da roçá, me olhavam com despeito, inveja, pq muitas pessoas se sentiam encatadas com tanto brilho do orixá.
    sendo assim com tudo isso meu orixá se afastou da casa, e n sentia mais nada foi quando rezolvi sair de la,e nunca mais voltei.
    Depois de m tempo fui a uma amiga q é cartomate ela, recebia uma cigana e nisso a cigana dela me adorou, nem deixou eu pagar a consulta, e me disse q eu estava bem e q meus caminhos estavam abertos com muita luz, quando estava indo embora a mãe da minha amiga, recebeu um exu, q muito bravo me perguntou,, se eu confiava no meu orixá, eu disse q siim logico,, e o exu completou dizendo q eu n precizava de nada disso, q meu orixa não preciza q eu esteja em camdomblé, e falou tbem do brilho e da força do mesmo, depois daquele dia, nunca mais fui a um camdomblé e graças a Deus nada de ruim me aconteceu, até hoje..
    Finalizando por meios de amigos soube q ele tinha colocado minha quartinha de cabeça para baixo,, e com muito sal (para que é isso)? se foi para algum mal acho q n deu certo pois depois q eu sai do camdomblé, parece q minha vida mudou para melhor tipo tirei um peso das minahs costas e mais, hoje trabalho, e vivo muito bem com minha noiva…essa é minha história gostaria q vcs comentace e me desse um conselho, devo fazer alguma oferenda para meu orixa, e exu? ou deixo como está??????????obrigado a todos .


  632. baba nelsón , não seria mas apropiado fazer o ibá orí somente junto a feitura?
    queria saber do senhor, também a respeito do cursso, ou seminario , a quantas andão?


  633. obrigado

    Nelson souza


  634. Olá Santório
    Vc fez apenas um bori e o bori não é vinculativo, somente a iniciação é vinculativa e aí se vc fosse largar a religião deveria dar um destino aos seus assentamentos mas no caso de um bori,nao vejo obrigatoriedade de vc fazer nada tanto é que ele tentou fazer algo que lhe afetasse e sua vida vai de vento em popa,então se despreocupe, nao guarde ressentimentos e siga feliz que é isso que seu orixá quer pra vc: FELICIDADE
    Axé


  635. carol muito obrigado era disso que eu precizava, pois ficava sempre me perguntando, será q devo oferecer alggo ao meu orixá ou meu exú, penso q se for necessario de alguma forma eu saberei. obrigado axé


  636. em Abril 1, 2010 at 5:19 pm Ioca de Xango de ouro

    Abri um jogo e nele diz q tenho q fazer um bori mas eu venho de Umbanda… tenho muitas duvidas alguem pode me ajudar?
    Imal marcoscaiot@hotmail.com


  637. Olá Iocá
    Exponha suas dúvidas no blog essa é aúnica fomra que dispomos para poder te ajudar,como vc mesmo vê temos o post bori temos nele várias dúvidas com respostas dadas por mim, Nelson, Dayane, Manuela e Fernando, vc pode dar uma lidae qualquer outra dúvida vc ns pergunta.
    axé


  638. QUANTOS TIPOS DE BORI EXISTE, QUAL É O QUE SE FAZ ANTES DA INICIAÇÃO ( FEITURA ).


  639. Santório o primeiro passo é exclarecer que não existe Oxum mare, se alguém te disse isso esta errado, é Oxumare, um orixa masculino, dái por diante tudo que vc relatou são fatos e encontros com pessoas que não conhecem a religião. Não se preocupe com o que pode lhe acontecer, pois isso não temos controle e o que tem que ser será e ponto. Se preocupe com sua vida religiosa, se o candomblé ou umbanda ainda lhe dizem algo, se ainda lhe dão conforto e lhe fazem bem, busque alguma casa séria e seja um membro de uma religião, ponto final. Nós somos religião e não devemos ser entendidos de outra forma, infelizmente os seus encontrso não foram bem sucedidos, espero que um dia vc encontre alguém que seja realemnte religioso e te ajude a ver a beleza de nossa religião. Tomeje


  640. Clecio vc foi o sorteado do mes. eu vou falar uma frase que adoro. Nem sob tortura meu irmão. Há muitos assuntos restritos e um deles é sobre fundamentos, isso vc só pode e só deve aprender na sua roça, e este aprendizado vem com o tempo, com muita ralação e muito suor. Só quem já é feito pode participar de um bori, e só participando é que se aprende. Só na sua roça meu irmão. Tomeje


  641. Clécio, não existem “tipos” de bori. Existe o bori, cerimônia única, o que pode mudar é a adição ou subtração de um ingrediente ou outro dependendo do que o ori pede.
    O bori que precede a iniciação segue na mesma linha de raciocínio, tem os mesmo materiais. Não existe um bori específico pra iniciação.

    Uma outra cerimônia que pode haver para o ori também é o Obi, como alguns conhece: “obi d’água”. Que é uma outra cerimônia também direcionada ao ori.

    Axé!


  642. Eita Nelson… Não queria passar por cima da sua resposta, só que não vi a sua e respondi =/ Foi mal… Tá lesinha a bichinha de Oyá aqui rsrs

    Mas também nem falei nada demais, né? Não especifiquei nada rsrsr

    Saudades desse “nem sob tortura” rsrsrs
    Beijo


  643. Olá

    Sempre vejo vcs comentando que não temos ligação com a casa qdo fazemos apenas um bori , porém tenho uma dúvida :
    Qdo termina o bori deixamos nossa quartilha ( não sei se escrevi certo) no terreiro propriamente no quarto do orixá. Isso não seria um elo de ligação com essa casa e depois o que é feito com esse material ?

    Parabéns pelos 02 anos de blog , vcs são maravilhosos.

    Muito axé.


  644. Baiana eu sempre vou repetir isso, cliente não tem vinculo e isso tb serve para os abiãs, pois estes estão no período de avaliação e tb não tem vinculo. Só os iniciados tem vinculo com a casa e com o zelador. Fazer iba ori de alguém qu está na “categoria” citada acima, para mim, é forçar uma relação que não existe, é tentar manter esta pessoa presa ao domínio do zelador, e isso não é legal, vira uma relação de comércio do tipo fidelização do cliente. O abiã e o cliente devem e precisam fazer bori, desde que indicado no jogo, mas não precisam de ibá nenhum. Baiana o grande lançe é a sinceridade, a verdade do jogo do zelador e não a necessidade do zelador e tem muitos que fazem bori sem que o jogo indique, sem ser preciso, e eu acho isso deplorável. Tomeje


  645. Nelson

    Vc não falou sobre a quartilha ou seja local que bebemos água na cerimonia.

    Obrigada,


  646. boa noite, gostaria de saber a diferença de um bori por um bori feitura . por favor. mukuiu


  647. em Abril 5, 2010 at 10:36 am Fernando D'Osogiyan

    Izabel,

    Tem o Borí que antesede a iniciação, normalmente feito tres dias antes da feitura seria o Borí de preparação e consentimento do seu orí para a iniciação.

    Tem os borís para diversas finalidades e caminhos e isso vai depender do que deu ORÍ esteja precisando.

    Axé,


  648. em Abril 5, 2010 at 10:33 pm Junior (Recife)

    Saudação a todos, gostei bastante das respostas que vocês deram as pessoas que recorreram ao blog e ai quero expor minhas duvidas.
    Bom, passei através do jogo por três Sacerdotes: o primeiro quando durante minha adolescencia que falou que meus orixás são Xangô e Oxum, passei a vida acreditando nisso e dai transcorreram cerca de 8 anos, hoje adulto independente e autonomo nas minhas decisões, posso concretizar o meu desejo de fazer parte do candomblé. Ai procurei uma Sacerdote que através do jogo falou que meus orixás são Oxum e Iansã, procurei esta Sacerdote por que senti afinidade pelo terreiro dela e decidi que queria fazer parte do terreiro dela. Com a resposta do jogo fiquei um pouco confuso, e procurei outro Sacerdote o qual confio muito e cujo o terreiro seria a segunda opção de casa da qual eu faria parte como filho de santo. Ele através do jogo me falou que meus orixás eram Iansã e Xangô.
    Ao procurar o ultimo sacerdote buscava pelo menos estabelecer um consenso no resultado do jogo e me definir dentro do candomblé, a divergencia entre os resultados me trouxe bastante duvidas:

    Por quê cada Sacerdote visualizou orixás diferentes?

    (Vale lembrar que a primeira sacerdote que jogou buzios para mim, tinha um terreiro de Umbanda, para ela a definição do orixá de uma pessoa depende de seu signoe data de nascimento. Bom, disse a ela que sou de gêmeos e ela me respondeu: “as pessoas de gêmeos escolhem seu proprio orixá pois elas são regidas por todos e pertencem a linha de Ori”. ´Na época era muito inexperiente e não escolhi nenhum, ela me falou: “vou abrir o jogo e a gente vê os orixá que irão falar” e segundo ela xangô falou do começo até ofim do jogo.)

    Desculpa o texto longo, mais queria que se fosse possivel todos vocês (Manuela, Dayane, Nelson, Carol e Fernando) dessem suas opniões sobre o meu caso.
    Agradeço diante mão.

    Junior.


  649. Olá Júnior
    No cnaodmblé o método para se conhcer orixá da pessoa á o jogo de búzios não se usa data de nascimento e nós não escolhemos,somos escolhidos.Logo ,eu desconsideraria a primeira leitura visto que não foi idônea e não foi feita numa casa de cnaomdblé por uma pessoa iniciada na religião.Isso faz toda a diferença.Muitas vezes não é possivel ver o orixá da pessoal com um só jogo e é possivel se utilizar alguns artifícios para se chegar ao orixá da pessoa,mas para isso é preciso que acima de tudo vc confie na casa em que quer se iniciar.
    axé


  650. E certo um borí que tem iba do 1º santo e 2º santo que faz matança para os dois ?

    bjs

    mukuiu


  651. Junior, eu concordo com a Carol. Data de nascimento e horóscopo, em candomblé, nada influenciam no orixá determinado por Olodumare pra você.
    Junior, algumas pessoas trazem o orixá “estampado” na face, ele fala no primeiro momento, no primeiro jogo e não deixa dúvidas que ele é o orixá da pessoa, mas já há casos em que o orixá não se apresente assim, tão facilmente e assim, fica necessário mais de um jogo pra verificar qual seu orixá de ori, pois várias situações podem influenciar no seu jogo. Exemplo: uma situação que vocÊ esteja passando, essa situação é mais propensa para que tal orixá fale, então ele que falará, se apresentará e, obrigatoriamente, ele pode não vir a ser seu orixá, entende?
    Eu, particularmente, não sou muito a favor de procurar jogos diferentes pra confirmar o orixá, pois tem orixá que o jogo tem que render pra ele confirmar o ori!
    Sempre acho que o melhor a fazer é se aproximar de uma casa, tornar-se um abiã, ir convivendo, fazendo parte do cotidiano e palelarmente a zeladora vai jogando, fazendo alguns rituais básicos para o seu orixá falar nos búzios, até ter uma confirmação clara e precisa. Tudo calmamente.

    Axé!


  652. Izabel, bori é ritual para ori, impreterivelmente para ori. Não se faz bori para Oyá, Xangô, Yemanjá ou outro orixá. Bori é cerimônia para acalmar, reenergizar e reequilibrar aquele que caminha conosco por todos os lugares: nosso ori, nossa cabeça. Então, creio que não justifique ibás de outros orixás nesse momento.

    Axé!


  653. Axé a tds, Gostaria de saber o seguinte; Fiz os meus assentamentos de Umbanda a cerca de 11 anos e a 1 ano e meio estou no Candomblé, ou melhor Umbandomblé, fiz minhas obrigações de ori e bori quente, fui consagrado pelos Orixas como Tatetu Indenge no Candomble e mestre do Catimbó, porem, o meu Tatetu não tem condições de completar a consagração pública.
    Gostaria de saber se nesta situação posso deitar para o Santo em outra casa, pois meu tatetu é da familia da Goméia, creio que posso, mas por motivos alheios, ele não aceita, qual seria o procedimento adequado, pois, não tenho pretenção de ser chefe de terreiro ou Barracão, apenas venero os Orixás a quem tanto amo e admiro, necessito de orientação por gentileza.
    Axé a tds.


  654. Caio honestamente não sei te responder, se levarmos o assunto como é entendida a umbanda e o candomblé, nada do que vc diz encontra apoio nas tradiciões da umbanda nem do candomblé. Vejamos, na umbanda não existe assentamento, nem representação física dos guias, no candomblé não existe guia/mestre do catimbó. Assim como tb não tem isso de umbandomblé, são culturas distintas e não se misturam. Porém, talvez vc seja de uma ramificação ou segmento específico, por isso não tenho como te ajudar com um comentário mais conciso. Tomeje


  655. Gostaria de saber para quer é feito os cortes no braço na hora da feitura e para a pessoa é pintada na saido do santo?

    obrigado


  656. Oi a todos. Preciso muito da ajuda de vc’s!!!!
    A mais ou menos 2 anos fiz um Bori com um rapaz que se dizia Zelador,não tinha terreiro,mas ia abrir logo. A pouco tempo descobri que ele é Iaó, acostumado a dar calotes e fraucatuas no pessoal!
    Diante de alguns de saúde(que até hoje não descobrem a causa),procurei um terreiro sério e lá descobri (no jogo dos buzios) que muitos dos meus problemas tem a ver com o bori que foi feito,por ter sito feito errado. A yalorixá do terreiro, disse que meu orixá(oxalá), queria outro e estava cobrando minha entrada no candomblé. Já dei o Bori,as minhas fortes dores de cabeça passaram um pouco, Mas a questão da minha entrada na religião eu nem penso nisso,não quero,As vezes penso que as dores que eu sinto é uma cobrança de oxala.Digo isso pq tenho sonhos com a Oxum que coincidentemente é dona do terreiro que eu fui, por esses dias fui lá e fiquei com a cabeça doendo d+,qndo passei no quarto dos assentamentos dos orixás frios, minha visão escureceu,minha cabeça parecia que tava rodando.
    Agradeço desde já!


  657. fala diego tudo bom?
    meu grande amigo, pq vc não quer nos brindar com sua presença em nosso culto?
    é tudo tão belo , tão magico, em fim …
    oq está acontecendo caro amigo, são as primeiras manifestações de seu orixa;querendo dizer, q vc está pronto para adentrar no hall da espiritualidade.
    é provavel q em breve vc bole no santo tendo em vista estes fatos descritos,mas se vc não quiser isto para vc amigo, sugiro q faça suas coisas , ebós, oboris, porém evitando um envolvimento mas profundo, evitando frequentar tanto assim.
    ai sim se fará a nescecidade de vc se iniciar , ou vc vai preferir ficar ouvindo o chamado, e se fazendo de surdo?
    já começaram as evidências , mas não se assuste, é super normal oq está ocorrendo, e vc vai permanecer com seu livre arbitrio axé
    tata ofange


  658. o que deveria ser feito se uma pessoa se iniciou na religião
    e chega ser um pai pequeno por alguns anos e se afasta de tudo
    obrigado
    axé


  659. Viníciius este cargo é dado a quem já tem no mínimo sete anos de feito e com as obrigações em dia, e é assim justamente para que esta pessoa tenha conhecimento suficiente sobre a religião, que conheça o suficiente a casa e de quem ela será pai pequeno. Quando isso não segue esta norma, geralmente dá nisso, afastamento. Porem o que vejo de problema mesmo para quem se afasta da religião é não conviver com a comunidade, não aprender sobre a religião, não conviver com a cultura religiosa, não ter um teto religioso onde será parte de uma família. Tomeje


  660. Jackson este assunto é restrito aos axés meu irmão, não se discute na net nem se aprende na net. Tomeje


  661. na hora do bori eu poss ofazer um pedido ou uma promessa ao orixa, em penssamento?


  662. Clecio faça seus pedidos sim, mas não faça promessas, peça e retribua com carinho e amor somente, sem promessas, não há necessidade disso, fica parecendo uma troca, entende? Orixá lhe atenderá se vc for merecedro e fizer por onde receber, não por interesses em recompensas, mas peça mesmo rsrsrsrsrsr. Tomeje


  663. em Abril 14, 2010 at 1:11 am Georgia do Prado

    Gostaria de expressar minha enorme gratidão e carinho pelo site de vocês, acho de extrema nobreza o papel que vocês exercem aqui, como as informações vem bem fundamentadas e como mantém a ética. Não sou iniciada no candomblé e apesar do extremo amor, fascínio e anseio que tenho pela religião também tenho medo. São muitos que dizem muitas coisas, muitos que fazem com que a religião pareça um bicho de nove cabeças, algo irreversível, misterioso e muitas vezes sem explicações. Eu gosto de explicações, gosto de saber o porque, para que, pra quem, e como estou fazendo as coisas, claro que compreendo que muitos mistérios devem ser mantidos, porém para tranquilização da consciência e total responsibilização individual prefiro saber com o que estou lidando, ao menos ter uma noção, porque eu tenho certeza que além de qualquer coisa a responsabilidade não recai sobre os zeladores e sim sob aqueles que realizam as ações.

    Muitíssimo obrigado pelas explicações, muitíssimo obrigado por dedicar o tempo de vocês à utilidade pública. Ao ler o site de vocês eu perco o medo, eu vejo que pra tudo há um jeito e uma explicação e que ninguém esta fadado a nada a não ser que determine estar. Muitíssimo obrigado.

    À todos vocês minha reverência em respeito, admiração e carinho pelo trabalho que vocês fazem aqui.

    Muito amor,

    Geórgia do Prado


  664. em Abril 14, 2010 at 1:51 am Fernando D'Osogiyan

    Geórgia,

    É extamente isso! Desmestificar. A religião é a sabedoria aliada a simplicidade, a verdade aliada ao entendimento liturgico, então aí sim, teremos a honra de dizer que somos da religião dos Orixás, sem ter vergonha, preconceito, receio e medo.
    Obrigado pelo seu comentário carinhoso, um carinho é sempre bem vindo.

    Sou candomblecista! Axé,

    Fernando D’Osogiyan


  665. Olá Fernando D’Osogiyan
    Mais uma vez venho pedir sua orientação,não sei se vc lembra do assunto do Bori, conversei com o zelador e perguntei se o meu Ori aceitou o Bori devido a dor de cabeça e irritação durante e após o bori, o mesmo jogou o buzio e observando a sua face durante o jogo não era nada bom,ele falou que a minha cabeça é muito dificil de se cuidar mas não é impossivel,disse que precisa fazer um sacudimento na minha casa e assentar o meu orixa IANSÃ e que deixo meu negativo falar mais alto,que qdo as coisas estão para acontecer eu me deprimo e o negativo fala mais alto,infelizmente não concordo , estou passando por crise financeira muito sério e nem por isso ninguem me ve triste ,e reclamando ao contrario vivo dando risada,os irmãos da casa senmpre comenta que estou ótima e feliz,não deixo transparecer osa problemas. Esta não é a primeira casa que isto acontece,já cheguei a comprar material grandes para obrigação e ficou na casa que acabei saindo porque acaba dando tudo errado para não fazer tal. e toda casa que entro acabo levando bastante gente comigo e os que eu levo alguns acaba se encontrando menos eu. Toda casa que entro é a mesma historia quando chego faço uma revolução arrumo o que esta quebrado,ponho para funcionar o que esta parado e nesta conseguir que os filhos ajudem na mensdalidade de boa vontade eu sou assim gosto de participar de ficar cuidando do espiritual,mas,estou cansada de entrar em terreiro fazer e acontecer para a casa e ficar estagnada nos meus assuntos,há dez anos que é assim o maximo que eu fiz no campo espiritual foi esse bori ,nunca consegui fazer algo a mais para os meus orixas quando tenho condições aparece os empecilios como que os orixas não aceita a casa ,quando não é a situação financeira,mas mesmo assim não desisto dos orixas e sim das “casa” por ai, desculpe pelo desabafo.


  666. em Abril 15, 2010 at 1:45 am Fernando D'Osogiyan

    mari,

    muitas vezes passamos um mês fazendo ebós para limpar nossos caminhos antes de tomarmos nosso primeiro borí! Muitas vezes aprendemos candomblé na dificuldade de entendermos um caminho, uma situação! muitas vezes erramos tentando acertar e temos a ajuda do Orixá para desvendar e corrigir! Por isso, que casas de candomblé sem estrutura, base e apoio de co-irmãs, não podem ter muitos abians, iyawos, ogans e ekedis, o zelador terá a tendência a ignorar a solução de uma problema de um dos filhos seja o problema da ordem que for, descartará até sem querer, vai empurrando paleativamente, e nunca resolve, levando o filho a desistir e mudar de casa ou se desiludir com a religião. Nunca um zelador pode perder o fio da meada, o fundamento do odú de seu filho, e a firmeza em suas decisões. aquele que se acha no fim acaba se perdendo e levando muitas vezes ao fracasso espiritual.

    Axé,


  667. Axé Pai Nelson, retorno para agradecer-lhe pelas palavras e disser-te também que infelizmente fui vítima de um marmoteiro que se dizia da familia da goméia, porem com perseverança e buscar de informações, cheguei na real familia dde descendentes da Goméia, creio que vcs conheçam, são duas irmãs, Mãe Corajaci e mãe Dango de Campinas, elas sim, trabalham com a Luz Divina da verdade, Honestidade e acima de tudo Amor pelos Orixas, mas tambem caro amigo Pai Nelson, fico triste e muito decepcionado em não poder fazer nada contra esses marmoteiros que denigrem a Sagrada e Amorosa dádiva do Candomblé, sei que terei algum trabalho pra colocar em ordem a marmotagem, mas tenho fé e amor suficiente pra me redimir pelos erros alheios e poder recomeçar.
    Mas, agradeço-te com todo carinho e respeito a você e a todos deste site, pois, graças a você, minhas dúvidas e a paciencia de vocês em responder com verdade nossas questões, hoje e sempre todos vocês que nos orientam, sempre terão um eterno carinho, admiração e respeito.
    Que todos os Orixas iluminem cada vez mais todos os nossos caminhos.
    Com grande apreço e alegria, deixo registrado aqui tomo o meu amor e respeito por todos vocês que nos orientam.
    Axé a todos e mais uma vez, muito obrigado


  668. Olá,etou lhe escrevendo pra esclarecer um dúvida muito importante!
    Gostaria de saber se pode acontecer de um casal de marido e mulher,eles serem borizados com a mesma Mãe de Santo?E além disso o marido é Ogãn do Santo da Mãe de Santo.Por favor,tire a minha dúvida é muito importante pra minha vida espiritual!!!


  669. Muito Obrigado Fernando, gostaria de saber vc é de São Paulo?


  670. Caio obrigado pelo carinho e pelas palavras, ficamos felizes quando conseguimos colaborar com os irmãos. Seja feliz meu caro, seja muito feliz sempre. Tomeje


  671. em Abril 16, 2010 at 11:14 pm Fernando D'Osogiyan

    Priscila,

    Não recomendo em hipótese alguma, por isso que existe pai ou mãe pequena, para assumir nesses casos, caso não tenha pai ou mãe pequena na casa, deve indicar uma casa co-irmã para dar seguimento.

    Axé,


  672. em Abril 16, 2010 at 11:16 pm Fernando D'Osogiyan

    mari,

    Sou do Rio de Janeiro.

    Axé carioca!


  673. Priscila não é comun essa situação, geralmente um dos dois será cuidado por outra pessoa graduada do barracão, porém há casas onde o pai ou mae de santo cuida dos dois, isso depende da casa. Mas a unanimidade é quanto a não receberem nenhuma obrigação ou ebó ou seja o que for juntos, no mesmo dia. Então vc deve saber se na sua casa este procedimento do zelador ser o mesmo é normal ou se serão cuidados por pessoas distintas. E independente de serme cuidados por pessoas disntintas, ainda assim não devem receberr axé juntos. Tomeje


  674. Olá Nelson ,
    Gostaria de parabeniza-lo por ajudar as pessoas com duvidas e alivia-las com suas respostas muito bem explicadas.
    Gostaria de saber quantos dias fica recolhido para dar um bori e outra pergunta eu não entendo muito sobre o candomblé pois estou entrando agora mais ouvir um amigo dizer que fazendo o bori ele também vai assentar exú pode fazer isso como sou nova eu não posso ficar perguntando so queria tirar essa duvida obrigada que oxalá te abençoe muito e que vc possa ajudar a gente mais e mais .


  675. em Abril 17, 2010 at 12:13 pm Fernando D'Osogiyan

    Zaira,

    Tudo começa por entender com seu novo zelador do por que raspar de novo e ele pode avaliar vários motivos, dentre eles de não considerá-la iniciada (raspada) ou seja, no seu jogo não constar este caminho que indica a iniciação, isso pode ocorrer, outro motivo seria a mudança de nação, por exemplo sair do Angola para o ketu, aí tem que se iniciar novamente. O melhor a fazer é conversar e esclarecer tudo antes de tomar a obrigação, sinta-se segura para que ninguém perca seu tempo e suas noites de sono, etc.

    É obrigação do zelador lhe explicar tudo e é sua obrigação confirmar os fatos.

    Obs: Se você é realmemte iniciada, não importa o tempo que leve para tomar obrigação, ebós e liturgias são realizadas para movimentar essa energia novamente.

    Boa sorte,

    Axé,


  676. em Abril 17, 2010 at 12:25 pm Fernando D'Osogiyan

    Tatiana,

    O preceito do Borí é de 3 dias, porém, o jogo pode indicar um preceito maior dependendo dos ebós que tenha feita, se assentou orixá, etc, cabe ao zelador indicar o preceito.

    Borí não se recolhe no ronkó, camarinha ou rundemi, normalmente as casas tem quartos ou até mesmo no barracão para dar o borí, pois borí é para fortalecer e equilibrar suas energias, restabelecer harmonia em seu Orí.

    Não há necessidade de assentar Exú quando se toma borí, salvo se o jogo do zelador por um bom motivo o Exú tenha se posicionado dessa forma, porém, acho muito difícil que isso ocorra, o mais acertado seria até dar uma satisfação, um agrado a Exú.

    Pergunte tudo ao zelador, não tenha medo, não é por que é nova que não pode perguntar, já foi o tempo de zeladores não dar satisfação aos seus filhos, era uma questão cultural até uma certa igonrância, é claro que fundamentos litúrgicos aprende-se com o tempo de iniciação e merecimento, isso o zelador irá lhe explicar, o que não pode é ficar boiando sem entender nada.

    Boa sorte,

    Axé,


  677. FERNANDO, gostaria de saber , existe alguma qualidade de IANSÃ que se faz um assentamento no ibá de barro ou tem que ser de louça ? Muito Obrigado pela atenção.


  678. em Abril 18, 2010 at 11:07 pm Fernando D'Osogiyan

    mari,

    Existem qualidades que se assenta no Ibá de barro, no ibá de louça e também direto no tacho de cobre.

    Iansã nos abençoe,

    Axé,


  679. Axé Fernando D’Osogiyan

    Poderia me dizer qual que assenta no Ibá de barro?


  680. Boa Noite a todos, fiz meu bori ja faz 1 mes, e tinha problemas de insonia, nao conseguia dormir, depois que fiz meu bori, meu sono voltou ao normal (e tb minha vida) , o Bori influencia nisso? porque? ou é somente coisa da minha cabeça?? Também gostaria de saber, como eu fiz o Bori em uma casa de Jeje, isso significa que a naçao que fui iniciado é jeje? Ou a iniciaçao no camdomblé è uma outra coisa? Um Abraço a todos e Axé


  681. Ola Angelo
    O bori influencia si,ele renova nossas energias e por isso vc se sente mais tranquilo para resolver seus problemas diários,sem o desgaste anterior ao bori.É coisa da sua cabeça sim,pois bori sigifica dar de comer ao ori que é sua cabeça,ori é o orixá que habita sua cabeça.O bori pode ser visto como uma pré iniciação,mas nao é uma iniciação,iniciação é algo muto mais profundo complexo e recheado de preceitos.
    Axé


  682. Boa noite!!!
    Gostaria de saber o que acontece se um bori for quebrado?


  683. Antonio o bori como vc pode ler é feito para harmonizar a sua cabeça, é feito para vc, para sua energia pessoal, não há uma regra pra isso, ms acho que foi uma oportunidade que vc perdeu de ficar bem consigo mesmo. Tomeje


  684. fiz um bori com milho branco. e pela manhã amanheceu preto. porque?


  685. Valquíria issopode acontecer por diversos motivos, mas não podemos dar chutes sobre isso, o melhor é perguntar a quem fez. Depois podemos te ajudar, mas só depois de vc ter perguntado a quem fez. Tomeje


  686. em Maio 18, 2010 at 7:29 pm Almeida, Luis

    Boa tarde.
    Seria que alguém poderia me explicar o que seria:
    – assentamento do inzo e pangu kimba mutue.

    Desde já agradeço.
    Um abraço


  687. boa tarde a minha pergunta e quais os sinas ,quando um santo que um bori essa e minha pergunta muito obrigado como posso saber se meu santo que um bori mesmo por favor tire essa minha duvida axe.


  688. eu estou numa casa que ele fala que o meu santo que um bori entao eu quero saber como posso saber se ele que um bori estao mi ajude se ele que ou estar cobrando uma obrigaçao ou um bori muito obrigado.


  689. Oi Alexandra, se você ler o post entederá exatamente que o bori não é obrigação pra orixá, e sim pra ti, pra sua cabela, pro seu ori. Essa obrigação serve pra fortalecer, reequilibrar as SUAS energias, pra que você esteja de cabeça fresca pra viver a sua vida. Ebori significa o ato de alimentar nossa cabeça, que é quem nos guia, não é isso? Dê uma lida no post e nos comentário, por favor.

    Axé!


  690. Alexandra o bori, como vc pode ler, é feito pra sua cabeça e não para o seu orixá, quem precisa de bori é a pessoa, por isso vc deve saber se precisa de bori ou não, afinal o bori é feito somente pra te dar equilíbrio e harmonia, vc precisa disso? Tomeje


  691. primeiramente gostaria de dar meus parabéns a todos que participam deste site. e à boa-vontade em que têm em responder a todas as perguntas.

    estou com muitos problemas e muita depressão e síndrome do pânico. depois de fazer uma limpeza espiritual e oferecer comida a minha mãe Iemanjá (desculpem, mas desconheço os termos técnicos), continuo enfrentando os mesmos problemas. então agora darei um bori na próxima semana. há anos atrás, realizei a mesma cerimônia duas vezes e me senti muito bem, mas não fiquei vinculada à casa, uma casa que respeito muito e que só me trouxe coisas boas.

    o bori é capaz de amenizar ou curar problemas como os meus? toda minha vida foi prejudicada por eles em todos os aspectos. é errado uma pessoa que dá um bori não se sentir preparada para seguir todo o caminho como feitura de santo, etc? porque nesse momento da minha vida, tenho medo e sei que não poderia levar à frente, iria fracassar e desrespeitar meus votos.

    estou me sentindo perdida. agradeço antecipadamente se puderem me responder.


  692. em Maio 27, 2010 at 1:03 am Fernando D'Osogiyan

    Giulia,

    O Borí ajudará em muito o seu problema, mas, antes de mais nada, entenda que uma das principais funções do borí é de dar equilíbrio emocional. Todo borí prescede de um jogo de búzios, ebós, banhos e preceitos. Quanto a seguir a vida religiosa, isso tem que vir de dentro de você, de sua intimidade com a liturgia dos Orixás e seus mandamentos. O aprendizado no Ilê Axé e o comprometimento com seu zelador.

    Axé,


  693. Fernando D’Osogiyan,

    Estou me sentindo mais confiante em saber que terei mais equilíbrio emocional, coisa que muito me falta.

    Das primeiras duas vezes, tudo foi feito: jogo de búzios, ebó, banhos e preceitos. Dessa vez, será da mesma forma, só o dia da semana que vem ainda não foi marcado.

    Estou mais tranquila ao saber que a escolha de seguir ou não uma vida religiosa virá de mim, pois tinha muito medo de desrespeitar os Orixás.

    Meus agradecimentos sinceros por me responder tão prontamente e de aliviar o que eu estava sentindo.

    Axé.


  694. No texto inicial, escrito por Manuela, eu li:

    “Em África, Orí é considerado um Deus, aliás, o primeiro que deve ser cultuado…”

    Orí também é um Orixá? Nós possuímos um Orixá dentro das nossas cabeças? Se a resposta for positiva, o que o difere dos outros Orixás mais conhecidos?

    Quer dizer que o Candomblé, assim como outras religiões, possui técnicas, através de seus rituais, para que nós possamos nos equilibrar, para que possamos aceitar e seguir nosso destino com mais força?

    Onde eu posso ler mais a esse respeito?

    Agradeço novamente.

    Axé.


  695. Ctz giulia, conheço uma casa de culto a pouco tempo e em muito tem me ajudado nesse sentido…pelo que vc ja disse, o sacerdote que conheceste é de confiança e isso no meu ponto de vista é essencial…
    Recebi um bori a alguns meses e o que o baba Fernando D’Osogiyan disse é importante,
    ‘dar comida a cabeça’ serve principalmente pra trazer equilibrio emocional;

    axe


  696. Obrigada pelo comentário, Samuel.

    Axé.


  697. Boa tarde,
    Primeiramente quero dar os parabéns pelo blog e que muito tem me tirado duvidas.
    A minha duvida seria: Vou dar Obori e pelo dia em que foi marcado provavelmente será o dia em que estarei “naqueles dias de mulher”. Perguntei a uma irmã de santo sobre isso se eu poderia tomar obori mesmo assim caso a menstruação descesse e ela me disse que não teria problema algum. Na minha educação que tive em outras casas qd estivessemos naqueles dias não poderiamos participar de nada e nem o santo desceria, gostaria de saber se é isso mesmo ou isso é uma coisa natural e o santo se manifesta mesmo “estando naqueles dias “?
    Desde ja agradeço.


  698. em Maio 30, 2010 at 7:07 pm Fernando D'Osogiyan

    Luci,

    cada casa tem suas normas, não vejo problema algum em estar menstruada e tomar borí, só não pode fazer comida de Xangô.

    Axé,


  699. Boa tarde, quero parabeniza-los pela iniciativa e agradecer por dividirem conosco o conhecimento de vcs que é passado de uma forma tão clara e objetiva. Mesmo sem os conhecer já os admiro.
    Bom estou com uma dúvida me assolando por esses dias, vou dar uma breve explicação para então perguntar. Sou abian de uma casa de candomblé, meu pai de santo é uma pessoa maravilhosa tem 38 anos de santo, eu confio nele plenamente como pessoa e até como zelador, mas acho que minha natureza é desconfiada mesmo, então acho que penso bastante antes de fazer algo. Enfim freqüento essa casa a uns 3 anos no jogo deu iemanjá xango e ogun, dei obi e tenho um ibá ori , mas nunca virei nem pra exu, nem orixá. Alguns acontecimentos meio que me afastaram um pouco da casa e tal mas continuo indo com menos frequencia, como não estou num momento muito bom da vida, resolvi fazer um jogo com um irmão de santo que foi feito na minha casa mesmo e tem hoje 4 anos de santo, só que ele já tem um ilê dele, mesmo não tendo 7 anos de santo, fez o curso de ifá até numa pessoa que meu próprio pai de santo recomendou e já é tido como pai de santo, no jogo que ele fez deu muita negatividade e oxalá apareceu o tempo inteiro no meu jogo, deu muita queimação, coisas que sei que são oriundas aqui do trabalho, mas por fim ele disse que eu sou de oxalá! Fiquei meio assustada, e ainda disse que preciso fazer bori. A pergunta é: o que vcs acham, devo fazer o bori com ele? Existe algum problema pelo fato dele não ter 7 anos? Algum erro? Ah, devido o fato de ser digamos desconfiada…fui a outro jogo, até bateram 85% das coisas, da queimação e da necessidade dum ebó urgente e do bori, só que esse 2º jogo deu iemanjá ogunté msmo com xango e ogun. Esse 2º pai de santo me indicou uma coisinha pra fazer no dia mesmo que saí de lá, e nossaa…parece que saiu 300kg das minhas costas…fiquei leve calma e dormi como a muito tempo não fazia. Tive mais confiança nele sabe, mas infelizmente não tenho oportunidade de fazer o recomendado no jogo com ele, até porque ele nem deu abertura pra isso. Enfim estou mega confusa, podem me dar uma luz por favor? Será que oxalá apareceu tanto nesse primeiro jogo devido uns dias antes eu me encontrava na minha casa de santo e um ebomi de oxalá que a muito não o via ter virado dentro do quarto de oxalá no mesmo momento que eu colocava meu ibá ori depois do osé lá no mesmo quarto a ekedji permitiu que eu me aproximasse e ele me levantou do chão e me abraçou muito forte e eu mentalizei essas coisas que estão acontecendo, pedindo forças a ele, pode ser por isso que 3 dias depois ele tenha “aparecido” tanto no meu jogo??? Desculpe se ficou confuso, tentei ser o mais específica possível. Desde já agradeço. motumbá


  700. E com relação a incorporação, teria algum problema?


  701. em Junho 1, 2010 at 1:47 am Fernando D'Osogiyan

    Fernanda,

    Você está muito confusa mesmo, sem confiança em você, que é o principal. Não recomendaria dar borí com seu irmão de santo, se você vez por outra frequenta uma casa e tem igbá orí, então procure o zelador e converse com ele francamente sem rodeios e vá direto ao assunto, descarregue tudo sobre ele. Comece a desenrolar a sua vida da onde as coisas pararam para não embolara mais, OK!

    Boa sorte,

    Axé,


  702. Luci a resposta continua a mesma, depende da casa, das regras da casa, em algumas as mulheres menstruadas nem entram na roda, em outras entram mas não viram, então o caminho é saber ocmoé feita na sua casa. Tomeje


  703. Olá kivanda ofange leo asogun, em 9 de abril relatei aqui minha historia, inclusive que eu estava sobrendo de fortes dores de cabeçae tal.
    E diante do que eu havia contado, vc me respondeu que era o Orixá mesmo, me avisando que eu estava pronto pra entrar na religião e tal.
    Mas como eu havia dito que não queria entrar pq não me sinto pronto, vc me aconselhou a não fazer mais nada. E foi
    o que eu fiz, até deixei mais de ir. Só que alem das dores de cabeça, começaram a aparecer outros problemas de saúde tbm, nem os remedios passados pelo Neurologista estão adiantando.
    Me pego pensado se o Bori não vinculativo, e se eu tenho livre arbitrio, por que os problemas de saúde vem se agravando a cada dia mais, e outros vem aparecendo. Diante da situção penso que não esta existindo livre arbitrio,ou escolho ficar cada dia mais doente ou entro. É assim que vejo a situação!
    Desde já agradeço a vc e a quem quiser me explicar o pq disso, se é algo sério, se meu caso é diferente dos demais casos.
    Axé !!!


  704. Olá Diego
    O Kivanda não faz parte da equipe de colaboradores do blog,é um visitante assíduo,meu irmão,muitas vezes as dores de cabeça estão relacioanadas ao fato de vc ser médium,que vc não queira o candomblé,tudo bem ,mas sendo médium vai atrair energias que podem desencadear no seu mal estar,busque uma outra religião que aceite sua mediunidade, e que lhe ajude a usá-la em benefício seu e dos outros,acho que só se livrar dessa dor já é um benefício.
    Axé


  705. DiegoOo, uma grande parcela de pessoas vem com alguma sensibilidade, a tão atualmente conhecida mediunidade, e a grande parte das religiões (se não todas), trabalha com a sensibilidade, com o puro sentir. Com a essência super sensível dentro de nós.
    Essas dores de cabeça não representam um chamado só para o caminho do Candomblé, mas o demostrativo que você deve se cuidar espiritualmente, seja num terreiro de candomblé, de umbanda, numa igreja…
    Pare e pense se você está afim de participar de uma religião. Têm pessoas que não precisam, mas você demonstra ser uma pessoa que precisa neutralizar essa energia proveniente da mediunidade e aliado a isso.

    Tente praticar hábitos saudáveis, algum esporte, evitar certos tipos de comida como frituras, enlatados, chocolate… Você pode está a passar por uma terrível crise de enxaqueca.
    Eu também tinha essas crises intermináveis que não havia analgésico que servisse. Essas crises acabaram depois da minha obrigação rsrsrssrsrs (esse é só o meu caso, tá?).
    Mas quanto a enxaqueca, eu falo sério, Diego, fale com seu neurologista sobre essa possibilidade, eu até hoje tomo remédio pra evitar essas dores e tenho cuidado com alimentação e com os meus hábitos, ou seja, não é só a mediunidade que influencia nisso, eu equilibro cuidados físicos com cuidados espirituais rsrsrs.
    Deixo claro que eu não estou dando nenhum diagnóstico, só uma dica do que também pode acontecer contigo. Procure seu neurologista pra falar sobre isso.

    Axé!


  706. Diego certa vez eu estava vendo uma das maravilhosas matérias do professor Içami Tiba, ele fala de educar os filhos, de como dar educação aos filhos e achoque neste paralelo vc vai enter um pouco do que eu quero dizer, sem dizer rsrsrsrsrs.
    Hoje é comun as crianças quererem comer bobagens tipo mc donald’s, ou imporem as vontade delas de não comer legumes e verduras certo? porém as doenças não tardam. Dái ele ensina o seguinte. “Se a criança se recusa a comer, converse e explqieu claramente, se ainda assim não deu jeito, deixe que ela coma só a quantidade e o que ela escolher no prato (que deve conter legumes e tudo que faz bem), mas depois ela só vai comer novamente no jantar, nada de dar nada escondido, seja duro, de no máximo uma bolacha/biscoito daqueles saudáveis. No jantar repita o prato saudável, ela uma hora vai comer, e aprender que deve respeito aos pais e entender que quem manda são eles, não ela.” Diogo orixá não castiga, não maltrata, mas tb não é generosozinho de aurela na cabeça e entende tudo. Orixa é bom e quer sim o melhor pra vc, não é questão de imposição e sim de necessidades. Tomeje


  707. Óia… O DiegoOo recebeu três resposta, né?!! Tu será linchado pelos outros leitores, visse bichinho??? rsrsrsrsrsrsrsr ;)


  708. Meu pai de santo depois de um sacodimento, disse que eu tenho de fazer um Bori porque Oxalá e Xangô estao brigando pela minha cabeça.

    Minha vida anda muito tumultuada, nao paro em emprego, nem em relacionamento nem consigo me tornar independente financeiramente.

    Gostaria de saber que tipo de beneficios o Bori pode trazer para minha vida.


  709. É msmo Dayane ((rsrsrsrsrsrsrsrs…)) mas sempre é bom near se semtir acolhido,é como eu me sinto quando posto uma dúvida e tenho a resposta,ou quando falo algo que contribua com alguém.ah, Acho que vão entender,é pra ajudar near!? ((hehehehehe…)) :D
    Na questão da alimentação, já me cuido um pouco, até porque eu alem de ser um pouco vaidoso, tenho um estômago que não aceita todo tipo de comida!!!
    Vou buscar cuidar da minha espiritualidade msmo,vou ficar onde eu me sinto bem, e vou deixar de me importar com oq o povo vai falar. Seja oq Deus e Oxalá quiser !
    Muito obrigado Nelson, Dayane e Carol, pela atenção.Muito Axé pra vida de vc’s :* :D


  710. gostaria de saber se uma pessoa pode tomar obrigacão em menos de 1 ano e cortar bicho de 4 pés .mesmo trocando de casa? é pq tem uma amiga que vai tomar obrigacão com outro pai de santo mas não faz 1 ano que ela tomou a obrigacão. não é muita coisa 2 bichos de 4 pé em menos de 1 ano?
    agradeco a atencão e aguardo resposta.


  711. em Junho 4, 2010 at 12:21 am Fernando D'Osogiyan

    reseli,

    Só espero que o atual zelador tenha um bom motivo para fazer isso, pois não é aconselhável.

    Axé,


  712. em Junho 4, 2010 at 12:28 am Fernando D'Osogiyan

    Leandro,

    Não gosto dessa expressão “brigando” Orixá não briga com Orixá, mas, sei que é muito usual esta frase. São energias que estão se sobrepondo causando a necessidade de você tomar um borí. O Borí vai lhe trazer a paz interna e o apaziguamento dessas energias em seu orí. Depois das obrigações, corra atrás de um bom trabalho que o resto virá a reboque.

    Boa sorte,

    Axé,


  713. Oi Fernando. Obrigado!

    Foi o Pai de Santo que usou a expressão quando jogou os búzios pra mim, rs

    Esse sacodimento foi forte, com um pano na cabeça e depois nao me deixaram nem chegar perto desse saco onde estavam os ovos e a as outras coisas, tomei depois 7 banhos e fechei com um ebó para Obará.
    Tinham me rogado muita praga…

    Só isso ja levou alguns anos de depressão embora. As vezes eu estou na rua e começo a rir sozinho de alegria tamanha a mudança que causou em mim, e não é só isso, as pessoas estao mais receptivas tbm. É como se eu estivesse invisivel e agora salto aos olhos de todos.

    So o Bori que eu ainda nao entendi muito bem o que vai fazer no contexto do meu tratamento.


  714. Gostaria de saber se um filho de santo quando vai dar bori, e fica recolhido de 3 a 4 dias , ele acaba incorporando o orixa .

    desde ja agradeço


  715. Ferreira como vc deve ter visto no texto e nas respostas acima, o bori é uma das poucas cerimonias destinadas ao filho de santo e específicamente para a cabeça do filho, pra dar harmonia, equilíbrio e paz à cabeça do filho, por isso, não há a necessidade de manifestação de orixa. O orixa pode vir sim, mas não é obrigatório. Tomeje


  716. Eu tenho muitas intuições que já me salvaram a pele várias vezes dizendo pra eu não pegar tal caminho por exemplo.

    Também tenho alguma visão, pois vejo vultos se movimentando e sinto a energia das pessoas só de se aproximar delas. Outro fato que acontece comigo é falar ou pensar de alguma pessoa ou ver foto dela e acabar encontrando-a na rua.

    Eu também materializo situações que imagino desde que faça isso sem nenhuma ansiedade. Mas há dois aspectos na minha vida no qual eu quase não consigo materializar o que quero.

    Depois de fazer o Bori, se a pessoa já tem uma sensibilidade, ela pode aflorar e vir a poder entrar em contato com seus guias protetores assim como o babalorixá faz?


  717. Leandro diante do seu comentário eu te indico que leia muito antes de frequentar o candomblé. Estou te dizendo isso por uqeno candomblé não temos estes conceitos de guias, visões, intuições e isso tudo que vc citou, não é que não seja verdadeiro ou bom, mas não faz parte do candomblé e talvez seja melhor vc entender melhor o candomblé antes de entrar, por que talvez o seu caminho seja outro, como por exemplo kardecismo ou umbanda, entende? Não me entenda mau, ok? Tomeje


  718. Entendi Nelson.

    Isso é uma coisa que me acompanha a um tempo e tenho um pouco de duvidas. Eu estava com alguns problemas sérios que só consegui que fossem resolvidos no candomblé, principalmente em relação a uma limpeza.

    Já havia ido a varias casas espiritas kardecistas e uma espiritualista ali na praca da bandeira (RJ) que nem preciso falar o nome porque todos conhecem. Lá também havia feito alguns tratamentos de desobsessão (dois periodos de 7 semanas + 3 exorcismos semanais + 3 mensais de um outro tipo) e não conseguia de forma alguma resolver o meu problema com eguns que me traziam uma enorme depressão.

    Na primeira e única vez que fui ao candomblé e fiz a limpeza me senti outra pessoa, tenho até um sorriso estampado no rosto que a tempos meus problemas de depressão não deixavam nascer.

    Senti uma energia muito forte lá, além do bem-estar dentro da casa (eu não queria ir embora de lá, rs) e uma grande confiança no zelador. Por isso me identifiquei tanto e vi no Candomblé a energia que não tinha achado em outros lugares.

    Que espaço eu tenho no Candomblé para desenvolver então minha intuição? Abs!


  719. Leandro, eu fico feliz por você ter se sentido bem com a energia da nossa religião.
    Nós de Candomblé temos nossas sensibilidades, nossas intuições sim. Só que o Candomblé aborda todos esses assuntos com o enfoque bem diferente do kardecismo. No Candomblé não temos esse conceito de desenvolver a espiritualidade, trabalhar nossa intuição. Isso vem com o tempo e se tiver no seu caminho espiritual.
    O Candomblé tem visões diferentes e propósitos diferentes, como religião. Ela não está preocupada num desenvolvimento espíritual.
    O Candomblé nos serve para mantermos o equilíbrio entre nós e a nossa própria energia, nossa própria essência, o nosso orixá.
    E com isso aprendermos conceitos de convivência, família, união…
    Seria bom você ler um pouco sobre a religião e se gostou, continue a frequentar.

    Como você deve ter lido, o bori serve para alimentar a nossa cabeça, equilibrar nossas energias, dá um conforto para aquela que está sempre conosco (a nossa cabeça, o nosso destino), e com isso, pode facilitar a passagem do nosso orixá (uma possibilidade). Mas esse processo é lento e gradual, é um processo de contato com sua própria essência (o orixá) que vai melhorando com o tempo e com a iniciação.

    Enfim, Leandro, na nossa religião existe um fluxo a ser seguido. Você deve conhecer aos poucos esse fluxo pra compreender se é isso mesmo que você quer, que bate contigo, entende?

    Axé!


  720. Entendi Dayane!

    Você me recomenda algum livro para que eu possa estudar mais a fundo?


  721. As materias desse blog ctz ja lhe ajudaria muito…Axe


  722. Leandro, o livro A Panela do Segredo de Pai Cido de Oxum seria uma boa pra você, pois ele fala de forma simples sobre os orixás, a criação do mundo, o Candomblé.

    E como o Samuel disse (muito obrigada, irmão!! :) ), o blog também tem muitas publicações que podem te ajudar. ;)

    Axé pra vocês dois!


  723. Boa noite,
    Tenho visitado uma casa de Candomblé e todas as vezes que vou lá falar com Exu ou participar de alguma festa sinto muita dor de cabeça. O Exu da casa me recomendou fazer um Bori, pois disse que minha mediunidade é forte e que preciso fortalecer-me através do meu Orixá fazendo um Bori, porém tenho duvidas, medos, não sei se é esta religião que eu quero seguir, porém é nela que estou indo. Se eu fizer Bori estou virando a filha de santo da casa e dando iniciaçao a religião certo?? E se não for isso que eu quero as coisas podem dar errado pra mim? eu posso me prejudicar se um dia eu não quiser mais ser do candomblé? Por favor me ajudem…


  724. Motumbá!
    Fiz um bori em fevereiro/2010, numa casa que a yá ainda naõ deu sua obrigação de 7 anos, mas , um ekédi , tbém que não fez sua obrigação foi que colocou a mão em minha cabeça, dizem que sou ekédi da iansã da yá, pois ela quer que eu a seja, sendo que tbém fui suspensa muito antes por mutalabô em uma outra casa. Isto pode dar uma baita confusão não pode?
    Axé!


  725. Olá Vivik@
    Pelo que vc percebe já tem confusão no fato da senhora que fez seu bori não ter obrigação de 7 anos ,logo ela nem é Yá,é Ebomi,a ekedi ,ainda não é ekedi,como vc vai ser ekedi feita por pessoas que não são nada ainda?
    Busque uma casa de axé constituída ou espera ela constituir casa,antes disso é furada.
    Outro aspecto é a mistura que vc aborda falando em Yansã e Mutalambô,um é orixá outro inkisse,há uma mistura de nações aí.Ketu e Angola respectivamente.
    Axé


  726. Olá Luciana
    O bori é considerado uma iniciação simples,mas que não te faz filha de santo ainda.Vc pode dar um bori apenas para acalmar a sua cabeça,mas isso não vai te trazer um vinculo à casa,o que faz vínculo é a raspagem,feitura do santo.O bori é o primeiro passo,mas depois dele vc pode sair da religião sem maiores rituais,um iniciado faz assentamentos e quando quer se desligar precisa dar destino as coisas do orixá,aos assentamentos, porque iniciou-se e isso sim é mais complexo.Deu para entender?Espero ter ajudado
    Axé


  727. em Junho 16, 2010 at 4:24 pm Janice Maria

    Sou médium de umbanda e sofro com dores de cabeça desde 0s 4 anos de idade. Nenhum tratamento médico ou terapia até hj surtiu algum resultado, Só faz piorar. Na Umbanda meu Pai de Santo diz que “sou eu” quem atrai essas dores, o meu lado emocional absorve meus problemas diários que se transformam em dor. Essas dores (diárias) começam sempre no meio da madrugada e se alongam pelo resto do dia, as vezes melhoram com medicação, e às vezes, como nesta semana, chegam a durar uma semana inteira, isto me prejudica no trabalho, na vida pessoal enfim… Consultei um Pai de Santo de Candomblé que me falou que preciso fazer um bori para Iemanjá, pois tenho entidades de Umbanda e Candomblé. Como não conheço nada de Candomblé gostaria de saber a opinião de vcs, Ficaria mto grata, pois já estou enlouquecendo com tantas dores. Posso continuar na Umbanda depois de fazer o bori?


  728. Janice eu radical nestes assuntos de bori, eu aprendiq ue bori é feito para sua cabeça, é uma ou uma das poucas cerimonias feitas para a pessoa e deveria ser assim entendida, Portanto não entendo bori pra Yemonjá ou pra qualquer outro orixa. Outro aspecto complicado é isso de ter orixas de umbanda e de candomblé, ou se é uma coisa ou outra. Suas dores podem sim ter fundo num processo de mediunidade, mas como elas são constantes ainda acho que deveria procurar outras ajudas médicas, e procurar uma boa casa de tradição, seja umbanda ou candomblé, mas de tradição e ver o seu assunto com calma e seriedade. Tomeje


  729. Olá, em uma casa que fui há o ibá ori (para a cabeça, para a pessoa) e o bori (para o Orixá). Agora fiquei um pouco confuso, pois o texto escrito por Manuela e o último comentário de Nelson Souza abordam o bori como sendo para a cabeça. Podem então explicar o que vem a ser ibá ori?
    Axé.


  730. Há: detalhe: no ibá ori é assentada a louça branca e no bori é feito o assentamento do santo. Podem me explicar?
    Axé.


  731. J Marques o bori e feito para o Ori (orixa Ori) para harmonizar a cabeça do filho ou cliente. No caso de roça que faça o ibá ori, ele só deve ser feito pra filhos de santo pois cliente não tem vinculo e fazer ibá ori seria uma forma de “prender” o cliente. Assentamente é feito na iniciação, bori não tem esta finalidade de se fazer assentamento. Tomeje


  732. Olá, Começei a frequentar um terreiro de candomblé e depois do jogo de búzios foi me dito que eu era filha de Oyá. Tempos depois, passei por um processo que não tenho certeza de que foi ou não Bori; no processo, foram oferecidas comida para Oyá, Yemanjá e também para o meu ajuntó, Oxossi. No momento que entrei no assentamento de Oyá para oferecer a comida, fiquei de joelhos na esteira, a Yalorixá chamou Oyá e ela veio. Perguntei a uma prima, antiga no candomblé, se esse processo era o bori, descrevi tudo para ela, mas ela estranhou, dizendo que isso que fiz não parecia Bori. Alguém poderia, portanto, me esclarecer algo sobre o assunto? há diferentes tipos de Bori ou ele é um só no candomblé?


  733. Julia,
    minha irmã Bori tem a finalidade de equilibrar a cabeça o ori da pessoa,e não para chamar orixa. Não creio que tenha sido bori o que vc fez.
    Julia vc leu o post acima?leia-o com atenção,creio que sanará suas dúvidas e vc saberá diferenciar bori de outras coisas.

    asé


  734. Brigada, Nancy! li, sim, mas ainda restava essa dúvida, agora está esclarecida.

    Axé!


  735. Oi, desde pequena falam para minha mãe que eu tinha que dar feitura, minha foi feita e tinha que dar obrigação de 7 anos quando estava grávida de mim, e não deu, e minha vida sempre foi muita enrolada, começei á cair e me iniçiei na umbanda há 1 ano e meio mais meu erê queria lugar de nação e tive que sair de lá, no ano passado um pai de santo de camdomblé falou que eu tinha que dar bori, e eu não dei e de lá para cá, minha vida enrolou mais ainda não consigar passar em uma matéria na faculdade e meu namorado sumiu, têm uma ligação com a necessidade de bori ? E o fato de eu precisar ser feita é porcausa da obrigação que a minha mãe deixou de dar?
    Motumbá Axé
    Beijos…


  736. Monica nós temos sempre a tendencia em “culpar” o invisível o sobrenatural pelos nossos fracassos e erros ou mesmo nossas omissões, isso facilita muito as coisas para que não fiquemos nos culpando e ainda serve pra que achemos que nós somos vítimas de algo inexplicado. Monica com certeza não foi por que sua mãe não deu obrigação de sete anos que sua vida foi assim ou assado, vc não seria penalizada por isso, entende? Mas do caminho traçado por Olodumare ninguém escapa, seja o caminho que for. Por favor, leia o post bori e tb as respostas daquele post e vc vai entender que bori é feito justamente pra acalmar a cabeça da pessoa, então talvez tivesse sido bom vc fazer o bori, mas, de novo repito, não foi a falta desta cerimonia que causou algum problema na sua vida pessoal, vc poderia ter sido beneficiada por um bori no sentido de ficar mais equilibrada, mas não seria penalizada tb por não fazer, muito menos tem ligação o fato de vc não ter passado em nenhuma matéria da faculdade, isso de certo tem outros motivos, como: Falta de interesse pelo curso, despreparo, falta de vontade e outro motivos. Se vc precisa ser feita isso é um assunto seu e não está relacionada com sua mãe. Sugiro que vc leia bastante sobre a religião antes de se inciar ou mesmo antes de fazer qualquer coisa, leia sobre a religião e procure entender melhor a religião, isso vai te dar um esclarecimento que neste momento me parece muito necessário a vc. Leia sobre a religião. Tomeje


  737. ola boa noite!

    Gostaria de tira uma dúvida, tudo começou quando eu estava na casa de minha tia, ai eu comecei a passar mau. fiquei com muita dor de cabeça,tontura,mau estar. Eu pensava que era normal. depois da ai começei a me sentir mau novamente, então não imaginava o que estava acontecendo.Depois descobrir que eu estava recebendo intidade?depois o orixá passava todos os dias. ai minha vó que é ekedi resolveu me levar pra casa onde ela frequenta.Minha mãe abriu o jogo e disse que eu tinha quer dar um bori, para acalmar o orixa? mais esse bori foi o meu primeiro que assentou a quartinha, depois de um ano xângo começou a cobrar de novo, mais coisa diferente que envolvia na lista a parte de bichos?Então estou um pouco inseguro?Será que Xângo posaa bolar??

    Eu estou com essa Dúvidas??
    e porque nesse bori envolve bichos??
    Brigado!!
    muito axé?


  738. em Julho 3, 2010 at 12:48 pm Fernando D'Osogiyan

    Diego 2,

    O mais correto seria a sua iniciação, tomar borí que envolva bichos sem ainda ser iniciado, não irá resolver seu problema.

    Bori é para dar equilíbrio, apaziguar energias e só envolve a sua cabeça, mais nada, não há incorporação e ninguém vai bolar ao tomar borí.

    Muitas vezes alguns zeladores usam de paliativos quando na verdade o que se precisa é da iniciação, não tenha dúvidas de nada e não faça nada sem confiança nas pessoas, confirme em outro jogo de búzios, idôneo o que sua cabeça pede e seu Orixá, havendo necessidade vá a um terceiro jogo, entenda seus caminhos e vá em frente.

    Axé,


  739. Bom Dia….. sempre acompanho o site de vcs, ele é de grande valor, muito bem elaborado! Sempre leio os posts sobre ORI… Mas algumas dúvidas me surgirammm quando li sobre valores, sobre umbanda x candomblé…. pois bem…. fui em uma mae de santo, indicada por um amigo ( a mãe dele a conhece a anos ), enfim.. ela le no punhal, cheguei la’muito curiosa pois nunca tinha ouvido falar … ela limpou minhas mãos e encostou o punhal nelas… deixando – o assim marcado, fez uma reza a SAO CIPRIANO e ai começou a ler…. tudo bateu.. e ela me disse que eu teria que fazer uma limpeza e meu ori ( pois estava com muita coisa negativa e muita coisa feita p mim ) me passou os valores ( 1.700,00 ) achei caro, mas minha fé me disse p fazer…. marquei o dia…. fiz o’ebó, minha roupa foi cortada, enfim… ela me passou a dieta…. e oq eu podeira e nao poderia fazer por 7 e 21 djas… estou indo a 1 semana la.. chego, faço o descarrego, ela me da um banho e entao me benze e eu vou embora… semana passada deitei no quarto dos orixás p o santo, fiquei deitada 2 horas e entao ela me tirou com rezas enfim…. terça eu voltarei e terei que deitar de novo, ela me disse que é p outro trabalho… nao sei os próximos passos…. da ultima vez que fui, ganhei uma guia de proteçao, ela me disse ser do Zé Pilintra, protetor das mulhres… desde que tenho ido, tenho me sentido mais leve…. mais calma… porém, sinto diarimante dores na lateral da cabeça e na nuca… Gostaria apenas de saber, se tem coerência oq estou indo fazer ou nao…. incluindo valores…. la é umbanda mista! Agradeço desde já a atenção de todos!


  740. Julia, sinceramente falando, o que você tem feito com essa mãe de santo não tem coerência nenhuma, ao menos para Candomblé, não há uma liturgia própria.
    Julia, eu não desacredito dessas pessoas que conseguem nos falar coisas sobre as nossas vidas sem nos conhecer, mas pra mim, essas pessoas são consideradas videntes, pois por menos que eu conheça a umbanda, eu sei que não há esse tipo de “ritual” na umbanda. Ela faz com o punhal o que a cigana faz com as nossas mãos, o que um tarólogo faz com o tarot, não há nada de religioso nisso. Então, minha irmã, eu penso que nem há liturgia da verdadeira umbanda e muito menos de Candomblé nesta senhora.
    Não compete a mim te falar “está errado”, mas que é esquisito, isso é, pois ela mistura várias partes de vários segmentos. E se isso tem te deixado mais leve não há o que discutir, pois a fé é a fé
    Julia, eu só fico preocupada quando a um fator: seu ori. Mexer com ori, fazer oferenda pra ori não é assim de qualquer forma e por etapas como você está fazendo. Essas dores de cabeça podem ser reflexo do seu ori sim, que pode não está sendo tratado da forma correta.
    Julia, o que você acha de procurar uma zeladora de candomblé para que ela jogue os búzios pra você e veja o que está acontecendo? Onde você mora?
    Sobre o valor, esse cobrado é um valor considerável sim e que pode ser considerado caro de acordo com os ingredientes que foram usados nesses ebós.


  741. Obrigado pela resposta, mais é que eu vejo muito meus guias e não tenho concentração eu estudo bastante e amo o meu curso, eu achei que esse equlibrio que estava faltando para minha vida melhorar pois estou muito dispersa e vovo tonta ultimamente..
    Benção …
    Beijos..


  742. Mônica, nós precisamos de equilíbrio nas nossas vidas para conseguirmos chegar às nossas realizações. É um equilíbrio nosso, mais de auto-conhecimento que religiosidade. Eu sou iniciada e não consigo me enxergar sem viver o Candomblé, isto já é fato pra mim. A religião me ampara, me renova e me faz ver o mundo e as pessoas de uma maneira diferente e junto a isso tem o meu auto-conhecimento que servirá como base pra eu integrar a sociedade, a religião e outros fatores na minha vida. É uma questão mais psicológica do que religiosa, entende?
    Você tem que encontrar o seu equilíbrio, onde ele começa e onde ele termina. Se esse equilíbrio que você procura está numa religião, numa paz que chega através do espiritual, vá para onde você consiga atingir esse equilíbrio, independente de qual seja a religião, Mônica, pois não é religião que traz equilíbrio, ela nos ajuda a encontrá-lo, e esse processo de auto-conhecimento, ao contrário do que as pessoas pensam, não é fácil.
    Digo que a não é a religião que nos dá equilíbrio, pois sendo assim, todas as pessoas religiosas, seriam “equilibradas”, mas não é assim que acontece. É incrível a capacidade do ser humano de perder-se em sí mesmo.

    Mônica, nem o Candomblé e nem religião nenhuma te dará o equilíbrio necessário para você seguir a sua vida. Antes de você pensar em entrar na religião pra solucionar tudo isso, eu te aviso de antemão que nenhuma opera dessa maneira, principalmente o Candomblé que respeita absurdamente a personalidade de cada pessoa.

    Não vá atrás do “dizem isso”, “dizem aquilo”, você que estuda deve saber muito bem que falar, apenas falar não comprova nada, assim também segue o Candomblé. Se há “ajustes” espirituais a serem feitos pra você, quem falará isso será sempre o jogo de búzios, sempre e impreterivelmente ele que mostrará, isso se tratando de Candomblé, por isso, lhe sugiro que você procure um zelador para que ele jogue os búzios pra você e veja o que os orixás falam pra você.

    Axé!


  743. Origada pela atenção e rapidez em me responder…. Moro em São Paulo – SP, zona sull…. poderia eu trocar e-mails particulares com vc Mônica? para que eu possa descrever detalhes??
    Mais uma vez, agreço desde ja….


  744. Não sei como faço para trocar e-mail se eu tenho autorização para postar o meu, mais muito obrigado pelo interesse..
    Muito Asé


  745. Nossa… MÔNICA NAOOO, escrevi errado… era p escrever para DAYANE pedindo o mail dela…!! perdão para as duass….


  746. Julia e Monica nós não temos outro meio de comunicação com os leitores. Não seria viável manter um email pra este fim pois perderíamos a finalidade do blog, que é a discussão e debate dos assuntos da religião. Além disso os comentários aqui postados são na maioria as mesmas dúvidas ou problemas de muitos outros irmãos e estes comentários/respostas servem pra ajudar os demais leitores, espero que nos entendam. Tomeje


  747. Falha na comunicação, Julia. rsrsr
    Julia, no que nós pudermos te ajudar, assim será feito, mas a situação é essa, como o Nelson disse.

    Eu quero que alguém indique um bom jogo pra você, minha irmã.

    Axé!


  748. Oi, gostaria de saber, dentro do que eu puder saber, se existe diferença do Bori dependendo da nação?Ou seja Bori é bori em ketu, jeje e angola, muda a denominação e o jeito, etc…?Abraços, AXé


  749. Carol muda muito sim, inlusive o nome, ms a quantidade de alimentos oferecidos muda, as restrições mudam, a forma de conduzir muda, não sei te dizer sobre cada segmento específico, mas muda muito. Tomeje


  750. Boa noite, há muito tenho lido tenho visto informações sobre os cultos aos Orixás, porém tenho grandes duvidas, e questionamentos sobre a mesma. Sempre foi me dito que eu deveria fazer o santo, ou algo do gênero.
    Tomei coragem para fazer um Bori, porem tenho visto que o tempo para ficar recolhido varia de casa para casa. e da Raiz do culto.
    Uma vez que irei fazer o Bori esta semana, tenho uma duvida. o por que um bori tem de ser de até 4 dias ou sete como li em uma das respostas? uma vez que isto consiste em acalmar a cabeça e se preparar para algo mais grandioso. que este ato é um dos fundamentais dentro da iniciação. E no meu ver não requer assim tanto tempo como já citado.


  751. em Julho 19, 2010 at 2:41 pm Fernando D'Osogiyan

    D’Odé,

    existem vários tipos e formas de eborí ou borí como é conhecido popularmente. Se não vai se iniciar, presumo que seja um borí frio e de pequeno resguardo, no máximo 3 dias.

    Axé,


  752. Oi, dei bori há pouco tempo e me sinto bem melhor do que antes sinto que sai do ronco como se fosse outra pessoa, e encontrei o equilibrio e com relação á concentração citada anteriormente agora consigo ler uma pagina antes não conseguia nem ler uma frase de tão pertubada que minha cabeça estava tinha visões quando estudava, recomendo á todos que não conseguem caminhar e não entendem, que sofrem com problemas espirutuais desde que nasceram á se entregarem ao camdomblé afinal só estamos fazendo bem á nós mesmos. Asé…
    Obrigado pela atenção


  753. Monica que bom, tomara que muitos leiam seu comentário, ele é contagiante e feliz. Obrigado. Tomeje


  754. Tenho que fazer um agrado a Bori. Gostaria que me ajudassem , no que colocar. Obrigada desde já. Me enviem a resposta por email. (h.maira@ig.com.br)


  755. Helena como vc viu o termo bori se refere a cerimonia de alimentar o orixa da nossa cabeça chamado Ori, e é semrpe feito por alguém conhecedor deste assunto e devidamente habilitado pra isso, acho que está havendo algum equivoco na sua pergunta ou no que lhe foi informado sobre bori. Tomeje


  756. Olá,primeiramente quero parabenizar o site e os moderadores que estão sempre ajudando ai nas dúvidas.
    Bom,esse mês vou fazer meu bori e o assentamento do meu orixá(oxum) e do meu exú tbm,pois ele está pedindo.
    Todos que conheço,no seu bori todos bolaram com seus orixás,se não bolar,há algo de errado?

    Obrigado!


  757. olá!

    queria saber oq significa “iese orisa”
    vcs dizem q qm toma bori se torna um iese orisa… entao oq isso siginifica??

    obrigada!!


  758. Wanderson seria muito importante vc ler os comentários deste post pra se informar melhor sobre este assunto, pois não é obrigatório que haja manifestação de orixa no bori, e tb não deveria haver ninguém bolando nesta cerimonia, pois como vc verá nos comentário esta cerimonai é feita pra o seu ori e somente para o seu Ori. A questão dos assentamentos isso já é bem mais complexo porque só deveriam ser feitos assentamentos do orixas e seu respectivo Exú (não é pombagira ou exu catiço é Exú orixa) no momento da iniciação, pois é na iniciação que se cria vinculos entre o filho e o pai e a casa de axé. E é na iniciação que podemos afirmar com certeza que tal pessoa é de tal orixa, até a iniciação podem haver mudanças. Acho desnecessario fazer assentamentos sem a pessoa ser raspada, pois cria um “vínculo” que no futuro pode não se concretizar com a iniciação da pessoa. Tomeje


  759. Mariana o trecho a seguir fala de um bori feito exclusivamente para fortalecer a cabeça do Yaô e é feito pouco tempo/horas antes da iniciação, e só se refere a esta condição de fortalecer o ori do Yaô, não deve se confundido com o bori feito normalmente, que tb é pra fortalecer o ori, mas não tem relação com iniciação.

    “Da fusão da palavra Bó, que em Ioruba significa oferenda, com Ori, que quer dizer cabeça, surge o termo Bori, que literalmente traduzido significa “ Oferenda à Cabeça”. Do ponto de vista da interpretação do ritual, pode-se afirmar que o Bori é uma iniciação à religião, na realidade, a grande iniciação, sem a qual nenhum noviço pode passar pelos rituais de raspagem, ou seja, pela iniciação ao sacerdócio. Sendo assim, quem deu Bori é (Iésè órìsà).”

    Há um erro de grafia no texto, onde se lê I”esse orixa” o correto é Lesse orixa e significa “portador ou que tem Orixa” no sentido de ter o orixa fixado em seu ori, afinal todos temos orixa, mas somente os iniciados os tem fixados em seus ori. Tomeje


  760. mto obrigada Nelson!

    adoro o blog e visito seeeeempre!!
    apendi mto lendo os textos!!
    obrigada d nv!


  761. Boa tarde

    Fiz um bori faz 11 dias, e tenho muitas quizilas, muita coisa q não vou fazer, como usar roupa preta, a maioria das minhas são pretas, e tenho como trocar td de uma vez só, como devo fazer? se eu continuar usando a cores preta o que pode acontecer comigo?

    Obrigado


  762. Cristina o resguardo normal de um bori é no máximo uma semana. Veja por favor p post “resguardo é força”,mas estou achando um tanto exagerado este tempo de resguardo. Tomeje


  763. No omolocô, o orí é uma divindade e ele tem q ser cuidado, pois é um ponto de ligação entre vc e seu orixá.
    O nosso borí, pode ser de 3 tipos :de água, quando se oferece somente o obi a cabeça, de frutas e de ejé(menga), quando tb pode ser feito o ibá orí.


  764. em Agosto 24, 2010 at 3:12 pm Carlos Eduardo

    NO BORI SEMPRE TEM QUE TER:

    O PEIXE? OU PODE SER SUBSTITUIDO, DEPENDENDO D NAÇÃO?
    FAZER FIO DE CONTA?
    BOLO BRANCO? OU OUTRO QUALQUER?
    DOCES FINOS?

    ESSES ITENS TÊM SEMPRE QUE TER NO BORI?


  765. Carlos não é obrigatório e vai depender da necessidade do bori, pode haver mudança dos compenentes do bori, mas isso só quem decide é o jogo. Tomeje


  766. quando uma pessoa bola no santo o que se deve fazer na ausencia do zelador? ogan/ekedj pode desvirar o santo quando se esta bolada ou só o zelador?

    obrigada pela ajuda.
    axé


  767. em Setembro 1, 2010 at 8:29 pm Fernando D'Osogiyan

    Sonia,

    Existe um ritual que se faz para quando ocorre isso, normalmente acontece num toque de candomblé.

    Axé,


  768. Nelson, boa noite!

    Eu precisava de um conselho de vocês, mas o post ficaria muito grande e também acho que não seria prudente postar certas coisas aqui, pois poderia influenciar muitas pessoas que estão chegando na religião.

    Eu até cheguei a começar a escrever, mas travou tudo e acho que a mensagem não foi. Melhor assim.

    Tem algum e-mail para onde eu possa enviar meu apelo?

    Obrigada!!


  769. Monique, Nossa colaboração para a religião só pode ser feita por este meio, não seria possível conciliar nossos afazeres pessoais com atendimento em particular. O trabalho no blog já nos toma um tempo considerável e se abrirmos mais um meio de comunicação perderíamos nossa privacidade. Além disso e principalmente perderíamos o nosso maior foco que é o debate de assuntos de interesse de todos, cada comentário é respondido aqui com todo respeito e honestidade, e serve para que outros irmão tenham a possibilidade de sanar dúvidas que por vezes são as mesmas. Esperamos que compreenda. E se houver algo que possamos te ajudar será um prazer. Tomeje do Ogum


  770. em Setembro 13, 2010 at 5:30 pm lucia nasário

    Gostaria de saber se na umbanda ,qdo faz o borí, faz para exú e pombo-gira tbém? Porque tem que rodar nas porta? Qual o significado? Alguem por favor poderia me responder no meu Email : l7p@ig.com.br. grata


  771. Lucia nós não respondemos por email. Mas na umbanda não se faz bori, eta cerimonia é de candomblé e como vc pode ver no post o bori é feito pra cabeça da pessoa, para Ori e não para orixa em específico. Portanto não há possibilidade de fazer bori pra entidades como pombagira. Bori é uma cerimonia linda e enorme fundamento e só deve ser feita por alguém que detenha este conheciemnto. Tomeje


  772. adorei mesmo de coraçao esta pagina
    queria saber uma coisa um eked nos dias de hj tem que ser rspada ou não precisa mais ?


  773. em Setembro 14, 2010 at 1:20 pm Fernando D'Osogiyan

    Kenia,

    No ketu/Nagô e no Jeje, não se raspa Ekedi e nem Ogan. Na nação Angola se raspa por tradição.

    Axé,


  774. Sou grande frequentador, leitor assíduo e fã desse site.
    Tenho uma dúvida…
    frequentei a umbanda durante mais ou menos um ano, passei um tempo afastado e encontrei uma casa de candonblé ketu onde me sinto bem e estou frequentando regularmente comprometido com as atividades… logo quando cheguei o babalorixa jogou pra mim e disse que meu orixa de cabeça nao se apresentava, mas quem respondia o jogo era Ogum, tambem havia alguma questão com exu que pediu pra cortar pra ele e foi recomendado que eu fizesse um ebó. Apos um tempo frequentando e me sentindo bem, fiz o ebó… e apos os preceitos e os sete dias corridos, alias… faltei uma semana, entao transcorreram 14 dias… o babalorixa jogou novamente pra mim e disse que quem respondia o jogo dizendo que era minha orixá de cabeça foi Oxum, e Xango como juntó… mas que ainda nao era certeza, havia algo em aberto… também disse que eu tenho caminho pra ser virante, incorporar, mas que tambem ainda nao é certeza…
    Fico numa ansiedade danada pra saber quem é meu orixá de cabeça, esse tempo já… e eu sem saber pra quem me direciono, pra quem direciono minha fé… se pra Ogum, Oxum, Xango, Exu… etc… Gostaria de saber o que acontece… porque nao tenho um orixá definido? outra coisa… foi recomendado que eu fizesse um bori, que ja estamos providenciando… mas também já me disseram que nem sempre o bori confirma o meu orixa de cabeça… Gostaria que alguem me ajudasse com isso, por favor!
    Grato pela atenção!


  775. João, eu acho bem engraçado quando as pessoas falam que não estão com orixá “definido”. Se o orixá faz parte da nossa natureza, nos acompanha assim como nosso próprio espírito, então entender essa indefinição se torna difícil pra mim rsrsrsrsrs.

    João, se ameniza a sua situação: eu passei quinze anos numa casa de Candomblé, convivendo, vendo… E nem sabia meu orixá. Quando foi jogado, me deram outro orixá que não é o meu. Por muitíssimo pouco eu não recolhi pra um orixá que ainda nem está no meu carrego, acredita? Foi uma verdadeira agonia! rsrsrs

    Então, meu irmão, se “assossegue”, pois o seu orixá falará na hora certa que ele achar melhor. Lembre-se: o tempo do orixá não é o nosso tempo.

    Quanto ao bori, está cerimônia servirá para alimentar o seu Ori, o seu juízo, o seu caminho, o orixá que irá lhe acompanhar sempre. O bori serve apenas para ele e antes de qualquer orixá vem Ori, sempre ori.
    É verdade que nem sempre o bori serve pra isso, pois não é essa a sua serventia, mas ele pode ajudar sim futuramente para que seu orixá se apresente com mais claresa. Faça o bori e aguarde o seu zelador.

    Axé!


  776. Muito Obrigado, Dayane. De repente isso é até uma prova ou lição que o Orixá me ensina… paciência, humildade e respeito. O que nunca é demais. Mas que fica a ansiedade…fica sim!
    De toda forma Muito Obrigado!


  777. Boa tarde á todos.

    Tenho que confessar que tô bastante emocionada.

    Já a algum tempo uma crescente curiosidade a sobre o candomblé vem crescendo dentro de mim. Fui criada dentro da religião evangelica e me foi tolida desde criança a possibilidadede contato com outra religiões. Depois de já bem grandinha eu fui criando outras concepções de religiosidade que me levaram a um caminho de fé sem nomeclatura, eu acredito.(ponto)

    O que acontece é que uma série de conhecidências vem me levando para o “me aprofundar” no candonblé. É uma curiosidade com jeito de chamado, sonhos, contatos inusitados com pessoas que frequentam. Uma inquietação.

    Foi neste site que eu sanei diversas das minhas duvidas e conheci a história dos orichas e como a religião africana se transformou na que é hoje praticada aqui no Brasil.

    Então, hoje eu decidi ir procurar uma casa para pisar de fato no terreiro, e ver se é uma curiosidade ou se esse chamado é real

    P.s: Desde muito criança que o batuque dos tambores meche comigo. Uma vez em uma festa de maracatu onde tocavam tambores de criola, eu podia jurar ouvir sons de mato balançando, mulheres cantando e um vento forte. E nós estavamos no meio de SP. Será uma dica??

    Volto pra contar como foi.

    Abraço.


  778. Deborah que bom que pudemos te ajudar ns suas pesquisas, ficamos felizes com isso, sinceramente. Volte mesmo e nos conte, estaremos torcendo por vc. Tomeje


  779. Boa Noite! Minha dúvida é Pejigã pode iniciar Ogan e Ekedi


  780. em Outubro 3, 2010 at 3:40 am Fernando D'Osogiyan

    Margarete,

    Tem um provérbio Jeje que diz: “Vodunce faz Ogan mais Ogan não faz Vodunce”. E o Pejigan é um Ogan que tem funções de cuidar dos Pejis e auxiliar o zelador em tudo, menos iniciar Ogan e Ekedi.

    Axé,


  781. Estou estudando ha muito tempo a cerimonia do Bori.

    E sempre ficou uma dúvida que ate hoje não achei a resposta.

    Olori = Eledá ?

    Ou seja, dár uma obrigação e fortalcer Ori é o mesmo que

    fortalcer o Eledá ( anjo da guarda) ?

    Acredito que o eledá é uma parte do Ori ( do orum e não o físico)

    Ouvi falar que pra dar obi e Bori tem que despachar (no bom sentido) exú bará ( que também acredito ser o lado escuro de Ori)

    Desculpe tantas dúvidas…obrigado


  782. Boa tarde

    poderia me tirar algumas duvidas?

    freguento uma casa ja tem um ano fui jogar os búzios

    um tempo atras o pai de santo falou que eu precisaria dar um obi passou duas semanas fui na festa de eres quando cantou para oxum passei muito mal isso foi no sabado no domingo passei mal o dia inteiro na segunda feira fui ate o barrarão e o pai de santo jogou para mim e falou que oxum estava cobrando que eu tinha que fazer santo falaei que nao podia porque começei a trabalhar tem tres messes entao ele falou que era para eu fazer um bori depois eu fazia santo a minha pergunta e quando eu fazer o bori vou bolar na santo?

    e se eu bolar vou ter que recolher?


  783. desde ja muito obrigada por me ajudar

    adoro esse site me ajuda muito nas minhas
    duvidas se poder me responder ainda hoje agradeço muito

    Obrigada


  784. Celso ontem no programa Ori, nós colocamos uma reza de Eledá na voz do Ogã Marcelo Monteiro do Cetrab.org.br. No endereço radiocandombleaxe.com.br vc pode houvir o programa de onte e a reza e os comentários sobre Eledá. Tomeje


  785. Erica em alguns casos se faz um bori na tentativa de acalmar o orixa da pessoa, em alguns casos. Como vc pode ver no post o bori é uma cerimonia destinada a pessoa, ao orixa que habita a cabeça da pessoa e que se chama Ori, daí o termo Bori (dar comida a cabeça/Ori). O bori não requer a presença de orixa e nem deveria ser invocado orixa neste momento, pois como foi dito, o bori é pra vc. Mas pode ocorrer sim do orixa vir no bori, pode ocorrer de vc bolar. Pode ocorrer é diferente de ser regra. E se vc bolar isso só significa que vc é rodante, não significa que vc tenha que ser raspada imediatamente. Sempre recomendo que só se iniciem depois de terem sido abiãs durante um bom tempo. Por favor clique nas fotos e vá procurando os textos que lhe chamarem atenção pelo título e leia-os. Tem tb um post interessante na barra lateral em “espaço dos leitores” o post Iniciação, escrito por Marcio de Jagum. Tomeje


  786. boa noite

    Muito Obrigado por ter me ajudado

    e tirado as minhas duvidas

    Obrigada nelson


  787. Pergunta boba, porque será que ogan não inicia nem se torna zelador?


  788. em Outubro 8, 2010 at 1:02 am Fernando D'Osogiyan

    samuel,

    Por que existem atribuições específicas e de grande responsabilidade que é preciso estar sempre acordado e atento como tocar, cantar, copar. Para isso tem que aprender os toque específicos e seus rítmos, encorar e afinar os atabaques, saber o Yorubá no caso da nação ser ketu, cantar as cantigas de barracão, de fundamento, saber o que está cantando, ensinar os Ogans mais novos, saber copar, limpar os animais, cantar sarsanhas, folhas e oyes, etc. Acompanhar o zelador e entender os Orixás de sua casa.

    Axé,


  789. obrigado pelo esclarecimento, axé


  790. eu gostaria de saber se quando da bori se lava o santo


  791. Marta, o bori como vc viu no texto, e pode perceber nos comentários do post, tem uma função específica. Mas se vc já é filho de santo da casa, e tem seus assentamentos, pode-se aproveitar o momento para lavar o seu orixa, não vejo função nisso, mas pode ser feito sim. Mas se vc não é feita e nem filha da casa não há motivo algum e nem orixa pra ser lavado. Tomeje


  792. Bom dia manuela,

    É verdade que a pessoa não pode ter como: cabeça e juntos tudo macho? tem que vim uma femea para equilibrar? Manuela sempre tive duvidas sobre uma questão, se sou ekede ou não, já joguei buzios duas vezes e deu que sou virante e já apreserntou um outro orixá do meu juntor que na primeira vez não deu, fiquei em duvida sobre o jogo da MDS, hj estou sem saber qual foi o correto a primeira jogada ou a segunda, e será que isso pode acorrer a troca de orixá ? ou vc nasci e não muda mais? acredito eu que não exista essa briga de cabeça, pois vc já nasci com o seu e pronto. Existe sim uma interferencia de vibração dos seus orixás. Sinto as vibraçoes mais não incorporo de jeito nenhum, tenho 03 anos na umbanda.( meu ori é oxum opara)
    Um grande abraço…axé


  793. Manuela,

    Gostaria de saber se pode acontecer da pessoa ter 03 orixás machos( Oxaguian, oxossi e xango) como cabeça e juntors ? fui jogar buzios sair com mais duvidas do que quando entrei, gostaria de saber se era ekede e a MDS disse que não, pois tenho 03 anos na umbanda e nada de incorporar, sinto a vibração, mais só fica nisso mesmo.
    Sou de Oxum opara e queria tomar uma decisão em minha vida depois dessa confirmação, para te falar a verdade tenho resistência em ser ekede, gostaria mesmo de sentir ou seja receber meus orixás, mais está dificil, não sei se quando eu souber da noticia, eu continue na umbanda.


  794. Sandra em umbanda tradicional nãos e joga búzios e não tem Oxum Apará´ou Opara, esta Oxum é de candomblé, recomendo que vc procure saber direitinho que raíz é sua casa, de onde veio o axé desta casa. Não digo que não se possa misturar umbanda e candomblé, mas eu em particular prefiro cada coisa no seu lugar. Veja bem onde vc está. Tomeje


  795. Oxum Opara eu respondi algo muito parecido em outro post, acho que foi pra vc mesma. Há pessoas que tem os orixas principais masculinos ou femininos isso é normal, mas ter tres ao mesmo tempo não existe. Há pessoas que são conhecidas por ori meji, duas qualidades do mesmo orixa partilhando o primerio e segundo lugar numa mesma cabeça, mas são duas energias do mesmo orixa. Tres orixas diferentes não pode tomar um mesma cabeça. Te recomendo procurar um jogo numa boa casa de axé ou uma boa consulta com o guia chefe de sua casas de umbanda. Tomeje


  796. Nelson acho que me expressei mal, na verdade sou da umbanda traçada com candomblé, mais a casa que fui jogar búzios é candomble. Minha MDS é feita no candomble pois ela é de oxum opara mais ela gosta e trabalha na umbanda.Já me disseram inclusive ela que tenho cabeça de oxum opara, me explicou que ela ven na linha do Keto ( camdomble) mais sou apaixonada pela umbanda, sei que vai chegar uma hora que eles irão me cobrar e terei que fazer tudo na linha Keto. Em relação a rodante ou não, só tenho receio de ser Ekede, pois amo os orixás e queria senti-los entende? acho tão bonito a pessoa incorporar e pregar a caridade, os buzios me disseram que sou rodante, mais dentro de mim diz que sou ekede. kkkkk Em relação aos orixás machos que te falei, porque disseram a minha irmã que ela teria: cabeça: Oxaguian, 1º juntor Oxossi e 2º xango, essa semana ela jogou buzios com um pai de santo que mora fora e gostou, pois ele explicou que a pessoa não pode ter tudo macho , sempre uma mulher tem que vim, é verdade? espero que vc entenda.
    Axé


  797. ola boa tarde, gostaria que alguem me respondece a uma pergunta, porque devemos santificar auma religiao que nao sabemos o sentido e o porque das energias das quais que nao vemos e nem sabemos quem sao, acreditar em algo que nao seja precipitivel, pois nao vemos mas eles veem nossos atos e dai se baseiam no nosso comportamento para falar ada nossa vida,fui tao descepionado por varios lugares que passei que hoje tenho as minhas duvidas o quantos as estas crenças, se augum dia eu encontrar algum orichar, caboclo,o sei que seja que me fale da minha vida sem me perguntar nada a mim ai eu acreditarei, çpor enquanto continuo com as minhas duvidas, charlatas ja vi demais., obrigado


  798. Sandra é perfeitamente possível a combinação que foi dada a sua mãe. Tem lógica quando dizem que é preciso uma energia feminina pra dar equilíbrio, mas isso não é obrigado que seja regra. Além disso essa energia feminina pode vir por outros caminhos que não seja juntó, pode vir acompanhando um orixa masculino e não ser juntó. Explico, sou de Ogum e o meu Ogum tem ligação com Oxaguiã, isso não significa que o meu segundo orixa é Oxaguiã, mas Ele existe e é cultuado tb, entãoa energia feminina pode vir desta forma, mas como sempre repetimos aqui, isso só será visto na iniciação. Tomeje


  799. Jose Jorge, orixa e crença está dentro de cada um de nós e não fora. Tomeje


  800. Em primeiro lugar gostaria de parabeniza-los pelo excelente blog que muito nos ajuda. Já li sobre o assunto mais gostaria de saber de vcs, qual o papel de uma ekede ? quais as mediunidades que ela possue ?

    Axé à todos


  801. em Outubro 28, 2010 at 2:53 pm Fernando D'Osogiyan

    Oxun Opará,

    Ekedi quer dizer a segunda pessoa, ou seja, pessoa ligada diretamente ao zelador e de sua total confiança. Não entra em transe e é confirmada no cargo de ekedi para trabalhar para o Orixá e sua casa. A fôrça, a energia de uma ekedi ou Ajoiê experiente, é vista dentro de cada função dentro de uma casa, sua sabedoria em todos os setores, ela tem que saber se colocar em tudo que se refere a casa e evidentemente com apoio do zelador. Ser educada e dar educação é uma função de base e litúrgica para com a religião dos Orixás que toda ekedi ou ajoiê tem.

    Axé,


  802. Fernando D`Osogiyan, obrigada pela informação. Na verdade faço parte da Umbanda há 03 anos, mais tenho cabeça de Oxum Opara ( Ketu) dei traçada o bori rescentemente ( Candomble), mais sei que terei as cobranças dos meus orixás. Desconfio que eu seja Ekede e desculpe minha igonorância mais me sinto muito triste, gostaria mesmo era de incorporar senti-los de verdade. A unica mediunidade que sinto é atraves de sonho, não sei se poderia ajudar pessoas somente com essa mediunidade.


  803. em Outubro 28, 2010 at 8:18 pm Fernando D'Osogiyan

    sandra,

    As ekedis e os Ogans são intercessores dos Orixás, fazem parte intrínsicamente pois são representados por eles. Estar acordada é importante para servir ao zelador quando este estiver incorporado. O sonho pode traduzir de fato alguma situação,porém, não entendo issi como mediunidade. UMa ekedi passa energia nas coisas que coloca a mão e em tudo que faz para o Orixá e sua casa, ao preparar um Iyawo, ao fazer uma comida de orixá, ao arrumar e vestir um orixá, etc.

    Axé,


  804. Bom dia,
    Gostaria de saber a diferença entre Obi e o Bori???
    Quando se “dá” o Bori fica recolhido??? Se sim, quantos dias???


  805. em Outubro 31, 2010 at 5:52 pm Fernando D'Osogiyan

    Luiza,

    Borí é uma oferenda completa à cabeça, que precede de ebós e preceito de 7 dias. O recolhimento é dentro da roça e não dentro do Ronkó

    Obí é uma oferenda apenas do Obí ao seu Orí, preceito de 3 dias.

    Axé,


  806. Obrigado por tanto esclarecimentos que obtive aqui. Após muitos episódios de inconsciencia (sem manifestação de alguma entidade que se identificasse, falasse) durante a gira de umbanda, fui encaminhado a uma zeladora de candomblé para uma consulta. Bem certo que consultei outras e todas disseram que eu precisaria realizar um bori. Fiz primeiramente um obi agua e depois de alguns meses um bori. Continuo na umbanda e tenho duas perguntas. Sou totalmente inconsciente (o que me incomoda) e quando trabalho com preto velho por exemplo fico muito atordoado após os trabalhos e demoro muito tempo para melhorar da tontura, turvação visual e dificuldade auditiva. O que fazer? O outro problema é que continuo cuidando do meu bori e toda vez que vou trocar a agua, enfim fico um tempo recolhido em prece, somente acordo algumas horas depois com todos a minha volta. A zeladora me diz que em qualquer casa que eu fosse ficaria recolhido para raspar, mas como sabe que ainda prefiro ficar na umbanda, me ajuda e somente saio de lá quando melhoro, mas isso me causa mais resistência , o que posso fazer para diminuir estes “sintomas”?


  807. em Novembro 20, 2010 at 12:40 pm Fernando D'Osogiyan

    Alexandre,

    Preto-velho que eu conheço e já não é de hoje, nunca deixa o filho nessas condições. Sua zeladora deve rapidamente tomar providências e até mesmoconfirmar se é mesmo o Preto-Velho ou um Egun se passando por ele. Quanto a sua quartinha do seu Borí, não há liturgia para que sinta alguma coisae fique desacordado ou em transe, pois o Borí que quer dizer: Ebó + Orí= Eborí e mais conhecodo por Borí, é a cerimônia de fortalecer e dar equilíbrio ao seu Orí e nã´há manifestação alguma. Você precisa fazer as coisas com mais firmeza de cabeça, pois não é tomar o boríé saber porque se toma o Borí e suas consequências.

    Leia meu texto sobre Eborí clicando no nome Eborí abaixo do meu nome e retrato no início da págian, para entender melhor e se sentir mais seguro e forte.

    Boa sorte,

    Axé.


  808. Boa tarde a todos!
    Gostaria de saber se uma vez feito o BORI, eu tenho que já entrar para o RONCÓ imediatamente, ou se isso não se faz necessário?
    No BORI terei a certeza de meu ORIXÁ?
    Muito obrigado pelas informações e AXÉ para todos


  809. Mateus,

    Boa tardinha, querido! Td bem com vc?

    O Bori, ou Ebori, é uma oferenda feita para o Orixá Ori, para a sua cabeça. É feito para acalmar, para apaziguar sua cabeça… Não é uma oferenda feita para o seu Orixá, nem requer manifestação dEle. O Bori é feito para a sua cabeça, para sua harmonia e não para o Orixá.

    A confirmação de seu Orixá se dá através de um jogo de búzios em uma casa idônea, feito por uma pessoa idônea e conhecedora e somente através desse mesmo jogo pode-se dizer se há ou não há a necessidade de feitura.

    Espero ter ajudado!


  810. Boa tarde p todos.Voces falam de procurar uma casa seria p que possamos frequentar,mas como se conhece uma casa de religiao Cristina


  811. em Novembro 23, 2010 at 10:31 pm Fernando D'Osogiyan

    cristina,

    Aqui mesmo, por exemplo, podemos indicar boas casas de candomblé.

    Axé,


  812. Cristina junto desta informação sempre falamos na importancia de ser Abiã ( o não inciado), esta é fase de observação e de estudo da casa e dos irmãos e do próprio zelador. Ser abiã é fundamental. Tomeje


  813. Oi Fernando, boa noite!
    Apesar de ter ficado meio surpreso com sua resposta, agradeço. No entanto gostaria de saber se há como avaliar a efetividade do bori. É possível nao ter surtido o efeito desejado? Caso positivo, a que se deve? Sinto muito mais tranquilidade, no entanto após o ritual, eu tenho sentido um aperto no peito, como se fosse uma saudade de algo muito importante e profundo. Esse sentimento me toma por muitas vezes e vai embora repentinamente da mesma forma. Sei que tenho que ter muita firmeza mas parece que mesmo apaziguado e “nutrido” aumentei meu nível de confusão com relação à espiritualidade, como se eu tivesse causado uma inquietação. Vc poderia explicar isso ou esses fatos nao tem relação?


  814. em Novembro 26, 2010 at 12:45 pm Fernando D'Osogiyan

    Alexandre,

    Somente através do jogo e seu próprio depoimento para se obter uma avaliação sobre o efeito do Borí.

    Quanto ao aperto no peito, isso pode estar relacionado a uma angústia (normal) e acontece com pessoas que: estão com o Orixá à flor da pele; Estão com aproximação de mais de um Orixá; Estão, ainda, precisando de ebós de Odú; Etc…

    Orí é um Orixá independente de liturgia própria ligado a Oxalá e Yemanjá e que nos acompanha do nascimento até a nossa morte, somente com seu concentimento é que a pessoa pode se iniciar para o Orixá.

    Muitas pessoas entram aqui no blog e falam: Meu santo que raspagem, meu santo tá cobrando, meu isso e aquilo e não é bem assim pois se o Orí não concentir a feitura, não haverá a iniciação, pois a cerimônia do Borí para a iniciação é que se confirma categóricamente a iniciação.

    A cabeça é que conta, o corpo humano apenas seu Igbá e nenhum Orixá poderá contestá-lo.

    Axé,

    Axé,


  815. Bom dia,
    Gostaria de tirar dúvudas a respeito de alguns rituais e se não estivermos satisfeitos com os trabalhos desenvolvidos, como proceder para frequentar outra casa.
    Sou ogã confirmado a um ano e por exemplo, ainda não passei pelo bori. Gostaria de mais informações e explicar melhor a minha situaçao, visto que sofro um tipo de pressão…..por favor, me mandem um e-mail particular se possível para poder dar mais detalhes e quem sabe vcs possam me ajudar.
    obrigado


  816. Henrique quando falamos que alguém é confirmado, isso compreende que esta pessoa passou pelos oros necessários, foi recolhido ao roncó e recebeu os axes, e o orixa do pai/mãe de santo deu nome na sala. Tudo isso inclui bori. O que vc quer dizer com “confirmado”? Sobre email particular isso não será possível, não fazemos desta forma, o trabalho no blog já toma tempo bastante e se abrirmos mais um canal de comunicação perderemos o foco do trabalho no blog, espero que nos entenda. Tomeje


  817. Queridos atraves do bori pode se haver confirmação do orixá de cabeça da pessoa? axé


  818. em Novembro 30, 2010 at 6:23 pm Fernando D'Osogiyan

    miqueas,

    Após o borí sim, com as energias apaziguadas, reestabelecidas e equilibradas. O borí é tão somente o ato de fortalecimento, preparação do caminho para o Orixá, sem o concentimento do Orí não há iniciação.

    axé,


  819. Muito obg pela resposta mais do que esclarecedora este mês de dezembro estarei fazendo meu primeiro bori,obg Fernando d’osogiyan muito axé


  820. em Dezembro 5, 2010 at 6:47 pm Érica de Souza

    ” Há pessoas que não rodam de Orixá e tbm não são ekedjis ou ogãn, então se assenta o orixá dela, mas esta pessoa será eternamente abiã, por motivos óbvios, mas tem pessoas que só precisam fazer o assentamento e nunca serão iniciados, casos raros, mas que também serão eternos abiãns ” Nelson Diz. ”

    Alguem pode me explicar essa afirmação ?


  821. em Dezembro 5, 2010 at 6:55 pm Fernando D'Osogiyan

    Érika,

    Candomblé não se resume apenas em pessoas que rodam no Orixá, Ekedis, Ogans e abians. Não concordo que sejam casos raros, muito pelo contrário, raros são os Iyawos que tem vento!

    Axé,


  822. Babazinho…

    Depois de um toque que eu fui ontem, tenho que concordar imensamente com o senhor… Infelizmente isso é uma verdade.

    Sua Benção.

    Axé!


  823. O que é Ibaori ?


  824. em Dezembro 6, 2010 at 9:47 pm Fernando D'Osogiyan

    Victória,

    Ibá ou Igbá quer dizer local e Orí quer dizer cabeça. Local onde está o otá sagrado que representa nossa cabeça.

    Axé,


  825. Victoria o termo ibá pode ser entendido como o conjunto de loucas ou obejtos representativos do orixa. o termo Ori significa ou está relacionado ao orixa Ori, um orixa de suma improtancia que habita a cabeça de cada pessoa, é um orixa pessoal. Ibáori generalizou-se como forma de culto a Ori, é uma representação física do orixa ori. Eu sou pelo entendimento de que só se faz ibaori (nas casas que fazem este ibá) pra os iniciados, os não iniciados não deveriam ter ibaori, pois ter um ibá pressupõe compromisso e nem todos que fazem o bori, que é a cerimonia que dá origem ao ibáori, precisam ter compromisso com casa de axé. Tomeje


  826. em Dezembro 7, 2010 at 9:31 pm Érica de Souza

    Nossa baba !! Pensei que era apenas rodantes, ekedjis e ogans. E essas pessoas que seram abian pra sempre ? Qual é a função delas ?


  827. em Dezembro 8, 2010 at 12:26 am Fernando D'Osogiyan

    Érica,

    São os koríjebós, aqueles que de fato não tem casa, rodam todo o candomblé e sua nações e nunca se iniciam, tem contas, roupas, sabem um pouco dalí e daqui, perdem o seu tempo e nunca se iniciam, nunca estão satisfeitos, sempre se queixando, fazendo fofoca, dizendo que deram borí de feitura, tem de todo tipo, são os párias do candomblé.

    Axé,


  828. Oi, Desde o dia q fiz meu bori, tenho tido “sensações” diferentes de td o q ja senti antes. Nos dias de festa tenho tido a impressão q tenho sentido meu orixa, posso afirmar q ja senti meu orixa bem perto e ate acho q quase virei( cheguei a ficar sem conseguir falar, fiquei completamente travada)mas me apavorei, chorei e senti a energia sair ,em outras ocasiões senti um zumbido no ouvido,ou so aquele balancinho, ou como na ultima festa q senti um mal estar como se eu fosse desmaiar a qualquer momento e sempre sinto vontade de chorar. Receio q essas sensações sejam do meu orixa estar perto … nao sei mas a “enegia q sinto ou sensações” nunca sao iguais e como ainda nao me conheço mto nem conheço ainda meu orixa( é mto recente isso mim) gostaria de saber se estou certa de achar q estou sentindo meu orixa ou estou equivocada e posso estar sentindo outro tipo de energia ou “influencia”. Com tudo isso q sinto posso considerar q sou rodante? Meu pai de santo diz q quando estou com essas sensações eu mudo de cor e ele diz q minha orixa sempre esta presente. Tambem gostaria de saber se o certo nao seria o orixar bolar primeiro… me desculpe a ignorancia mas como eu ja disse tudo isso é mto novo p mim.


  829. Olá line
    Bolar não é obrigatório,toda essa descrição que vc faz é um indicativo de que você deve ser rodante.Bolar é quando orixá vem em você ainda na primeira vez meio sem controle do seu corpo,nem vc controla nem ele tem domínio completo da máquina,entende? Por isso que a gente vê a pessoa cair no chão,é como se fosse um choque,assim como é novo pra nós é novo para o orixá ,essa harmonização entre vc e ele leva tempo.Bolar só indica que o orixá está ali,que quer a feitura. Espero ter ajudado.
    Axé


  830. e isso q descrevi q sinto, quer dizer q ele quer ser feito?


  831. qual é o exu q come com a 7 saia cigana?


  832. Nil, quando nos referimos a este assunto “quem come com quem?” Estamos dando a primazia ao orixa que recebe o outro pra “comer com”. Quando vc perguntou “qual é o exu q come com a 7 saia cigana?” vc está dando a prioridade a pombagira e colocando o exu em segundo plano, e se vc estiver se referindo ao orixa Exú isso é impossível de acontecer, o orixa Exú não se reporta a entidades, se vc estiver se referindo a exu entidade é outro assunto. Mas respondendo sua pergunta, se ela se refere a entidade, qualquer um exu entidade pode acompanhar qualquer pombagira, não há regra fixa. Tomeje


  833. “ORAÇÃO DE UMA IYAWÓ”Que a energia que habita em mim,permita que eu mantenha sempre acabeça baixa e os pés no chão,a fim de me manter a humildade.Que eu tenha sempre bons ouvidos,atento para os ensinamentos daqueles que vieram antes de mim.Meus Orixás,meus ancestrais,meus mais velhos e fechados para o que não me convém.Que eu possa ter o coração aberto para a experiência de ser “OMO ORIXÁ”,mas principalmente a boca fechada pra não levantar falso,não cometer injúria e não deixar que o sopro que sai de minha boca se contamine com palavras vãs.Que meu “ORÍ” mantenha esse compromisso,todos os dias.Assim meu comportamento será digno de minha “DIVINDADE”e minhas ações,respeitarão o “DEUS”vivo que há em mim!Axé,axé,axé.Autor desconhecido.


  834. A vida espiritual esta se tornando uma incognita para mim, frequento a Umbanda, mais tive em duas casas diferentes de candomble para confirmar meu santo de cabeça deu totalmente diferente ( uma casa da outra), agora me encontro em uma duvida danada, qual das duas casas está correta ? As vezes penso em não querer mais saber de nada e deixar acontecer naturalmente. kkkkk acredito não possuir nenhum tipo de mediunidade, porque oro e peço sempre uma direção, mais nada acontece. Aqui onde moro não possui muitas casas de condonblé tradicional, o que faço ?


  835. Sandra
    Oi Sandra li seu comentário e resolvi escrever….As vezes a mediunidade são coisas pequenas, pequenas sençações tipo: “eu não deveria ir ali”, ou eu “devo ficar em casa hoje” sei disso por experiência própia, e mais do que isso é um exercício, é apredner a enchergar este pequenos sinais, entende. As vezes pensamos que estamos abertos para isso e não estamos, não estou dizendo que esse é o seu caso mais se for…
    E outra coisa as vezes pedimos as coisas e queremos que aoncteça ontém, e não é bem assim. Quanto o que vc deve seguir, com certeza uma das duas casas te inspirou mais confiança do que a outra, e como o Nelson sempre diz se seguri o candomblé é o que vc quer seja abiã frenquente uma das casas como abiã que suas repostas talvez cheguem, não se prenda agora a um orixa de cabeça estude, aprenda e curta todos os orixás.Observe como os outros filhos da casa se tratam, como o zelador trata a todos. Espero que te ajude em algo.


  836. Sandra apenas uma única incognita pra mim. Porque vc foi procurar outro segmento pra resolver seu problema? Tomeje


  837. Oi Nelson, porque eu não confio na MDS da minha MDS… Achei estranho o orixá que ela me deu como o de minha cabeça e sempre me bate aquela duvida.Acredito que eu tenha que jogar em outra casa para comparar é isso?


  838. Nelson, porque é jogo de buzio e na umbanda é carta, só confirma o santo de cabeça no buzio não é?


  839. Sandra eu penso que se vc é de umbanda vc deve procurar umbanda. A não ser que vc queira seguir o candomble, aí sim vc deverá procurar um bom jogo de búzios. Mas os métodos da umbadna são extremamente confiáveis tb no que concerne ao segmento umbanda. Tomeje


  840. Nelson desculpe minha insistencia mais quero entender, porqie me ensinaram que só posso saber meu orixá de cabeça no jogo de buzios. O que vc quiz me dizer é para eu deixar as coisas acontecerem no tempo certo na Umbanda? obrigada pela atenção


  841. Sandra o que eu disse foi que vc tem que decidir-se, ou umbanda ou candomblé. Hohje eu vejo casas de umbanda que jogam, fazem bori e até raspam seus filhos e dizem que é porque o zelador foi “iniciado” no candomblé. Porém eu sou pelo pensamento de que cada um deve abraçar e honrar a sua religião/segmento. Fazendo misturas só deixam as pessoas/seus filhos confusos. Na umbanda o correto é uma consulta com o guia chefe do terreiro (não serve pomabgira ou entidades) e no candomblé o caminho é um bom jogo de búzios. Vc pode esperar seu tempo em qualquer segmento, mas meu conselho é que vc estude o seu segmento e procure que sigam as tradições do segmento escolhido. Tomeje


  842. Obrigada Nelson, na verdade estou vizitando uma casa de candomblé, como dizem: estou querendo me encontrar…. bjs no coração


  843. Nelson, por favor, encontre-se bem devagar, vá aproveitando cada passo, não corra, não acelere nada, vá com toda calma e só tome decisões depois de conhecer o suficiente ou ter as dúvidas exclarecidas o suficiente. Sendo ogã ou rodante, o importante neste momento é observar tudo e ser abiã, seja abiã. Tomeje


  844. oi tenho uma duvida…

    sou abian, entao eu pesquiso mto sobre o candomblé pq alem de mto curiosa, qdo eu for entra pra religiao msm, na feitura ou bori etc, quero está super consciente e segura do que tiver fazendo pq qdo fui ver a saida de santo do meu tio e pela primeira vez ver um xirÊ simplismente me apaixonei pela religião.

    Então em uma dessas pesquisas que fiz foi sobre ori, e em alguns textos dizem que ori deve ser o primeiro orixá cultuado. e outros dizem ser exu o primeiro.

    a minha duvida é se para cultuar ori precisa cultuar antes exu?

    tipo, num bori é preciso agradar a exu para que ele leve o pedido ao ori…

    axé e obrigada por sempre tiraraem mhs duvidas!!


  845. ola ! atodos bom eu escrevi aqui ontem mas meu texto sumiu nao sei porque mas enfim vou escrever novamente espero que me ajudem nas minhas duvidas! EU FIZ MEU SEGUNDO BORI RECENTEMENTE NAO NA MESMA CASAN ENFIM BOM ALGUMAS COISAS ACHEI DIFERENTES E QUERIA OPINIAO DE VCS! BOM 1 PARA MINHA POMBA GIRA FOI DADO GALINHA PRETA . DEPOIS NO RITUAL PARA O ORI FOI FEITO COM GALINHA DE ANGOLA ATE AI TUDO BEM MAS TB FOI USADO GALINHA PRETA TB PARA OUTROS ORIXAS E TB FOI PASSA OBI ( CARAMUJO) EM MIM TB ISSO NO 1 QUE FIZ NAO TEVE . BOM QUERIA SABER SE ISSO TA CORRETO NO RITUAL . PORFAVOR SE ALGUEM PODER TIRAR ESSAS DUVIDAS DEMIM OBRIGADA.


  846. Boa tardinha, alessandra!

    Eu sabia que tinha lido o seu comentário e a resposta do Babá Fernando em algum lugar e fui procurar. Vc colocou o seu comentáro no post Eborí e não nesse post, Bori, por isso vc não o está encontrando.
    Babá Fernando respondeu da seguinte forma (vou colar para vc a resposta aqui):

    ==========================================

    Fernando D’Osogiyan
    Alessandra,

    Me parece que o primeiro é que está certo.

    Galinha preta no borí não existe isso, este segundo está muito confuso.

    Gostaria de saber como você está se sentindo após esta último borí?

    Axé,


  847. to me sentindo meia fraca, tonta. sei la e que tem 2 dias que fiz. nossa bem que eu vi que tava estranho . estou muito preocupada agora sera que isso pode me dar algum problema ? e oque posso fazer???? porfavor me ajudem aguardo anciosa a resposta obrigada.


  848. falei com a iyalorixa que fez ela disse que dar galinha preta para legbara nao tem problema e a outra preta foi para oba e uma carijo foi para oya . ela me disse que a cor nao tem a ver pois o fundamento e o sangue que e tudo igual. e que a tontura e franqueza que sinto e porque me limpei cm o bori. oquevcs acham? obs (oba e oya foi algo que elafez paramim a parte do buri mas que ficou no mesmo quarto).


  849. ha e o ibi que e o caramujo tb que ela passo em mim ela nao me respondeu coisa com coisa sobre isso e tb disse que tem coisa que nao se pode falar para quem nao e iniciado. porfavor peço ajuda de quem intenda mesmo sofre isso e me de sua opinicao pois to muito confussa pois achamos que estamos fazendo a coisa certa pagamos bem carro e derrepente nao e nada doque imaginamos. obrigada pela ajuda desde ja.


  850. ha e o ibi que e o caramujo tb que ela passo em mim ela nao me respondeu coisa com coisa sobre isso e tb disse que tem coisa que nao se pode falar para quem nao e iniciado. porfavor peço ajuda de quem intenda mesmo sofre isso e me de sua opinicao pois to muito confussa pois achamos que estamos fazendo a coisa certa pagamos bem carro e derrepente nao e nada doque imaginamos. obrigada pela ajuda desde ja.


  851. em Dezembro 31, 2010 at 3:05 pm Fernando D'Osogiyan

    Alessandra,

    Se a galinha preta não foi usada no borí tudo bem, menos mal, em não sendo iniciada porque sacrificar bichos para Orixás? (Obá e Oyá) Bastaria uma comida referente a cada Orixá. Há um certo exageiro em tudo talvez para lhe cobrar caro e se pagamos , temos que saber o porque de tudo.

    Cozinhe uma canjica, deixe esfriar e lave sua cabeça com a água da canjica, faça antes dormir. A canjica coloque numa tijela e ofereça a seu Orí em nome de Oxalá. Dia seguinte despache nas águas de rio limpo ou jardim.

    Fique tranquila, Oxalá estará por você.

    Axé, feliz 2011.


  852. Alessandra,

    Essa sua história está muito confusa, minha irmã, pois tratar de Ori é tratar de Ori, tratar dos outros orixás já é uma outra coisa.

    Nunca vi alimentar Ori e outros orixás no mesmo lugar, num mesmo ibá, até por que o ritual do sacrifício, de preparação para o sacrifício, difere entre o Ori e os outros orixás.

    O que eu a aconselho é a procurar um jogo pra ver o que o jogo lhe fala. Nem precisa você explicar a situação ao zelador de imediato. Espere para ouvir o que o jogo dirá.

    Axé!


  853. Eita babazinho, nem vi tua resposta ;)


  854. lavar a cabeçA com a canjica nao vai interferir no ritual do buri se por acaso tiver certo?????


  855. em Dezembro 31, 2010 at 3:34 pm Fernando D'Osogiyan

    Daya,

    Seu complemto foi muito bom.

    Axé.


  856. em Dezembro 31, 2010 at 3:37 pm Fernando D'Osogiyan

    alessaandra,

    Lavar a cabeça faz parte do ritual do borí.

    axé.


  857. oi tenho uma duvida…

    sou abian, entao eu pesquiso mto sobre o candomblé pq alem de mto curiosa, qdo eu for entra pra religiao msm, na feitura ou bori etc, quero está super consciente e segura do que tiver fazendo pq qdo fui ver a saida de santo do meu tio e pela primeira vez ver um xirÊ simplismente me apaixonei pela religião.

    Então em uma dessas pesquisas que fiz foi sobre ori, e em alguns textos dizem que ori deve ser o primeiro orixá cultuado. e outros dizem ser exu o primeiro.

    a minha duvida é se para cultuar ori precisa cultuar antes exu?

    tipo, num bori é preciso agradar a exu para que ele leve o pedido ao ori…

    axé e obrigada por sempre tiraraem mhs duvidas!!


  858. Mariinanna, sempre e em primeiro lugar devemos cultuar Ori. Antes de todo bori fazemos alguns banhos e ebós que tem por finalidade a limpeza e/ou purificação, mas isso não significa que seja um agrado a Exú. Em suma, no bori não é preciso agradar Exú, salvo alguma determinação específico do jogo neste sentido. Mas veja, bem quando eu falo em ebó eu automáticamente já falo em Exú, né? Afinal Ele transporta os ebós e sem Exú um ebó não surti o efeito desejado, então voltamos a questão inicial, “vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho por que vende mais” rsrsrsrsrsrs Tomeje


  859. o fato de se agradar a exu num bori tb pode estar relacionado a iemanjá, sendo ela nossa ia ori, e por isso, cultuada tb no bori??

    axé e mto obrigada!!


  860. Mariinanna, todo bori requer ebós de limpeza e banhos, nos ebós, há, de forma um agrado a Exú. Mas no bori o orixa revenciado é Ori, Yemonjá e Oxalá entram neste assunto por outras vias, mas não se dá agrado à Exú no bori. Tomeje


  861. O que significa o termo (Iésè órìsà)?


  862. Marcelo Lesse orixa são os cultuam orixa, independente de rodar ou não de orixa. Isso diferencia por exemplo os que cultuam Babá Egum, os Ojés estes não são lessé orixa assim como os Babalawos, pois estes cultuam Ifa. Tomeje


  863. Olá pessoal!!! Pelo que percebo tem pessoas que tem uma certa “facilidade”/sensibilidade para “rodar” com o orixá. Tenho uma amiga que não é de nenhuma casa mas roda com Xango (seu primeiro orixá) e Oxum (2º orixá). Existe algum trabalho/ritual que se faça para facilitar a aproximação do orixá, para que ele rode mesmo sem o rodante ser iniciado? Abraço.


  864. Ah!!! Sou de Oxaguian. Amo meu pai!!! Parabéns pelo site!!! Ele é demais!!!


  865. Lindemberg não existe ritual algum que mude ou acelere a condição de alguém. Se a pessoa é ogã ou ekedji jamais vai virar de orixa, e se a pessoa é rodante só orixa pode determinar o tempo de virar naquele ori. Tomeje


  866. Obrigado pela resposta Nelson.


  867. gostaria muito de ter acesso a músicas traduzidas do candomblé… a quase um ano estou numa casa deketo, mas nao entendo as letras… gostaria de ajuda


  868. João, uma boa fonte é o livro “cantando para os orixas” de Altair B de Oliveira. Tb há diversos cursos aqui no RJ. Mas eu sempre digo que o importante é aprender o xire (cardápio musical) da sua casa porque há muita divergencia de entonação, de linguagem e de conhecimento das cantigas, então o melhor é aprender na sua casa e ir aprimorando aos poucos. Mas o livro indicado é muito bom. Tomeje


  869. Motumba,

    Fiz o meu Bori este sabado, pois ja tinha feito banhos, ebos, para acabar com varias macumbas e feitiços que foram feitos para mim…neste momento estou de resguardo…mas n durmo a horas certas…durmo muito mas nas minhas horas. Minha duvida eh:

    Devo voltar a jogar pra ver se meus caminhos se abriram e se essas macumbas foram embora? Sera que agora com o Bori eu estarei protegido dessas macumbas? Para alem das comidas k comportamento mais se deve ter no resguardo? Obrgado


  870. em Janeiro 26, 2011 at 11:47 am Fernando D'Osogiyan

    Fabio,

    Quem jogou e fez as coisas para você é a melhor pessoa para responder essas perguntas se deve ou não jogar novamente para ver seus caminhos, seria bom jogar.

    Borí não protege contra macumbas e demandas, leia o post Eborí, clicando na minha foto para maior compreensão sobre o assunto.

    Axé,


  871. Fernando,

    Obrigado pela resposta…mesmo n protegendo pelo menos tira as macumbas e essas coisas? para alem do equilibrio e todos os outros beneficios que tras?


  872. Bom dia à todos.
    São tantas perguntas, rsrsrs
    Como disse antes na meu 1º contato no blog, sou de origem kardecista e fui absorvida pelo Candomblé aos 27 anos. Entrei pra roda na nação Ketu. A zeladora da casa que eu iniciei tb havia frequentado grupo kardecista (aliás o mesmo que eu). Ele me contou que num determinado período de sua vida bolou no santo (Xangô) e teve que ser recolhida para feitura. No momento em que estava recolhida Xangô gritou no jogo que ela não deveria ser raspada, pois já havia tido um “desconto” por conta do seu aprendizado no Kardeck.
    Pois bem. Após um longo perído me desenvolvendo na casa, minha vida começou a embolar de uma tal maneira que ela mesma acabou me encaminhando ao zelador dela (o terreiro dela batia umbanda, com fundamento em Ketu).
    Ao fazer o jogo com o zelador dela ele me disse que eu poderia seguir a religião que eu quisesse mas que meu caminho era terreiro. Que meus orixás não me queriam como filha de santo, pois eu tinha cargo na nação, porisso tantos contratempos. Ao falar isso pra minha zeladora ela me orientou de que esse seria um caminho sem volta. Que feitura me traria muitos encargos e obrigações e que não me aconselhava a concretizar, uma vez que eu não havia bolado no santo. Porém minha vida embolava cada vez mais. Fui à vários Babalorixás para me consultar e todos diziam a mesma coisa: se eu não passasse pela feitura minha vida seria sempre 1 passo à frente e 2 passos atrás.
    Pois bem. No dia em que preparávamos as oferendas pra festa de encerramento do ano no terreiro, a mãe pequena da casa me falou na cozinha que era pra eu ver bem o trabalho que dava cuidar de um terreiro, coisas do tipo “Tá pensando que ser mãe de santo é fácil?”
    Ao escutar isso meu sangue ferveu (como boa filha de Iansã que sou, hehe), mas aguentei firme em respeito ao momento em que todos estávamos preparando os alimentos para festa. Porém, decidi que não retornaria ao terreiro para a cerimônia, até pq eu não tinha a menor intenção de ser mãe de santo.
    Entretanto, ao voltar pra casa falavam direto na minha cabeça que era pra eu retornar pra cerimônia e encerrar “bonito” o ano no terreiro. Assim eu fiz.
    Ao receber minha Iansã ela veio com um furor que eu jamais havia sentido. Qdo voltei à mim todas as guias que estavam no meu pescoço estavam no chão. Ela simplesmente as arrancou. Ao procurar o zelador da mãe de santo ele me explicou que aquilo nada mais foi que minha despedida daquele terreiro. Que minha Iansã já não me queria mais lá. A partir de então segui minha vida sem frequentar casa alguma. Até que um belo dia uma amiga me apresentou à uma roça de Angola e lá estou até hj, caminhando pra feitura.
    Existe alguma possibilidade de acontecer comigo o que aconteceu com a zeladora que citei lá no início, ou seja, o fato de eu ter nascido em berço kardecista pode ser “desconto” na momento de eu raspar a cabeça?
    Por outro lado o meu zelador me esclareceu que determinada qualidade de Iansã não raspa. Que qualidade de Iansã é essa? O que vcs pensam a respeito de td que relatei no início. É a primeira vez que me atrevo a mencionar tais fatos.
    Desde já, grata à todos.
    Força e paz.
    Axé.


  873. em Fevereiro 22, 2011 at 11:48 pm Fernando D'Osogiyan

    Elaine,

    Não existe no candomblé essa história de “desconto”. kardecista lida com outro tipo de ritual e espíritos e o candomblé lida com as forças e energias da mãe natureza. Se quer se iniciar na nação Angola, esqueça seu passado, apenas advirto que na Angola se cultua Inkísse, não se cultua Iansã que é um Orixá da nação Ketu. Sua casa mistura as duas nações e se confunde ao dizer que tem Iansã que não se raspa, e você recebe recebe Iansã? Confuso…

    Boa sorte,

    Axé.


  874. Fernando, desculpe-me mas não entendi sua pergunta.
    Sou nova na religião, portanto termos e refências corretas eu ainda não domino. Estou aqui justamente em busca de mais entendimento. Concordo qdo diz pra eu deixar meu passado lá atrás. Já ouvi esse termo “Inkísse” ao qual se referiu. Acredito que o fato de eu ter vindo de uma casa de umbanda com fundamento em Ketu tenha sido levado em consideração pelo meu zelador atual qdo veio me explicar no jogo de búzios os assuntos do meu Orixá, muito embora lá seja uma casa de Angola que bate umbanda também.
    Se eu bem entendi sua pergunta final eu te respondo que sim, eu recebo a energia de Iansã, no meu ínfimo entendimento da cultura.
    Por favor, estou no be-a-bá do candomblé.
    Responda-me: qual qualidade de Iansã, (no meu caso Inkisse né) que não é raspada? Existe isso mesmo?
    No caso vcs aqui no blog só tratam de assuntos ligados à nação Ketu? Se assim for peço que me desculpem.
    Obrigada.


  875. em Fevereiro 23, 2011 at 1:03 am Fernando D'Osogiyan

    Elaine,

    Nação Angola- cultua Inkísses

    Nação Ketu- cultua Orixás

    Umbanda- cultua caboclos, preto-velhos, exus, etc

    Quando zeladores misturam essas nações, descaracterizam por completo os fundamentos e rituais.

    Na Angola o Inkísse Matamba é o que se assemelha a Iansã.

    Axé,


  876. Saudações a todos!

    Por favor, me esclareçam algumas dúvidas:

    Estou frequentando um terreiro cujo pai de santo diz ser da nação Angola/Ketu. Lá fiz um ritual ao qual ele denominou Bori: o mesmo consistia em retirar uma mecha de meu cabelo(cortado com uma tesoura bem rente ao couro cabeludo) em seguida foi colocado Obi, maçã verde, uva, cebola e uma espécie de óleo vegetal. Todos ESTES itens foram amarrados com um pano branco sobre a região onde meu cabelo foi cortado. Logo após fui colocada em uma esteira para dormir.
    Além disso foi feito também uma espécie de salada de frutas dentro de um alguidar, o Pai de Santo falou que essa salada tratava-se de Axé de Frutas para minha Orixá (Oxum). Como o terreiro se diz do candomblé foi também oferecido um galo e uma galinha para acalmar os exus. Detalhe: eu e meu marido passamos pela mesma experiência juntos no mesmo quarto, entretanto em esteiras diferentes.

    1º O pai de Santo afirma agora sermos filhos de santo dele.
    Isso é possível já que o bori não é de natureza vinculativa?

    2º O pai de Santo também me deu um cargo de Ekede da Orixa da casa (que é Oxum). O mesmo viu num jogo de búzios que eu fui confirmada “pelos astros” como Ekede” – embora eu nunca tenha frequentado o Candomble – isso é nomal?

    3º Conversei com um amigo da nação Ketu e ele me falou que não se usa cebola em Bori, ao questionar o referido pai de santo, ele afirmou que a cebola servia para trazer a proteção do exu que desce nele – uma lebara. Isto é possivel, bori envolvendo exu?

    Agradeço imensamente qualquer esclarecimento, pois estou muito confusa.


  877. Gabriela seu amigo está coberto de razão, não se usa cebola em bori. É triste de falar isso mas vc foi vítima de algué que não sabe o que faz, que está inventando uma nova forma de “religião”. É absolutamente contra qualquer norma ou preceito ou seja lá o que for, recolher marido e mulher juntos, mesmo que em esteiras separadas, isso não existe de forma alguma. Te sugiro que procure a federação e faça uma denuncia, não é possível que seja uma pessoa séria, feita e raspada, só pode ser um impostor. Lebara não é pombagira e mesmo que fosse não é permitido que se coloque nada relacionado a entidades na cabeça de ninguém sob qualquer propósito, muito menos num bori que uma cerimionia sagrada. Gabriela vc foi vitima mesmo. Sinto muito por vcs. Mas tb não fique preocupada com o que foi feito ou com consequancias para vcs, porque não foi nada além de arrancar dinheiro de vcs dois, religiosamente não foi feito nada. Se alguém será responsabilizado por esta “””cerimonia”””” é este canalha que se diz zelador; Axé e procure uma casa boa e de tradição. Tomeje


  878. Agradeço muitíssimo por seus eclarecimentos.
    Sinto-me aliviada e livre,pois agora o meu tormento acabou. obrigada.


  879. NELSOOOOOOOONNNNNNNNNNN!!!!!
    MANDA PRENDER ESSE CARA……
    CRIANÇAS LEIAM O QUE NELSON E FERNANDO ESCREVEM, PROCUREM UMA CASA BOA E COM TRADIÇÃO.
    TO MUITO ENVERGONHADO EM VER UMA PESSOA DESSE KILATE PROFESSSANDO NOSSO CULTO.
    QUE DEUS TENHA PIEDADE DESSA ALMA, POR ESÚ NÃO VAI TER.

    ASÈ.


  880. Agora sei o que é “BORI” vou fazer o meu com muita fé, asé e amoor, pois eu amoo minha religiao e quero me aprofundar muito mais, brigadooo


  881. Lendo o post da Gabriela me vieram algumas duvidas laguns questinamentos alguns cheguei a uma conclusão sozinha mais sempre é bom ouvir a opnião dos mais velhos.
    1- Fazer um bori não significa que tereir que raspar, ai me ocorre se uma pessoa se casa com alguém que ja é da religião e decide fazer um bori o zelador(a) do conjuje que ja é raspado pode dar o Bori no parceiro( que só foi para o Bori)?Eu penso que não!!
    2- Duas pessoas de sexo diferentes, mesmo não sendo marido e mulher nem conhecidos podem fazer o bori juntos?


  882. em Março 1, 2011 at 11:02 pm Fernando D'Osogiyan

    Carolina,

    1- No meu conceito não pode em hipóteze alguma, viram irmãos e isso pode desencadear problemas futuros. Daí a importância do Pai ou Mãe pequena na casa, para interferir nessas ocasiões. Zelador não é onipotente, somente o Orixá.

    2- Podem fazer sem problema algum, ressalto que tomar um borí não é se iniciar e este borí não é o da iniciação que é diferente evidentemente.

    Axé,


  883. Boa tarde ,tenho lido muitas pessoas tirando duvidas com vcs ,tomei coragem para tirar a minha tambem.
    e o seguinte em março do ano passado fiz um sacudimento, estava trabalhando , e tinha algumas pessoas querendo me derubar , então fiz para tirar essas pessoas do meu caminho (acalmar), fiz no sabado quando voltei demorou um semana me deram suspenção e logo depois me colocaram na rua , (guardei 7 dias) . depois disso não consegui mais emprego fiz de tudo , por ultimo me falaram que se eu desse comida ao meu odum , as portas se abririam novamente e nada ,agora estão dizendo que são os seus guias que estão me trancando os caminhos querem que eu der um bori para abrir meus caminhos . o que você acha disso tudo.


  884. Boa tarde, estou com uma grande duvida , vcs conhecem o que é um sacudimento, pois em março do ano passado dei um para aclamar os animos do meu chefe , um a semana depois que fiz tal procedimento fui colocada de suspenção e uma semana depois me colocaram na rua , fiz de tudo banho .e por ultimo me falaram de um odum que abriria novamente meus caminhos fiz e nada, agora estão falando que são os meus guias que estão fechando meus caminhos , estão querendo que eu de um bori , o que vcs acham disso. pelo amor de DEUS .me dei uma luz.
    desde ja agradeço pela atenção


  885. desculpe é a mesma pessoa.


  886. Sandra eu sempre recorro a um pensamento/tese pra tentar explicar certos assuntos como o seu. Dizem que Xangô é o orixa da justiça. E de fato Xangô exerce uma justiça. Portanto é pensamento corrente de que não se deve pedir justiça a este orixa. A explicação é simples. Nós vemos a justiça com parcialidade, sempre tendendo a achar que a justiça deve nos beneficiar em tudo. Mas Xangô executa a justiça imparcialmente. Isso quer dizer que nem tudo que fazemos para o orixa sairá da forma como desejamos, pois os orixas sabem o que é o melhor ou o correto pra nós. O problema disso tudo é o uso que muitos fazem da suposta capacidade de alterar destinos com ebós e trabalhos. Muitos vendem a idéia de que basta um ebó ou sacudimento pra vida da pessoa mudar radicalmente. Sandra, antes de imputar ao tal sacudimento o motivo pra sua saída da empresa, vc deveria rever os passos que deu naquela empresa e rever se foram de fato os passos acertados. Sandra eu confio plenamente no poder de trransformação de um bom ebó feito por alguém capacitado e de bom coração, só não descarto nunca os méritos da pessoa em receber ou deixar de receber algo, porque entendo que a religião (qualquer religião) é uma via de mão dupla. Todo ebó deve ser ministrado de forma correta por alguém habilitado, conhecedor e consciente do que está fazendo. Mas o momento antes do ebó deve tb servir como um divã, entende? Creio firmemente nisso. A questão do Odu (destino ou caminho) a principio e neste contexto, foi apenas uma outra forma de ilusão que te propuseram buscando resolver o assunto de qualquer forma já o que o primeiro não surtiu efeito desejado. Odú (e não odum, que é aniversário ou data festiva), é um outro caminho de culto, uma especialidade que deve ser muito bem acompanhada por um Babalawo ou alguém com conhecimento especifico neste assunto. O borí, como vc pode ver no post Bori e no post Ebori é um assunto extremamente sério e que deve ser muito bem conduzido. Bori é pra acalmar, harmoniza e equilibrar a cabeça (ori) da pessoa. Pode acontecer de depois de um bori tudo ficar mais claro na sua vida sim. Mas é um “pode ser” não é fato, pois o bori deve atuar me princípio na sua relação com seus orixas, e por consequencia pode ajudar na vida cotidiana. Não existe bori pra este fim que vc citou. Sandra procure um bom jogo de búzios numa casa séria e de tradição, muitas vezes estes assuntos são muito mais questão de vc se olhar por dentro do que ajuda só de orixa. Tomeje


  887. Nelson muito obrigada .


  888. em Março 10, 2011 at 6:19 am junior d logun manaus

    bom… parabéns
    à todos do blog nelson , manuela sua bençao…
    sou de manaus filho de logun nao iniciado tenho andado muito em obrigaçao de santo e tenho visto certas coisas que nao entendi muito bem… primeiro pessoas nao iniciadas somente com bori viradas de santo , com fios de seus destintos orixas pessoas que viram a qualquer momento
    achei estranho e ate cheguei tirar algumas duvidas com essas pessoas e ela me disseram que é normal virar no bori e que tambem é normal usar fio de seus orixas dono do ori
    a pergunta é a seguinte é normal tudo isso o normal nao é a pessoa usar fio branco e nao do seu orixa de cabeça,
    ah mais uma coisa a pessoa vira no bori ou nao, dança e tudo mais? nao sei se fui claro


  889. em Março 10, 2011 at 11:27 am Fernando D'Osogiyan

    junior,

    Não há problema algum em virar no Borí, principalmente se o borí for tocado. Abians usam fios de conta de Oxalá e quando dão obí passam a usar o fio de Yemanjá. Esses abians que viram, na verdade já devem estar no caminho para iniciação, então é normal que virem, caberá ao zelador intervir de uma maneira (acordando) ou de outra ( observando) e saber conduzir essas situações.

    Axé,


  890. em Março 11, 2011 at 7:36 am junior d logun manaus

    obrigado pela sua resposta fernando e sua bençao…
    uma nova pergunta quando se da bori sao feitas curas ?

    porque conheço uma pessoa que fez isso ele de xango… também é normal isso acontecer?

    estou prestes à fazer um bori, vou poder usar fio de logun?

    boa noite axe…


  891. em Março 11, 2011 at 7:48 am junior d logun manaus

    O bori para quem é filho de logun é diferente ou nao tem essa… bori é bori independente de santo? nao importa se meu primeiro orixa é logun ? se leva em conta isso ou nao? alguma coisa muda se eu sou de logun e fulano é de oxum no caso… ou o bori vai ser o mesmo? chao besos… axe!!!


  892. em Março 11, 2011 at 3:30 pm Fernando D'Osogiyan

    junior,

    Não se faz curas quando se toma borí (desculpe-me mais isso é um ignorância). No Bori de uma casa de tradição keto, somente as contas de Oxalá e Yemanjá, orixás responsáveis pelo Orí Humano.

    Todo o borí é feito para homegear o Orixá Orí, fortalece-lo e apaziguar as energias, centralizar num geral, portanto, toda a cerimônia de borí é exatamente igual, do iyawo mais novo ao zelador da casa.

    leia, clicando na minha foto acima, o meu texto sobre Eborí, aliás, clicando em todas as fotos, vai encontar muito material para ser lido, pesquise e aprenda candomblé.

    Axé,


  893. Bàbá Fernando, muito boa tarde.

    O Sr. poderia me responder algumas perguntas dentro de um oro de Ori, (Bori).
    O que é Ara, Ori, Ori Inu, Ori Oke, Ori ode, Iponri, porque se diz Ori apere nas cerimonias de Bori?
    Porque louvamos, rezamos e cantamos para Ori com alegria?
    Porque damos comidas e animais ao nosso Ori?
    Porque invocamos Orunmilá nessa cerimonia?
    Porque Ori come sozinho neste Oro, salvo casos especiais?
    Porque òrìsá não toma posse do Yawo nesta cerimonia?
    Acho que seria de grande valia aos seus leitores essas respostas.

    Em tempo, lhe dirijo estas perguntas por ser sabedor de seu vasto conhecimento e pela sede de conhecimento de seus filhos e fãs aqui do Blog.

    Mo juba o.

    Ase Olodunmaré.


  894. em Março 13, 2011 at 7:08 pm Fernando D'Osogiyan

    Ary, no Dia 05 de outubro de 2010, conversando com o amigo Eurico Babalorixá do Batuque R.G.Sul, expus as colocações abaixo:

    Eurico, ègbé,

    como nossas nações divergem em conceito e liturgia e eu diria, até mesmo na língua Yorubá, são nossas respeitosas diferenças, se não, vejamos: 1ª parte

    Além do que já está postado acima, para entendermos o Borí como é popularmente conhecido, o ato de cerimonial de dar comida à cabeça, em sua essência, temos que entender o que é o Orixá Orí.

    Orí é a base da filosofia de vida para o povo de língua Yorubá. O Orí é um Orixá individual e exclusivo, co.existe nos dois mundos (Orún=céu e Aiye=terra) ele é duplo, compõe-se de duas partes interligadas, o Orí Inú que habita em nossa cabeça física e o Orí Òde que habita no Orun. Eles interligam através de um canal permanente de energia.Quando tomamos borí, procuramos dar equilíbrio ao Orí Inú, descansá-lo, prepará-lo adequadamente para as obrigações de Orixá, também para promover o equilíbrio, centralizar energias, apaziguar.

    O Orí é a entidade fundadora de cada personalidade, símbolo arquetipico em potencial que ordena a relação do HOMEM com sua origem, responsável pela qualidade de vida e longevidade da passagem existencial pela terra. Orí é uma divindade que tem como objetivo de servir apenas a uma pessoa, nenhuma outra divindade poderá contestá-lo, ele é soberano. Tomar o Eborí (ebó=oferenda e Orí=cabeça) é estabelecer sobre tudo um equilíbrio de energia entre seu estado físico/mental e o espiritual/energético, é criar um fluxo magnético entre o Orí Inú e o Orí Òde e, por consequencia, sintonizar-se com seu Orixá que, por sua vez, nos levará a nossa ancestralidade, forças sobrenaturais, o clímax, o Axé.

    O nosso corpo humano, é a base do Orí, o seu Igbá.O Orí não responde a preceitos e ewós nem dos Orixás, ele é Único e tem preceitos próprios, detêm o livre arbítrio designado por Olorun para acompanhar-nos até a morte, nenhum Orixá poderá proclamar esta tarefa. Quando morremos o Orí Unú retorna ao Orun juntando-se ao Orí Òde e ambos de desfazem na infinita energia de Olorun.

    O Orí se comunica através de dois principais Odús: Obará e Osá, e, dois são os “padrinhos” de Orí: Oxalá e Yemanjá.

    Olorun confere a Oxalá Babá Ajalá a confecção do Orí e a Yemanjá a regencia de sua inteligência na qual chamamos de Iyá Orí.

    Axé,

    Fernando D’Osogiyan


  895. Eu gostaria muito de que falasse da feitura do bori branco e do bori vermelho, acho que assim dariamos enfas as pessoas que tem vontade, de fazer a sua iniciação dentro do Conceito do Santo, mesmo por quer a receita dos boris não vale sem o toque da mão ou do Pai ou Mãe de Santo. Todos nós conhecemos isso que se o pai é realmente feito no Santo até uma agua com oleo colocado na cabeça do filho de fé ja vale com bori especialmente quando a coisa é feita dentro do conceito e adjetivo certo.
    Fale lá Pai?


  896. Ribamar eu creio que vc esteja falando do bori com sangue (bori vermelho) e bori branco. Ribamar do que eu conheço o bori branco existe sim, mas é raro de ser feito, e quando é feito, ele está associado a orixas funfun, não que sejam feitos para estes orixas, mas por uma necessidade específica de um destes orixas. Já o bori tradicional, com sangue é aquele feito normalmente. Podemos entender tb que o bori branco seja na realidade o obi, uma modalidade de oferenda na qual tradicionalmente não entra sangue, só o obi e a água. Sempre acho que depositar a sua vida ou a responsabilidade de resolver a sua vida nas mãos de alguém , seja padre, pajé, pai de santo, pastor ou seja lá o nome que derem ao líder espiritual é um engano. É preciso que façamos cada um a sua parte neste jogo, o pai de santo entra com o conhecimento liturgico, e outros aspectos da religião, mas sem o esforço do filho de santo, não há ebó que resolva a vida dele. Portanto eu penso que a pessoa deve sempre ser orientada a buscar sua própria força e seguir em frente nos seus objetivos. Nós, zeladores podemos indicar caminhos e fazer umas macumbinhas tb rsrsrsrsrs. Axé, Tomeje


  897. olá pessoal me tire uma duvida, hoje eu ouvi uma coisa e ache estranho, mas vamos lá, uma amiga minha ela deu um bori já tem 3 anos e ela não cuida mais do bori porque ela disse não ter necdessidade já que a validade de um bori é um ano, isso é verdade? e se já passou um ano eu devo continuar a cuidar do bori mesmo a validade ter passado? me tire essa duvida por favor!


  898. Bruno,

    Há uma “regra” que diz que o melhor é se tomar um bori por ano, até pra realimentar aquele que está a todo momento conosco partilhando de energias boas ou ruins, né? Só que cada caso é um caso e depende da posição que a pessoa hierarquica tem no terreiro, o que seu ori pede…
    Eu sou da seguinte posição: faz-se o que Ori pede através do jogo. Se ele pedir em períodos determinados como ano em ano, faz-se, senão, não faz. No seu caso, mesmo depois de um ano, caso seja necessário você pode fazer sem problemas.
    É sempre bom cuidar daquele que é capaz de nos acompanhar numa viagem sem fim, o Ori.
    Portanto, Bruno, vá ao jogo de búzios, procure um zelador e ouça o que o jogo diz sobre se há uma necessidade imediata ou não, certo?

    Axé!


  899. Obrigado Dayane, mas eu já cuido do meu, só achei engraçado a minha amiga me falar que não cuida do dela porque já tem 3 anos que ela fez e ensinaram ela que depois de um ano se vc não renova o bori ele não vale mais nada, é apenas uma louça com algumas coisas dentro, isso eu achei estranho pois meu Zelador me ensinou diferente, que é sempre bom vc cuidar do seu Bori, acender uma vela, limpar etc, mesmo que já tenha mais de um ano, mas valeu pela ajuda!


  900. Bruno,

    No meu comentário eu falei do ritual do bori, de alimentar o ori: esteira, água, obi, etc… E não de cuidar do igbá ori.
    Cultuar igbá ori é muito relativo de axé pra axé. Há axé que materializam na louça o ori para uma representação, já há casas onde esse costume não existe, entende-se que a cabeça é o igbá físico do ori, não precisando ele de representação em louça ou algo parecido, apenas durante a cerimônia do bori que é usada uma louça para por as oferendas ao Ori, já que a própria cabeça está alí presente para ser alimentada, receber o obi e etc.

    Houve um mal entendido no uso de nossas palavras rsrsrs

    Axé!


  901. Motumbá!
    Sou de iansã e ekédi suspensa, por oxossi, e visitei uma casa, onde iansão tbém me suspendeu. Nessa 2ª casa dei um bori à um ano, agora no dia 13/03/11, dei um outro, sendo que foi de menga.Foram oferecidos 03 bichos (2 pés) e uma quartinha p/ meu orixá, sendo que o do ebó se foi antes de começar. foi um mal sinal? Minha zeladora fará sua obrigação de 7 anos em junho(um dos motivos que disseram que era p/ ser feito o bori). Gostaria de saber se através desse bori eu sou ekédi da casa? eu estou atadada á casa? Minha cabeça não está processando muito bem essa situação, apesar de confiar de olhos fechados no meu orixá, pois 03 dias após o bori muitas coisas boas aconteceram. Me deu uma luz por favor!
    Olorum modumpé


  902. Vivika o ato de apontar alguém ekedji ou ogã só revela a condição da pessoa de não ser rodante, nada mais que isso. A pessoa só será de fato ekedji ou ogã de algum orixa quando ela for confirmada e este orixa der o nome na sala. Sobre sua zeladora. Ela só pode ser considerada zeladora quando tiver a obrigação de sete anos feita, não importa o quanto a pessoa saiba ou quantos anos ela tenha de iniciada, se não tiver os sete anos dado, esta pessoa não pode colocar a mão na cabeça de ninguém e isso inclui dar bori tb. Acho que é prudente que vc espere que a pessoa dê a obrigação dela para depois colocar a mão na sua cabeça. O bori não te faz ser ekedji ou ter compromisso com a casa e nem com pessoa, que repito, não deveria ter feito o seu bori, pois não recebeu ainda este direito. Vivika o candomblé não vive de boas intenções, vive de seguir a tradição, a hierarquia e respeito as normas estabelecidas pela religião. Por mais que esta pessoa tenha boa mão e seja carismática ela infringiu uma norma de conduta. Isso pelo jeito não teve impacto em vc, mas foi um erro dela e diante disso é preciso ver quais os outros erros ela poderá praticar no futuro deliberadamente, pois sendo uma iniciada, ela certamente sabe desta limitação. Axé Tomeje


  903. Nelson, grata pela explicação, mas isso poderá acarretar algum problema para mim posteriormente? será que devo deixar de frequentar essa casa, pois mediante a sua explicação, acho que entrei numa rouba…. rsrsrs


  904. em Março 22, 2011 at 2:46 am Fernando D'Osogiyan

    Vivik@,

    Pelo que li, você foi suspensa duas vêzes? Nelson comentou em apontar, mas, pelo que entendi você foi suspensa e não apontada e, se foi suspensa para Oxóssi, não poderia ser suspensa novamente para outro Orixá.

    Vale ressaltar que ser apontada não intitula um posto de Ekedi ou de Ogan, é apenas um convite para que no futuro e no momento apropriado seja suspensa literalmente e passe a ser uma ekedi suspensa.

    O interessante seria entrar de obrigação junto com sua zeladora e se confirmar.

    Axé,


  905. Motumbá!

    Olá Fernando!
    Fui suspensa por oxossi, com todo o ritua,l numa festa dele, à uns 04 anos atrás, e agora no ano passado num jogo ela(a mãe de santo) disse que a iansã dela me queria como ekédi. só que me afastei da casa à qual oxossi me suspendeu, devido a ekédi que ele ganhou como presente não nos demos muito bem, pois ela tbém é de iansã e muitos flhos da casa tbém não me aceitaram de bom grado entende? rsrsrsr ficou um clima muito estranho cheio de desconfianças de minha parte, daí me afastei. Nessa 2ª casa só fui para um jogo, pois estava com um problemão, o qual ela me ajudou a resolver rápidamente, e ela também viu nesse jogo uma proteção de oxóssi e disse que ele não abriria mão de mim. então não sei até onde isso tudo pode me prejudicar, pois sei que tenho uma missão à cumprir e não gostaria de maneira alguma prejudicar-me e desgradar os orixás. Me dê uma luz por favor!


  906. em Março 22, 2011 at 10:32 pm Fernando D'Osogiyan

    Vivik@,

    Essa atual zeladora entrou em contradição no próprio jogo? Ela lhe disse que a Oyá dela a quer para ekedi dela e depois ela mesmo diz que Oxóssi não vai abrir mao?

    Você é uma ekedi suspensa para Oxóssi e isso não tem como mudar, você não aceitou? Você disse:SIM ACEITO! Não convém interpor energias, agora um dilema pra lá de difícil de lhe responder, dar as costas a Oxóssi que lhe suspendeu ou fingir que nada aconteceu.

    Reflita as situações com cuidado e sabedoria mesmo que tenha que engolir seu orgulho e prol de um Orixá que lhe escolheu.

    Axé,


  907. Olá! tenho umas dúvidas! 03 anos atrás fiz um Bori, não foi necessário rapaz cabeça. Somente recebi guia, fiz uma dieta, dormi no terreiro, resguardo, etc…. Segundo relatos acima deste forum, o Bori nao é uma iniciação e assim nao cria vinculos com a casa onde foi realizado… Na epoca nao foi esclarecido se fiz um Bori ou iniciacao. Portanto, para se fazer uma iniciação é de obrigatoriedade raspar a cabeça? As caracteristicas que citei sao de uma iniciacao ou Bori para apaziguar os Orixás? O fato de nao estar mais frequentando a casa onde realizei o Bori pode implicar em algo negativo em minha vida? Se feito uma iniciação, como desfaze-la? Grato.


  908. Lenaldo o que vc fez foi no máximo um bori e isso não implica nada de negativo pra vc. Axé, Tomeje


  909. Oi tudo bom, uma curisosidade…
    Bori é feito em todoas as nções certo, ketu, jeje e angola?Caso não seja deve ser um ritual semelhante.
    Gostaria de saber qual o nome que se ao Ori em jeje e angola, e ao BOri também?Ou melhor como, dentro do que se pode contar,como seria este ritual nestas nações?
    Um grande abraço


  910. Carolina, è kalè o. (boa noite).

    O que vc questiona é um direito sagrado de um neófito.
    Se todos fizessem assim, muita coisa não aconteceria na hora de um Ebó Ori (bori).
    Vi muitos bori receita de bolo, tudo feito igualzinho, sem nenhuma diferença entre os varios Ori que passaram pelo Oro.
    O que posso lhe afirmar dentro do culto tradicional.
    Sendo Ori um òrìsá soberano, ele decide o que quer comer e qual bicho sera imolado.
    Em um jogo, seu Olorisa ou Iyálorisa, irá converrsar com Ori e ele determinará os elementos.
    Simples não?
    O ritual com certeza será diferente de Ile para Ile, pois inumeros orin e gbaduras (cantigas e rezas) existem para esse momento.
    Òrìsá não incorpora na cerimonia de Bori, quem está sendo presenteado é Ori, tudo é feito em sua intenção.
    Estamos tentando equalizar suas energias, para que o òrìsa possa acoplar numa cabeça serena e apaziguada.
    Se vc está arrumando seu Ori Inu (òrìosá), como podemos dar caminhos abertos para ele.
    Tem Ebori feito com o Odu que se apresenta na hora do jogo, porém somente um bàbálawo poderá fazer, pois envolve Opon Ifá, Dafa, gbaduras, orikis e encantamentos.
    Isso é outra história.
    A nação Ioruba, dentro do candomblé brasileiro, traça um caminho bem parecido.
    Quanto ao Djedje e Nação Bantu não posso falar nada pois não conheço os fundamentos.

    Espero ter ajudado.

    Ire o.


  911. Da Ilha, agradeço pela reposta, é sempre bom saber mais, mais o que quero saber mesmo é se em Djedje e Nação Bantu , bori é chamado de bori mesmo e se é semelhante, no modo de entender!!!!!Valeu, muito obriagado!!


  912. Olá,Vou ter que fazer um ebó de Saude ,estou iniciando agora, gostaria de saber se quando a pessoa faz um ebó , dali ela já passar a Incorporar a sua Intidade? OU se é presciso fazer mais coisas para que esse Orixá posso Vim a incorporar?


  913. Suzane um simples copo com água e um vela já é um ebó. Passar folhas no corpo é um poderoso ebó. Ebó éuma espécie de limpeza de seu corpo e espírito. Porém não existe ebó que faça alguém manifestar orixa se este não for o seu caminho religioso. O ato de fazer um ebó não implica em receber sua entidade ou orixa. Axé, Tomeje.


  914. Carolina, eu vi djedje/nago, fazer igualzinho ao Ketu, inclusive rezas, cantigas e òrìsas.
    Não posso dizer que é uma referencia, pois nada sei destas Nações.
    Charles e Euandilu, por serem destas raizes podem lhe informar com mais precisão.

    Ire o.


  915. Carolina, no Djedje o nome para o borí é Jòá, temos modos próprios para fazer, não sei te dizer se é igual ao ketu pois eu não sei como é no Ketu rsrsrs. Mas as cantigas são aquelas consagradas a Vodun, em nossa liturgia, assim como também o modo de feitura é próprio nosso e esse é diferente que no Ketu.


  916. Olá,
    Nunca havia frequentado o candomblé e através do jogo búzios foi me orientado que deveria fazer um bori. Estou passando por um período muito difícil da minha vida e isso tem se refletido na minha saúde e vida pessoal. Então, foi feito o bori (um ritual q achei muito maravilhoso), há umas 2 semanas atrás e de lá pra cá, tenho me sentido melhor, mais calma, mais confiante, mais centrada, tenho dormido melhor (coisa q já não acontecia há anos). O que eu gostaria de saber, se além dessas reações, o bori tb ajuda de alguma forma a melhorar não só nós mesmos, os nossos conflitos internos (pela força q ele nos dá)…mas tb outros setores externos (como no relacionamento amoroso, profissional, pessoal), pois já li que o bori nos traz boa sorte, alegria, amor, sucesso?? Gostaria de compreender melhor o efeito dele em nossa vida de um modo geral (internamente e externamente).Grata


  917. em Abril 23, 2011 at 9:13 pm Fernando D'Osogiyan

    Drika,

    O borí é realmente apenas destinado para você, internamente, apaziguando suas energias, esfriando sua cabeça e lhe dando esse bem estar.

    Agora que está se sentindo bem, vá luta! Atrás de trabalho, reconquista seu amor, sua alegria e o sucesso na sua vida.

    Boa sorte,

    Axé.


  918. FERNANDO
    Então…quando nós estamos bem e fortalecidos..Tudo consequentemente melhora, pois temos forças e sabedoria pra enfrentar as dificuldades…E é esse um dos benefícios do Bori. E essa sensação de bem estar, pode acabar a qualquer momento, ou seja se dermos chance para que os pensamentos e energias negativas nos invadem ou o bori, impede que isso nos derrubm novamente. Obrigada mais uma vez…


  919. em Abril 24, 2011 at 12:46 am Fernando D'Osogiyan

    dricks,

    Eu, por exemplo, tomo meu borí todo ano, me cuido, não passo de um a no sem tomar Borí. Essa sensação vai demorar ainda um c bom tempo.

    Axé,


  920. Dricks, por isso incentivamos as pessoas a rezarem seu Ori diariamente pela manhã ao acordar.
    Pedimos a ele um bom dia e não deixemos nossa ‘cabeça pensante’ estragar o que Ori nos reserva ou seja: Não ter maus pensamentos.

    Ire o.


  921. FERNANDO E DA ILHA
    OBRIGADA PELAS ORIENTAÇÕES….VOU REZAR MUITO PRO MEU ORI E PEDIR SEMPRE FORÇA…
    AGRADEÇO A VCS POR ESSE SITE MARAVILHOSO E ESCLARECEDOR.


  922. Boa tarde…
    Há pouco tempo comecei a frequentar o candomblé e no jogo de búzios, foi me orientado que deveria fazer um bori. Estava num processo depressivo, triste,perdida, ansiosa, sem forças pra nada, fora outros conflitos internos. Após o ritual foi me entregue, banha de ori e um efun para passar no corpo. Vcs poderiam me dizer pra que serve isso??


  923. Boa tarde
    Após o ritual de bori q fiz, foi me dado banha de ori e efun para ser utilizado no dia a dia. Esse procedimento é normal e pra que serve. Obrigada


  924. Analuz, vc fez um bori, o resguardo seria quase certo, mas o uso destes elementos deve ter algum motivo, vc foi informada do pq e como usá-los?

    Os elementos, que vc sitou servem para :
    Banha de Ori – para acalmar a dor, neutralizar negatividades, usado em determinadas medicinas para atrair a simpatia das pessoas, elo de ligação entre os ingredientes de um banho ou ose dudu.
    Efun: para atrair o asé, representa a água e outras coisa tbm.

    Ire o.


  925. Bom dia
    Da Ilha,
    Foi me orientado que passasse no corpo todos os dias, para proteção e atrair coisas boas. Minha dúvida,é que lendo os comentários neste fórum, não li nenhum post sobre o assunto e queria saber se era comum o uso.
    Grata


  926. em Abril 25, 2011 at 12:53 pm Fernando D'Osogiyan

    analuz,

    Dentro dos rituais de borí e seus preceitos não há necessidade de passar isso pelo corpo, isto só é feito (depende da casa) em rituais de cura.

    Tomar um bando de levante, saião e manjericão frescos e bem kinados é o mais indicado durante alguns dias.

    Axé,


  927. SObre o Bori , li o que Baba fernado falou obre dar um bori todo ano…Dentro disso vem minha pergunta.
    Baba Fernando é feito, existe diferença entre fazer um bori anual para quem é raspado e para quem é abiã.
    Não falo da pessoa que não quer seguir a religião, falo de quem quer raspar mais esta ainda não pode fazer.
    Outra duvida dentro de um bori existe um tepo máximo de permanência, ex: pelo que ja li observei que um tempo bom para que o mesmo tenha seu objetivo alcançado é de 3 dias, mais a pessoa pode fazer um bori de 7 dis ou 15 dias por exemplo?


  928. Carolina, boa tarde.
    Uma cerimonia de Bori acontece quando seu Ori pede.
    Uma cerimonia pode ser de algumas horas ou de 1 a 3 dias, depende de como essa casa realiza seus Oros (cerimonias).
    Qualquer pessoa pode fazer esta cerimonia, basta um jogo de búzios ou opelè ifá para se sacar esta situação, a finalidade e equalizar suas energias e propiciar ao seu Ori os elementos necessários para tal.
    Qualquer coisa fora disso, disconfie e conforme com alguém de confiança.
    Bori de feitura, bori para emprego, bori pra casamento, amor, kele caído e por ai vai…é puramente coisa de bequeiro.
    Para estas finalidades fazemos ebós (oferendas), Òrúnmìlá atravez de seus Odus nos proporciona os caminhos corretos.

    Ire o.


  929. Bom dia,
    Alguém poderia me dizer se após o ritual do bori, os efeitos e as melhoras internas são imediatas? E se com o tempo, vai nos fortalecendo cada vez mais?? E como manter esse fortalecimento e paz interior?


  930. em Maio 4, 2011 at 1:33 pm Fernando D'Osogiyan

    Vanessa,

    Quando acordamos após a primeira noite de sono pós Borí, a sensação é maravilhosa, de descanso, até de uma certa preguiça, isso é normal. É fortalecimento do seu Orí, daí em diante, vida continua, os enfretamento dos problemas, a lida diária, o corre corre de sempre, porém, rigorados em mente, fé e harmonia, a energia do Orí reequilibrada. A manutenção só o tempo poderá nos responder.

    Axé,


  931. Eu estou em depressão (pois terminei um relacionamento de anos e tb minha vida financeira desabou) e estou muito perdida e sem forças para reagir. Minha amiga me levou em uma pessoa para jogar buzios e me orientaram a fazer um bori. Nunca frequentei o candomblé e confesso q to meio perdida…mas tenho certeza q vai ser bom pelo q leio aqui e pelo q foime dito no jogo. Então, o Ritual Bori,nos ajuda a fortalecer,a encarar os desafios da vida mais fortes e centrados? E também abre nossos caminhos para que coisas boas aconteçam?


  932. Luisa, vc acertou 99%, rs.
    O Bori equaliza nossas energias, nos torna apaziguados e fortes para olharmos no olho da vida.
    Vc realmente se sentirá muito mais forte, porém esta questão financeira não será resolvida no bori e sim olhando e trabalhando esse Odu que se apresenta em seu caminho, são coisas destintas, porém, fará sua vida mais calma e preparada para superar o sentimento de perda.
    Porque sem amor e sem dinheiro é castigo demais.
    Trabalhe sua cabeça (Ori), converse com ele e peça um bom caminho para vc, ele com certeza irá ajudá-la e a hora mais propicia é quando vc acorda, peça e determine ao seu Ori as coisas boas que vc deseja, com certeza elas se colocarão em seu caminho.
    Dê sua cota de sacrfício, não pense que fazendo o Bori tudo se resolverá, vc tem muita responsabilidade neste processo, ajude-se.

    Asé awure (boa sorte).


  933. Da Ilha,
    Obrigada…suas palavras me confortaram bastante…estou entendo melhor o ritual do bori e sua finalidade. Devo fazer até esse final de mês, porque com tenho q ficar recolhida uns dias, preciso me organizar no trabalho…rs
    Eu estou muito confiante e na expectativa que isso vá me ajudar bastante….Me sinto como num buraco e que esse ritual me desse a mao para sair desse buraco e falasse pra mim….agora va e caminhe…
    Da ilha, vc falou em ODu…o q significa isso?
    Grata


  934. Luisa, falando de uma maneira bem superficial, pois isto é tema de horas de conversa, o Odu que tem que ser visto no seu jogo irá dizer como está seu momento de vida, pessoal, amorosa, financeira, familia, etc… ele trará este ‘recado’, de uma estudadinha neste post no meu blog e depois poderemos, devagar, tirando mais dúvidas.

    http://orisaifa.blogspot.com/2011/04/uma-definicao-de-odu.html

    Ire o.

    Que Osun lhe conforte.


  935. Olá a todos….Em primeiro lugar gostaria de parabenizar a este site tão maravilhoso e enriquecedor.
    Então…Eu fiz um bori há mais ou menos um mês atrás e me senti muito bem e continuo me sentindo. As coisas estão mais claras, fluindo melhor, na verdade me sinto mais forte. Porém gostaria de tirar uma duvida, pois fui jogar buzios e no jogo fui orientada a fazer um ebó de limpeza, pois estou com uma carga negativa muito grande e isso tem atraído espíritos baixos (desculpem se nao sei expressar os termos corretos). Bom, eu pensei q por ter feito o bori, por estar me sentindo melhor…não estaria atraindo tal coisa, ao ponto de ter q fazer um ebó. Não estou duvidando da pessoa q me orientou atraves do jogo, mas é q eu gostaria de entender melhor isso. Pois agora fiquei confusa.
    Desde já agradeço.


  936. em Maio 14, 2011 at 7:09 pm joão paulo

    o que é um bori de 24 hs? qual sua finalidade?


  937. Carla, boa noite.
    Quando fazemos um bori, o jogo nos informa se vc tem que fazer qualquer tipo de ebó, com esta informação atuamos e limpamos vc, para que o bori tenha seu curso normal sem qualquer interferencia.
    Se vc tem que fazer ebó depois do bori a ordem foi alterada, coisa que não poderia a contecer ou então vc segurou alguma negatividade, que fica dificil de indentificar sem saber o motivo.
    Me diz que tipo de negatividade é esta?
    Que egun é esse que não foi encaminhado?
    Tá meio estranho…confirme esse jogo.

    Ire o.


  938. João, boa noite.
    Um bori pode requerer um tempo de repouso após o Oro, pode ser de algumas horas ou 24 hs, porém o tempo correto quem determina é Òrúnmìlá.

    Ire o.


  939. Da Ilha..Muito obrigada.
    Entao…eu fiz o Bori, em um cidade distante da minha…em um local com um Sacerdote bem respeitado e conceituado. Infelizmente para eu ir até lá é cerca de 05 horas de viagem, mas valeu a pena…A única coisa ruim, é q por ser longe infelizmente não tem como eu ficar indo sempre, pois foi um lugar q gostei e me identifiquei bastante.
    Agora, o lugar q falaram q eu deveria fazer um ebó de limpeza, é outro…aqui próximo a minha cidade. Eu fui mais pra conhecer e queria encontrar um lugar próximo pra poder estar frequentando e estudando. Eu achei estranho tb….Entao, o ideal é q seja feito uma limpeza antes do ritual do bori?


  940. em Maio 21, 2011 at 11:08 pm Rosangela santana

    Olá boa noite!Fiz um bori de feitura no Jeje a 23 anos atrás .Em uma saida , bolei, Oxum queria feitura.Corri 5 casa para confirmar o jogo e cada casa dava um orixá diferente,estava uma guerra, além dos pais de santo cobrarem valores altos.
    Desencantada mudei de religião. Hoje passados estes anos, percebo que realmente quero dedicar-me ao candomblé, pois o que é nosso ninguém tira, outro dia ela veio linda e formosa.A pergunta é a seguinte: eu teria que fazer no Jeje?pois a minha mãe de santo faleceu a anos. Tenho que fazer outro bori.Fui numa casa em salvador(Ba) jogar e meus orixás não pediram feitura, mas também naõ perguntei.sentei e deixei que a mãe de santo fosse revelando os fatos.
    Desde já agradeço e parabenizo pelo excelente trabalho
    Mucuiu


  941. em Maio 22, 2011 at 2:15 pm Fernando D'Osogiyan

    Rosangela,

    Apenas esclarecendo que não existe borí de feitura, a menos que realmente após o borí você se inicie para o Orixá. Então o que você fez foi um borí, ou seja, deu comida a sua cabeça.

    Tomar borí não vincula ninguém a uma nação, você pode dar continuidade em outra nação, casa, axé, sem problema algum.

    Boa sorte,

    Axé.


  942. Bom dia, por gentileza precisa de um a orientação, pois me informarão que eu e minha filha temos os mesmos orixás e anjo da guarda dessa forma, nem eu e nem ela podemos raspa a cabeça no candomblé, pois se uma raspa a outra morre, já confirmei em outros lugares que temos os mesmos guias.
    Minha da data de nascimento 16/5/1976 Simone Avelino da silva
    Da minha filha 02/2/1992 Raiane da Silva Machado
    Desde já agradeço.


  943. Simone, bom dia.
    Vc e sua filha terem o mesmo òrìsá, não quer dizer que é o mesmo, entende?
    A energia de um òrìsá se fragmenta e alcalça varios Ori, cabeças, mas existe muita diferença e fundamento nesta história.
    Vc quando veio para o mundo, veio com todos os seus pertences, Ori, iponri, Odu, destino, òrìsá e etc…
    Como sua filha que veio depois de vc e com vc viva trouxe essas mesmas coisas, seu destino lhe pertence e a mais ninguém e o dela a mesma coisa.
    Òrìsá não mata ninguém, òrìsá é vida, é liberdade, é ensinamento, misericordia, estão brincando com as leis de Olodunmarè, isto pe falta de conhecimento, sabedoria e sensibilidade.
    Quando recebemos o sopro divino chamado de EMI, o que nos dá a vida propriamente dita, está se revelando a individualidade do ser, diz o ditado: “cada cabeça uma sentença”.
    Saia destas pessoas que se dizem sabedores da verdade e nada sabem de nosso culto. Nossa religião é feita da prática em nossas Casas de Asè e muito estudo tbm.
    Ifá nos diz que devemos estudar e refletir seus ensinamentos.
    Reflita se um òrìsá, operador de ordens divinas, irá matar vc ou sua filha por terem se iniciado ao Culto de adoração aos mesmos.
    Meu Deus, dai o ensinamento a essas pessoas cegas pela vaidade.

    Ire o.


  944. BOm dia a todos, hoje acordei com a seguinte pergunta na cabeça: O bori é uma cerimonia para o ori e uma vez que se faz um bori necessariamente não quer dizer que vc tenha que entrar para o candomblé, certo?
    O que quero saber é, depois que se faz um bori a pessoa fica com restrição a algum tipo de alimento(quizila)?
    No meu caso por exemplo eu sou abiã, fiz um bori ano passado em julho, no domingo comi Cioba ou vermelho, bebi cerveja mais foi pouco nada para ficar de ressaca ja bebi uma quantidade maior e ñão fiquei de resseca.BEm comi a cioba mais sem ligar o nome a pessoa sem pensar em quizila nem lembrei disso, no mesmo dia minha cabeça começou a doer mais doia de um jeito que pareceia que ela estava sendo esmagada dos lados e em cima, tomei um remédio e no meio da madrugada acordei com a mesma dor, e assim a segunda inteira tomando remédio a dor diminuia, não passava, diminuia, e depois voltava.VErifiquei pressão tudo normal.A unica coisa que me veio na cabeça foi essa Cioba(vermelho).Ha sei que foi esse o peixe usado no meu bori.


  945. Carolina, bom dia.
    Meu filho não é iniciado, tem 14 anos e não pode comer camarão, o que será isso? Não sei. Ele mesmo tirou o camarão do cardápio dele.
    Se vc acha que foi a cioba, não coma mais, simples assim, quando vc se iniciar, suas interdições lhe seram passadas, tanto do òrìsá como do Odu de iniciação.
    O peixe ter sido usado em seu Bori, não tem nada a ver, pois o peixe que uso é o bragre, eja oro, e eu o como naturalmente.
    A única coisa que temos que ter em mente é: Quanto mais perto do rio, maior a chance de se molhar.
    Realmente Bori não atrela ninguém a uma casa de òrìsá, já falamos exaustivamente sobre a finalidade deste Oro, culto.

    Ire o.


  946. Oi Da ilha, essa sençação ficou em mim pq assim que a dor de cabeça começou me veio a cabeça, como se alguém me dissesse foi o peixe, primeiro achei que fosse a bebida, mais como foi muito forte e nem no pior porre que tomei em minha, onde misturei muita coisa fiquei passando mau daquele jeito, foi muito ruim sentia que minha cabeça esta sendo esmagada, e como disse tb não bebi para uma ressaca desssas!!!!!Agora eu não como mais, mesmo!!!kkk
    Posso no máximo fazer um teste, comer um dia sem beber só para tirar a prova, mais nem sei se vou fazer , sou uma pessoa que não gosta muito de errar o mesmo erro, uma vez para mim ja basta!!!!Bem pelo menos sei que o peixe é muito bem e estava fresquinho foi pesacado em auto mar e praticamene veio direto para panela!!!aiaikkk
    Obirgada pela explicação


  947. em Maio 27, 2011 at 5:18 pm Ekédiii urgente !

    sua benção Tomeje, Colofé a todos !

    Tomeje, estou muito triste. Fui suspensa ekedi, a 1ª da casa em 2007. O pai de santo que me fez era de keto e me “raspou”, é isso, diz ele que de onde ele veio é assim, e pelo que descobri depois, não fez o oxossi certo. os exus nem se fala, mas quando fiz minha obrigação, só cortei pra oxossi, tudo o que tinha direito, minha mãe não cortei e exus tb não, pois de coração não tive vontade. Vou fazer 4 anos de feita em novembro.
    Estou na mesma casa a +/- uns 11 anos onde se levava umbanda e depois as águas mudaram de vez p/ Gêgi. quando raspei estava me sentindo com garra, mas depois que descobri as coisas desanimei novamente, como sentia antes de raspar, na verdade eu não queria a obrigação de estar no barracão, e queria estar sim com devoção, mas sempre tem coisas no barracão pra se fazer e como eu estava dentro, me sentia na obrigação de retribuir etc e tal.
    Todos nós lá ficamos muito triste com a atitude de um pai de santo que no qual acreditamos piamente e ele fez muita besteira.
    Desde o início sempre gostei de ajudar, mas não sabia exatamente o que era ser filha de santo e depois não sabia qual era a responsabilidade de uma Ekedi, sempre falei isso pra eles que tinha medo da responsabilidade e eles deixaram as coisas rolarem, asism como eu, pois eu não tinha noção do que era ekedi.
    Acho que nunca me senti uma verdadeira camdomblecista, pois não concordo com algumas coisas, atitudes de entidades e decisões enfim….e acabo querendo fazer as coisas da minha maneira, sei que existe uma doutrina a ser seguida. Já tive vontade de sair por diversas vezes, desde o início, mas nunca tive coragem, porque sempre tive medo de acontecer algo comigo e minha família. Tenho que fazer váaaarias coisas pendentes, muitas mesmo, e a medida que o tempo está passando, menos eu tenho vontade de fazer. Fico pensando que vou ter que firmar e o meu coração não está pedindo isso, e todo mundo fica perguntando qdo vou fazer minha obrigação e tal….sinto realmente como se estivesse engando as pessoas, mas não tenho coragem de chegar e falar não quero mais, sabendo que vou magoar a mãe de santo e que os orixás assim como as entidades podem se revoltar comigo, como eu acho que já estão
    Já tentei conversar com as entidades, mas eles não querem saber de me ouvir e me coagiram, disseram na frente dos irmãos que eu não estava mais querendo o cargo, com relação a isso eu confirmei, mas ficam dizendo que eu estou traindo a mãe de santo, pq eu não sai antes de fazer a obrigação, agora que eu já participei de várias coisas e que eu quero sair por causa de baculodê, e que eu não vou sair coisa nenhuma. Falei q ia conversar com a mãe de santo, eles dizem que eu não vou falar nada com ela que eu tenho q falar com oyá, mas que eu não vou sair e que eu não vou ser feliz, pq estou trocando o roixá pela “vida pessoal”, que no momento estão sendo mais importantes pra mim, que se tenho trabalho é graças a eles etc etc e tal… sempre tem coisa acontecendo no barracão e eu tenho que participar de tudo, estar de frente em tudo…e cheguei a conclusão que não tenho aptidão pra isso, gosto muito e acredito, mas pra levar a coisa certinha do jeito que tem que ser, pra mim não dá, pq por mais que você faça parece que as entidades nunca estão satisfeitas, sempre tem um erro em algo….enfim….muita coisa
    Tomeje, me diga, o que uma ekedi pode e não pode fazer de verdade? tem que estar como um pai ou mãe de santo ?!? presente em tudo? resguardo em tudo?
    Estou triste mas tranquila e confiante, mas ao mesmo tempo com muito medo do que possa vir a acontecer. Não sou uma pessoa ruim e muito menos traidora, odeio disse me disse, sempre ajudei, mesmo não estando presente em algumas situações….e agora que quero seguir minha vida de outro jeito eu não presto? sou traidora? vou ser infeliz ?!?! que religião é essa que diz que ninguém é obrigado a seguir o que não quer, mas quando há uma decisão de afastamento as entidades reprimem e coagem a ponto de pessoas como eu, não fracas, mas que são indecisas e não tem coragem de tomar uma decisão definitiva, fiquem pressas a esse tipo de situação. Será que eu devia ter feito como milhares de pessoas fazem, Sair sem dar satisfação? não fiz nada de errado, quero sair de cabeça erguida, serei grata eternamente, mudei muito, mas pq fizeram por mim, não significa que tenho que ficar eternamente presa a uma situação que não quero, pq eles me ajudaram e tenho certeza que retribui a altura.
    Me ajude por favor ! Não sei o que fazer ! ao mesmo tempo tenho medo de me arrepender e os oríxás me darem as costas, assim como a mãe de santo ficar chateada comigo, tenho medo de acontecer algo com ela, ela não está bem de saúde, que tb é outro agravante na minha decisão. Sempre confiei neles, sempre, e confio, mas tem coisas que não concordo, como algumas coisas que falam pra mim. Me ajude, se puder me mande um e-mail em particular para que eu possa te explicar melhor. Tem muita coisa ainda.
    Obrigada


  948. Ekedji, boa trade, Pai Nelson está afastado momentaneamente, está cuidadando da obra de sua ‘roça’.
    Vá neste post e leia, parece que vc e este rapaz ao qual respondi agora, combinaram.
    A questão do Genero no Candomblé. visite.

    Quem não faz besteiras neste mundo, porém, sabedoria, conhecimento e sensibilidade é para poucos, humildade para reconhecer e retroceder.
    Tudo que vc narrou sobre seus afazeres dentro de um Ilè, são funções inerentes ao seu cargo, quanto ao resguardo, somente Òrúnmìlá poderá responder, como vc ficará de resguardo por causa de outro, individualidade, esta premicia nos foi dada por Olodunmarè, não se dá resguardo conforme a ritmo da casa, somente se o zelador for ignorante e desconheçer o que seja obediência e ele deve obediência as divindades celestes.
    Mentir é crime pela Lei do CÉU.
    O odu Onara-meji (Obara) diz:
    Mentir não impede de se tornar rico.
    Quebra de aliança, não impede de chegar à terceira idade.
    Mas o dia da morte trará retribuição.

    O decreto é expresso em Ejiogbe-meji (Ejionile):
    Seja sincero, seja justo!
    Ah, ser verdadeiro, seja justo!
    É o que as verdadeiras divindades apóiam.
    Seja sincero, seja justo!

    Se precisar de mais esclarecimentos estaremos aqui.
    Não tenha medo, nem por vc, nem por sua falimia,